História Desire - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Rap Monster
Tags Minjoon, Nammin, Pwp, Spring Emotions
Exibições 267
Palavras 2.001
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hiii e bem vindos ao spring emotions.
Desculpem os erros e o horário rs

Capítulo 1 - .for horny days


 

O moreno suspirou, desligando a câmera em cima do computador. Passou mais uma noite em live jogando com seus amigos. Park Jimin era youtuber desde seus 16 anos, antes mesmo de se mudar para Seul e pensar em namorar Kim Namjoon, um dos representantes do Google na Coréia. Piscou os olhos pesados em cansaço, conferindo o relógio digital. Quatro horas da manhã. Até que terminou cedo, pensou. Normalmente, quando Namjoon viajava e ele ficava em live, ele as encerrava somente no raiar do dia. Levantou-se da cadeira, espreguiçando-se até os ossos estralarem. Quantas horas ficou sentado ali? Pegou o copo vazio que cheirava a café e o depositou na pia do apartamento. Não se acostumava com o luxo do lugar, mas não podia ter esperado menos de alguém como Namjoon. Tudo no lugar lembrava o mais velho, até mesmo o cheiro dos móveis tinha o perfume dele. Mexeu no cabelo, frustrado. Será que ele voltaria logo?

Rumou novamente até o quarto, se largando na cama enquanto pegava o celular do bolso. Abriu o Snapchat, tirando uma foto sem filtro algum, mandando-a para o contato de Namjoon. *Daddy*. Na legenda estava escrito: "Quando você volta?"

Mordeu o lábio, não demorando muito para obter uma resposta. Era uma foto do castanho sentado em um sofá de couro, de terno e gravata, o que Jimin achava incrivelmente sexy. Na legenda estava escrito: "Sente minha falta?". Outra foto apareceu logo em seguida, no mesmo lugar, Namjoon mostrava a língua enquanto arqueva as sobrancelhas. Na legenda em baixo da foto, apareceu: "Logo estou ai ;)". O mais novo sorriu, uma ideia se formando na cabeça maligna de mechas escuras. Tirou a blusa ficando somente de calça moletom, logo batendo uma foto de seu rosto, os ombros nus a mostra. "Sua língua me excita, daddy."

Massageou o pênis coberto, imaginando Namjoon ali com ele e em quantas punições sofreria com o que estava prestes a fazer. Filmou sua calça moletom com o volume formado, enviando o vídeo ao mais velho em seguida, com a legenda: "Eu quero tanto me tocar."

Esperou alguns segundos, sentindo borboletas sacolejando seu estômago. A resposta veio em vídeo, o mais velho estava dentro de um carro e balançava o dedo negativamente, o lábio inferior mordido com força. O garoto sorriu, antes de retirar as calças, deslizando a mão pequena para cima e para baixo de seu membro enquanto filmava. "Please, daddy."

A resposta demorou um pouco dessa vez, fazendo o mais novo suspirar frustrado sem parar os movimentos com as mãos. Era uma foto da porta do apartamento dos dois, com a legenda: "Ah, babe, eu vou te foder tanto."

Ouviu os passos rápidos passarem pela sala e a cozinha, em direção ao quarto. Não impediu o corpo de tremer um pouco, se ajeitando melhor na cama, sem parar os movimentos em seu pênis. Gotículas de pré-gozo saiam pela fenda, sujando a mão do moreno. O corpo maior que o seu passou pela porta, adentrando o quarto elegantemente. Namjoon ainda vestia o terno, apesar da gravata afrouxada e a franja pingando suor. As bochechas estavam coradas, como se tivesse feito uma corrida. O mais velho parou olhando o garoto a sua frente, completamente aberto para si, se masturbando e olhando diretamente para seu corpo. Seu membro latejou fortemente, mas resolveu se controlar e se concentrar em dar a melhor foda que seu baixinho pervertido poderia ter. Lentamente, retirou o terno, deslizando-o por seus braços sem desviar da cena à sua frente. Jogou o tecido caro no chão ao seu lado, sem grande cerimônia. Ainda sem dizer nada, afroxou a gravata, deixando-a em volta de seu pescoço sem nó. Os dedos finos deslizaram pelos botões de cada casa, desabotoando-os.

"Vire-se."

