História Desejo. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Killer Bee, Mei, Naruto Uzumaki, Temari
Tags Gaamei, Hentai, Pos-guerra
Visualizações 130
Palavras 1.177
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 3 - A chance perfeita.


Tudo estava mais do que pronto para o início do festival, os últimos detalhes já tinham sido arranjados e todos os preparativos tinham sido feitos. Nesse momento a maioria da população estava junto do Gaara e Mei na entrada de Suna, estavam ali para receberem os outros Kages, a ruiva ainda estava pensando no que tinha acontecido mais cedo, o pior que seu corpo ainda estava pegando fogo, ela não se lembrava da última vez que tinha ficado assim. Mas de uma coisa Mei tinha certeza, aquilo não ia ficar assim, com toda certeza iria ter volta, ela só tinha que pensar em como fazer isso. Com toda certeza Gaara ficaria grudado no trabalho, foi então que ela lembrou do pedido de Temari, não pôde deixar de dar um grande sorriso malicioso com aquilo, pelo visto as coisas iriam ser mais fáceis do que ela imaginou. Só teria que esperar o momento certo.

— Eles chegaram. — Gaara chamou a atenção da ruiva. — Sugiro que depois desse pequeno desfile você fique com eles no hotel, tenho que ir até o escritório resolver algumas coisas antes do festival começar.

— Não se ainda lembra ruivinho, mas sua irmã pediu para que eu lhe fizesse companhia. — Mei deu um sorriso sacana. — Como Mizukage eu sei como funciona esse trabalho burocrático e posso muito bem lhe ajudar para que termine mais rápido.

O ruivo não respondeu, sabia muito bem o que Temari filha lhe pedido e o que ela pediu a ruiva, ele só estava tentando evitar ficar sozinho com Mei para o que aconteceu mais cedo. Ele não estava com medo de Mei, Gaara não era nenhum santo, já tinha tido muitos casos, mas sempre de forma discreta, afinal o ruivo era o atual Kazekage e tinha uma imagem a zelar, não seria bom para ele ou para a imagem da vila o Kazekage está envolvidos em vários lances amorosos. E era exatamente por isso que o ruivo precisava evitar Mei, não seria bom para a imagem das vilas que ambos representavam se alguém espalhasse o boato de que ele e Mei estavam tendo um caso, na pior das hipóteses essa história poderia acabar tendo influencia na aliança shinobi, o que faria o sacrifício de mulheres que morreram na última guerra em vão. Isso era a última coisa que o ruivo queria.

Não demorou muito para os Kages começarem a chegar, o primeiro a entrar foi nada menos que Naruto, o Nanadaime Hokage, aquele que era aclamado por todos como o grande herói da quarta guerra ninja, ele estava acompanhado de sua esposa Hinata e seus filhos. Logo atrás vinha o Yodaime Raikage, aquela era o último festival que Kira A iria representar Kumo como líder da vila, ele estava acompanhado de seu irmão de consideração Kiler Bee e de seu sucessor Darui. Não muito atrás vinha Kurotsuchi, tinha assumido o cargo que pertencia ao seu avó e se tornado a yodaime tsuchikage, ela estava acompanhada de dois jonins de Suna. A chegada dos Kages a vila que sedia o grande festival marcava o início do mesmo, por isso era tão aguardava por todos, de agora em diante seriam uma semana inteira de muita festa.

— Sejam bem vindos a Suna. — Gaara falou de forma saudosa. — Espero que a viagem tenha sido agradável.

— Uma viagem no deserto é tudo menos agradável.  — a jovem Tsuchikage falou. — Mas até que foi boa.

— Vejo que dessa vez veio nos receber Kazekage. — o Raikage observou. — Será que dessa vez irá participar do festival.

— Irei cuidar pessoalmente para que ele participe do festival. — Mei entrou na conversa. — Tenham a minha palavra.

— Pelo visto alguém chegou antes do combinado. — o loiro falou. — Quando chegou em Suna?

— Cheguei ontem pela parte da tarde. — a ruiva respondeu. — Sai de Kiri alguns dias antes para aproveitar melhor a viagem e me livrar do trabalho por um tempo.

— Na próxima vez vou fazer isso. — Kurotsuchi suspirou. — Não esperava que quer uma kage fosse dar tanto trabalho.

— Nem me fale, não vai demorar muito para eu passar o posto de Mizukage para outra pessoa. — Mei falou com desânimo. — Não se surpreendam se ano que vem eu não ser mais a Mizukage.

— Você até que demorou para desistir do cargo. — Kira A falou admirado. — Estou nele tem anos e sei como é desgastante.

— Creio que estejam cansados. — Gaara chamou a atenção de todos. — Irei os guiar até o hotel.

Os kages apenas seguiram seu caminho rumo ao hotel conversando outros assuntos do dia a dia, aquela era a única ocasião onde os kages podiam se reunir sem precisar tratar de algum assunto político, militar ou econômico, não precisavam falar sobre suas vilas ou sobre a aliança shinobi, era um momento onde podiam se reunir e conversar sobre a vida. Aquela ocasião tinha que ser aproveitada de todas as formas possíveis, por isso que os Kages se davam ao luxo de festejar, dessa forma podiam aliviar todo o estresse e tensão que acumulavam, ser Kage era um muito mais cansativa nos tempos de paz do que no passado, pois agora o trabalho ia muito além de cuidar da liderança militar do país e da administração da vila. Ser Kage exigia várias coisas, e aqueles que estavam mais do que acostumados aos tempos de guerra não estavam se dando bem na nova era.

Não demoraram muito para chegar ao hotel, toda uma estrutura tinha sido preparada, uma grande festa dentro do salão principal do prédio tinha sido organizada, tudo para que os kages fossem muito bem recebidos. Gaara entrou junto dos kages, iria os deixar na festa e cuidar do que tinha que fazer, sua esperança era que Mei acabasse se distraindo em meio a festa e deixasse de lado o que Temari havia lhe pedido, ainda mais levando em conta o que tinha acontecido mais cedo. Por mais que o ruivo tentasse deixar aquilo de lado, parecia algo impossível, Mei era uma mulher irresistível, seus atributos deixavam qualquer homem louco, e Gaara não era exceção. O melhor que podia fazer para evitar cair em tentação era manter distância de Mei, pois sabia muito bem que o que aconteceu mais cedo pode voltar a acontecer.

— Tenho que ir resolver algumas coisas em meu escritório. — o ruivo falou chamando a atenção de todos. — Irei voltar mais tarde para fazer companhia a vocês no festival.

— Não tão rápido ruivinho. — Mei falou. — Prometi a sua irmã que não deixaria você se afundar no trabalho enquanto estivesse em Suna.

— Não quer ficar aqui na festa? — Gaara viu a ruiva negar com a cabeça. — Está bem, essa hora não há mais ninguém no prédio principal, eu tenho a chave comigo, só iremos ver alguns papéis e voltamos para o hotel.

"Dessa vez você não me escapa ruivinho." a ruiva falou em seus pensamentos dando um sorriso malicioso.


Notas Finais


Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...