História Desejo Impossível - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kushina Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Exibições 462
Palavras 1.583
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ooiee ... Voltei minha gente 🤗🤗 trazendo mais um capítulo p vcs... Espero que gostem, obrigada pelos comentários e os favoritos 😍😍 não canso de agradecer haha'... Bom vamos ao que interessa?!... Boa leitura!

Capítulo 12 - Desencontros


Fanfic / Fanfiction Desejo Impossível - Capítulo 12 - Desencontros

— Não vou me casar com você Naruto.

— Eu não acredito que você está me dizendo isso. Depois de tudo que acabamos de fazer... Por que faz isso? Não te entendo! Por quê?

— eu já disse uma vez, não adianta tentar me entender.

— Você conseguiu superar o seu trauma, não tem mais nada que a impede de se casar comigo.

Hinata permaneceu quieta e abaixou a cabeça, incapaz de pôr em palavras o que lhe ia na alma.
Naruto ergueu seu queixo, forçando-a a olhar em seus olhos.

— você não me ama?

— É claro que te amo! Amo demais, é só que...

Ela deu um sorriso muito sem graça, ouviu então Naruto dizer:

— Eu não quero e não vou voltar para os Estados Unidos sem você, hinata. — ele respondeu sério.

Hinata se levantou e vestiu um robe. Virando-se para ele e dizendo bem calma.

— Eu... não disse que não iria com você, disse apenas que... não vou me casar com você!

— Não quero você em nenhuma outra condição a não ser casada — Naruto disse já terminando de se
vestir e olhando novamente pra ela de forma séria. — Se não vai ser minha esposa então não vai ser nada.

— Se é assim que você quer, então é exatamente o que serei... Nada! — respondeu tentando acalmar o coração que gritava por dentro.

Naruto a olhou incrédulo com aquelas palavras.

— Achei que tínhamos feito amor porque nos amávamos. Mas acho que me enganei. — sorriu sarcástico ao dizer — Bem que tal ter minha experiência de amor carnal com um especialista? Foi o que pensou não foi Hinata?! Por isso foi tão fácil eu persuadi-la dessa vez? — Mesmo que ele tentasse esconder, hinata viu nos olhos azuis as lágrimas se formando aos poucos, aquilo doeu nela de forma devastadora.

Naruto foi para a porta do quarto e disse com a voz sentida e com as lágrimas já aparentes em seus olhos.

— Você sabia que eu te amava, você sabia hinata...eu disse com todas as letras, e no entanto...
apenas me usou para um prazer físico. — Saiu do quarto batendo a
porta.

Ela imediatamente foi até a sala atrás dele, naruto já estava quase saindo quando se virou pra ela de forma fria e séria:

— Se esse encontro tiver alguma consequência eu quero saber.

— Consequência?

— Não seja tão ingênua, nós não nos cuidamos, você pode ficar grávida; isso pode acontecer depois do que fizemos.

— Não se preocupe, eu aviso se acontecer — Ela concordou sabendo que não havia possibilidade alguma.

— Faço questão de que avise mesmo, você pode não querer a criança mas eu quero.

   Ele saiu e bateu a porta, Naruto entrou em seu carro, colocou o cinto e como um louco deu a partida... Sentia raiva, frustração, sentia-se usado. Andava o mais rápido que podia, não se importava com mais nada, as lágrimas agora  desciam, ele permitia a si mesmo chorar sem precisar esconder. atravessava sinais e desrespeitava qualquer lei de trânsito existente.... Só queria ficar longe dela...
Estava tão arrasado que nem prestava atenção por onde ia, quando um cãozinho passou na frente do seu carro, freiou rapidamente e desviou, para não atingir o animal, acabou batendo em uma árvore que havia ali perto; o impacto fez com que ele batesse a cabeça no volante deixando uma ferida não muito grande, nem nada que precisasse se preocupar. Por sorte sempre usava o cinto. Colocou a mão na testa, e sentiu o pouco do sangue que escorria... Olhou o retrovisor e não viu mais o cachorrinho, com certeza ele deveria ter corrido.
Naruto apenas escorou a cabeça no banco do carro, não queria saber do estrago do mesmo, e  nem da multa que com certeza levaria pelo excesso de velocidade.  Seu único desejo era nunca ter conhecido Hinata.

★★★★★★★★★★★★★★★★★

Dois meses se passaram e viver passou a ser uma agonia para hinata, depois daquele momento de felicidade, foi ficando cada vez mais magra e abatida, estava deitada no sofá quando Ino se aproximou:

— Meu casamento já é daqui a três dias, já escolheu seu vestido de madrinha? Nem vi você sair desse
apartamento.

— ainda não, não se preocupe vou comprar logo. — Disse tentando parecer animada.

— Gaara adorou a novidade de ser o padrinho junto com você!

Hinata esboçou um sorriso tristonho.

— Precisa ir ao médico, você não está bem! Mal come, não dorme. Estou preocupada com você.

— Não vai adiantar eu ir a um médico, nem ele nem ninguém pode curar o que sinto.

