História Désolé, minou. - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug)
Tags Drama
Exibições 82
Palavras 591
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drabs, Drama (Tragédia), Josei, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Vocês não esperavam por essa não é mesmo? kskskks Não resisti e resolvi fazer um epílogo. Me diverti voltando a escrever sobre essa Fic, espero que se divitam lendo.

Agora é sério, é final definitivo.

Utilizei Secrets de OneRepublic pois se encaixa perfeitamente no enredo, coisa linda.

Capítulo 5 - Secrets - Epílogo.


Secrets.

Era uma sensação única, quem diria, que mesmo depois de tanto tempo, Andrien Agreste ainda causaria tanto rebuliço em seu interior. Marinette cerrou minimamente os olhos e sorriu com as bochechas coradas, o loiro ainda não havia percebido sua presença, estava entretido com o pequeno gatinho preto que a menina adotara um tempo atrás.

Ainda estava fresco em sua memória, os flash de luz que a cegara momentaneamente, os olhos esverdeados que brilhavam mesmo na penumbra e o rosto que ela conhecia muito bem. Ela sabia o que havia ocorrido ali. Plagg partiu.

Com a derrota de Hawk Moth não haveria mais necessidade de algum herói, Paris não precisava mais de salvadores, nem de Chat e nem de Ladybug. Porém ainda era difícil de acreditar. Seu parceiro, fiel escudeiro, aquele que ela sempre podia contar na calada da noite, era Adrien. Sempre fora Adrien.

Ela nem mesmo chegou a desconfiar, o que era incrível.

Naquela mesma noite o loiro chorou baixinho em sua presença sussurrando o quanto amava sua lady. Marinette se sentia a pessoa mais insensível do planeta, não conseguia conter uma pequena luz que se acendera dentro dela por saber os sentimentos de Adrien, mesmo que ele não soubesse que a joaninha estava em sua frente, mas ainda assim se sentia culpada. Culpada por querer sorrir naquele momento e por ter em algum momento em sua mente esquecido o estrago que havia feito no coração do garoto.

Marinette o abraçou naquela noite, o confortou e sussurrou que tudo ia ficar bem até que ele adormecesse.

Agora no presente, tudo parecia tão novo. O sorriso de Adrien voltara aos poucos, para o alivio da morena. O rapaz estava deitado em sua cama e brincava com o pequeno bichano que fora carinhosamente nomeado como Noir. Os fios loiros eram iluminados pela luz do por do sol que adentrava a janela do quarto e os olhos esverdeados continham um brilho especial que dava um charme ao sorriso que brincava em seus lábios. Era realmente engraçado como mesmo depois de tanto tempo, Marinette ainda se pegava pensando no quão perfeito era o loiro. Aquela paixão nunca iria acabar, assim como aquela nova amizade verdadeira que agora compartilhava com Adrien.

- Hey, miau. – Chamou-o da porta tendo então a atenção dos lindos orbes esverdeados.

A morena já pensava naquilo há alguns dias. Depois do ocorrido ela havia deixado em segredo o fato de ter sido Ladybug. Queria contar a verdade. Abriu a boca para falar, porém um surto de covardia lhe atingiu e sua voz não saíra. A atenção do loiro durou pouco uma vez que Noir avançou em cima do mesmo. Gatinho arisco, pensou Marinette. Adrien riu de leve voltando a brincar com o gatinho. Marinette suspirou, não teria coragem de falar então teria ela que mostrar.

Aproximou-se em passos lentos e pegou um recorte de papel em formato de mascara, a estampa era de joaninha. Marinette havia feito para decorar algum lugar em seu quarto, mas desistira e colocara em cima da cômoda. Sentou-se na frente do rapaz tendo enfim a atenção do mesmo.

- Preste atenção. – Murmurou colocando o papel a frente de seus olhos oceânicos iluminados pelo brilhante por do sol de Paris.

Foi mais que repentino, Adrien levara alguns segundos para processar o que estava vendo e mais uns instantes para entender as emoções que se passavam em seu interior. magoado pelo segredo e imensamente feliz por descobrir.

Ladybug era Marinette.

Marinette.

Sua doce Marinette.

Need something that I can confess
I'm gonna give all my secrets away


Notas Finais


Espero que tenham gostado desse final feliz :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...