História Desejos secretos - Capítulo 64


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Sasusaku
Exibições 927
Palavras 8.242
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Todas as imagens foram retiradas do google imagens, não me pertencem!

Ah e muito obrigada pelo montante de comentarios!

E muito legal saber a opinião de todos voces. Isso me anima bastante a escrever!

Capítulo 64 - Uma bola de confusão.


Fanfic / Fanfiction Desejos secretos - Capítulo 64 - Uma bola de confusão.


Sasuke


Eu tentei de todas as formas possíveis convencer Sakura a desistir do maldito baile de gala no Met, mas ela parecia àquelas crianças pirracentas que quanto mais você dizia não mais empolgada ela ficava. 


Acenei não lembrando de todos os bailes dos quais havia participado ate então.


As acompanhantes de luxo da agencia de Anko estariam em peso no maldito baile o que não seria nada bom para um cara com um passado cheio de fodas sem compromissos como eu. 


Ser chamado de queridinho, amorzinho, garanhão, gostosão diante de Sakura estava fora de questão, muito menos ter minhas fodas sendo descritas e narradas de forma roteiristica a lá filme pornográfico, se isso chegasse aos ouvidos de Sakura meu Uchihinha estaria literalmente fodido, ela trancaria o meu caminho do paraíso em um cofre com mil cadeados.


Sakura vai foder os meus miolos se ver alguma puta tentando se pendurar em meu pescoço, eu conheço minha pequena ela e tão fodastica quando esta brava rs.


 Eu precisava de fato convencer Sakura de que esse baile não era importante e seria tão entediante como assistir a uma palestra do professor Johan Forman da universidade Columbia. 

Assim que cheguei na Madison os rapazes já estavam munidos de suas cervejas enquanto gritavam pelo Giants, me joguei na cadeira enquanto tentava pensar em alguma forma de afastar Sakura do maldito baile de sexta, Naruto sorriu se jogando ao meu lado me entregando um balde de pipoca.


- Cara e o jogo do Giants se anime nos estaremos na final contra os caipiras dos Cowboys. Hahahaha. - acenei não enquanto Naruto continuava a tomar sua cerveja no capacete cerveja.


Cara às vezes acho que Naruto não teve infância, olha as bugigangas que ele compra. Tenho pena da mulher que casar com ele. Os filhos vão ser tão lesos quanto ele.


- Eu sei que iremos para final, os caras estão fodasticos esse ano. Vamos encarar os Cowboys na final e vamos ganhar - Sai de jogou ao meu lado olhando para duas loiras na fileira da frente que nos olhavam passando a língua nos lábios balançando os peitos.


- Isso esta parecendo uma boate ao ar livre, só faltam soltarem os melões e balançarem diante de nos. - suspirei enquanto Sai fazia caretas deixando as loirinhas chateadas.

- Pelo jeito você atrai os olhares de muitas gatinhas Sai. - ele acenou não enfiando um punhado de amendoins na boca.


- To fora Uchiha, só tenho olhos para uma loirinha e estou vendo que essa final do Giants contra Cowboys vai me causar uma baita de uma DR. - gargalhei lembrando que Ino era Cowboys assim como Sakura.


- Nem me fala. Sakura ama os malditos dos Cowboys, mas eles vão perder ai ela vai ser uma Giants como seu futuro maridinho. - ele arqueou as sobrancelhas apontando em direção ao campo onde a grande festa começava.


Mas ela vai mudar de time, vou fazer usar os uniformes do Giants ate para dormir, rs..


Durante o jogo eu olhava varias vezes para o celular para ver não havia mensagens de Sakura, não havia passado nem 1 hora que havíamos nos separados e eu já sentia sua falta, ela era de fato meu maior vicio de todos os tempos, eu precisava tê lá o tempo todo ao meu lado.


Deixei escapar um longo suspiro quando senti alguém me enlaçar pela cintura me virei encontrando Chloe e Alice sorrindo, me livrei de suas mãos rapidamente afastando meu corpo mantendo meus braços cruzando diante do corpo em uma reação de defesa.


- Oi gostosão, saudade do meu elefantinho, quando terei ele dentro da minha pepeca de novo hein? - Neji gargalhou me dando um tapão nas costas enquanto eu o fuzilava mortalmente.


Meu elefantinho tem uma única dona e ela se chama Sakura, que saudades dela. Ah minha linda espero que esteja se comportando hoje. 


- Oi meninas se vocês não sabem Uchiha aqui esta fora do mercado, na verdade todos estamos, sabe como e ne? Amarramos nossos elefantinhos a uma pepeca exclusiva. - elas fizeram beicinho cruzando os braços acenando não.


- Não. Queremos nossos elefantinhos, Uchiha sabemos que você não aguenta ficar com a mesma mulher, volte para nos. - acenei não enquanto Chloe cravava suas unhas em minhas costas me deixando puto da vida.


Então vão para um zoo! Deve estar cheio de elefantinhos, tsk.


- Para Chloe chega. Minha noiva e ciumenta e eu a amo mais que tudo no mundo. Essa minha vida de farras acabou de vez. Divirta se com os solteiros. - ela sorriu acenando não puxando a gola da minha camisa enquanto eu a empurrava.


- Não Uchiha. Você sempre será nosso gostosão. Por falar nisso tenho um vídeo nosso fodendo você quer ele para passar no seu casório amorzinho? - revirei os olhos enquanto ela sorria travessa me lançando uma piscadela.


- Chloe que historia e essa de vídeo? - ela sorriu pendurando no meu pescoço me deixando apavorado.


- Brincadeirinha Uchiha, você sabe que Anko me mataria se fizesse algo assim. - empurrei ela enquanto Alice brincava no pescoço de Naruto.


Puta maldita. 


- Ahh como os três homens mais quentes de Manhattan estão fora do mercado hein? Nos não aceitamos isso. - acenei não me afastando colocando Sai de barreira diante de mim.


- Ah Uchiha valeu pelo vale lipoaspiração que você me mandou há três meses, você queria dizer algo com aquilo? - revirei os olhos enquanto Naruto segurava uma risada.


Ah Naruto disse que você precisava. Eu sou um homem gentil. Afinal no seu trabalho corpo é tudo. rs.


- Ah aquilo. Naruto disse que você estava precisando. - ele revirou os olhos enquanto Chloe batia com força no peito dele.


- Você esta dizendo que eu sou gorda? - ele sorriu apertando a gordurinha que saltava dos braços de Chloe deixando ela furiosa.


