História Desejada - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha, Inuyasha Kanketsu-hen
Tags Rin, Sesshy, Sesshy Vilão, Sesshyxrin
Exibições 64
Palavras 1.475
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oii pessoas lindas. Tudo bem com vocês? Bem espero que sim. Depois de muito tempo retomei e estarei escrevendo diferente! Espero que gostem! Qualquer dúvida perguntem, estarei revisando os capítulos, qualquer mudança aviso a vocês! Então leiam as notas!

Sem mais delongas, boa leitura!

Capítulo 3 - 3


Fanfic / Fanfiction Desejada - Capítulo 3 - 3

Rin on 

Acabei de acordar, semicerro os olhos mas a claridade incomoda pra caramba, olho para o quarto e então lembro do que aconteceu. Aquele maldito homem, ainda irei mata-lo, mas primeiro como irei fugir daqui? Sou tirada dos meus devaneios com a porta abrindo e com uma linda mulher entrando. Ela possui cabelos pretos bastante longo, é bem séria porém muito bonita. 

- Quem é você? - Ela me encara sem muita expressividade em seu rosto.

- Uma empregada do Senhor Sesshoumaru, aqui esta seu café. - Ela colocou sobre a cama e foi em direção a porta. Levantei em um pulo da cama e segurei seu braço.

- Espera por favor, estou assustada por que estou aqui, esse homem me sequestrou moça preciso sair daqui, me ajude. - Ela me olhou colocou sua mão direita sobre meu rosto e me olhou nos olhos soltando todo o ar de seus pulmões em seguida.

- Sinto muito querida agora você também é propriedade dele. - Era pior do que eu imaginava aquele homem era um criminoso, ele ele fazia trafego de mulheres, era isso? Minha mãe, essa moça, outra mulheres que tinha no histórico que Bankotsu me mandou e agora eu? Mais uma mercadoria. Fiquei de joelhos no chão, estava tão triste, nunca fui de me lamentar ou reclamar da vida que eu tinha, mas tudo era o cúmulo eu não sou uma pessoa ruim para ter que aguentar tudo isso. Só queria justiça e agora tenho minha liberdade tirada, tudo que mais amava.

A moça saiu do quarto, antes de fechar a porta falei a olhando com os olhos lagrimejados.

- Qual seu nome? - A perguntei.

- Kikyo, menina. - Ela fechou a porta me deixando sozinha com a minha dor e raiva.

Sesshoumaru on

Fui até a empresa para ver se estava tudo em ordem, e avisar que irei ficar afastado por tempo indeterminado, preciso da atenção merecida a minha garotinha que tanto esperei crescer e agora ela está pronta. Também tem meus outros negócios que ultimamente não tenho dado a atenção devida.

-Bom dia Kagura, irei ficar afastado por tempo indeterminado, qualquer coisa passe os papeis ao Naraku ele ira me substituir. - Sair sem esperar retorno.

Entrei em meu carro e seguir para casa.

- Oi Sara.

- Oi meu amor, estou tão feliz hoje! Eu estava pensando poderíamos viajar o que acha? Fiquei sabendo que você irá ficar afastado do escritório, estávamos mesmo precisando de uma segunda lua de mel. - Mulher tola. Grrr

-Sara, eu irei ficar afastado. Preciso resolver outros negócios importantes e você, não ira comigo, se me da licença estou atrasado.

É nossa relação não anda muito bem, desde que perdi a mãe de Rin por causa dela tenho a tratado assim, apesar que houve um tempo em que ela perdeu um feto, e andei pegando mais leve.

Fiz uma mala só com documentos importantes e me dirigir a sala.  Deu uma última olhada para Sara, tomara que fique calada.

- Você nunca vai me perdoar pela morte daquela mulher não é mesmo? - Sabia que ela ia tocar nesse maldito assunto.

- Já que você tocou nesse assunto tenho uma coisa muito boa para te falar. - Coloquei a mala no chão e me dirigir até ela, encostei minha boca em sua orelha e sussurrei a deixando assustada com a aproximação.

-Antes de morrer ela deu a luz. - Afastei meu rosto do dela e a fitei nos olhos. - Não pude deixar de sorrir sádico - Uma menina, linda por sinal. - A expressão do rosto de Sara mudou do assustada para o furiosa e aquilo só me fez gargalhar.

- Esse meu brinquedo você não vai tirar - A segurei no pescoço a tirando do chão. - E se tentar estará morta.

A larguei no chão e ela caiu ajoelhada com as mãos no pescoço me olhando aterrorizada. Peguei minha pasta e sair da casa.

Entrei em minha Ferrari preta e segui para o templo onde deixei Rin.

Rin on

Já havia escurecido mas não sabia que horas são, estava feliz por não ter tido que suportar a presença daquele demônio. Fui tomar um banho bem demorado para tentar lavar minha alma daquela dor e ódio.

Sai do banheiro e segui em direção ao closet do quarto, só tinha langerie de todas as cores imagináveis.

- Puta que pariu, o bordel é aqui?- Falei alto demais, fui tirada dos meus devaneios com aquela maldita voz roca.

