História Despedida - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Super Junior
Personagens Lee Donghae, Lee Hyukjae "Eunhyuk"
Tags Coxinha_sarrada, Donghae, Eunhae, Eunhyuk, Super Junior, Yaoi
Exibições 30
Palavras 330
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Musical (Songfic)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OI! Voltei, com outra OneShot. Agora do meu otp maravilhoso - que não, não é ChanBaek -, Eunhae. Eu sei q eu botei o Eunhyuk meio que de uke, mas posso fazer oq? Eu tirei inspiração da vida real mesmo, onde ELF's como eu sofrem pela ida de todos pro exército. Agora só falta a gente ganhar um pouco de alegria com a volta do Shindong. Boa leitura ^^. Aliás! Como na fanfic o Donghae está no exército se o Eunhyuk é mais velho? Invertam os papéis okay? Aqui o Hae é mais velho e o Hyuk o mais novo.

Agora sim, boa leitura!

Capítulo 1 - Falta.


  Hyukjae saudades de Donghae.

Capítulo único - Falta.

Aquela casa era tão vazia sem a presença animada de Donghae. Eu já não mais escutava a sua voz grave sendo espalhada pela casa, eu escutava apenas um interminável silêncio maldito. Era completamente estranho. Quando eu acordava, não sentia seu cheiro ali; quando ía cozinhar, não tinha seus braços ao redor da minha cintura, me puxando para perto de si; quando eu ía sair para trabalhar, não recebia um selinho de despedida, acompanhado de um baixo 'eu te amo'; quando eu ía tomar banho, não recebia o olhar malicioso e a clássica proposta do 'posso ir junto?'.

Eu não sentia mais Donghae.

Quando ele partiu para o exército, ele me deixou uma carta, um beijo, e uma noite espetacular que vai sempre ficar em minhas memórias. Cada toque, do singelo ao mais rígido, ele era carinhoso, mas eu era bruto. E aquela noite, o nosso amor se aflorou das duas maneiras, querendo permanecer para sempre conosco.

No entanto, era triste a maneira como o seu cheiro não estava mais em meu corpo, ou no seu travesseiro qual dormia abraçado todas as noites. De uma certa forma, era deprimente simplesmente não tê-lo.

No entanto, eu ainda acreditava fielmente na felicidade, acreditava no retorno de Donghae para os meus braços, acreditava em tudo que me tornava feliz. Porém, tudo isso, envolvia Hae em alguma parte.

E a felicidade se concretizou, quando, em um feriado, ele voltou para casa e me abraçou, e me beijou, rodopiou-me no ar até que seus braços cansassem. E depois, a gente teve incontáveis momentos fofos, e os melhores momentos quentes da minha vida. Os seus toques, a forma como ele gemia rente a meu ouvido, falando o quanto eu era apertado; e, Deus! Aquilo era tão bom. Mas ainda tinha todo aquele ar de despedida, porque aquilo não era o nosso final feliz.

E aquilo por um lado era bom, porque, o que eu menos queria, era um final. 


Notas Finais


E então? O que acharam? Qualquer dúvida sobre o universo podem me falar e também me xingar pelos erros de escrita. Tchaun


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...