- Não só um pouco gelatinosa. - ela deu um sorriso de canto apertando a virilha de Naruto fazendo o urrar em dor.


Putz Naruto se supera. Amoeba.


- Porra Chloe isso dói caralho, minha tromba e sensível, ele chora. - ela acenou não puxando Alice do pescoço de Neji.


- Bom nos vemos no baile de sexta meus amores, ah vamos estar acompanhadas, mas caso vocês queiram dar uma rapidinha aceitamos fatura. Os banheiros nos seus bailes são sempre tão movimentados Uchiha.  - elas gargalharam caminhando em direção a dois senhores que nos fuzilavam mortalmente.


Porra. Não no baile nãooo ... Droga.


- Puta merda. Isso não vai prestar você tem noção do que vai acontecer se elas chegarem perto de mim quando Ten estiver ao meu lado. Vai voar dentes para todos os lados. - suspirei apertando minhas têmporas sentindo que precisava de fato manter Sakura longe do baile.


- Caralho e disso que estou falando como posso levar Sakura em um baile que vai estar lotada de mulheres com que eu fodi. - Naruto suspirou afundando na cadeira sugando seu canudo com um olhar preocupado.


- Se elas nos agarrarem diante de nossas garotas estamos fodidos. Hinatinha nunca iria me perdoar. - Shika e Sai nos olhavam acenando não nos dando tapinhas de condolências.


- Bom se precisarem de ajuda estaremos por lá para ajuda lós. Eh caras vocês eram realmente fodedores de primeira hein? - fechei os olhos tentando conter a maldita raiva que já tomava meu corpo.


Depois disso o jogo parecia mais um filme trágico em minha vida, eu ficava imaginando as minhas antigas fodas me cercando por todos os lados e Sakura me fuzilando mortalmente dizendo adeus a cada minuto, acenei não tentando me concentrar no jogo diante de mim.


 Naruto e Neji estavam tão preocupados quanto eu, Naruto suspirava cada chupada em seu canudo e Neji fazia contas mentalmente de quantas de suas peguetes estariam no baile.


- Caras animem se, não e o fim do mundo. Vocês ainda nem sabem o que vai acontecer, estão desesperados por algo que nem aconteceu ainda. - suspirei imaginando Sakura trancafiando sua linda vagina em um cofre forte a prova de explosivos e bazucas.


O fim do mundo e ficar sem poder me enfiar na minha gruta dos prazeres. Eu to morrendo aos poucos.


- Você não sabe de nada inocente, se você conhecesse Ten com certeza não estaria dizendo isso. Ela poderá se tornar uma serial killer de vaginas. - revirei os olhos enquanto Neji soltava um profundo suspiro.


- Eh a Hinatinha pode nunca mais chupar meu pau, e nunca mais deixar eu passear com minha trombinha entre os vales do silício. - reviramos os olhos enquanto Naruto olhava para uma foto dos peitões de Hinata com um olhar orgulhoso.


- Foda cara. Sakura e tão ciumenta.. Caramba eu só tenho olhos para ela, desde o momento que esbarrei nela eu só vivo ela. Ela vai arrancar minhas bolas e dar para uma matilha de pitbulls. - revirei os olhos imaginando toda a loucura que seria no momento que uma dessas minhas antigas fodas tentassem aproximação durante o baile.


Empurrei o balde de pipoca para o colo de Naruto enquanto olhava para o celular que só tinha mensagens insignificantes, pelo andar da carruagem minha noivinha estava se divertindo muito em sua caçada ao vestido para o maldito baile.


Suspirei olhando para o placar no qual vencíamos fácil dos Eagles, olhei para a tela ao lado e percebi que os Cowboys também venciam fácil os Jets, pelo jeito a final já estava decidida naquele momento seria o meu Giants x os Cowboys de Sakura. 


Isso seria uma batalha de titãs cheia de lances de tirar o folego assim como as nossas transas. 


Assim que o jogo terminou enfiei os caras em um taxi enquanto voltava com Sai para o Park Avenue, as avenidas estavam um caos nada andava, estávamos em meio à comemoração do Giants na final contra os Cowboys, a rivalidade entre os dois times sempre foi monstruosa, as pessoas corriam pelas avenidas levantando bandeiras e camisetas. 


Suspirei mandando uma mensagem para Sakura avisando que demoraríamos para chegar em casa, ela retornou imediatamente avisando que me esperaria na Ino, me senti um pouco aliviado por saber que ela não estaria sozinha em casa.


 Depois de mais de 2 horas tentando atravessar as caóticas avenidas de Manhattan lotadas de torcedores eufóricos finalmente chegamos ao nosso prédio.


Sai me contava sobre as novas experiências gastronômicas de Ino me deixando apavorado, naquele momento já rezava para ela não ter enfiado nada na boca de minha Sakura, quando a porta se abriu lá estava minha Sakura rolando pelo sofá gargalhando com as bochechas avermelhadas enquanto Ino tirava sua roupa. 


Deus, ela esta bêbada. Bêbada. Por isso odeio o maldito pacote incluso.


Corri em direção a Sakura tomando um copo de tequila de sua mão enquanto fuzilava a mortalmente, ela continuava a gargalhar olhando para o meu rosto.


- Oi amor. Não sabia que você tinha irmãos gêmeos. - ela gargalhou tentando se equilibrar sobre seus saltos.


Se eu tivesse irmãos gêmeos o mundo estaria agradecendo a dadiva aos céus meu amor.


- Amor quanto você bebeu hein? - ela sorriu pendurando em meu pescoço fazendo sinal de quatro com os dedos que mudaram para três e depois para cinco me deixando completamente confuso.


- Hahahaha.. Não sei contar.. Acho que to bêbada Uchiha.. - fechei os olhos tentando me controlar sentindo seu corpo quente de encontro ao meu.


Caralho Sakura.. O que faço com você?


- Amor agora que tenho três de você eu posso brincar com meu Uchihinha? - apertei meus lábios enquanto sua mão descia para minha virilha me deixando duro como uma viga de ferro.


- Não minha linda.. Só tem um Sasuke aqui, você esta bêbada. - ela gargalhou acenando sim puxando meus cabelos.


- Olha o que temos aqui? Um bate estaca.. Eu quero chupar você. - fechei os olhos enquanto ela brincava com sua mão em minha maldita ereção que já dava sinais vividos dentro de minha calça.


