História Desejos Perversos - Capítulo 9


Escrita por: ~, ~laysaschuh14 e ~NatySantoos

Postado
Categorias Justin Bieber, One Direction
Personagens Harry Styles, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Criminal, Erótico, Festas, Incesto, Revelaçoes, Romance, Suspense
Exibições 42
Palavras 3.412
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiie, mais um capítulo pra vocês...
Demorei? Demorei!
Isso importa? Nops!
Então ta suave...

Boa Leitura! <3 E relevem se tiver erros de português.

~laysanaty

Capítulo 9 - Eu Existo


Fanfic / Fanfiction Desejos Perversos - Capítulo 9 - Eu Existo

 

  - O que você quer comigo Styles? – Alec perguntou.

 - Eu que faço as perguntas nessa porra! Logo você vai saber Alexander e acredite você não vai gostar nada do que vou fazer com você seu verme.
 

- HARRY! PO... POR FAVOR NÃO FAZ NADA COM O ALEC. –  A Fernanda apareceu gritando, de onde essa guria saiu? E por que ela não quer que o Harry machuque o Alec? Espera, isso aqui ta muito confuso. 
 

- Fernanda fica fora disso caralho. – Alec disse irritado.
 

- Não Alec eu sei o que o Harry descobriu as tramas tuas cara, ele vai matar você! 
 

- ESPERA CARALHO, MATAR? COMO ASSIM? ALGUÉM ME EXPLICA! – Gritei fazendo com que todo mundo olhasse pra mim.

- Cala essa porra de boca já falei. Depois quero ter uma conversa bem séria com você Sophia! – Harry apontou uma arma em minha direção mas obvio que ele não atiraria, ele não seria tão idiota assim ou talvez seria? Mas foda se, ele não atiraria em mim. 

- Mas o que eu fi... – Justin me interrompeu.

- FICA QUIETA SOPHIA, GURIA CHATA DA PORRA. 

- Mas quer ver eu te grudar um salto na cara Bieber?! To  falando com o Harry por enquanto. – Revirei os olhos e apontei para o Harry, Justin nem deu muita bola e ele e Harry começaram a se comunicar com olhares. (VIADAGEM DA PORRA) 
 

Mas que caralho, como sempre eu não sabia de nada do que estava acontecendo. O Harry fez sinal com a cabeça para o Justin que logo assentiu e pegou em meu braço e praticamente me jogou pra dentro da sua Ferrari. 
 

Ele foi na direção do Harry que logo jogou uma arma para Justin pegar, fiquei observando tudo com atenção e pronto, só o que me faltava mesmo, pelo jeito eu era a Única que não sabia de nada ou melhor eu e as vadias que  estavam ali por que elas logo correram pra se esconder com medo de levar algum tiro se bem que seria legal ver a cabeça delas explodindo mas suave.
   

Justin mirou a arma para a perna do Alec e puxou o gatilho, Alec caiu de joelhos no chão e logo Harry fez um sinal com a mão e quando percebi todos os caras dali estavam mortos ou pelo menos os caras que trabalhavam para o Alec ou gostavam dele. Eu fiquei estática não conseguia mover um músculo se quer, aconteceu tudo tão rápido que nem me dei o trabalho de falar algo, era capais de eu levar um tiro no meio do cú se eu pensasse em argumentar contra o Harry ou o Justin, esses dois estava me escondendo algo grande e eu iria descobrir o que era mas credo. Ninguém faz Sophia Bieber de trouxa! 
   

Justin veio até a Ferrari e entrou já ligando a mesma e Harry e os homens dele entraram em seus carros, Harry fez questão de pegar Alec pelo colarinho da camisa e ir até uma das Ranger apontando uma arma pra cabeça do Alec e do Kai. Eles deram partida e saíram e Justin foi logo Atrás do carro deles os carros dos seguranças iam ao redor escoltando tudo. Eu continuava ali parada com uma cara de criança assustada eu fitava Justin enquanto ele prestava atenção na estrada com O maxilar travado, podia ver que ele apertava o volante com força que fazia seus dedos ficarem vermelhos e as veias de sua mão saltarem.

- Ok, agora me explica você. Que porras esta acontecendo Justin? – Falei o encarando firme, ele fez questão de me ignorar esse pau no cú, sabia que ele não iria me dar atenção então tinha que dar um jeito de chamar a atenção dele, acho que agora mostrar minhas pernas ou ficar nua na frente dele não iria adiantar muito, então tive uma bela ideia. 

