História Despacito - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Comedia, Despacito, Jikook, Jimin, Jungkook, Romance, Yaoi
Visualizações 363
Palavras 3.026
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Preparem os corações euheuehuh

Espero que gostem ♥

Betado por: TheOnlyOne/IAmTheDarkness ♥

Capítulo 10 - Lentamente


- Eu não pensei que você demorasse tanto para se arrumar. – Jungkook ria sentado na cama de Jimin enquanto o ruivo estava enfiado no banheiro se arrumando. – Você já está aí faz mais de quarenta minutos.

- Se você quiser que eu saia de qualquer jeito, tudo bem. – Jimin reclamou, abrindo uma fresta na porta para poder conversar com Jungkook sem precisar ficar gritando. – Não sou um qualquer, viu?

- Eu nunca disse isso. – Se defendeu o moreno. – Entretanto, querido Park Jimin, pessoas que já nasceram lindas não precisam de todo esse tempo.

- Nasci lindo, não perfeito. – Retrucou o Park.

- Depende aos olhos de quem... – Jungkook disse mais baixo, rindo sozinho com sua própria colocação. – Vai demorar mais quanto tempo? Porque assim, você vai só até a minha casa, não até o outro lado do mundo.

- Estou pronto! – O Park saiu do banheiro, parando em frente a Jungkook.

O moreno o analisou dos pés à cabeça, vendo um Park Jimin vestindo uma calça preta de couro, um coturno de mesma cor. Subiu os olhos, deparando-se com uma camisa cor vinho. Jimin, como sempre, estava com seus olhos muito bem delineados, e não havia uma sequer manchinha em seu rosto.

- Wow! – Foi só o que o Jeon conseguiu comentar.

- Vai cantar Fantastic Baby agora? – Jungkook revirou os olhos com a pergunta ridícula do mais velho e levantou da cama.

- Da próxima vez que eu te convidar para sair, me lembra de chegar aqui com duas horas de atraso. – Jungkook reclamou, andando até o espelho e dando uma arrumada rápida em seu cabelo. – Podemos ir agora?

- Podemos. Nem demorei tanto assim.

Jungkook resolveu não dizer mais nada, caso contrário os dois ainda demorariam mais tempo ali e isso definitivamente não era necessário. Saíram da casa de Jimin e seguiram para o carro do mais novo entre os dois, logo adentrando o veículo. Jungkook não se demorou para começar a dirigir, sentindo-se levemente nervoso, apenas não sabia exatamente o motivo para isso, nem sabia se tinha motivo para tal.

O percurso até a casa do Jeon não foi tão longo quanto o esperado. De fato, foi tão divertido para os dois, que ambos queriam ficar naquele carro perambulando por ai durante a noite inteira caso pudessem.

Quando chegaram na residência de Jungkook, as luzes estavam apagadas. Andaram até a cozinha e encontraram uma mesa completamente arrumada e com velas em volta. Havia ali um bilhete, o qual foi pego em seguida por Jungkook.

- "Aproveitem a noite, saibam que fiz tudo com muito carinho. Com amor, Jin." – Jungkook leu em voz alta, sorrindo. – Eu tenho o melhor amigo do mundo. E eu pedi para ele não fazer nada exagerado, mas você conhece ele.

- Não é exagero quando é feito com carinho e vindo dele nós sabemos que é com muito carinho. – Jimin também sorria. - E você pensou em tudo mesmo… eu não pensei que você fizesse o tipo romântico.

- Eu não sabia o que fazer para te agradar, achei que mostrando um lado meu pudesse te deixar mais à vontade.

- Eu gosto de coisas românticas, por mais que eu tenha perdido um pouco disso por conta dos acontecimentos passados. – Soltou um suspiro, mas logo voltou a sorrir. – Só de saber que você se preocupa eu já me sinto melhor.