Puta merda.. Eu to fo.di.do.


- Deixa te chupar amor? - ela ajoelhou diante de mim puxando minha calça para baixo em um só movimento.


Chupa minha linda.. Ops não podemos..


- Não.. Levante se Sakura, droga. Você sabe que eu não posso. - ela sorriu me fitando com seus olhos estalando os lábios.


Eu a puxei pelo braço vendo a cambalear sobre os saltos gargalhando enquanto se jogava em meu pescoço. Fechei os olhos quando senti seus lábios descerem suavemente pela minha garganta fazendo meu amigo içar como uma maldita torre.


- Uau.. Sasuke ele me quer você viu? - acenei não enquanto tentava pega lá no colo.


Claro que ele te quer minha linda, ele quer você 24 horas por dia, nos somos somente seu minha linda.. Ah chupe me, chupe me, foda me, foda me. 

- Amor braços em torno do meu pescoço. Vou te levar para casa. - ela sorriu acenando não correndo em direção à mesa pegando mais uma taça e virando logo em seguida.


- Puta merda Sakura. Você esta bêbada, beber mais só vai te deixar pior, droga. - ela gargalhou acenando não com o dedo indicador enquanto se despia ficando somente de lingerie.


- Vista se agora. E uma ordem. - ela gargalhava pulando sobre o sofá me deixando ainda mais nervoso.


- Droga minha linda, você esta quase nua.. Não estamos em nossa casa, tudo bem que esse apartamento e meu, mas temos pessoas aqui além de nos. - ela colocou seu dedo indicador sobre o queixo revirando os olhos jogando uma almofada em minha direção.


Segura meu pau que ele vai cair merda.. Uchihinha se segure ai, contenha se.. 


Naquele momento eu sentia que ela estava de fato descontrolada, que eu teria que arremessar ela sobre meus ombros e leva lá para casa como um maldito saco de batata.


 Estava pronto para pegar Sakura quando escutei uma gargalhada e Ino apareceu completamente nua pulando sobre Sakura apontando para Sai que olhava inconformado bagunçando os cabelos de forma desesperada.


- Saky aquele cara ali esta querendo me foder. Hahaha.  Porra nem conheço ele. - revirei os olhos acenando não enquanto Sai soltava um profundo suspiro.


- Ai Ino ele e seu namorado.. E o Sai lembra dele não? O cara que você pegou no primeiro ano da Columbia. Você fodeu com ele atrás do balcão da senhora Miller na biblioteca. - revirei os olhos olhando para um Sai completamente ruborizado.


- Eu fodi com ele na biblioteca? Ai deus, ele deve ser quente então.. Mas porque não me lembro dele? - ele revirou os olhos enquanto eu desviava o olhar para o teto para não ver sua nudez explicita.


- Porque você esta bêbada, hahaha. - acenei não vendo uma bêbada zuando outra bêbada.


Maldito pacote incluso.. Olha ai e disso que estou falando, tudo doida às amigas da minha lindinha..


- Estou? Acho que sim, então ele não e um estranho querendo me foder e só o meu namorado querendo me foder?  - arregalei os olhos imaginando o quanto de trabalho Sai tinha tendo uma namorado como Ino.


- Isso amiga, vai lá e deixa seu namorado te foder.. - engoli em seco vendo Ino pular no pescoço de Sai enquanto ele me olhava ainda sem graça.


- Vai se acostumando Uchiha e sempre assim. Nunca tinha visto Saky bêbada então não sei como ela age quando esta bêbada, então não poderei lhe ajudar.- suspirei enquanto ele me dava um tapinha nos ombros levando Ino em direção ao quarto.


Que acostumar o que? Eu vou e manter ela longe de bebidas.. Se normal ela já e descontrolada quando o assunto e sexo, imagina bêbada..


Eu sabia que estava completamente fodido só pelo jeito como ela olhava o tempo todo para minha ereção, ela sorria de uma forma tão maliciosa que chegava a me dar arrepios. 


Caminhei em sua direção puxando a pela cintura pegando ela em meu colo.


- Sakura vamos para casa. Você precisa de um banho e de café. - ela olhou para mim com surpresa enquanto aninhava seu rosto na curvatura do meu pescoço.


- Você vai fazer amor comigo Sasuke? - suspirei entrando com ela em meu colo dentro do elevador beijando o topo da sua cabeça.


- Minha linda lembra se que o dr Morgan disse.. Não podemos minha linda. - escutei ela murmurar baixinho apertando a gola da minha camisa.


- E porque você não me ama.. Você só gosta de foder com mulheres peitudas, tipo aquela loira peituda que você levou no baile ano passado. - revirei os olhos tentando entender como ela sabia sobre a Megan.


Puta merda como ela sabe sobre a Megan melão? Ai droga.


- Sakura.. - ela pulou do meu colo ficando no canto do elevador com os braços cruzados.


- Você não me ama não e? Por isso você só quer foder com ela e com aquela ruiva. - acenei não tentando puxa lá para os meus braços vendo seus olhos marejados me deixando completamente desesperado.


- Deus linda.. Eu amo você mais que tudo nesse mundo, você não tem noção do quanto quero te amar. - ela acenou não olhando para o chão deixando lagrimas rolarem pelo cantos dos olhos.


- Mentira.. Você não me ama Uchiha.. Eu vou embora da sua casa e você nunca mais vai me ver entendeu? Ai você vai poder comer aquela loirinha peituda. - ela correu em direção ao quarto quando a porta do elevador se abriu.


Ah maravilha ela fica sensível quando esta bêbada, ainda acha que eu não a amo, por mim eu estava cravado dentro de você agora mesmo..


- Sakura volta aqui meu amor. Droga você esta bêbada, porque você esta dizendo essas coisas? - ela caminhava dentro do quarto de um lado para o outro enquanto me olhava com os olhos cobertos pelas lagrimas.


- Porque você não me ama Sasuke, você só quer mulheres peitudas.. E eu não sou peituda. - acenei não enquanto ela chorava enrolada ao lençol me deixando em total desespero.


- Eu amo você mais que tudo meu amor. Foda se os peitos. - ela revirou os olhos mostrando seu dedo mediano me deixando atônito.


- Vai lá então foder os peitos da loirinha, ela tem peitos para serem fodidos seu idiota, eu quero o divorcio Sasuke. - revirei os olhos enquanto ela arremessava travesseiros em minha direção de forma descontrolada.