Pulei no volante e o puxei pro lado, Justin levou um susto e segurou o volante e me empurrou contra a porta fazendo eu bater minha cabeça na janela, nossa que ideia genial em Sophia, merece um Oscar. 

- Ta ficando louca guria? Quer morrer? – Justin disse bravo.
 

- Ai minha cabeça. – Passei minha mão aonde estava doendo. – Poderia ter sido menos agressivo né Bieber? Não precisava quase explodir meus miolos.
 

- Se é que você ainda tem algum. – Ele resmungou baixo.

- COMO É QUE É JUSTIN DREW BIEBER? – Fechei a mão como se fosse dar um soco nele. 
 

- Nossa meu Deus ela vai me dar um soco, vou morrer. Por favor não quebre meu braço com seu super soco Super Girl . – Ele debochou rindo pelo nariz 
 

- Não precisa se cagar de medo amor respeitando já ta bom!

- Continua sonhando em ter meu respeito maninha. – Ele abriu um sorriso malicioso.
 

- Ah, vai cagar. Pra onde ta me levando? 
 

- Pra um matinho Pra te estrupar depois te esquartejar e jogar seus pedaços no rio pras piranhas comerem.  – Ele disse irônico com um sorriso de deboche. – To te levando pra casa, não ta vendo idiota? 
 

- Não, sou cega agora. Olhei pra tua cara de jegue e acabei perdendo a visão. 
 

- Ha-Ha-Ha rainha da comédia. Eu sou lindo, sou um filha da Puta de um gostoso e tu  sabe disso. As garotas piram no papai aqui. – Deu de ombros e piscou pra mim. 

- Ta pra nascer um cara mais iludido e convencido que você, puta que pariu. – Revirei os olhos e ele fez o mesmo.
 

Fomos o resto do caminho em silêncio, já não via mais o carro onde Harry estava, ele seguiu um outro caminho e uns seguranças foram com ele e outros vieram atrás da Ferrari do Justin. Chegamos em casa e o Justin estacionou na garagem e sem pensar duas vezes sai do carro rápido e entrei dentro de casa deixando Justin pra trás, eu estava louca pra tomar um banho e cair na cama já era 7hrs00min da manhã. As horas passaram voando, subi as escadas e fui para meu quarto tirando a roupa e entrando no banheiro já tomando um banho relaxante, fui ao closet e vesti um pijama qualquer caí na cama e apaguei. Eu realmente estava precisando descansar.
 

                          Harry POV 
 

Pedi pro Deicson e o  Shawn levarem o Kai e o Alec para a sala de tortura no Escala, Eu sabia que tinha algo muito errado, o Alec foi muito burro em Tentar esconder todo o jogo. Obvio que  eu iria perceber que tinha outra máfia na área mas não sabia quem era o líder, Do Kai eu já Estava esperando algo, mas do Alec? Jamais! Ele não tem um jeito de um gangster ele treme de medo por qualquer coisa mas o pior de tudo isso foi descobrir que a Sophia sabia da porra toda, ela sabia que o Alec tinha essa máfia e sabia que ele e o Kai eram os lideres. Puta que pariu como ela teve coragem de esconder tudo isso de mim? Só não vou matar ela por causa do Justin e da Giovana, mas ela vai ter que falar tudo o que sabe sobre essa porcaria de máfia. 
   

Cheguei em um dos galpões do Escala e fui direto para  a sala de tortura, o Deicson já tinha espancado o Alec, ele  estava Preso em uma cadeira de ferro que já estava toda suja de sangue por conta dos socos que ele levou na cara.
 

Me aproximei e pude ver que ele estava com um corte perto do olho mas que foi feito com faca, ele Estava meio desacordado então di um chute na cara dele e peguei uma garrafa de álcool que tinha na mão do Shawn, derramei todo aquele álcool em cima do Alec e ele acordou. 
 

- Ora, ora a bela adormecida acordou. 

- O que... Fizeram co... comigo?! – Ele falou com a voz fraca. – AH QUE DOR PORRA! – Ele gritou.

- Como é a sensação de sentir sua carne borbulhando? Quer uma pouquinho mais de álcool Alexander? – Derramei mais álcool da perna do Alec que estava em carne viva, até a pele do cara o Deicson já tinha arrancado. Porra que orgulho dele! 

- FILHA DA... PUTA. ARRGH SEU...  – Gravei uma faca no ombro do Alec.

