História Desmascare-me - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Agora Sou Madame, Bangtan Boys, Boy Love, Bts, Daddy Kink, Divando Nas Viadagen, Hoseongi, Lemon, Namjin, Sexting, Só Dá Viado, Taekook, Taiga Nos Secsu De Novo, Taiga Só Sesgo, Texting, Vkook, Yaoi, Yoongi Tpm, Yoonseok
Visualizações 385
Palavras 1.166
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


GEEENTE
EU ATRASEI NÉ?

seguinte
deixa eu explicar o que acontece
é que eu tenho essa outra fic (Devore-me) que é toda fofinha e engraçada, sem anda abusivo e com meu shipp flop que é jackbam
e na quarta eu tinha escrito um capítulo dela, aí acabei me empolgando e confundi os dias
Devore-me eu atualizo de segunda, mas jurava que quarta era segunda, então fui lá e atualizei ela

só fui perceber isso na quinta, mas como escrito laudo ranho prova toda sexta não atualizei porque tava estudando
no fim deu no que deu
e eu resolvi postar hoje mesmo e vida que segue
desculpa ter deixado vocês todas ansiosas e nervosas
um beijo no coração de todo mundo que não desistiu de mim <3

Capítulo 36 - I'll Be Deep!


Fanfic / Fanfiction Desmascare-me - Capítulo 36 - I'll Be Deep!

 

Exceto pela parte em que Yoongi estava ligando e muito para as certezas e o certo e errado. Portanto, quando sentiu a língua de Hobi lhe pedindo passagem e as mãos descendo possessivamente até suas coxas, o afastou rapidamente e recuou até estar na beirada da cama, ameaçando cair a qualquer momento.

- Para com esse jogo – reclamou o moreno, entediado.

- Isso não é um jogo, Hoseok – retorquiu, incrédulo pela acusação sem cabimento – Francamente, eu devia imaginar que sempre foi um para você...

- Não joga essa responsabilidade nas minhas costas – ralhou, batendo no colchão com força e causando um arrepio pela nuca do mais velho – Afinal, você nunca me disse ‘eu te amo’ de volta...

- E desde quando isso se trata de quem disse ou não disse ‘eu te amo’?

- Desde o momento que você desprezou o meu! – Yoongi recuou novamente, não porque o tom de voz estava mais alto ou porque Hoseok ficava assustadoramente atraente quando parecia furioso, mas sim porque aquilo doeu em seu coração.

- Você... Isso não vem ao caso agora – tossiu, levantando por completo da cama e tentando alcançar a porta – Se ser meu amigo é tão ruim pra você, não precisamos ser. Só pare com isso.

- Não vem ao caso só porque você não quer falar sobre – suspirou o moreno, se levantando também – Tudo bem, o quarto é seu, eu saio – parou alguns momentos e o encarou – Espero que quando isso acabar, você perceba que está fazendo tudo errado...

- Eu não vou voltar para você – cuspiu as palavras, com uma força de vontade que nem sabia que tinha.

A conversa se encerrou nesse ponto, quando o rapaz terminou de fechar a porta e deixou apenas o esverdeado e todos os seus pensamentos confusos rodeando sua cabeça. Em especial os pensamentos que o xingavam por ter negado o beijo e os que o parabenizaram por isso.

Levou mais de dez minutos para enumerar os pensamentos e os organizar em duas pilhas bem diferenciadas. Os completamente desnecessários no momento e os urgentes. Afinal, Yoongi não era muito bom nisso de meio-termo na sua vida.

A única forma de se manter entre os extremos estava escondida nas horas a mais de sono que tinha, portanto foi para lá que fugiu.

 

 

Nove horas depois, quando acordou às onze com alguma coisa caindo na sala de estar, demorou exatos quinze segundos até os pensamentos turbulentos da noite anterior voltarem à sua mente. Sinceramente, quinze segundos era muito pouco para ele ter noção de que já acordara.

E quinze segundos estava longe de ser o tempo que ele levou para processar os próprios pensamentos.

Mal conseguira a proeza de manter a mente sã, quando Jimin irrompeu pela porta gritando seu nome.

- Todo mundo está indo para o estúdio, você já quer terminar tudo hoje? – perguntou, deixando a porta parcialmente aberta, o esverdeado apenas concordou com a cabeça e o seguiu – Você terminou a letra?

