História Desert Island - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna, Violetta
Personagens Ámbar Benson, Diego, Federico, Francesca Cauviglia, Gaston, León Vargas, Ludmila Ferro, Luna Valente, Matteo, Nina, Simón, Violetta Castillo
Tags Franiego, Fredmila, Gastina, Leonetta, Lutteo, Simbar
Visualizações 81
Palavras 663
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Magia, Romance e Novela
Avisos: Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiiiiiiiiieeeeeeeeee tuuuuuuuudooooo beeeeeem?

Bom gente eu talvez passe um bom tempo sem postar nessa fanfic pq eu meio que tô sem ideia do que fazer nela.

Boa leitura!!!

#Taty

Capítulo 25 - Dias de Tranquilidade


Luna Narrando

O dia em que vamos usar o feitiço finalmente chegou , os meninos estão com um pouco de receio do feitiço dar errado , confesso que também estou com esse receio , só de imaginar que eu posso acabar ficando sem meu Mauricinho , sem a Kl e o Ruggerito , me dá um certo medo.

Estávamos a caminho da caverna quando a Nina fala.

Nina : Espero que tudo dê certo.

Vilu : Também esperamos isso Nina.

Ámbar : Vai dar certo meninas.

Luna : Temos que pensar positivo.

Ludmi : Agora vamos indo porque temos que nos preparar.

Quando chegamos na caverna as sereias ainda não estavam lá , entramos na piscina e nos transformamos.

Ficamos esperando a lua cheia aparecer , assim que ela apareceu nos logo tratamos de ativar o feitiço , usamos toda a nossa magia para esse feitiço , acho que carregamos na data já que sentimos um forte impacto no escudo e algo de afastar para a direção oposta , depois de um tempo nós desfazemos o escudo e mergulhamos exaustas.

As sereias saíram não sei da onde nos dando um baita susto.

Luna : Surgiram do além foi ?

Sirena : Desculpa , nós viemos avisar que o escudo funcionou nosso planeta não corre mais riscos.

Ludmi : Ainda bem que funcionou.

Nina : Espero que não tenhamos mais que usar esse tipo de feitiço.

Aquata : Sobre isso , nós temos que contar algo.

Vilu : Ai meu Deus.

Sirena : É que a alguns anos uma sereia se virou contra o cardume ela podia ser a mais forte mas ela não dominava os elementos da harmonia , tivemos que usar a pouca magia da árvore para aprisiona-la.

Ámbar : Mas se ela está presa por que temos que usar o feitiço de novo.

Aquata : Ela conseguiu escapar por causa da pouca magia da árvore e é bem capaz que agora que a árvore mostra ter muita magia , ela pode querer roubar essa Magia.

Fran : Deixa eu ver se entendi , caso essa sereia do mal apareça temos que usar nossos poderes para destruí-la ?

Sirena : É basicamente isso.

Luna : E dá pra ter uma noção de quando ela vai vir ?

Sirena : Não , sereias como ela são imprevisíveis , mas vocês tem que treinar seus poderes ao máximo , pois eles ainda não estão completos.


Matteo Narrando

Ja faz alguns instantes que vi uma luz sair de dentro do "vulcão" da ilha e atravessar as nuvens para logo em seguida atingido um meteorito que por incrível que pareça iria atingir a ilha em cheio , mas ele desviou de rota quando atingiu a tal luz.

As crianças estão dormindo , a Luna provavelmente só volta de manhã , eu já havia ficado uma noite sozinho com os gêmeos , eles não dão muito trabalho , apesar dos hábitos noturnos.

Nossa pequena "Vila" nesse momento está sendo iluminada pelos vagalumes , estou na janela da sala observando as estrelas , elas que são testemunhas do amor que eu tenho não só pela Luna , mas também pelos meus filhos.


Horas depois......

A Luna já havia chegado eu ainda estou acordado pois a deixei dormir , ela parecia cansada quando chegou , pelo visto teve que usar grande parte dos seus poderes , acabei de fazer o café da manhã dela e estou subindo para acorda-la , quando entrei no quarto a vi dormindo seus cachos negros estavam espalhados delicadamente pelo travesseiro.

Vou até ela e deixo a bandeja com o café em cima da cômoda que havia ao lado da cama.

Matteo : Ei , acorda amor.

Falo de forma doce para não assusta-la , vejo que ela não acordou e vou dando beijos pelo seu rosto , ela vai abrindo os olhos devagar.

Luna : Bom dia.

Ela estava com uma voz sonolenta. , E logo bocejou.

Matteo : Bom dia Linda.

Depois de tomarmos café , formos brincar com as crianças no lado de fora da casa , o aniversário de dois das crianças está chegando , eu e a Luna estamos preparando uma pequena festa para eles..


Notas Finais


Fuuuuuuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiiii ✌😗✌😘✌😋✌😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...