Subi sobre a cama puxando a para meus braços enquanto ela me fitava ainda enraivecida chorando e xingando tudo ao mesmo tempo, sorri imaginando que Sakura bêbada era a coisa mais fofa que existia, ela ficava insegura e sensível a um ponto de ate acharmos que já estávamos casados. 


Sua imaginação deveria estar a mil, arranquei seu sutiã escutando a gemer baixinho.


- Eu vou chupar tão forte esses seios lindos que amanha você não vai conseguir nem vestir um sutiã minha linda. - ela deu um gritinho estridente quando abocanhei seu mamilo chupando com força.


- Ahn Sasuke.. - ela me olhava com aqueles olhos vidrado me deixando duro como pedra.


- Você ainda não entendeu que você tem os seios mais lindos do mundo Sakura.. Eu odeio plástico meu amor, isso sim são seios. - sorri brincando com seus mamilos em meus dedos escutando seus gemidos saírem seguidos de risadinhas.


- Você precisa entender que a única mulher por quem eu sinto desejo e você minha linda, nenhuma mulher além de você vai me ter entendeu? - ela acenou um pequeno sim enquanto eu rolava seus mamilos entre meus dedos apertando os e puxando os suavemente.


- Eu te amo Sakura, quantas vezes você quer eu repita isso hein? Vou dizer infinitas vezes se for preciso pra cravar isso nessa sua cabecinha. - ela sorria gemendo enquanto eu brincava em seus seios.


- Ahn Sasuke.. Eu amo você. - tomei seus lábios em um beijo suave e profundo brincando com sua língua sentindo o gosto de vinho e tequila em sua boca.


- Deus amor, você bebeu vinho e tequila não? - ela sorriu acenando sim enquanto brincava mordiscando meu lábio inferior.


Apertei sua cintura afundando meu rosto no vale dos seus seios escutando ela gemer baixinho me deixando ainda mais vidrado, sua voz era capaz de deixar senhor Uchiha a ponto de bala, diante de mim estava à mulher mais perfeita e linda do mundo, o maior desejo de toda minha vida rolando completamente nua pela cama sorrindo somente para mim.


Eu escutei ela choramingar quando deslizei meus lábios em direção ao mamilo esquerdo fechando os suavemente em torno dele enquanto ela se remexia sobre a cama brincando com meus cabelos. 


Deslizei meus dedos sobre suas tatuagens escutando ela murmurar baixinho Sakura era um banquete para os meus olhos e para todo meu corpo.


Ela se enroscou no lençol suavemente rolando para o lado caindo no sono me deixando bastante aliviado, se eu tivesse ficado mais um tempinho com ela nua diante de mim me olhando com aqueles olhos verdes brilhantes eu não aguentaria ficar mais 1 minuto sem me enfiar dentro dela.


Me enfiei debaixo do chuveiro gelado tentando apagar o maldito fogo do meu Uchihinha, do jeito que as coisas estavam eu literalmente teria que andar com um cinto de castidade, Sakura não estava me dando folga alguma, todo santo dia era mais que um martírio vê lá rolar nua pela cama era uma provação dos deuses.


Fui para a sala depois de longos 45 minutos enfiado debaixo do chuveiro gelado, preparei um café e um jantar leve caso ela acordasse, suspirei olhando para algumas planilhas da empresa enquanto observava a lista de convidados do baile da Met.


 A cada nome que eu lia sentia meu estomago revirar, todos os homens convidados eram adeptos das acompanhantes da agencia de Anko o que tornaria o salão recheado de mulheres com as quais eu havia fodido.


Puta merda, eu to fodido.. Isso que dar se mover através do pau Sasuke idiota..


Quando relógio já marcava 22:30 senti meu estomago roncar fechei o notebook indo em direção à cozinha para esquentar o jantar, sentei me na bancada olhando para o celular enquanto apreciava meu jantar quando escutei a porta ser aberta e Sakura parar diante dela com um olhar preocupado. 


Bati no banco ao meu lado esperando ela se sentar.


Ela suspirou algumas vezes ate finalmente se acomodar ao meu lado.


- Fome minha linda? - ela mordeu o lábio inferior acenando não.


- Você não sabe o que esta perdendo, essa carne esta dos deuses, aproveita que seu noivinho manda bem na cozinha meu amor.- vi um sorriso preguiçoso se formar no canto de seus lábios.


- Vem vou fazer um prato para você meu amor. Você precisa comer, você bebeu demais. - ela mordeu seu lábio inferior aninhando seu rosto em minhas costas.


- Eu falei muita merda? Ou fiz alguma merda? - sorri enquanto ela apertava seus polegares em meu peito.


- Só um pouquinho, mas você e fofinha bêbada. - ela me deu um tapinha nas costas fazendo beicinho sentando no banco.


- O que eu disse? - mordi meu lábio inferior pensando se deveria falar sobre sua insegurança quando estava bêbada.


- Fala Uchiha.. Eu preciso saber o tipo de bêbada que eu sou droga. Ino esquece de um monte de coisas. Ela sempre me pergunta quem e o Sai por exemplo. Tema fica violenta, Hina desavergonhada e Ten chora. - gargalhei acenando não enquanto ela esperava pela minha resposta.


- Você é fofinha bêbada. Você e lindinha demais. - ela arqueou a sobrancelha comendo da minha comida.


- Hey eu to fazendo um prato pra você, tsk. - ela deu de ombros comendo toda minha comida.


- Você não me fala a verdade então fo.da.se. - arregalei os olhos enquanto ela me mostrava seu dedo mediano correndo para sala.


- Sakura venha aqui agora. E uma ordem. Regra numero um? - ela sorriu fazendo cara de pensativa.


- Ah senhor Uchiha eu me esqueci das três regras e a única forma de o senhor conseguir fazer me lembrar delas e me fodendo com força como fez naquele veleiro. - ela deu de ombros com um sorriso travesso enfiando um bombom nos lábios.


- E ai chefinho como vamos fazer hein? Nada de regras nos 40 dias restantes. Ops 39 porque hoje não conta mais - meus olhos se estreitaram enquanto ela sorria rolando pelo tapete.


- Você adora jogar comigo não e mocinha? - ela acenou sim fazendo vem com o dedo indicador.


- Sasuke esta pegando fogo na cozinha. - virei os olhos em direção à cozinha escutando ela gargalhar.


- Você quer de fato brincar comigo não e Sakura? - ela sorriu enfiando outro bombom na boca enquanto procurava algo na tv.