Jungkook sorriu e então sentou-se à mesa com Jimin para que eles pudessem comer a refeição que Jin fez tão amorosamente para eles. Os dois estavam se sentindo feito dois adolescentes apaixonados, mas como poderiam se sentir de forma diferente? A paixão que um tinha pelo outro simplesmente era demonstrada em todas as ações deles.

- O que acontece se nos pegarem? – Jimin perguntou repentinamente, bebericando seu vinho e encarando o Jeon.

- Nós nos ferramos. – Jungkook disse em um tom tranquilo, mas tinha um certo medo dentro dele por aquilo. – Por esse motivo, eu preciso saber se vale a pena eu arriscar a minha carreira.

- Arriscar por mim? – Perguntou o ruivo, recebendo um assentimento em resposta. – Se fosse para eu me avaliar eu certamente não diria que vale de algo arriscar seu sonho por minha causa. Mas... eu não sei se consigo mais me afastar. Eu odeio falar dos meus sentimentos, vamos mudar de assunto.

- Não, vamos falar sobre isso. – Insistiu Jungkook. – Você pode não querer falar sobre isso com qualquer outra pessoa, mas eu tenho o direito de saber.

- Eu tenho medo.

- Já não provei que não sou como aquele idiota? – Jungkook levantou e esticou a mão para Jimin, afinal os dois já haviam terminado o jantar. – Vamos para a sala, vem.

Os dois andaram até a sala e sentaram-se lado a lado no sofá. Jimin se virou e ficou virado para Jungkook, jogando suas pernas por cima das do moreno e sorrindo envergonhado por tal atitude que teve.

- Do que você tem medo? Pode me contar, ruivinho atrevido. – Jimin acabou rindo com a forma que foi chamado.

- Não tenho medo de você me expor, porque você acabaria se expondo junto, mas tenho medo de tudo dar errado e você me abandonar. Eu sei que é besteira minha pensar nisso, mas são coisas que ficam martelando dentro da minha cabeça. É como se um fantasma me assombrasse e dissesse que você vai me deixar. E me machuca, porque eu gosto mesmo de você, Jungkook.

- Eu também gosto mesmo de você, Jimin. – O moreno afirmou. – Você precisa aprender a confiar em mim.

- Confio em você. O que eu não confio é nas loucuras que meus sentimentos causam. Eles me deixam cego.

- Você não precisa se preocupar com isso. Eu já disse que eu vou cuidar de você, não disse? Eu vou cumprir. Falei sério o suficiente para querer algo sério com você. – Jimin arqueou a sobrancelha, o que fez Jungkook sorrir travesso. – Ou você achou que esse jantar fosse simplesmente um jantar...

- Ah, não, nem pense nisso...

- Namora comigo, Park Jimin?

- Não acredito! - Jimin levantou, ficando na frente de Jungkook. – Eu que iria pedir. Você não pode se meter na frente dos outros e estragar os planos alheios e pensar que...

Jimin foi interrompido por um beijo tão repleto de desejo que até mesmo perdeu o raciocínio sobre o que queria falar. Jungkook sabia como tirá-lo de órbita de todas as formas possíveis, sabia como fazê-lo ficar louco com pouquíssimas coisas. O Jeon era o único que conseguia fazer o coração de Jimin acelerar como em nenhum outro momento, conseguia fazer a famosa sensação de borboletas no estômago surgir, dentre tantas outras sensações que ele nem mesmo saberia descrever.

Jeon Jungkook era único e fazia Jimin se sentir ainda mais único.

- Para de reclamar. – Pediu Jungkook assim que separou sua boca da de Jimin. – Você não tem que ser sempre a pessoa no controle de tudo, deixa eu tomar alguma atitude também. Até para jantar aqui você se convidou, deixa eu fazer algo.

- ‘Tá. – Respondeu seco, formando um bico nos lábios. – Eu aceito. Satisfeito?

- Não. Aceita o que? – Jungkook adorava provocar normalmente, mas ao ver aquele bico resolveu provocar ainda mais.

- Eu aceito namorar com você, Jungkook. – Jimin acabou rindo, não aguentando a pose séria que mantinha anteriormente. – Você é um idiota.

