História Despedida - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Personagens Originais
Tags Ficbobinha, Nadacomnada, Presente
Exibições 7
Palavras 3.535
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite
Bem, essa fic veio de um "projeto" (não exatamente isso, mas ela vai entender) meu e da @Chimichurri e em uma madrugada conversamos sobre fazer personagens no universo HP, apesar de o idealizarmos nós não chegamos a levar isso muito para frente.
Como a minha querida amiga está fazendo anos, eu resolvi dar de presente uma fic a ela de modo meio fofo os personagens que idealizamos e sem querer me meter muito no mundo HP acabei não fazendo uma aventura louca e sim apenas um romance bobo.
Por isso, peço desculpas se estraguei os nossos personagens ou por eu não ter focado mais no mundo HP (medo de estragar o universo perfeito da autora é uma coisa :v).
E sem mais enrolações, ai está, espero que goste!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Com o fim do torneio tribruxo a movimentação em Hogwarts havia mudado de uma animação para algo mais nostálgico. Como novidade as escolas convidadas eram das Américas, então os alunos de Ilvermorny e os de Castelobruxo passaram a semana ocupados arrumando seus pertences, principalmente aqueles que haviam adquirido algo durante o evento, enquanto os alunos da escola anfitriã começavam a voltar a suas vidas "normais".
No último dia das escolas convidadas em Hogwarts havia uma certa emoção em todos, afinal todos se despediam de suas novas amizades ou amores e ao mesmo tempo os estrangeiros se sentiam felizes por poderem terminar com a saudade de suas terras natais.
Jack Rogers era um dos alunos de Ilvermorny que iria partir em algumas horas, havia conhecido várias pessoas e realmente vivido aventuras que poderia contar no futuro, porém não se sentia comovido por estar se despedindo do local que guardaria algumas de suas histórias e não via motivo para aquilo tudo se depois todos poderiam se encontrar. Durante a manhã tomou seu café com algumas pessoas de outras escolas que havia conhecido durante o torneio e amigos de sua própria escola, porém não notou uma das pessoas de quem mais queria se despedir e sabia que Ellie Thomas estava apenas evitando multidões
-Bem, eu preciso fazer algumas coisas antes de partir, caso eu não veja mais vocês é porque morri andando pelo castelo, porém isso é meio impossível. - o rapaz deu um sorriso torto e se levantou -Até um dia, quem sabe.
Jack se despediu com um aceno de cabeça e se afastou rapidamente da mesa andando por um caminho que atualmente já sabia decorado. O rapaz havia conhecido Ellie na biblioteca no segundo dia em Hogwarts e depois de uma conversa ela acabara virando uma espécie de guia dele pelo colégio e por Hogsmeade, como achava a presença da moça agradável acabaram virando amigos.
 Depois de muito tempo na presença um do outro, Jack já sabia que o lugar mais fácil para encontrar Ellie era na biblioteca e observou que estava certo na hora entrou no local. Ela em uma mesa distante da porta de costas para a entrada, por um momento a observou sentada com os cabelos loiros longos dela cobrindo a costa da cadeira e então andou até ela colocando a mão nos olhos da garota, sabendo que a mesma não gostava de ser incomodada quando lia.
-Adivinha quem é!
-Você não devia estar terminando de arrumar suas coisas?
A voz de Ellie era doce como sempre, se preocupava com ele e sabia que não conseguiria terminar de ler o capítulo com o loiro por ali. Quando sentiu as mãos fortes do rapaz saírem de cima dos seus olhos, observou Jack com um sorriso sentar ao seu lado.
-Sabe, ainda não entendo o motivo de ficar aqui se tem tanta coisa interessante fazer ao redor - comentou como se reclamasse -Eu já arrumei quase todas as minhas coisas, falta só algumas coisas que talvez a faça me mandar depois.
Um costume que haviam conquistado involuntariamente era provocar um ao outro e Jack adorava isso por sempre fazer os dois serem bastante sinceros já para Ellie aquilo servia para coisas que não faria sem um incentivo. A menina deu uma risada abafada, então fechou o livro já que conhecia Jack o suficiente para saber que ele não pararia quieto.
-Bem, eu gosto de lugares quietos e por isso gosto daqui, porém é melhor sairmos se formos ficar conversando - comentou se levantando para guardar o livro -Eu as venderei, principalmente se for algo que ganhou após vencer o torneio ou talvez fique com elas pra mim.