- Olha amor acasalamento dos esquilos. - acenei não enquanto ela olhava vidrada para a tv.


- Amor você gosta de ver isso? - ela sorriu acenando sim.


- Amo ver natgeo, principalmente os acasalamentos dos animais. - revirei os olhos me jogando no sofá enquanto ela assistia o maldito acasalamento.


- Quantas Sasuke? - fitei seus dedos brincando em meu queixo enquanto ela rolava ao meu lado.


- Quantas o que meu amor? - ela apertou seus lábios então sussurrou baixinho.


- Com quantas você fodeu? - fechei os olhos acenando não enquanto ela continuava a me olhar com aquele olhar curioso.


- Você não esta me perguntando isso.. Tipo não e coisa que se pergunte meu amor. - ela deu de ombro esperando ainda pela resposta.


- Eu não faço ideia Sakura..- enfiei as mãos no bolso da calça tentando me esquivar de seus olhos.


- Fala Sasuke. Me dê um numero..-  fechei os olhos tentando me esquivar da maldita pergunta quando senti sua mão apertar meu queixo me fazendo fita lá.


- Quero números Sasuke. Quantas? - acenei não enquanto ela continuava a me fitar nos olhos.


Ah maravilha números.. Eu lá sei com quantas eu fodi.. Ah senhor dos paus onde me meti.. Droga eu nunca contei com quantas fodi.. Isso e coisa de cara inseguro, e meu pau e muito seguro de si..


- Minha linda porque estamos falando sobre isso? - ela sorriu subindo sobre meu colo roçando seus quadris sobre os meus.


- Porque eu quero saber com quantas você fodeu antes de mim. Responda Uchiha. - seus lábios estavam tão próximos que eu podia sentir o cheiro do chocolate.


- E se eu não responder? - ela me deu tapa no peito sorrindo travessa.


- Ai, eu não sei se poderei ser sua futura esposa senhor Uchiha. - engoli em seco quando ela saltou do sofá caminhando em direção ao corredor.


- Merda Sakura, espera meu amor. Eu só não sei com quantas eu fodi.- corri em direção ao corredor encontrando ela dentro do salão de jogos.


- Uchiha números. Diga. - ela segurou o taco mirando em direção a minha virilha me deixando excitado.


- Não sei amor.. Foram muitas. - ela arqueou as sobrancelhas e senti meu estômagos e apertar.


- Muitas? Mais de 100? - mordi meu lábio inferior acenando um pequeno sim vendo seus olhos escurecerem em raiva.


Eu to fodido, ela vai trancar minha vagina em um cofre forte.. Nãoo.


- Humm.. Talvez - ela acenou não boquiaberta enquanto caminhava em torno da mesa de sinuca me deixando desesperado.


- Você esta me dizendo que fodeu mais de mil? - revirei os olhos tentando entender como o mais de 100 havia virado mil.


- Eu disse mais de cem não disse mil Sakura.. - ela sorriu travessa rolando as bolas sobre mesa chocando contras as quinas me deixando preocupado.


Acho que e isso o que ela quer fazer com as minhas bolas, esmaga las.. Uii isso vai doer..


- E a mesma coisa Sasuke, um zero a mais não muda muita coisa. - revirei os olhos tentando entender a logica de um zero a mais não muda muita coisa.


Sakura estava literalmente me colocando contra a parede, ela havia criado um novo código que mais de cem era igual a mil. Esse numero no mundo dos negócios estava longe de serem reais, se você colocar um zero a mais atrás de um milhão tínhamos dez milhões e assim por diante.

Ela estava de fato jogando comigo, eu precisaria ser cuidadoso com qualquer coisa que saísse de minha boca.


- Meu amor, existe uma grande diferença entre cem e mil.. - ela sorriu arqueando as sobrancelhas como se esperasse uma explicação convincente.


- Certo então me explique o que tem de diferente Sasuke. - puxei um suspiro no fundo do meu peito escutando as bolas serem chocadas ainda mais forte contra as quinas da mesa.


- Mmm.. Tipo eu posso ter fodido umas 101 por exemplo, ficariam faltando 899 para completar o numero mil. - ela arqueou a sobrancelha colocando seu dedo sob o queixo com um olhar pensativo.


- Certo, mas sabemos que você não fodeu 101 mulheres certo? - respirei fundo percebendo que Sakura estava literalmente fodendo com a minha mente.


- Certo.. Não fodi 101. Eu não acredito que estamos tendo essa conversa Sakura. - ela deu de ombros rodando o taco sobre seu ombro inclinando sobre a mesa me dando o vislumbre de seus seios através da camisa justa esticada.


Eu poderia dizer que eles estavam durinhos pronto para lançarem em minha boca, me remexi sentindo meu amigo maldito se empolgar descontroladamente, eu abaixei minhas mãos sobre a mesa me inclinando em direção a ela, enquanto ela continuava a me fitar esperando a minha resposta.


- Estamos tendo essa conversa Uchiha, então me diga quantas foram. - mordi meu lábio inferior enquanto ela rolava o maldito taco entre seus dedos de forma habilidosa.


Ah queria que fosse meu pau ali nos dedos dela.. Concentre se Sasuke ela esta quase te comendo vivo...


- Se eu chutar um numero você vai aceitar de bom grado? - ela arqueou as sobrancelhas batendo o queixo sobre a ponta do taco me lançando um sorriso de canto.


- Não Uchiha nada de chutes, se você quer ter suas bolas quicadas bem longe da sua trave e só me dizer que farei isso de bom grado.. - arregalei os olhos tapando minha virilha com as mãos escutando a gargalhar.


- Você não seria capaz disso.. Isso aqui e o seu playground meu amor. - sorri de canto enquanto ela jogava as bolas com força sobre a mesa.


- Você não sabe de nada Uchiha.. Você nunca me viu brava de verdade. - suspirei enquanto ela sorria com o taco nas mãos.


- Amor eu nunca contei.. Mas posso dizer que foram mais de 300..- ela sorriu descaradamente caminhando em minha direção.


Ela estava de pé diante de mim com um sorriso travesso brincando com a gola da minha camisa fitando minha virilha, ela apertou minha ereção me fazendo grunhir sussurrando ao pé do meu ouvido.


- Que decepção Uchihinha, mamãe não gosta mais de você. - apertei meus lábios enquanto sua mão brincava na minha ereção.