— Você tem que se ajudar hina, talvez um médico te passe algum remédio para que você possa comer e dormir melhor. Já está nesse estado a dois meses, não tem cabimento ficar assim por causa de um homem.

— Você tem alguma notícia dele?

— Soube que o Naruto se retirou da vida social, e não tem sido visto ultimamente. Sai me disse que ele
até desistiu do filme que estava gravando nos estados Unidos. Tem uma outra coisinha... Mas não acho
prudente te contar.

— O que é?

— mais cedo ou mais tarde vai acabar sabendo.

—  Se vou saber de qualquer jeito então me diga.

— Parece que aquela atriz a Sakura, não se casou! E está sendo muito vista na entrada do prédio do
Naruto. — Disse Ino com cautela, pois sabia que isso apenas faria a prima ficar ainda mais depressiva.

— já era de se esperar — respondeu Hinata — ... Ele apenas esta seguindo com a vida dele. Enquanto eu estou aqui definhando.

— Hina, você está sofrendo porque quer!

— Como pode dizer isso Ino? — perguntou escandalizada.

— Toda essa situação teria sido resolvida se você tivesse contado para o Naruto o motivo de não querer se casar com ele. — falou Ino.

— Como poderia dizer a ele que se nós nos casássemos ele jamais poderia realizar o sonho de ser pai?
Todo o homem quer um filho um dia, eu não poderia lhe dar um. Como eu poderia dizer isso a ele Ino?

— Com palavras! Ele não ia abandonar você por causa disso.

— Chega! Não quero mais falar nesse assunto tá bom?!

Hinata levantou-se do sofá e foi em direção ao seu quarto trancando-se lá mais uma vez!

Ino não aguentava mais ver sua prima daquele jeito, hinata era como uma irmã para ela e a ver sofrendo tanto lhe doía, precisava fazer alguma coisa. E faria, nem que hinata a odiasse depois, era para o próprio bem dela.
Pegou seu celular e telefonou para o noivo.

— Sai? Está muito ocupado?

Não, o que foi?

— Preciso que me leve em um lugar, pode vir aqui agora!

sim, estou a caminho!

— Me ligue quando estiver no estacionamento que vou descer.

ok!

Depois de alguns minutos sai ligou e Ino desceu para encontrá-lo. Entrou no carro e suspirou fundo,
enquanto sai dava a partida.

— Onde quer ir?

— Me leve até o apartamento do Naruto.

— Naruto? O que quer com ele?

— Não precisa começar com o ciúme besta! Só tenho que falar sobre um assunto sério com ele.

— Hinata sabe que está indo até lá?

— Não e nem pode, ela me mata; mas é preciso a hina não pode mais viver daquele jeito. Não vou deixar!

Minutos depois Ino já se encontrava de frente a porta do apartamento de Naruto, tocou a campainha receosa do que estava prestes a fazer. Logo um Naruto irreconhecível apareceu a sua frente, seus cabelos tão loiros e brilhantes de antes estavam compridos e maltratados. As roupas amassadas, e os olhos inchados, na mão tinha um copo de uísque pela metade. Viu uma rápida sombra de surpresa em
seus olhos quando ele a  reconheceu.

— Ino? O que faz aqui?

— Preciso conversar com você Naruto. Espero que não esteja bêbado demais para ouvir o que tenho pra te dizer.

— não ainda não estou, mas pretendo ficar! — respondeu —Tudo bem entre! — Disse Naruto abrindo a porta pra que ela
entrasse.

Ino entrou e encaminhou-se para a sala com Naruto.

— sente-se, deve imaginar minha surpresa ao te ver aqui.

— Sim eu sei!

— Veio conferir para a sua priminha a queda de um homem poderoso? — Ele disse com muita amargura —  Porque eu caí Ino! Hinata me derrubou sem dó. No entanto mesmo mal desse jeito eu ainda a quero. Me odeio por isso. — Disse bebendo o restante do uísque do copo. E sentando-se no outro sofá.

— Hinata também está mal Naruto,  muito mal. Ela não come , não dorme nem mesmo sorri. Estou muito preocupada.

— ela e eu estamos nos destruindo, Ino. E o pior — sorriu com amargura — o pior é que eu nem sei o motivo...

— É sobre isso que vim falar! Ela nem sabe que estou aqui, mas não aguento mais vê-la daquele jeito.

— sobre o que quer falar?

Ino fechou os olhos e suspirou fundo antes de começar:

— O motivo pelo qual hinata não quis se casar com você, foi porque a dois anos atrás quando ela perdeu o bebê, os médicos disseram que ela não poderia mais ter filhos, ela queria que você tivesse uma família, e hinata se martiriza por não poder te dar uma! Por isso ela não aceitou o casamento, esse é o único motivo,... ela acha que você não será feliz ao lado dela. Mas hinata te ama Naruto, ama de verdade.

Continua...

★★★★★★★★★★★★★★★★★


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo, como sera que naruto reagiu?! 😱😱 bjos... até o próximo.... 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...