Os dois sorriram enquanto caminhavam para fora da biblioteca, porém Ellie não estava tão animada quanto parecia na conversa. A verdade é que a garota se escondia ali na biblioteca, dessa vez não por timidez já que havia feito certa amizade com várias pessoas e sim por não gostar de despedidas, sendo assim não queria ter que passar por isso com nenhum de seus novos amigos, especialmente Jack.
-Você não faria isso comigo é muito bondosa para vender as minhas coisas, porém não duvido que fique e assim seria até bom para quando eu viesse te visitar.
-Me visitar?
-Claro e eu poderia levar algumas coisas suas para Ilvermorny para quando me visitasse.
Ele falava aquilo animadamente e Ellie deu uma risada achando que o rapaz estava brincando, percebendo que este falava sério apenas quando viu que ele parecia confuso. Jack realmente pensava viajar para ver a garota novamente e imaginava que ela faria o mesmo, porém agora estava em dúvida se isso realmente aconteceria, mesmo assim ele não desistiria já que havia se acostumado com a moça e na confusão que era sua mente sentia que precisava da companhia da mesma.
-Você não quer minhas visitas ou me visitar?
-Eu adoraria lhe visitar, mas não achei que estivesse falando sério sobre levar coisas minhas ou deixar coisas suas.
-Inicialmente não era, porém depois pareceu boa ideia.
Ellie sorriu e os dois andavam até o jardim para poderem conversar melhor, viram algumas pessoas se despendido com direito a abraços e choro, então depois de passarem por essas Jack cutucou levemente a loira aproximando o rosto ao ouvido dela.
-Você vai se despedir de mim daquela maneira?
Ellie mexeu a cabeça negativamente, não sabia como daria tchau ao rapaz que tanto gostava no momento, porém pretendia não se entregar ao choro. Jack fez um bico como se estivesse chateado por esperar algo do tipo, apesar de sempre fazer reações exageradas como aquela apenas por achar engraçado não poderia negar que a resposta lhe incomodou um pouco.
-Quanta frieza da sua parte, você nem sabe se vamos nos ver de novo.
-E esse é o problema.
A relação dos dois era um tanto complicada, apesar de não admitirem existia algo a mais entre eles, além de uma série de sentimentos guardados e confuso em ambos. Depois de se conhecerem acabaram passando maior parte do tempo juntos até mesmo depois dele ter sido escolhido para disputar o torneio. No baile de inverno as coisas começaram a complicar mais, os dois formaram um par se divertindo bastante juntos e quando o final do baile chegou os dois se beijaram, algo que ambos desejavam e fizeram sem pensar por causa do momento. Após esse acontecimento Ellie se afastou um pouco e depois de alguns dias Jack começou a fingir que nada havia acontecido tentando que as coisas não ficassem estranhas e para não perder a companhia da moça. Porém, os dois nunca conversaram sobre aquele beijo ou qualquer outro momento "romântico" que tiveram juntos e assim a relação entre os dois ficava mais complicada, principalmente em um âmbito amoroso.
Aquele era um dos momentos que Jack não sabia exatamente o que falar, ele esperava que Ellie respondesse com alguma provocação e escondesse a insegurança dela como muitas vezes fazia. Sempre quando ela o surpreendia com a sinceridade acabava por ficar algum tempo sem falar para não magoa-la. O rapaz entrelaçou o dedo mindinho dele com o dela, chamando a atenção e a olhando nos olhos, os dois estavam parados no jardim.
-Ellie, eu não lhe abandonarei, okay? - comentou calmamente -Eu prometo sempre lhe escrever cartas que Atena irá trazer para você e sempre desejarei respostas quando minha Atena voltar. - o rapaz sorriu -Prometo voltar assim que puder nem que seja para lhe levar embora comigo.
Jack se aproximou beijando o rosto de Ellie na parte em cima do nariz, desejava beija-la de verdade, porém não queria que ela voltasse a se retrair agora que faltava pouco tempo para ele ir embora. Ellie deu um pequeno sorriso para o rapaz, os dois voltaram ao passeio só que agora com os dedos mindinhos entrelaçados.
-Eu lhe responderei, usarei a pena que comprou para mim apenas para isso.
-Isso me lembra que me prometeu um presente que iria me fazer dizer que tens bom gosto.
-Não seja apressado, eu lhe darei o seu presente ainda.