Ela se afastou caminhando em direção à porta sem antes me lançar aquele maldito olhar no melhor estilo, não ouse dormir na mesma cama que eu Sasuke, eu estou fodidamente brava com você, suspirei batendo minha cabeça contra a mesa de sinuca sentindo que minha semana seria fodidamente punk.


Os dias da semana pareciam não fluir, Sakura havia entrado no modo malévola, ela não me dava beijos nem abraços às únicas palavras que ela estava me dirigindo ultimamente era bom dia e ate mais seguidas de senhor Uchiha, o que me deixava completamente irado, ela estava jogando um jogo o qual não estava acostumado. 


Ser ignorado era algo pelo qual eu Uchiha Sasuke nunca havia passado. Ela me provocava vestindo os vestidos mais sensuais e quentes me deixando morto de ciúmes, em alguns dias ela fazia questão de nem mesmo usar uma maldita calcinha deixando meu pau gritando de raiva dentro de minha cueca.

Ela deveria estar se divertindo jogando seu joguinho de resta um idiota apaixonado sozinho no quarto sem poder gozar.


Todos os relatórios ela me mandava via e-mail e meus telefonemas eram respondidos com um simples ok senhor Uchiha, em casa as coisas estavam piores ainda. 


Eu já estava arrependido de ter dito o numero 300, Neji e Naruto disseram que eu deveria ter dito 150 que eu havia sido um burro por jogar com o numero 300 que esse numero era para os fracos, como se eu entendesse essa teoria sem logica alguma. 


A única coisa que me deixava aliviado e que se ela continuasse a me ignorar durante a semana isso significaria nada de baile do Met, o que seria de fato uma vitória para mim.


Quando a sexta chegou rolei pela cama com um sorriso no rosto, me levantei tomando um banho e vestindo me rapidamente para mais um dia de muito trabalho.


 Entrei na cozinha tendo a visão do paraíso diante de mim, e lá estava Sakura vestida lindamente em um vestido justo que realçava todas as suas curvas, ela sorriu enlaçando meu pescoço mordiscando minha boca suavemente.


- Bom dia amor.. Vamos ficar de bem? Eu não gosto de fica brigada com você Sasuke. - engoli em seco enquanto suas mãos brincavam em minha nuca.


- Deus, eu também não gosto de brigar com você princesa. Não faz isso comigo, meu coração parece sangrar quando você fica distante de mim. - ela sorriu enquanto eu amassava seus lábios em um beijo faminto e profundo.


Suas pernas tomaram minha cintura me fazendo colocar sentada sobre a bancada enquanto eu banqueteava em sua boca, lambendo e chupando como se não houvesse amanhã. 


Uma semana sem beija lá ou abraça estava de fato me destruindo, sentia que meu mundo sem Sakura era o mesmo que estar morto internamente. 


Me sentia um zumbi sem vontade própria, a única razão do meu viver girava tudo em torno dela. Havia trabalhado como um louco durante a semana toda, ter Sakura tão próximo e ser ignorado era pior que enfrentar um mundo em guerra.


Ela sorria apertando minha gravata enquanto enlaçava suas pernas voluptuosas em meu traseiro, suspirei quando senti sua língua deslizar em minha garganta me deixando extasiado com a sensação quente e macia de sua língua.


- Deus.. Nunca mais me deixe na seca Sakura. Você sabe o quanto eu estava sofrendo com você me ignorando? - ela me fitou nos olhos puxando minha gravata.


- Não.. Me conte qual e a sensação de ser ignorado meu amor.. - eu sorri puxando seu queixo chupando seus lábios escutando a gemer baixinho.


- Era como inferno sobre a terra minha linda. - ela sorriu roçando suas pernas e minhas coxas me deixando duro.


- Sasuke.. Você e um galinha reformado?- sorri de canto sentindo sua mão apertar meu queixo.


- Não eu sou um galinha curado. Agora tudo em mim pertence somente a uma mulher. - ela sorriu estalando os lábios apertando a ponta do meu nariz.


- Serio? E quem fez esse milagre hein? - sorri espalmando minha mão em seu mais que perfeito bumbum.


- Mmm.. Uma linda mulher que não gosta de seguir minhas regras e nem minhas clausulas.. Ela e muito má, mas eu sou completamente apaixonado por ela, obcecado nela, tarado por ela.. Deus, eu amo essa mulher. - ela sorriu apertando ainda mais minha gravata.


- Jura? - eu abri um sorriso malicioso enquanto ela me fitava com aqueles lindos olhos verdes.


- Eu juro.. - ela sorriu balançando seu pequeno corpo entre minhas pernas me fazendo ter os desejos mais sujos sobre uma bancada que beirava entre comida e foda.


- Que pena que não podemos fazer amor ainda.. Eu queria tanto que meu chefinho me pegasse com força sobre a maquina de xerox.. Ou melhor atrás dos arquivos também seria interessante.. Ou ate mesmo atrás da pilastra do estacionamento. - fechei os olhos sentindo Uchihinha vibrar de forma intensa dentro da minha maldita cueca Dolce Gabbana.


- Não faz isso comigo meu amor.. Você sabe o quanto quero estar dentro de você não? - ela sorriu deslizando seus dedos em meus cabelos puxando os com força, fazendo meu rosto se chocar contra o vale dos seus seios.


- Eu sei Uchiha.. E sinto tanta falta de ter aqui. - ela sorriu abrindo as pernas me mostrando que estava sem calcinha.


- Não, não, não.. Vista uma calcinha agora Sakura. - ela sorriu acenando não pulando da bancada.


- Vou te contar um segredinho chefinho.. Eu estou trabalhando a semana toda sem calcinha. - engoli em seco enquanto ela estalava os lábios me puxando em direção ao elevador.


Ver Sakura sorrir era como ter o sol brilhando todos os dias em minha vida, ela passou o trajeto todo ate a empresa me contando sobre o quanto sentiu saudades de me beijar e me tocar, sorri escutando todos os desejos mais sórdidos que pairavam em sua mente.


Assim que chegamos na empresa Sakura sorriu me beijando nos lábios indo em direção a sua sala enquanto eu a observava seu caminhar, suspirei quando senti alguém parado ao meu lado, era o maldito do Gaara que sorria de forma abobada na direção da sala de Sakura.


 Acompanhei seu olhar e lá estava Sakura sorrindo acenando tchauzinho em nossa direção. Puxei o pelo braço para a sala de conferencia onde Deidara, Suigetsu e Naruto já nos aguardavam. Entrei cruzando em disparada por todos me posicionando diante da minha cadeira escutando o pequeno burburinho.