- Seu o que? Termina de falar seu verme. – Falei entre dentes.

- Argh! – Ele gemeu de dor.

- Vamos acabar logo com isso. Foram vocês que roubaram o meu carregamento? 

- Vai pro inferno. 

- Sim , pode deixar. Mas tu vai primeiro se tu não abrir a porra da tua boca. 

- Eu não vou falar nada. 

- Olha só, ele ta querendo se fazer de difícil Deic. – Ri debochado. – Ou você fala por bem ou você fala por mal, e aí? Decide! – Ele continuou calado e fechou os olhos com força. – Muito bem, vai ser por mal então?! 
 

Olhei para o Deicson e ele entendeu o que eu quis dizer, ele foi  até a Prateleira e pegou uma das facas mais afiadas e me alcançou, o Alec levantou a cabeça e ficou me encarando assustado enquanto eu passava meus dedos pela lamina da mesma. 

- E então Alec, qual dedo você prefere que eu corte? Ou vai querer que eu corte a tua mão inteira? Ou melhor ainda, quer que eu corte seu braço e depois faça picadinho dele e faça tu engolir cada pedaço? 

- Não... Não faça isso por favor... Eu... Eu falo tudo! 

- Nossa, foi mais fácil que eu pensei. – Falei dando de ombros. – Muito bem, pode falar...

- Foi o Kai, ele que mandou os caras desviarem a carreta com a tua carga. Eu sou só o segundo líder eu comando só os assaltos mas o Kai que manda em tudo na máfia. – Ele falou enquanto gemia de dor pela faca e o tiro na perna. 

- Shawn não mate ele, apenas.. Brinque um pouquinho... – Joguei a faca para ele que pegou na hora.
 

Saí da sala e segui no corredor até outra  sala que era onde o Kai estava, entrei e ele estava preso numa maca, os cortes e o sangue na cara dele eram bem visíveis, ele idiota não vai sair vivo daqui, o maior erro da vida dele foi entrar no meu caminho. 
 

Ele percebeu minha presença virou seu rosto contra a parede, até parece que ele ta magoadinho, Viado! Puxei um adaga do meu bolso e apertei o pescoço dele com a outra mão, ele me olhou rapidamente e seu olhar era baixo e obscuro, ele tava com uma puta raiva de mim. Mas também quem mandou ele querer dar uma de engraçadinho pra cima do Styles aqui. 

- Olha bem pra mim seu merda. Lembre do meu rosto quando você estiver queimando no inferno. – Cuspi na cara dele enquanto ele tentava se soltar da maca. 

- EU ODEIO VOCÊ CARALHO. TU AINDA VAI PAGAR MUITO CARO POR TUDO ISSO! QUEM SABE NÃO SEJA A GIOVANA QUE PAGUE COM A VIDA DELA POR VOCÊ?! – Um sorriso sínico abriu em seu rosto.

- Nunca mais use sua boca suja pra falar da Giovana seu verme! – Dei um  soco em sua cara fazendo espirrar sangue por todo o chão e a parede. – O seu tempo acabou Kai, a sua mafia esta destruída seu impériozinho de merda ta no chão, tudo o que você tem, ou melhor, o pouco que você tem agora é meu. Vou ter o prazer de cortar sua cabeça e mandar de presente para a Samantha. – Ele arregalou os olhos quando toquei no nome dela. 

- Co... Como tu sabe dela? O QUE FEZ COM ELA PORRA? NÃO ENCOSTA UM DEDO NELA STYLES SE NÃO TU MORRE! 

- Tu só pode ta brincando comigo. – Ri alto e debochado. – Você realmente achou que eu não sabia que tu é apaixonado por aquela vadiazinha? Como você é imbecil, eu sei de tudo do que acontece com você seu bosta. Sei até quantas vezes tu caga por dia arrombado! Ela nunca amou você, tu realmente acreditou nela? Enquanto de dia ela falava que te amava  de noite ela gemia o meu nome e implorava pra eu foder aquela buceta dela mais e mais.

- Seu Desgraçado! – Falou entredentes com os olhos cheios de água. 

- Vai chorar princesa? – Debochei.

- Tu ainda vai morrer Styles, eu tenho outros caras que dariam até o cú pra me vingar. Tu não vai sair vivo dessa. 

- Ah, ta falando do teu pai e da quadrilha dele? – Apontei para ele com a adaga. – Esqueci de mencionar, eles estão sendo esquartejados nesse exato momento. – Olhei para o meu relógio no pulso e sorri. 

