História Desejo nas Colinas {Klaroline} - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Bill Forbes, Caroline Forbes, Klaus Mikaelson, Personagens Originais, Stefan Salvatore
Visualizações 144
Palavras 1.077
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Poesias, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 15 - Capítulo XV


-As malas já estão na carruagem senhor. -Matt diz sorrindo a Klaus que esta em pé olhando para Caroline que está sentada no sofá olhando para as próprias mãos,  e se retira. 

Caroline se levanta de cabeça baixa, ela levanta olhar para Klaus que esta a olha-la. Ele se aproxima e a toma em seus braços lhe dando um beijo. Caroline ao sentir os lábios carnudos de Klaus pressionando os seus deixa um abafado gemido escapar e por um instante sente seu corpo balançar e suas pernas ficarem bambas. Os braços fortes de Klaus a pressionaram para mais perto de seu corpo e de seus lábios, fazendo-a ficar na ponta do pé e sentir um imenso desejo. Caroline sobe uma de suas mãos até a nuca de Klaus pressionando seu corpo cada vez mais contra o dele. 

Klaus se  afastou de Caroline, olhou o rosto da prostituta que se encontrava com os olhos fechados e foi para o lado de fora, onde encontrava-se a carruagem, deixando Caroline sozinha na sala com os olhos fechados ainda sentindo nos lábios o gosto do beijo que acabara de receber. 

Ambos entraram na carruagem. Caroline olhava pela janela e Klaus estava sentado ao seu lado com os olhos fechados. Um silêncio insuportável era reinado dentro daquela carruagem, que só era interrompido por cada vez que alguns do dois respiravam fundo. 

Caroline olhando para as montanhas pensava em tudo que viveu durante esses dois meses que esteve com Klaus e, vez ou outra, um sorriso aparecia em seu rosto mas, logo tratava de arranca-lo de seus lábios quando lembra-se que acabou. 

Klaus permanecia de olhos fechados. Lembrava-se de cada momento com Caroline, de cada palavra de cada um dos escritos que fez para ela. Balançava a perna inquieto, querendo que Caroline desistisse de ir embora, mesmo ele sabendo que ela era orgulhosa demais para fazer acontecer. 

Horas de viagem depois, ambos sentem a carruagem balançar e sabem que estão nas ruas mal cuidadas da zona periférica de Nova Orleans. Caroline respira fundo e olha para Klaus que abre os olhos e olha para ela. Eles ficam olhando um para os olhos do outro sentindo seus corações baterem mais forte a cada vez que sentem a carruagem balançar. O veículo para, Caroline abre a cortina da pequena janela da carruagem e olha que na frente encontra-se o bordel, o lugar de onde ela tanto sente saudades. Ela respira fundo, encosta as costas no banco e olha para Klaus que esta olhando para os próprios pés  mordendo o lábio inferior. Ele fecha os olhos ao perceber que ela o olhava. 

-Até nunca mais Caroline. -Disse voltando a olhar para os pés e  lembrando-se que disse a ela que se caso ela quisesse voltar, ele nunca mais iria volta a vê-la, coisa que fez sentir um aperto em seu coração. 

-Até nunca mais... -Disse Caroline com uma voz chorosa o que fez Klaus desviar o olhar de seus próprios pés para o rosto de Caroline. 

Ele observou os olhos azuis que estavam cheios de lágrimas, respirou fundo e pegou na nuca de Caroline e trouxe o rosto para mais próximo do seu assim lhe oferecendo um beijo. 

O último! -pensou ele, deixando um gemido escapar enquanto sentia os lábios macios de Caroline contra os seus e sentia sua língua encontrando-se com a sua. 

Ao afastar os lábios, encostaram-se as testas e fecharam os olhos. 

-Lembre-se... -Começou Klaus olhando nos olhos azuis de Caroline. -Foi você que quis assim. 

Caroline fechou os olhos e assentiu arfando. Klaus deu duas batidas na janela, indicando para Matt que já podia abrir a porta e assim acontece: Matt abre a porta e pega as malas de Caroline e a ajuda a descer.

Caroline olha para Klaus que respira fundo e assenti para Matt, para que ele feche a porta do veículo. Ao fechar a porta da carruagem Matt pega as malas de Caroline e as levam até a porta do bordel, a prostituta o segue. 

-Até breve madame. -Disse Matt tirando do bolso um lenço branco e dando a Caroline para que limpasse suas lágrimas. 

Ela pega o lenço e enxuga as lágrimas e sorri para Matt que está a olha-la. 

-Presumo que nunca mais iremos nos ver Matt. -Disse ela lhe entregando novamente o lenço. -Então... Até nunca.. 

Matt abriu um sorriso pegou o lenço e disse por fim:

-Até breve Caroline. -Matt sorriu e saiu em direção ao cavalos ajeitando as rédeas dos mesmos.

 Caroline virou-se para a porta e deixou um sorriso aparecer em seus lábios quando bateu na porta. 

-Caroline? - Bonnie perguntou sorrindo ao abrir a porta. - Achei que só viria daqui a um mês. 

Caroline abre um sorriso e olha para a carruagem que esta partindo, respira fundo sabendo que terá que esquecer Klaus, um homem inesquecível. 

Klaus desce da carruagem com suas malas em mãos, adentrou em sua casa e logo encontra Camille conversando com a empregada enquanto a mesma anotava algo em um papel. 

-Klaus?! -Camille abriu um sorriso ao ver seu marido. 

-Olá querida. -Diz ele forçando um sorriso. 

-Achei que só voltaria daqui a um mês. -Disse Camille sorrindo. 

Klaus olha para sua mulher, pega em sua cintura e a trás para mais perto de seu corpo fazendo-a franzir a testa. 

-Senti saudades... -Mentiu ele, mas para si mesmo do que para sua esposa. 

Klaus ataca os lábios de Camille com um beijo preciso. A empregada abre um sorrisinho e sai de fininho mesmo sabendo que se saísse fazendo os maiores dos barulhos nenhum de seus patrões iriam dar importância. 

-Meu marido... -Disse Camille sorrindo e afastando seus lábios aos dele. -Estamos na sala. 

Klaus olha em volta e puxa sua mulher para o quarto, fecha a porta e a olha. 

Esquecerei Caroline!

Klaus puxa Camille para perto de seu corpo, arrancando seu belo vestido verde claro e a deitando na cama,  beijando-a por todo o corpo. [...]

Klaus sentado na cama olhava para Camille dormindo, que estava completamente nua debaixo dascobertas. Respirava fundo e passava as mãos no rosto e cada vez que fecha os olhos lembra-se de Caroline, de suas curvas e de seu sorriso. 

Balançava a cabeça negativamente tentando expulsa-la de seus pensamentos. Afinal foi ela que quis assim... -Pensava ele.

Klaus deitou-se ao lado de Camille e a trouxe para mais perto de seu corpo. Klaus estava convicto que iria esquecer Caroline. Mas sabia que seria difícil afastar de seus pensamentos a dama que se prendeu em sua alma. 


Notas Finais


Meus amores espero que tenham gostado ;)

Me digam o que acharam desse Capítulo...

Bjos e até a próxima ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...