- Eu hein Uchiha esta todo estressadinho logo cedo. - fuzilei Gaara que suspirava com um sorriso no canto dos lábios, enquanto Deidara me dava leves tapinhas no ombro.


- Vixe alguém viu o passarinho verde. Olha a cara do Sabaku, parece que gozou de tanto tesão. - me joguei na cadeira abrindo a pasta abruptamente esperando que todos acompanhassem meus movimentos rapidamente.


- Vamos começar que hoje não tenho tempo para baboseiras. - Deidara sorriu arqueando a sobrancelha dando uma leve cotovelada em Suigetsu.


- Ixi.. Alguém esta puto da vida com algo. Esta de tpm Uchiha? - revirei os olhos fuzilando Deidara que sorria dando um tapa nas costas de Gaara.


- Acorda Sabaku, o mundo e dos que não dormem, então fique a vontade para foder bastante. Afinal hoje você estará na festa com a Megan melão. - arregalei os olhos fechando os punhos tentando conter a imensa raiva que já se alastrava por meu corpo.


- Por falar nisso Uchiha eu vou levar a Chloe.. E Suigetsu aqui convidou a Karin. Ah soube que Akasuna vai estar lá com Alice e Konan. - engoli em seco enquanto Naruto suspirava olhando algo em seu celular.


- Nossa vocês ainda estão nessa coisa de acompanhantes pagas? - Deidara arqueou as sobrancelhas enquanto Gaara suspirava ainda no mundo da Sakura pelo jeito.


- Há falou o cara que comeu todas as acompanhantes pagas da Top Desires. - apertei meus lábios apertando minhas têmporas abrindo a pasta com a pauta do dia.


- Ok pessoal não estamos aqui para falar sobre mulheres, estamos aqui para discutir sobre as minas da Índia e China.- Naruto continuava a suspirar juntamente a Gaara sem escutar nada durante a reunião.


- Bom acho que e isso pessoal, ficamos assim então. - quando tentei me levantar Deidara puxou meu pulso com um sorriso sacana nos lábios.


- Hey Uchiha queria comprar sua empresa de entretenimento adulto.. Tenho muito interessa nessa área, você esta vendendo? - suspirei me lembrando que era uma das áreas com a qual tinha pouco envolvimento.


- Traga sua proposta, assim poderei decidir sobre isso. - ele sorriu acenando um sim apertando minha mão enquanto se retirava da sala acompanhado de Suigetsu.


Naruto e Gaara continuavam ali no mundo da lua, mal sabiam que a reunião já havia acabado, pigarreei escutando Naruto balançar a cabeça de um lado para o outro abrindo a pasta correndo.


- Então vamos a reunião pessoal. - acenei não enquanto tirava meu paletó.


- Na verdade já acabamos por aqui Naruto. - ele me olhava com um olhar atônito do tipo eu to fodido, meu pai vai me matar. 


- Depois te passo tudo por e-mail.. Acorda o Sabaku que esse esta pior que você. - ele suspirou dando um leve tapinha nos ombros de Sabaku que pulou em choque olhando para a mesa.


Escutei risadas vindo de fora da sala, caminhei para fora da sala acompanhado por Naruto e Gaara encontrando Suigetsu e Deidara flertando descaradamente com Sakura e Ino próximo aos elevadores. 


Vi a maldita mão de Deidara deslizar pelas costas de Sakura chegando na linha entre sua cintura e seu quadril me deixando morto de ciúmes. 


Caminhei em direção a eles escutando Sakura falar sobre o evento que aconteceria mais tarde no Met de forma animada. 


Eles sorriram me lançando aquele maldito sorriso de você esta fodido enquanto Gaara se colocava ao lado dela com um imenso sorriso nos lábios.


- Oi flor estava com saudades de você. Então quando você pretende se divorciar de Sasuke e casar comigo? - revirei os olhos enquanto Naruto e Ino gargalhavam diante de mim. 


- Sabaku antes de ela casar com você ela casa comigo. Ela estava aqui me contando que sempre sonhou em ter filhinhos com olhos azuis. Então estou à disposição meu amor. - revirei os olhos enquanto Sakura dava um leve tapinha no ombro de Deidara fazendo o sorrir de forma maliciosa.


- Eu posso lhe dar lindos ruivinhos de olhos verdes minha flor. - Sakura sorriu acenando não enquanto o maldito do Gaara beijava sua mão.


- Ai gente vocês são demais, mas sabemos muitos bem que ceos como vocês flertam com qualquer coisa que use saias. - eles gargalharam acenando não enquanto Sakura sorria me olhando por cima dos ombros.


- Bom nem sempre tudo que usa saias me chama atenção. - ela sorriu de canto enquanto eu enlaçava sua cintura puxando a com força contra meu corpo escurando ela arfar.


- Bom o papo parece muito bom rapazes, mas Sakura tem um noivo extremamente possessivo e ciumento, então não se aproximem eu mordo. - todos gargalharam enquanto Gaara continuava a olhar para as pernas de minha noiva descaradamente.


- Não me importo se ela tem um noivo.. Afinal namoros, noivados e ate mesmo casamentos podem ter um fim. - revirei os olhos enquanto sentia o clima pesar entre mim e Gaara.


- Não o meu Sabaku.. O meu vai ser para sempre. - ele sorriu dando um beijinho na bochecha de Sakura se despedindo logo em seguida.


- Te vejo no baile Uchiha. - ele sorriu de forma irônica caminhando em direção ao elevador juntamente a Deidara e Suigetsu.


- Ate a noite Uchiha, Naruto.. Sakura, Ino estou empolgado para saber como as belíssimas damas estarão vestidas hoje à noite. - Deidara mordeu o lábio inferior lançando uma piscadela em direção as meninas me deixando ainda mais puto.


Naruto e Ino sorriram se despedindo rapidamente caminhando em direção ao outro elevador, Sakura me prensou contra a parede e sussurrou baixinho.


- Amor, você tem cinco minutos para me fazer gozar. - ela me puxou em direção à sala de conferencia se sentando sobre a mesa enquanto eu trancava a porta.


- Você quer eu lhe foda com a boca ou com os dedos minha linda.? - ela sorriu sapeca apoiando os calcanhares sobre a mesa abrindo as pernas lentamente.