- E você se irrita muito fácil, mas nem por isso eu reclamei. O papel de pessoa que reclama é o seu, não o meu.

Jimin novamente riu, assim como Jungkook. O moreno levou ambas as mãos para o rosto de Jimin e selou os lábios de ambos em um beijo repleto de carinho, repetindo inúmeras vezes que agora os dois eram namorados. Aquilo tudo parecia irreal, por esse motivo queriam aproveitar tanto. Se fosse um sonho, não queriam acordar.

O Park empurrou Jungkook para cima do sofá e em seguida sentou-se sobre as pernas do moreno, logo voltando a juntar seus lábios nos dele de uma forma um pouco desajeita. As mãos do ruivo estavam inquietas, bagunçavam os cabelos de Jungkook o tempo inteiro.

- Você parece ter sido feito sob medida para mim. – Comenta Jimin, trilhando beijos até chegar na orelha de Jungkook e mordiscá-la. – Essa noite vá devagar para aproveitarmos mais.

Jungkook mordeu o próprio lábio inferior em pura satisfação com a fala de Jimin, que saiu de uma forma extremamente sensual, mesmo que talvez nem fosse sua intenção. Inclinou-se para frente e começou a beijar o pescoço de Jimin, inebriando-se com o perfume doce que o ruivo usava.

- Você é tão lindo... - Sussurra enquanto enche de beijos e leves mordidas o pescoço do Park, logo subindo a boca até o ouvido do ruivo. – Você mexe com cada pedacinho de mim, e essa noite vou te mostrar que eu posso fazer o mesmo com você.

Jungkook levantou do sofá com Jimin ainda em seus braços, tendo o ruivo segurando-se com as pernas na cintura do moreno. Jimin ondulava seu quadril contra o de Jungkook propositalmente inúmeras vezes, causando uma fricção que estava já os enlouquecendo.

Ao chegarem no quarto do Jeon, ele empurrou Jimin para cima da cama e desabotoou lentamente sua camisa, jogando-a no chão em seguida. Desceu as mãos pelo próprio corpo e abriu devagar sua calça, também a tirando de seu corpo e atirando em qualquer lugar. Os olhos atentos de Jimin prestavam atenção no corpo do moreno, querendo tocá-lo por inteiro.

Mas essa noite Jungkook queria fazer Jimin perder o controle sobre o próprio corpo em meio a toques. Queria ser ele o responsável por deixar o Park louco e não o contrário como da última vez.

Não demorou para juntar seus lábios nos de Jimin, depositando uma mordida no lábio inferior do mesmo antes de se afastar novamente. Desceu devagar sua boca para o pescoço que tão rapidamente ficaria marcado, não demorando para descer mais um pouco e começar a desabotoar a camisa do ruivo.

Cada pedaço de pele que começava a ficar exposta recebia selares vindos do maior, causando suspiros de puro deleite por parte de Park Jimin. Parecia estar despindo o Park com seus beijos e tal sensação estava tirando Jimin de si, deixando-o totalmente louco e quase implorando por mais.

O que Jungkook mais queria era fazer com que Jimin sentisse as melhores sensações possíveis, não queria que tudo fosse corrido como da última vez. Queria fazer do jeito certo.

Ao ter sua calça retirada Jimin só faltou agradecer, mas ao ver o sorriso travesso de Jungkook ele soube que o mesmo iria provocá-lo. Era óbvio, afinal Jimin era o rei no quesito provocação, com certeza haveria uma vingança.

- Eu vou tocar seu corpo inteiro com meus lábios... – Jungkook sussurrou no ouvido de Jimin. – Quero que me ensine seus lugares favoritos... e não fique em silêncio. Entendeu?

Jimin apenas assentiu, soltando um alto suspiro ao mais uma vez sentir a pele de seu pescoço sendo maltratada pela boca de Jungkook. Soltou um gemido baixo, esperando para ver se era essa a resposta que o Jeon queria e, ao perceber que sim, decidiu que mostraria assim se estava gostando ou não.