Ditou o mais velho, vendo seu baby obedecer prontamente, parando o que estava fazendo. Como uma provocação, Jimin se vira de costas, empinando a bunda o máximo possível. O moreno contêm um suspiro, aproximando-se do menor e sentando por sobre seu quadril. Sem questionar, o mais novo sente as mãos de seu daddy passando o tecido sedoso de sua gravata por seus olhos tampando sua visão completamente. Seu corpo treme em uma pequena demonstração de excitação.

"Não era assim que esperava chegar de viagem, mas", ele suspira, observando as costas um pouco bronzeadas de seu garoto, "com certeza, é melhor do que imaginei." E espalma a mão direita em uma das nádegas fartas, vendo o tom de pele ficar rosado. O mais novo ganiu em surpresa, se remexendo abaixo do namorado. Namjoon levantou, logo segurando o quadril de seu garoto e o virando de costas para o colchão, sem muito esforço. "Vamos as regras: você não vai me tocar hoje, bebê. Nem tente ou eu paro tudo e  você vai ter que se aliviar sozinho." Jimin resmungou, manhoso, mas assentiu, adorando como o homem à sua frente, ele supunha, já que não o via, estava tomando as rédeas da situação. "Hoje você só goza se eu deixar. E não pense que vou ser bonzinho." O moreno mexeu o quadril em resposta, ansioso, e assentiu novamente. Sentiu o mais velho tocar seu falo sem muita firmeza, por toda sua extensão, antes de parar o contato com isso. "É um anel peniano, garoto curioso. Vai deixar tudo mais divertido." O menor sentia o sorriso malicioso do outro em sua fala, sorrindo também sem perceber. Fazia tanto tempo que não tinha esses momentos com o namorado, que sentia falta das 'ordens' e palavras sujas. Sentiu novamente o quadril ser levantado, o maior encaixando-se por baixo de si, elevando-o à altura do peito do mais velho. Namjoon estava sentado de pernas cruzadas, com o membro do namorado bem em sua frente, enquanto o mesmo ainda continuava deitado. Lentamente, o mais velho segurou o membro do menor, deslizando lentamente as mãos até seus testículos, acariciando-os. A mão direita desceu para sua entrada, rodeando-a com o dedo, sem penetrá-lo. Esticou o braço até a gaveta no criado mudo perto da cama, retirando um tubo de lubrificante. Calmamente, jogou o líquido gelado por sobre o corpo menor que o seu, observando os arrepios que a variância de temperatura provocou. Passou as mãos pelo tronco bronzeado, a pele ficando brilhante, como se estivesse suada. Jogou mais lubrificante por sobre o membro do outro, vendo o líquido escorrer por sua entrada, esta se ccontraindo, capturando as gotículas. Esfregou a mão no membro duro de Jimin, observando-o ofegar e mais gotículas de pré-gozo escaparem. Passou os dedos por elas, guiando-os até a entrada do outro. Enfiou calmamente um dedo de cada vez, esperando o menor se acostumar com a invasão. Quando sentiu o aperto em seus dedos diminuir, começou a estocá-lo com firmeza, enfiando-os completa e rapidamente. O corpo do menor tremeu, gemendo manhoso enquanto o namorado o estocava. 

Sem retirar os dedos de Jimin, pegou de sua gaveta um vibrador roxo, substituindo-os na entrada do menor. O moreno gemeu alto, enquanto o Namjoon o estocava com vibrador lentamente, observando a reação do menor. A boca carnuda estava aberta e a cabeça jogada para trás, o peito todo banhado em suor e lubrificante, o tornando mais sexy ainda. Aumentou o ritmo das estocadas, suspirando enquanto seu pênis pulsava com os gemidos manhosos do namorado para si. Resolveu que era hora de ligar o vibrador, observando o corpo do namorado se contorcer, as pernas tentando abraçar sua cintura, o quadril se movimentando para frente e para trás enquanto rebolava sobre o brinquedo. 

Jimin achou que poderia enlouquecer com Namjoon o estocando forte assim, enquanto sentia-o vibrar dentro de si de uma forma tão gostosa. Apertou olhos sob a venda, gemidos espontâneos saindo de seus lábios. O vibrador roxo saia facilmente dentro de si, indo e voltando de forma rápida. Os gemidos iam ficando mais altos, quando o mais velho tirou o vibrador bruscamente, erguendo o quadril com as duas mãos, penetrando a entrada com sua língua. O Park, sentindo o músculo se remexer em seu interior, gemeu alto, as bochechas corando com o calor que apossou seu corpo. Tentou alcançar o próprio membro, não cumprindo sua vontade, tentando seguir as "regras" que o namorado expôs à si. 