-Eu estou curioso - reclamou, apesar do tom animado -Vamos fazer assim, eu lhe darei seu presente rosa e você me diz qual é o meu.
Os dois haviam prometido no primeiro dia comprar algo um para o outro como modo de um não esquecer o outro. Apesar disso já haviam comprado coisas um para o outro nos momentos que saiam juntos, principalmente ele que gostava de gastar dinheiro por achar desnecessário guarda-lo.
-Fique mais um tempo curioso - ela disse sorrindo provocativa -Afinal, você ainda tem um tempo antes de sair.
-Isso é injusto.
Jack fez um gesto exagerado para mostrar sua indignação e deu um leve empurrão em Ellie, dando um sorriso quando ela lhe olhou levantando a sobrancelha. A menina deu de ombros e continuou caminhando como se não se importasse, sabendo que isso o incomodaria mais do que tentar empurra-lo.
-Sua medrosa, não vai tentar nem me enfrentar? - comentou com um sorriso torto -Isso é sábio, pois sabe que eu ganho de qualquer um.
Ellie se virou andando rapidamente na direção dele se afastando um pouco, não que Jack estivesse com medo apenas não a atacaria de verdade apenas não sabia como a menina iria realmente agir.
-Não vale a pena .
Ela falou aquilo com a face próxima a dela com um sorriso sabendo que havia mexido em um ponto que realmente importava, pois o rapaz tinha um ego bastante grande.
-Thomas - disse a encarando de volta - Se você não fosse minha amiga, eu já teria lhe chamado para um duelo e lhe destruído.
Ellie deu uma risada se divertindo se afastando um pouco, um vento balançou seu cabelo e Jack fingia estar ofendido enquanto a observava, porém sem conseguir ficar realmente irritado com a menina, principalmente por saber que era uma brincadeira da outra.
-Você não sabe se me ganharia, Rogers - disse sorrindo e depois o abraçou -Sabes que estou brincando e sei que és o melhor, você provou isso para os outros quando ganhou o torneio.
Jack deu uma risada, apesar de estar um tanto surpreso por ela ter o abraçado. Aquele era um daqueles momentos que ela abaixava as defesas e ele também, então ocorria um momento de paz sem as famosas provocações.
-Isso é maldade, como vou ficar com raiva se estás me abraçando? - reclamou brincando -Eu tenho que ir arrumar as coisas que deixei para última hora, você me encontra daqui a uma hora para se despedir?
A moça mexeu a cabeça positivamente enquanto o rapaz passava a mão na cabeça dela. Os dois se afastaram mesmo não desejando isso, cada um foi para seus aposentos enquanto Jack arrumava suas coisas, Ellie apenas arrumava o presente que ia dar a ele. Quando ela  saiu do seu quarto antes de se passar uma hora, pois devia se despedir de seus outros conhecidos das duas escolas, se despediu primeiramente dos amigos brasileiros e depois caminhou para frente do trem voador da Ilvermorny, começou a falar com alguns conhecidos se despedindo deles. O vento que ali batia fazia o cabelo de Ellie balançar e ela ria de uma piada contada por uma moça morena vinda do Castelobruxo quando Jack saiu do trem e parou para observa-la.
-Acho que quem você estava esperando apareceu - disse uma brasileira para Ellie enquanto apontava para Jack -Não se esqueça que esse é o último momento de vocês por um bom tempo, não perca a oportunidade.
A amiga de Ellie falou essa ultima parte baixa, enquanto a loira olhava para Jack pensando como a outra estava certa. O rapaz abriu um grande sorriso para ela caminhando até as duas, porém a morena acabou por sair dizendo que precisava ir com os outros de sua escola, assim deixando os dois sozinhos.
-Você veio muito cedo, espero que não esteja me esperando há muito tempo.
-Eu tinha que me despedir de outras pessoas.
Jack mexeu a cabeça positivamente, um silêncio se formou por um tempo e dois ficaram se olhando por um momento. Porém, o rapaz não era daqueles que conseguia ficar quieto por muito tempo e logo mexeu em seu bolso tirando um colar com um pingente rosa.
-Acho que sabes que sou direto, eu lhe disse que lhe daria algo rosa e esse colar pareceu que ia combinar com você - ele falou se aproximando para colocar a jóia no pescoço dela -Pode ser meio clichê, mas isso representa que sempre estarei com você.
Ellie sorriu enquanto afastava o cabelo para ele poder colocar o colar no seu pescoço, tocou no pingente que tinha uma jóia rosa e que era muito bonita.
