História Desejo&Ambição - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Ambição, Desejo, Gaaino, Gaasaku, Naruhina, Narusaku, Naruto, Romance, Sasusaku, Sexo
Visualizações 78
Palavras 1.354
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Hentai, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Entrando devagarinho pra não levar voadora.
Oi gente, quanto tempo ne? Vocês tão Bem?

Nao sei se no Japão tem dia das crianças, mas se não tem na fic vai ter.

Capítulo 18 - Feliz dia das crianças.


Acordou piscando freneticamente seus pequenos olhinhos castanhos. Suas pequenas mãos foram de encontro ao seus olhos assim esfregando eles.

Sua irmã estava sentada ao seu lado lhe observando.

- Sakula? - disse o menor, um sorriso gentil surgiu nos lábios da mais velha.

- Sou eu, bom dia. 

- Bom dia. - Se espreguiçou e sorriu de volta para a outra.

- Vá escovar os dentes, o café logo estará pronto.

O pequeno ainda meio sonolento foi caminhando em direção ao banheiro, que ficava naquele mesmo cômodo.

A mais velha se dirigiu até a cozinha para terminar o café.

Pegou os pratos, talheres, copos.

- Bom dia. - a voz grossa e rouca fez ela ter um leve susto.

- Que susto! - colocou sua mão em seu coração, Sasuke revirou os olhos pelo drama da menor. - Bom dia.

- O que foi? Se olhou no espelho? - ela deu a língua em um ato infantil e ele sorriu.

Era poucas as vezes que Sasuke sorria.

- Engraçado você. 

- Estou indo. - disse se retirando mas antes disse. - Arrume Seiji no final do dia iremos a um parque comemorar o dia das crianças. 

- Como você sabe?

- Que é o dia das crianças? Eu nunca me esqueço dessa maldita/bendita data.

Saiu sem falar mais nada, deixando  uma rosada cheia de perguntas para trás.

**

- Mas que merda em cara? - Naruto dizia. - Por que? Isso é.. loucura.

- Não vejo o porquê não levar o garoto pra curtir o dia das crianças. - disse despreocupado, mas seu coração doía.

- Você sabe que isso vai doer, arriscando seu bem estar psicológico? - Naruto falava e Sasuke ria por dentro de nervoso. - Era pra você afastar ela de seus pensamentos e você está fazendo pior.

- O que eu estou fazendo?

- Você está querendo ver ela no garoto, mas ele não é ela. Sasuke acorda! Ela está morta!

Sasuke perdeu seu último fiu de paciência.

- VOCÊ ACHA QUE EU NÃO SEI? - bateu com as duas mãos na mesa de levantando de sua cadeira. - VOCÊ ACHA QUE TODAS AS NOITES EU NÃO ME LEMBRO DAQUELE INFELIZ ACIDENTE? VOCÊ ACHA? VOCÊ QUE EU NÃO ESCUTO OS GRITOS DELA? 

Ele botou pra fora tudo o que acumulou durante anos por dentro.

- Você acha que ver ela no garoto vai parar de doer? Você ACHA? - retrucou.

- Eu quero ter ela de volta.

- ELA NÃO VAI VOLTAR, PORRA. - esfregou as mãos no rosto. - ELA NÃO VAI! 

- EU SEI... sei disso.  - seu tom de voz diminuía. - Mas ele é tão parecido com ela, o jeito, o sorriso, até a música eles dançam iguais.

- Mas ele não é ela. - disse agora mais calmo. - Não iluda seu coração assim, isso só vai doer mais.

"Merda."

**

" - Sasuke eu quelo' - apontou com as pequenas mãos brancas para o algodão doce.

- Não, você não pode comer doce. - a menina lhe olhou com os olhos cheios de lágrimas como em um pedido mudo. - Não faz isso.. 

- Por favor... só um.

- Certo, certo. Só um. 

Ele não conseguia dizer "não" a sua pequena. Era extremamente raro os momentos em que ele disse não a ela.

Na verdade esses momentos nem tinham acontecido.

- Eu estou com medo.. - disse ela levemente encolhida nos braços do moreno. - Aquele homem está nos encarando. 

Ela dizia com a voz trêmula, o coração da pequena estava acelerado.

Sasuke olhou ao redor e seus olhos pararam em um lugar específico, seu coração assim como o da mais nova estava acelerado, seus olhos arregalados, e suando frio.

O homem estava vestido muito bem agasalhado mas todo aquele pano não impedia de ver o rosto, já conhecido por Sasuke. Em sua face estava estampado um sorriso maldoso.

- Não se preocupe, ele deve estar olhando para a montanha russa atrás de nós.