E era impossível não gostar de qualquer coisa que Jeon Jungkook fizesse.

Os beijos continuaram, Jimin continuava demonstrando onde mais gostava de ser tocado. Quando a boca de Jungkook começou a encher a parte interna de suas coxas de beijos, Jimin só faltou se desmanchar. Ele era extremamente sensível naquela região, o que deixou Jungkook com um sorriso de extrema malícia nos lábios.

- Gosta quando eu te toco aqui? – Sua voz saiu mais rouca que o normal.

- S-sim... – Jimin acabou gaguejando, o que agradou os ouvidos de Jungkook.

- E aqui? – Subiu seus lábios um pouco mais, ouvindo os gemidos aumentarem na mesma medida que ele ia subindo os beijos pela pele de Jimin. – Continua sendo sensível, Jimin?

- Uhum... – Jimin praticamente se contorcia na cama, mordendo com força a própria boca quando sentiu a língua de Jungkook passear pela extensão de seu membro. – Ahn, Jungkook-ah...

- O que foi? – Levantou seu olhar, cruzando o mesmo com o de Jimin. – Quer que eu faça algo?

- E-eu quero... – Jimin se apoiou nos próprios braços. – Eu quero que você...

- Pode falar. – Jungkook achou fofa a vergonha do mais velho e acabou sorrindo. – Nada mais me surpreende.

- Quero que você me... chupe... – Jimin adquiriu um tom rosado nas bochechas, o que fez Jungkook sorrir ainda mais. – Mas, também quero fazer isso em você.

- Hum... – Jungkook voltou com seu sorriso malicioso, prendendo o lábio inferior entre os dentes. – Então eu acho que estamos na posição errada.

E, mesmo um tanto envergonhado, Jimin assentiu também sorrindo maliciosamente e se ajeitou na cama junto com o Jeon, ficando da forma que queria. Antes de mais nada, tratou de retirar a última peça que estava no corpo do moreno, enquanto já sentia a boca do mesmo em seu membro. Tentou olhá-lo, mas não obteve muito sucesso em sua tentativa.

As mãos de Jungkook apertavam com força as coxas de Jimin. Ter o garoto literalmente de quatro em cima de si estava o deixando totalmente louco, não conseguia raciocinar direito com a visão daquele corpo tão lindo em uma posição tão erótica quanto aquela.

Sentia as mãos do Park em sua ereção ao mesmo tempo que envolvia a do ruivo com seus lábios. Jimin substituiu as mãos por sua boca, tentando se controlar e fazer o que queria fazer.

Mas foi difícil de se controlar e se manter firme, principalmente quando Jungkook parecia fazer tudo tão malditamente bem e ainda por cima estava penetrando-o com um de seus dígitos naquele instante. Precisou tirar seus lábios do membro alheio, seguindo o que fazia com as mãos ao invés da boca, afinal estava ocupado demais gemendo.

- Ahn, Kookie... – Ele não conseguia se conter, o que deixava Jungkook cada vez mais envolvido no quesito dar prazer ao Park. – P-para, se você não parar eu vou, eu...

E Jungkook parou, porque além de tudo ele ainda queria provocar. Puxou Jimin para cima de si, deixando o mesmo sentado sobre suas pernas e, em seguida, virou-se com o mesmo na cama, o deixando por baixo.

Jimin odiava se sentir submisso a qualquer pessoa que fosse, mas a verdade é que estava amando a sensação de ter Jungkook no controle de seu corpo. Estava amando sentir as mãos do moreno tocando cada pedaço de sua pele, adorando sentir as sensações que o leve contato entre a boca do Jeon e sua tez conseguiam lhe proporcionar. Tudo era maravilhoso.

Quase nem percebeu o quanto estava desligado, até sentir novamente as mãos apertando suas coxas, fazendo com que ele entrelaçasse as pernas na cintura de Jungkook. O moreno, por sua vez, tinha o olhar carregado de luxúria enquanto observava as feições de um Jimin totalmente entregue. O observou mais uma vez antes de adentrá-lo com seu membro, mordendo o próprio lábio inferior ao ver a feição do Park.