-É lindo, sempre lembrarei de você quando a usa-la. - disse encantada -Bem, eu não consegui comprar nada para você, porém aqui estão seus presentes.
Ellie mexeu na sua bolsa e entregou primeiramente um presente retangular com um papel lhe embrulhando, porém o loiro achava meio óbvio ser um livro já que a menina amava ler. Abrindo ali havia uma edição de Animais Fantásticos e Onde Habitam que parecia ter sido usada várias vezes, claramente preferido da garota com qual ele já a tinha visto várias vezes.
-Ellie, eu não posso, é seu livro preferido.
-Bem, você sempre lembrará de mim quando o olhar ou quando o ler.
Ellie dava um sorriso gentil então abriu onde estava escrito "Pertenceu a Ellie Thomas e foi dado com amor para Jack Rogers". Ela tinha o costume de colocar nome nos seus livros para nunca perde-los, então aquilo foi um jeito de não ficar apenas o nome dela.
-Cuidarei bem dele - respondeu Jack sorrindo.
-Ainda não acabou - ela comentou mexendo novamente na bolsa -Como eu disse não comprei nada, porém esse aqui não é usado e sim feito por mim.
A loira retirou uma sacola de dentro da bolsa, o rapaz pegou a sacola e observou um cachecol com as cores da casa Lufa-Lufa que era a qual ela participava. Jack sorriu observando o cachecol e logo depois passando pescoço sem se importar se combinava com sua roupa ou não.
-Isso deve ter lhe dado trabalho.
-Na verdade, eu gosto de costurar e esse já estava sendo feito quando você veio para cá.
A menina sorriu para ele, apesar de não ter tempo durante o torneio resolveu terminar o cachecol para entregar para ele. Enquanto isso o loiro havia realmente gostado daqueles presentes por terem um valor para a garota e por isso estava claramente feliz.
-Eu não sei como agradecer.
-Você já fez varias coisas por mim e isso só são presentes - comentou o abraçando pela segunda vez naquele dia -Na verdade, existe mais um presente.
Jack a olhou confuso vendo o rosto de Ellie bem próximo ao seu, então ela juntou os lábios dos dois tentando não pensar na vergonha que sentiria por estar sendo vista por outros, que aplaudiam ou gritavam algo, ou no que Jack ia pensar, a única coisa na sua cabeça era que aquele era o último momento que teria com ele por um longo período do tempo. O rapaz retribuiu o beijo, porém logo os dois tinham que se separar e dessa vez ele não deixaria aquilo de lado.
-Ellie... - ele falou com a testa colada a dele -Você não pode sair correndo dessa vez, não pode me torturar de novo.
Jack a olhava nos olhos, estava sendo sincero com suas palavras, pois quando ela se afastou depois do primeiro beijo o rapaz se sentiu como se estivesse sendo machucado mais do que quando sofria algum ferimento no torneio tribruxo, ele achava que ela era a única que o fazia sentir certo medo e que poderia lhe destruir, apesar não queria demonstrar esse poder que a moça tinha sobre ele por não querer coloca-la em perigo caso ele criasse inimigos, coisa que não era difícil para uma pessoa que dificilmente hesitava quando colocava algo na cabeça.
Ellie se afastou um pouco sorrindo travessa para ele e mexendo a cabeça positivamente, ela decidira ser mais corajosa mesmo que se machucasse no final, pois segundo o rapaz na sua frente ela não poderia ficar perdidas nos livros deixando a vida passar só por ter medo. Agora ela decidiu se arriscar e assim como Jack encarar seus medos, como se não existissem.
-Eu não vou, porém você vai já que daqui a pouco tem que voltar para Ilvermorny.
Jack a abraçou ficando em silêncio por um momento, apenas para aproveitar aqueles minutos finais com ela. Enquanto isso, Ellie sentia o cheiro do rapaz com o qual já estava muito acostumada e quisesse gravar em si mais um pouco.
-Eu não vou lhe esquecer, então não me esqueça também - comentou Jack sério, porém com uma voz calma -Me espere que volto para lhe buscar ou lhe visitar.
-Eu não esquecerei - disse ela se aconchegando no abraço dele -Não esqueça de manter contato e me contar todas suas descobertas, estarei aqui lendo todas elas e torcendo por você -lágrimas caiam do rosto de Ellie, porém ela o escondia na blusa dele -Me desculpe, disse que não ia chorar e agora estou aqui chorando, sou uma bobona.
