História Desejo pelo Medo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Alexis Bledel, Amor, Drama, Fanfic, Fantasia, Ian Somerhalder, Medo, Mistério, Original, Romance, Sangue, Sexo, Sobrenatural, Suspense
Exibições 15
Palavras 470
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Orange, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá! Essa é a primeira fic "original" que posto e eu estou muito feliz com o o enredo que criei pra ela. Espero que dê tudo certo!

Que frio na barriga... Mas, vamos lá! Boa leitura *-*

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Desejo pelo Medo - Capítulo 1 - Prólogo

Eu corria como se adiantasse alguma coisa. Por mais que eu quisesse que fosse suficiente, não seria. Ele não precisaria se esforçar para me alcançar... Mas tudo o que eu queria era ir pra bem longe dali, bem longe dele, pra segurança de um tempo em que as coisas eram normais e eu não precisava sentir medo. Uma época em que na realidade, eu não me sentia atraída por algo tão perigoso. Por Deus como é difícil, porque eu me sinto assim? Estou correndo como se não houvesse amanhã, e talvez não haja mesmo... Mas ao mesmo tempo há esse sentimento, dentro de mim, essa vontade insana... Essa incrível necessidade de simplesmente parar e me render. Como é possível isso? Como é possível que alguém em sã consciência sinta esse...  “Desejo pelo medo”. Eu temo pela minha vida, pelo que acontecerá se meus pais me perderem. O que será de minha irmã ao ver a imagem do meu corpo sem vida, em uma manchete qualquer no jornal? Mas em contrapartida a atração que sinto é tão... Forte. 

 

Continuo correndo sem sequer me dar ao trabalho de olhar para trás e apesar da adrenalina estar a mil dentro de mim, chega um momento que meu corpo frágil e humano começa a reclamar do ritmo exagerado em que fujo e a minha falta de habilidade com relação a manter ao mesmo tempo minha respiração, faz com que a exaustão me desacelere pouco a pouco, por mais relutante que eu possa estar com relação a isso. Minhas pernas parecem cada vez mais pesadas, meus pulmões doem a cada tentativa minha de puxar mais ar para dentro deles e pouco a pouco minha visão vai se tornando turva, anunciando algo que me faz entrar em pânico. Não teria pior momento para um desmaio, eu simplesmente não posso desmaiar agora. Não no momento em que eu tanto preciso fugir. — Eu... Realmente... Preciso... --- Nesse momento desesperador, eu apago. 

 

 

                                                                                      ...

 

 

 

Sinto meu corpo sendo acomodado em algo macio e quente. Noto quando um lençol me causa o imenso alívio do frio que pouco antes foi a minha primeira sensação ao despertar. Um cheiro amadeirado penetra minhas narinas e eu pouco a pouco tento abrir meus olhos, mas além de uma imagem turva, mal posso enxergar algo naquele breu. Minha cabeça dói, e muito. Mas não tanto quanto minhas pernas que mais parecem ter sido pisoteadas por um cavalo arisco. Puxo o ar para dentro dos meus pulmões e me esforço pra identificar o que está acontecendo, e até mesmo quem eu sou. E eis que pouco a pouco, conforme a imagem diante dos meus olhos vai se tornando um pouco mais clara, minha memória vai se restabelecendo e leva mais que dois ou três minutos pra que eu me dê conta...

 

— Você... Ai meu Deus. NÃO!


Notas Finais


Tá eu sei, ficou muito curtinho... E quem conhece minhas fic's sabe que eu costumo escrever capítulos enormes, mas é isso aí que teremos hoje! Até o próximo capítulo ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...