-  Você.. Não... Não... O meu pai... NÃO PORRA... VOCÊ É O CAPETA EM PESSOA. – Ele fazia força pra tentar se soltar da maca mas tudo o que ele conseguia era fazer com que as cordas ficassem mais apertadas em seus pulsos e tornozelo. Isso tudo já estava me entediando, esperava mais dele. “Espera, porra Styles ele é o Malachai, estava esperando o que de um fracassado?” – Pensei. 

- Isso é o melhor que pode me chamar? Nossa, já me deram apelidos melhores! Esse teu drama já ta me cansando Parker! – Me aproximei dele e fiz um “HS” em sua testa, a minha marca! Ele gemeu de dor enquanto tentava soltar seus punhos. – Tu desiste, eu insisto. Tu é um mito, e eu existo! – Falei perto do ouvido dele e finquei a adaga em seu peito.

Me virei pra sair e dei de cara com o Deic mandei ele queimar o corpo e limpar a sala ele assentiu e arregalou os olhos ao ver o Kai aberto no meio. Revirei os olhos e sai de lá, ordenei que o Shawn organizasse as mercadorias do Kai que agora eram minhas em outro galpão, semana que vem os compradores iriam querer tudo e eu ia conseguir uma boa grana com tudo aquilo, sem contar que eu tenho o total controle sobre a área em que o Kai e o Alec comandavam. 
 

Eu tava cansado pra caralho, matei uma máfia inteira só com 4 homens. Essa vida de gangster não é fácil mas é a vida que eu amo. Entrei no carro e segui direto pra casa, eu precisava dormir pra depois poder conversar com a Sophia, eu sabia de tudo o que o Kai e o Alec faziam eu estava a par de tudo só queria saber se eram eles que tinham roubado minha ultima carga e o cagão do Alec entregou tudo. 
 

Com essa correria toda eu acabei esquecendo que a Giovana tava no hospital mas foi só o Parker falar nela que meu sangue ferveu, eu preciso ir ver ela mas não posso hoje. Eu a amo e mesmo ela sendo minha “irmã” eu quero ela pra mim, só pra mim! 
   
                                                       •••

                                   Justin POV

Acordei com o toque do meu celular, abri os olhos e vi o nome do Jhona embaçado na tela. Não se pode nem dormir mais!

- Fala viado!

- Até que enfim a princesinha acordou, olha a hora Bieber já é 13hrs25min tu tem que vir aqui as 14hrs00min. 

- Ah obrigado por me lembrar, agenda humana. – Fui irônico. – Pra que eu tenho que ir ai?

- Por que apareceu uma menina aqui falando que ta grávida de você caralho! 

- Ata. ESPERA! O QUE? CO... COMO ASSIM? – Saltei da cama. 

- To falando sério, ela veio aqui em casa por que diz ela que só sabia onde eu morava e não sabia aonde procurar por você. PORRA IRMÃO, APURA CARALHO TO ME IRRITANDO COM ESSA GURIA, TU SE METE EM CADA ENCRENCA DREW. 

- Deve ser só mais uma vadia querendo dar um golpe véi. 

- Torça pra que seja mesmo, já coloquei no meu carro aquela peça que tu me trouxe, eu vou arregaçar naquele racha amanhã. Só falta tu dar a permissão pra corrida acontecer irmão. 

- Eu sei, depois resolvo isso. Daqui a pouco Eu colo ae. Flw!

- Flw Drew!
 

Já apareceu umas quatro meninas falando que estavam grávidas, elas acham que eu vou ser idiota e cair no esquema delas pra eu me casar ou dar dinheiro pra elas, vão pra puta que pariu. Eu sempre me cuido quando como as vadias, não sou tolo a ponto de transar sem camisinha pra depois pegar algum tipo de doença ou sei la, longe de mim! A madrugada foi louca, ainda não acredito que a Sophia correu contra a Hayle e depois espancou ela. 

 Ela sente um ciúmes absurdo mesmo que ela não admita eu percebo, não sou muito diferente dela. Ela me deixa louco e por incrível e doentio que pareça eu nunca vi ela como minha irmã, sempre a vi com outros olhos to parecendo um gay aqui pensando sobre isso. Ah foda se ela também. Tenho que me arrumar pra ir lá no Jhona e depois resolver uns assuntos com o Harry, ele parece mais psicótico agora e o que ninguém sabe, nem mesmo a Sophia. É que eu to envolvido na máfia dele desde que ele começou. Ah qual é? O Moleque é meu Brother e eu também não sou a porra de nenhum santo, não ia deixar ele sozinho nisso. 
 