-Talvez seja um pouco - comentou o rapaz sorrindo mexendo na cabeça dela -Mas saiba que eu gosto de você, bobona e tudo.
-Você é um babaca, mas eu gosto das suas babaquices - respondeu ela rindo -E saiba que se não vier me visitar, eu irei atrás de você.
Era muito cedo para falar em amor, apesar de ambos acreditassem que seu encontro havia sido em partes destino e que já nutriam esse sentimento. A verdade era que os dois não queriam estragar o momento por fazerem algo rápido demais, então aquilo era o suficiente por hora.
Os dois se afastaram novamente para olhar um para o outro, ele estava com um sorriso animado no rosto e apesar do sorriso dela ser mais tímido não demonstrava insegurança ou dúvida como muitas vezes ocorreu.
-Eu espero por isso. - ele respondeu -Lhe mostrarei vários lugares legais.
Começaram a chamar os alunos de Ilvermorny, Jack se virou por um momento como se fosse embora, porém logo voltou para beija-la mais uma vez. Por um momento lembrou que várias vezes teve a chance de beija-la e deixou passar por medo dela não gostar, porém percebeu que não era medo e sim respeito, afinal Rogers não sentia medo.
-Você precisa ir - ela disse quando se separaram.
-Quer que eu vá? - perguntou fazendo uma falsa cara de magoado -Pensei que estava gostando dos meus beijos.
-Esse não é o caso, não importa o que eu gosto ou quero e sim que estão chamando e só está ficando você de Ilvermorny.
-Você se preocupa muito - comentou a abraçando com um sorriso na cara -Eu ganhei o torneio, sou uma celebridade para eles e acho que me esperarão.
Os dois riram daquele comentário, ouviram de longe alguém chama-lo pelo nome e então Jack deu um último beijo nela seguido de um beijo na testa dela.
-Acho que isso é uma despedida.- ela disse sorrindo docilmente.
-Mas não é um adeus, eu volto e é uma promessa.
-Eu sei, mas ainda sim não gosto de dar tchau - ela respondeu e em seguida deu um beijo na bochecha dele -Cuide-se, por favor.
-Eu me cuidarei, cuide-se também. - ele disse se afastando.
-Eu faço isso melhor do que você - ela disse sorrindo enquanto ele começava a andar, de costa ainda olhando para ela -Vê se não se mete em nenhum aventura mortal.
-Isso já é mais difícil, mas não se preocupe, eu não tenho medo de nada porque sou bem forte. - disse orapaz animado -Vê se não fica apenas na biblioteca e vai ter uma aventura mortal, mas não morra.
-Isso já é mais difícil - ela respondeu rindo.
Os dois riram e deram seus melhores sorrisos naquele momento, a imagem que tiveram um do outro naquele momento seria guardado na memória um do outro. Então Jack se virou andando rapidamente em direção do trem voador, haviam pessoas ali para cumprimenta-lo e aplaudi-lo por ter ganho o torneio, Ellie o via sorrir animadamente sabendo que isso fazia bem para o ego dele. O rapaz falava com algumas pessoas enquanto passava por elas, então antes de sumir da vista da moça se virou acenando e então partiu de vez para o trem voador e para Ilvermorny
Ellie acenou e depois observou o trem voador partir com os estudantes americanos, respirou fundo apenas voltando para o castelo enquanto pensava o que faria, talvez voltasse para biblioteca ou obedecesse o rapaz e fosse se aventurar. Enquanto isso, Jack olhava pela janela imaginando o que lhe esperava quando voltasse para casa e nas coisas que escreveria para Ellie, a viagem seria um tanto longa então ele pegou o livro que ela lhe deu e começou a ler mesmo já o tendo lido antes.
Apesar de o relacionamento dos dois ter ficado indefinido e não saberem quanto tempo ficariam sem se ver, os dois sabiam que se reencontrariam novamente e que enquanto isso não acontecesse guardariam a lembrança de tudo que passaram juntos com muito carinho para o sentimento que tinham naquele momento não terminar.


Notas Finais


Bem, eu ia postar pelo pc pra formatação ficar mais bonitinha, mas o pc não quis ajudar :c
Enfim, parabéns querida, desejo tudo de bom para você e que continuamos amigas por muito tempo, apesar da falta de tempo e de nossas paranóias.
Espero que tenha gostado do singelo presente.
Beijos e até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...