- Eu tentei, mas ainda acho que precisa de uns ajustes... – admitiu, conforme caminhavam até os elevadores e, destes, até o carro – Aliás, obrigado pela ajuda, eu precisava de alguém pra seguir as notas do refrão...

- Que isso, uma obra dessas, eu que estou grato por você me deixar participar!

Foram mais alguns minutos até estarem no estúdio e, em seguida, na sala do piano abandonado. Há semanas ele e Jimin trabalhavam em uma canção específica para ambos e, pela primeira vez em muito tempo, Suga estava disposto a canta-la como Min Yoongi e não como o Rapper Suga.

Ocuparam os lugares de sempre – com o mais velho no branquinho do piano e o loiro de pernas cruzadas em uma poltrona ao seu lado – e reiniciaram a partir das novas composições que Yoongi terminara.

 

 

“This is wrong, is this right?

What’s happening?

I broke your heart, didn’t you ate mine?

This is supposed to be good

So why am I crying in the sunset?

Why can’t I touch the northern lights?

So addicted in all my own loses

So lost in all my own pressures

You used to be a piece of me

And now we’re just locked in different bathrooms

Counting heartbroken with a unreal friendship

Run away from you, from me, from us

Was the best idea let you go?

Cause now you’re the only I can see in the snow

I am scared, I am changing, I am lost

And why I still running?

Like I’m feeling that I’ll always be yours

Even if one day you don’t be mine anymore

Let me fade for you, bleeding until gray

Or just let me feel you a bit more

Make me yours a once more

Just don’t let me go

Cause I, stuck in everything about you, is all we are

All we can be

Without our own destroyer.”

 

 

- Intenso – murmurou Jimin quando, após duas horas de toques e retoques, a música enfim ficara pronta – Para quem é sua música, Yoongi?

- Para todos que já foram, eu acho.

- Algumas pessoas não foram ainda, você só devia parar e olhar melhor.

Ambos trocaram olhares, daqueles pesados em culpa e arrependimento, conforme o esverdeado dedilhava suavemente o fá e o mi.

- Para quem é sua música, Jimin? – repetiu a pergunta do mais novo.

- Para todos que ainda virão, eu acho.

Trocaram olhares novamente, resignados. Algumas vezes, não temos certeza de muitas coisas. E, algumas vezes, podemos ser realmente gratos por isso.

Mesmo que Jimin não soubesse quantas vezes ainda seria magoado, já é bom ele estar preparado para isso.

Mesmo que Yoongi ainda não tenha se dado conta de quantas vezes já fora magoado, é bom ele não estar contando isso.

- Os garotos já devem estar começando a nova coreografia, vem – chamou o loiro, esticando a mão até o colega.

Nenhum dos dois tocara no assunto sobre o tapa e as discussões e as brigas sem sentido. Mas o Park nem mesmo precisaria de uma desculpa, tudo valia a pena apenas por ter o garoto aceitando a mão estendida e caminhando pelos corredores consigo.

Yoongi já até mesmo se prepara para qualquer tipo de dança que teria de fazer, quando o celular apitou em seu bolso, o fazendo recuar um pouco e se apoiar na parede coberta por espelhos.

 

 

Desconhecido:

Eiii Yoon (13:24)

Nem acredito que você continua com o mesmo número (13:24)

Tipo, faz anos cara (13:24)

Eu já mudei o meu umas quatro vezes! (13:24)

 

 

Yoongi:

(13:29) Ei, certeza que é o número certo?

(13:29) Quem é você?

 

 

Desconhecido:

Não me diga que eu errei de novo... (13:30)

É o Min Yoongi, né? (13:30)

 

 

Yoongi:

(13:30) Sou

(13:30) Vai falar quem é ou o que?

 

 

Desconhecido:

Com certeza é o Yoongi (13:30)

Não acredito que já esqueceu de mim (13:31)

Você prometeu que íamos construir um jardim só para nós (13:31)

 

 

Yoongi:

(13:31) Donghae?

(13:31) Tá me zoando?

 

 

Donghae:

Oi de novo, Yoon (13:32)

Espero que não tenha arranjado um novo namorado enquanto estive fora... (13:32)

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


mano
EU SOU MUITO FILHA DA PUTA
ALGUÉM ME INTERNA
SÓ CAGO NA BOSTA
SOCORRO

Obrigada
queria dizer isso
é que eu coloquei o ex na história
sou a pior memso

espero que não me odeiem mais
eu tô triste já

Beijo e até logo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...