A única diferença de mim e do Harry é que ele é mais agressivo, ele tem 17 anos mas parece ter 30 não que seja muito diferente de mim né mas enfim... A gente já tem um império foda, ele cuida da metade dos esquemas e eu cuido da outra metade, sempre foi assim e é assim que a gente cresce mais e mais. A Sophia e a Giovana são um problema a mais pra nós por que elas odeiam ficar sem saber de nada, elas não são idiotas e elas percebem que tem coisas mais sérias acontecendo e pra tirar com a nossa cara elas nos provocam, odeio o maldito jeito da Sophia de fazer eu ficar duro por ela, nunca transei com ela mas ela sempre me provocou e ainda me provoca mas me controlo mas o dia que eu perder o controle pode dizer adeus pro Bieber “certinho”. 
 

Depois de tomar um banho demorado fui até o closet e vesti uma t-shirt preta, uma calça meio cor de pele mais puxado pra um amarelo queimado e calcei uns Vans pretos, não sou muito de usar Vans mas que se foda, arrumei meu cabelo em um topete lindo. Isso soou muito gay, meu Deus! Muita convivência com o Jhona ta me fazendo mal. Peguei meu celular e as chaves da minha Ferrari, desci as escadas e tava um silencio do caralho a Sophia devia estar dormindo e o Harry sei lá, devia estar fodendo alguma puta, mas duvido muito disso ele é louco pela Giovana e ele não ia bancar tanto sabendo que ela ta no hospital internada. Falando nisso, mais tarde preciso ir até lá pra ver como ela ta. 
 

Abri a porta da frente e senti um leve vento passar por mim rápido, olhei pro lado e vi a bala entocada na parede, que maravilha acordar e já ter que entrar no meio de um tiroteio. 

 

                           Sophia POV 

Fui despertar por barulhos que pareciam ser tiros, levantei rápido da cama e fui até o Banheiro cambaleando e batendo em tudo que via na frente, finalmente cheguei ao banheiro e fiz minha higiene e tomei um banho as pressas, fui ao closet e vesti  uma calça preta rasgada no joelho e uma regata branca soltinha, calcei um tênis preto meio alto, fiz minha maquiagem rápido, deixei meu cabelo solto mesmo e desci escadas. Ouvi disparos vindo em frente a nossa casa, coloquei a mão no peito e aí sim percebi que eu estava com colar de uma cruz. Como isso foi parar aqui? Oush, nem lembro de ter colocado. Foco Sophia, foco. 
 

Vi que os tiros sessaram e abri a porta sem pensar duas vezes, pulei para as escadas e me deparei com uma cena um tanto quanto estranha, tinham quatro homens atrás de um arbusto sendo que três deles estavam mortos, e tinham cartuxos de balas por todo o chão. 

 - SOPHIA, AI MEU PAU VIADO, CUIDADO PRA AONDE APONTA ISSO AÍ. SOPHIA... -  Ouvi a voz de Harry gritando.

Olhei para o outro lado e vi ele e o Justin atrás de uma árvore armados, mas o que mais me chamou atenção foi o estado dos dois. Por que diabos eles estão só de cueca box? E por que diabos tem um carro pendurado numa árvore? 
   
 


Notas Finais


Então é isso aí, Fiquei meia hora tentando postar mas a net não ajuda né...

OBS: (Pessoinhas o "ESCALA" Que o Harry tanto fala é aonde estão todos os galpões com as mercadorias, por exemplo: Drogas, armas, orgãos roubados, salas de tortura, computadores de ultima geração, equipamento militar e essas coisas.A segurança lá é máxima, se alguém chegar perto sem ser autorizados vai ter os miolhos explodidos.)

Se quiserem comentar, podem comentar! SUPER APOIO
Se quiserem divulgar, podem divulgar! SUPER APOIO
Se quiserem xingar, podem xingar! APOIO MAIS OU MENOS
Se quiserem dar o canal musculoso, podem dar! DEVE DOER, ENTÃO NÃO FAÇAM ISSO PESSOAL.


Até o próximo capítulo negadinha do meu cora! BELEUZA? VLW

Roupa do Justin: http://www.polyvore.com/jb/set?id=212126014

Roupa da Sophia: http://www.polyvore.com/cgi/set?id=212123008


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...