- Bem, aqui aqui aqui exatamente não, mas elas são suas para usar para mim, quero que use a azul. - O olhei de sobrancelha levantada.

- E se eu não usar? - Ele me olhou e sorriu, fiquei com muito medo daquilo.

-Terei que castiga-la. - Engoli em seco

Sesshoumaru on

A cara de espanto dela é sensacional, essa garota é tão diferente da minha Rina, sim Rina era a mãe dela com aquele maldito que ela sempre amou. Mulheres são traiçoeiras por isso temos que mante-las em seus lugares.

Peguei no rosto dela com delicadeza em seguida a puxei para perto de mim fungando em seu pescoço, seu cheiro era inebriante.

- Tem um vestido em cima de sua cama, o use irei te levar em um lugar. - Virei de costas e seguir até a porta, antes de sair falei sem fita-la.

-Ah, faça, fale, apenas o necessário. Sem escândalos, sem confusão, tenho certeza que não irá querer me ver bravo.

Sai a deixando assustada. Seguir para meu quarto encontrando la Kikyo.

- Por quê a trouxe meu senhor? Eu não consigo satisfaze-lo por completo? Ou deseja fazer um sexo a 3? Sei que não gosta das outras meninas e só toca a mim.

- Não devo satisfações a você Kikyo, sai daqui agora antes que te castigue. - Ela saiu do meu quarto o mais rápido que poderia, já passou da hora de vende-lá ou manda-lá para algum dos bordeis.

Peguei uma calça jeans preta, um sapato social cinza e uma camisa vermelha, amarrei meus cabelos em um rabo de cavalo alto. Fui tomar meu banho e em seguida me trocar, seria enfim essa noite que a teria em emus braços.

-Minha Rina.

Rin On

Maldito, MALDITO, mil vezes maldito, gostaria que você sentasse em cima de diversas formigas e que seus braços fossem curtos para não poder coçar, ria das minha ideias e da minha imaginação da cena.

-Ai essa seria ótima mesma. - falava só enquanto me olhava no espelho, estava pronta.

- Que desperdício de beleza. - Falou um homem alto de cabelos médios entrando no quarto.

-Quem é você? - Perguntei me afastando dele. Isso só o deixou mais feliz

- Bom, se tudo der certo seu novo dono, estou louco para comer essa sua bocetinha apertada, até você não aguentar mais.

Fiquei assustada com a ideia e acabei gritando por socorro.

Sesshoumaru on

Esculto o grito de Rin e saiu enfurecido em direção ao quarto dela, quem será que se atreveu a incomodar minha garota

Chego no quarto e vejo Rin deitada na cama com o vestido que dei rasgado com algumas marcas de sangue e hematomas no corpo e o maldito Koraru com o pau de fora batendo contra a boceta de minha Rin. Aquilo foi a gota d'agua. Peguei minha pistola calibre 43 e estourei os miolos daquele desgraçado deixando a Rin toda suja de sangue e cérebro, fui em direção dela tirei aquele corpo de cima dela e a peguei no colo ela estava tão assustada que nem reclamou pelo meu toque, a levei para meu quarto passando por Kikyo no corredor.

- Limpe a bagunça e não me incomode. - Disse entrando em meu quarto.

Rin On

 Pela primeira vez fiquei feliz pela presença dele, eu iria ser estuprada por aquele nojento. 

- O-obrigada. - Disse encostando minha cabeça em seu peito, ele sabia o quanto tinha medo de ser violentada. Ele estava me levando para o banheiro, me colocou sentada no vaso e ligou a enorme banheira. Depois de cheia tirou toda minha roupa observando cada parte de meu corpo e cada hematoma, sua expressões variava de raiva, muita raiva, ódio, destruição do mundo.

-Esta tudo bem, não precisa pensar em como matar todos os homens do mundo.

Sesshoumaru on

Olhei para ela surpreso, não tinha percebido que ela me observava e sim eu estava pensando em como matar todos os homens do mundo. A deixei nua e a coloquei na banheira, dei um banho demorado para tirar todo aquele maldito cheiro de sangue. 

A retirei da banheira e enxuguei seu corpo, peguei uma camisa minha e a dei para vestir, ela estava tão sensível, nem parecia aquela menina implicante ou aquela mulher forte como minha Rina.

A coloquei em minha cama e logo a vi dormir.

- Durma bem minha Rina

 

 


Notas Finais


hahahaha Sesshy meio doidinho.

Ahhh, acompanhem também minha outras duas fics! Se interessar é claro! Beijos no core!

* Doce obsessão: uma história de uma garota superdotada que cresceu em um orfanato e quando fica adulta conhece suas origens. Rin x Sesshoumaru
https://spiritfanfics.com/historia/doce-obsessao-6535832

* História A história por um novo olhar, o recomeço: Fala sobre a vida após o poço come-ossos ter fechado! A vida no futuro e as incertezas da existência do misticismo na era atual.(Estarei atualizando amanhã) Kagome x Sesshoumaru
https://spiritfanfics.com/historia/a-historia-por-um-novo-olhar-o-recomeco-6032400


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...