Ele disse tentando conforta-lá, o que pareceu funcionar. Mas quem acalmaria ele? "

Olhou para o banco de trás e o pequeno olhava atentamente para a paisagem que a janela lhe permitia ver.

   Aquilo era perigoso, deixar seu coração criar esperanças que ele seria um pequeno pedaço dela.

   O caminho foi silencioso, até porquê o mais novo estava muito ocupado observando a paisagem.

Assim que desceram do carro e com mais alguns  passos dados Sasuke sentiu seu braço ser tocado e apertado lhe fazendo parar.

- Sasuke, é bom te ver novamente meu caro amigo. 

- É bom lhe ver também. - disse, o amigo olhou para trás de Sasuke e observou a figura de Sakura e Seiji.

- Quem são? - perguntou curioso.

- Sakura e seu irmão Seiji. - o outro levantou a sobrancelha em sinal de questionamento.

- Namorada Sasuke? Não achei que viveria suficiente para ver o grande Sasuke Uchiha namorando.

- Não, ela não é minha namorada.

-  Sendo assim.  - o ruivo se aproximou da rosada. - Sou Gaara. - pegou na mão de Sakura e beijou, galã.

O ruivo observava atentamente cada pedaço do corpo da mulher.

- Prazer Gaara. - ela sorriu e o outro retribuiu o gesto.

- Bom, acho que já vou indo Sasuke. Foi muito - olhou em direção a rosada. - prazeroso te ver. 

- Devo te fazer um convite para ir lá em casa? - sorriu para o moreno.

- Isso seria um convite disfarçado? Sou um homem de família, não pense que pode me levar pra cama com seus belos olhos pretos penetrantes. - disse em um tom de brincadeira.

- Jamais pensaria isso, senhor homem de família. - entrou na brincadeira do amigo.

- Com toda certeza passarei na sua casa, Sasuke. - olhava para rosada enquanto falava. - Até mais, boa noite a todos.

Sasuke seguiu seu caminho e Sakura foi atrás dele.

- Sakula... eu quero ir naquele.. -- apontou para um carroseu.

- Espere um momento por favor.

- Seiji.- Sasuke se pronunciou de repende. - O que vai querer?

Eles tinham parado em frente a uma barraca de brinquedos.

- Sério? - Sakura perguntou.

- Sim. - suspirou. - Venha aqui pequeno.

Se abaixou e o menino foi a passos lentos e temerosos em direção a ele.

- Não tenha medo não vou fazer mal. - ele chegou perto de Sasuke e sorriu tímido para o moreno. - Posso? - esticou os braços e viu o acastanhado confirmar.

Pegou o menino no colo.

Um flesh passou por sua mente, o momento em que ele viu aquele homem no parque, Sasuke estava naquele exato lugar com a pequena em seus braços. Assim como agora.

- Sente medo? - pergunto e o menino negou. - Incomodado com alguém ao redor? 

- Não.. estou bem. - disse inocente.

-  Certo. - aliviado, era como ele estava. - Vai querer algum brinquedo? Urso de pelúcia?

O menino assentiu.

- Qual? - ele se escondeu na curvatura do pescoço do moreno e aquilo fez ele se arrepiar.

" - Que garotinha linda. - disse a senhora que morava ao lado. 

- Diga a ela obrigado. - Sasuke sorria do jeito tímido da menina, a garota escondeu seu rosto na curvatura do pescoço dele e o mesmo riu daquilo tudo. "

Os olhos de Sasuke estavam arregalados, seu coração acelerou com aquele pequeno gesto.

Tentando se acalmar, tentando não assustar o garoto ele respirou fundo e sorriu sem mostrar os dentes.

- Não tenha vergonha, pode escolher é meu presente para você. - cutucou de leve a cintura do menino que arqueou o corpo e o moreno sentiu ele rir. - Vamos escolha, não seja tímido.

- Quelo' o tigre. - disse baixinho nos ouvidos de Sasuke, como se fosse a coisa mais sigilosa do mundo.

- Tem vários tigres... - disse baixinho também.

- O preto com amarelo. - sussurrou.

Sasuke riu e apontou com os olhos em direção ao tigre para o vendedor.

O vendedor entregou o tigre de pelúcia para Sasuke.

- Sakura.. - disse e a mesma entendeu o recado.

A mesma colocou as mãos no bolso de Sasuke tirando a carteira dele e entregando a ele.

Ele pagou e cutucou novamente Seiji pela cintura e a reação do menino foi soltar uma gargalhada.

- Olhe para mim. - ele disse cutucando o menino.

O menino olhou como havia sido pedido.

Sasuke estava com o tigre de pelúcia na mão esquerda, já que com a direita segurava o menino.

O garoto sorriu animado, e Sasuke gravava cada reação do menino.

- Feliz dia das crianças.


Notas Finais


Longo o cap ne?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...