- Do jeito que desejar senhor Uchiha, mas faça valer cada segundo. - engoli em seco puxando a cadeira sentando diante dela abrindo ainda mais suas pernas.


- Linda.. Tão molhadinha.. - ela arqueou as costas quando minha língua deslizou pela parte interna de sua coxa.


- Ahn Sasuke.. - puxei seus tornozelos para me enfiar em sua fenda quando escutamos a porta ser batida.


- Sasuke próxima reunião vai começar agora, o senhor Gordon chegou cedo, estamos esperando na sala de reunião dois. - Sakura sorriu jogando a cabeça para trás fazendo beicinho.


- Lembre me de bater no Itachi depois - sorri acenando um ok com a mão enquanto ajeitava minha gravata.


Ela deslizou sobre a mesa enlaçando minha cintura com suas pernas enquanto suas mãos alinhavam meu terno. Ela balançou a cabeça puxando seu vestido para baixo sorrindo.


- Amor ate mais tarde.. Boa reunião. - ela sorriu estalado os lábios caminhando de volta para a sua sala.


Apos uma tarde corrida e repleta de reuniões finalmente o relógio marcava o fim do expediente me deixando um pouco aliviado, guardei tudo rapidamente indo em direção à recepção aonde Sakura já me aguardava olhando para o seu celular com um imenso sorriso nos lábios.


 Aproximei me sorrateiramente olhando por cima de seus ombros encontrando uma foto de uma linda igreja decorada. Puxei a contra meu corpo escutando a soltar uma pequena risada.


- Mmm e aonde vamos nos casar? - ela sorriu dando de ombros enquanto caminhávamos em direção ao elevador.


- Não sei, quem sabe meu amor. - ela sorriu puxando minha gravata tomando meus lábios de forma gulosa.


- Esta com fome princesa? - ela sorriu acenando sim apertando minha virilha.


- De você Uchiha. - acenei não puxando a para dentro do carro.


- Vamos amor que ainda tenho que ficar bem linda para o baile. - suspirei me afundando no banco do carro enquanto ela sorria olhando para mais fotos no celular.


Depois de tomar um banho e vestir meu smoking fiquei ali pensando em todas as possibilidades viáveis.


 Talvez com muita sorte as mulheres nem se lembrassem mais de mim o que de fato era impossível.


Me joguei no sofá esperando por Sakura rezando para que nenhuma das minhas fodas se aproximassem de mim durante o maldito baile. 


Escutei a porta se abrir e lá estava ela a visão do paraíso diante de mim, ela estava linda, na verdade ela estava magnifica, maravilhosa, não existiam adjetivos suficientes para descrever tamanha perfeição diante de mim. 


Engoli em seco quando a vi sorrir me estendendo sua mão. Fechei os olhos puxando à com força pela cintura beijando seus lábios com voracidade. Puxei a colocando sentada no sofá enquanto fazia um gesto de espere aqui. 


Voltei do escritório com uma pequena caixa estendendo em sua direção ela sorria me olhando nos olhos mordendo seu lábio inferior.


- Sasuke.. Não precisava. - sorri travesso enquanto ela me olhava desconfiada.


- Então gostou? - ela olhava boquiaberta para o conteúdo da caixa ficando ruborizada.


- Achei que você gostasse dessas coisinhas meu amor. - ela tirou o pequeno vibrador dourado da caixa me fitando curiosa.


- Sasuke.. Você esta me dando um vibrador? - sorri acenando sim enquanto ela mordia o lábio sem entender nada.


Me coloquei entre suas pernas tomando o vibrador de sua mão enquanto ela me fitava assustada, deslizei ele entre suas pernas alojando o em sua cavidade ajeitando sua calcinha logo em seguida.


- Uchiha..  O que você esta fazendo? - sorri mostrando o controle remoto em meu bolso vendo seus olhos escurecerem em luxuria.


- Vamos jogar um joguinho hoje minha linda. Cada vez que você me desobedecer hoje, vou apertar esse botãozinho aqui.. Quanto mais me deixar com ciúmes ou bravo maior a potencia a ser usada. - ela suspirou baixinho arqueando as costas contra o sofá.


- Você não faria isso estaremos em um baile Sasuke.. Isso e tão devasso. - sorri acenando sim apertando o botão da velocidade mais baixa.
Ela apertou a almofada gemendo baixinho com os olhos fechados.


- Esse e o mais fraco minha linda e você já esta assim, imagina o que acontecera quando eu apertar o mais rápido. - joguei o controle no bolso do meu smoking enquanto a puxava para dentro do elevador.


- Comporte se que tudo estará bem. - ela me apertou com força suspirando baixinho.


- Você não vai fazer isso vai? - eu sorri apertando seu queixo enquanto ela me fitava ainda receosa.


- Somente se você me desobedecer Sakura. Seja uma boa menina que não terei que castiga lá. - ela sorriu deslizando para dentro da limo entrelaçando nossos dedos.


Eu estava em completo pânico naquele momento, eu precisaria manter Sakura entretida com algo para que ela não notasse as vadias ao nosso redor durante o maldito baile, faria de tudo para manter Sakura concentrada no vibrador em sua cavidade enquanto me esquivava das minhas fodas passadas. 


Quando chegamos ao Met o local já estava lotado e como sempre o baile havia sido organizado de forma impecável, meus pais já circulavam pelo grande salão cumprimentando todos cordialmente ate mesmo as acompanhantes pagas.


 Coitada de dona Mikoto se soubesse que aquelas mãos seguraram paus de todos os tamanhos, cores e tipos, inclusive o do seu próprio filho ela com certeza não estariam apertando aquelas mãos com aquele imenso sorriso no rosto.


Sakura olhava para tudo maravilhada seus olhos brilhavam como duas esmeraldas, seu sorriso era capaz de deixar qualquer um naquele salão duro como um diamante. 


No momento que caminhamos para o topo da escada vi todos os olhares voltados em nossa direção, os homens a devoravam com os olhos enquanto as mulheres me olhavam estalando os lábios, engoli em seco sentindo que eu realmente havia entrado em um maldito covil de lobas. 


Puta merda eu to fodido, ferrado, fodido, ferrado.. Eu vou e apertar o botão e foda se.. Ai minha linda você vai gozar de acordo com a musica.. rs
 


Notas Finais


Ai esta mais um capitulo pessoal!

Espero que gostem do capitulo!!

Quando tiver paciencia e tempo volto!

Beijoss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...