As mãos do ruivo apertaram os ombros de Jungkook e arranharam a pele dali com as unhas curtas, arrancando um gemido rouco do maior. O Jeon esperou alguns segundos para que Jimin se acostumasse, até sentir o menor movimentando o quadril em buscar de mais contato.

- Tão apressado. – Comentou em um tom repleto de malícia. – Por que tanta pressa, bebê? Temos a noite inteira...

- N-não provoca. – Pediu o Park, sabendo que tal pedido seria em vão.

Jungkook até iria dizer mais alguma frase de provocação, mas foi interrompido por um beijo afoito e por um Jimin ainda mais afoito movendo seu corpo contra o do Jeon. Jungkook, percebendo que Jimin queria mesmo mais, resolveu dá-lo mais. Até porque ele também queria.

Ajoelhado na cama, levemente inclinado para frente, Jungkook investia com força contra o corpo de Jimin, sentia um enorme agrado a cada gemido que o ruivo soltava ou a cada vez que ele pedia por mais.

Jungkook separou seu corpo do de Jimin por breves momentos, sentando na cama e puxando o mais velho para seu colo. As costas do Park ficaram grudadas ao peito de Jungkook, fazendo uma fricção que não era nada ruim enquanto ele sentia as mãos do moreno segurando com firmeza sua cintura. Jimin praticamente quicava sobre o membro do Jeon, resultando em gemidos, arfares e palavras sem nexo vindos de ambos.

Jimin soltou um gemido ainda mais alto ao ter seu ponto atingido, sentindo uma risada ser soprada em seu pescoço, que novamente era marcado pela boca de Jungkook. O Jeon levou sua mão até o membro de Jimin e começou a masturbá-lo com rapidez, se deliciando ainda mais com os gemidos do mesmo.

- Fala que você é meu... – O pedido de Jungkook soou como uma ordem, Jimin não ousaria não obedecer.

- Ahn, eu sou seu, Kookie. – O sorriso de Jungkook triplicou de tamanho, quase não cabia em seu rosto. – M-mais, Jungkook-ah, mais...

- Fica de quatro! – Novamente era uma ordem, a qual foi obedecida rapidamente.

Jungkook só levou o tempo de ajoelhar-se novamente na cama para penetrar Jimin de novo, se movendo rapidamente. O prazer que Jimin sentia era tanto, que não conseguiu ficar se segurando com os braços e metade de seu corpo teria caído sobre a cama se Jungkook não tivesse o puxado para trás pela cintura.

As palavras que ele sussurrava no ouvido do Park apenas o deixavam ainda mais extasiado, totalmente louco de tanto desejo. Jimin apertava a coxa direita de Jungkook enquanto tentava se firmar de alguma forma, sentia que suas pernas estavam bambas.

Quando Jimin teve um orgasmo Jungkook foi ao delírio apenas com aquela visão maravilhosa, e só de se mover mais alguns segundos já chegou ao seu próprio ápice também, se sentindo totalmente cansado, porém sem vontade de sair da posição em que se encontrava. Os dois permaneciam ajoelhados na cama, Jimin permanecia apertando a coxa de Jungkook e o moreno continuava mordiscando a nuca alheia.

Passaram alguns segundos apenas aproveitando aquela proximidade enquanto recuperavam o fôlego, não aguentando e sentando na cama. Estavam uma verdadeira bagunça, suados, com os cabelos bagunçados. Precisavam de um bom banho.

Mas pela troca de olhares, não iriam apenas tomar banho...

 


Notas Finais


Grupo do whats para se quiserem falar comigo: https://chat.whatsapp.com/7yhGlmj3qUy9ai4DNHVvs9
Meu cronograma de postagem e avisos (além de maiores explicações): https://spiritfanfics.com/jornais/cronograma-de-postagens-e-hiatus-9544252


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...