Namjoon sugou fortemente a entrada do menor, logo penetrando-a com o músculo molhando, remexendo-se rapidamente. A calça social estava apertando seu membro, seu corpo suava, a camisa social colava nos braços musculosos. O cabelo loiro estava um pequeno desastre, molhado de suor, caído sobre sua testa. Quente como o inferno.

Jimin se remexeu na cama, tentando aumentar o contato, falhando miseravelmente. Era visível que já estava perto de seu ápice quando o mais velho apertou seu membro, impossibilitando-o de gozar. O moreno ganiu, choramingando o nome de Namjoon, enquanto o loiro continuava a distribuir lambidas e chupões por suas pernas. Tentou apertar as coxas, uma contra outra, afim de criar atrito, falhando enquanto o mais velho as segurava fortemente. Os punhos do moreno agarravam o lençol, tentando controlar seus impulsos e gozar antes do previsto. O anel peniano ainda apertava seu membro, quando o loiro soltou seu membro, puxando o torso para si, o sentando em seu colo. 

Levantou da cama, largando o menor em cima da poltrona, enquanto jogava a camisa suada em qualquer canto do quarto.

"Pode tirar a venda, bebê."

Com o corpo tremendo pelo orgasmo negado, as mãos pequenas do menor arrancaram a venda dos olhos. Piscou, acostumando-se com a iluminação novamente, observando o corpo do namorado ser despido pelas mãos fortes do outro. Namjoon desabotoou a calça rapidamente, arrancando-a junto com a cueca, o membro duro pulando pra fora. O mais velho foi até a gaveta, tirando um pacote de camisinha, abrindo-a e deslizando por seu membro. Caminhou até o namorado, sentando na poltrona com ele em seu colo. Como um gatinho manhoso, o mais novo agarrou-se a si, enroscando os braços por seu pescoço. O loiro sorriu com a comparação,  acariciando os fios negros com os dedos.

"Se dê prazer, amor."

O mais novo mordeu os lábios em expectativa, segurando o membro grosso do namorado, a mão pequena mal se fechando em torno do mesmo. Guiou-o até sua entrada, encaixando-se e descendo lentamente sobre seu colo. Namjoon arfava enquanto observava o mais novo subir e descer em seu membro, a cabeça jogada para trás, as mãos segurando seus ombros, enquanto o mais novo aproveitava a sensação de ser preenchido. Com algum impulso, Jimin jogou os braços sobre o pescoço do namorado, colando os peitos, enquanto se apoiava neles enquanto descia mais rápido sobre o membro do outro. Nessa posição, Namjoon acertava em cheio na próstata do moreno, fazendo-o revirar os olhos de prazer. Gemendo alto, o loiro segurou a cintura do menor sem se aguentar, levantando o próprio quadril de encontro ao do outro, estocando-o rapidamente. Puta merda, seu garoto era tão gostoso.

O moreno sentia toda a extensão de Namjoon dentro de si, gemendo satisfeito enquanto melecava os abdômens com o pré-gozo que saia de seu pênis. Com esse ritmo, não demorou muito para o corpo de Jimin começar a tremer novamente, a excitação correndo solta por suas veias, as pernas fracas buscando apoio. Choramingou quando o anel peniano começou a incomodar ainda mais, suspirando quando Namjoon o retirou, abraçando o corpo menor que o seu logo em seguida.

"Goza pra mim, amor. Goza gemendo meu nome."

Aumentou o ritmo das estocadas, ouvindo o barulho dos quadris se chocando, algo tão erótico quanto a visão em si. Sentiu quando o mais novo apertou ainda mais sua entrada em torno de seu membro, fazendo-o gemer alto o nome de Jimin, enquanto o outro vibrava em seu colo, rebolando enquanto gozava fortemente em seu abdômen. Logo em seguida, gozou dentro da camisinha, apertando o corpo mole no seu. Esperou as respirações se acalmarem antes de carregar o corpo do namorado até a cama. Ele estava sonolento e o loiro já conseguia sentir uma dor de cabeça pelo cansaço. Suspirou, antes de começar a puxar o outro para o banheiro. Depois de tomar banho, finalmente adormeceram em paz, um nos braços do outro.


Notas Finais


Você já? => https://spiritfanfics.com/historia/ex-bom-e-ex-trogonoff-7105234

gostaram?prometo que eu vou por uma capa decente em todas depois hsbzjxhdj

Byeee


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...