História Despedida pros seus dias mais normais. - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Justin Bieber, Selena Gomez, Taylor Swift
Personagens Demi Lovato, Justin Bieber, Selena Gomez, Taylor Swift
Tags Amor, Colegial, Demi Lovato, Dor, Drama, Escola, Justin Bieber, Romance, Selena Gomez, Taylor Swift
Exibições 92
Palavras 1.908
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Poesias, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey, Hooou, Heeey, Hooou voltei!

Boa leitura.

Plágio é crime!

Capítulo 9 - É tão singular.


Justin:

O sono foi intenso, eu nunca havia feito algo parecido antes, eu só comia e saía fora, passar a noite com uma garota, dormir de conchinha pra mim era coisa de louco, mas eu estava louco por ela, eu e ela, nós, era tão singular, acordei com ela me beijando no rosto, e me fazendo cafuné... Não tinha jeito melhor de acordar, ela era o meu chão, o meu tudo agora:

__ Quer tomar um banho? Temos aula hoje... Já estamos atrasados, entraremos no segundo período. - Disse ela, sorrindo e iluminando minha alma mais que o sol.

__ Nossa, alguém está ficando rebelde aqui pessoal!

__ Você vale muito mais que esse sacrifício Jus. 

Corremos os dois pro banheiro, tomamos banho juntos, dessa vez apenas lavamos um ao outro, recolhemos as roupas jogadas, arrumamos a casa, os pais dela chegariam essa semana, preparamos o café juntos, e pela primeira vez tomei um café descente depois de muito tempo, ela sorria e ajeitava o cabelo a todo tempo, incrível como era linda, e conseguia ficar mais perfeita ainda quando acorda, fomos para a escola, e chegamos super atrasados, eu não queria olhar pra ninguém, eu queria apenas ela, chegamos de mãos dadas, e já era intervalo, então todos estavam no pátio da escola, ao chegarmos fomos o centro das atenções, sentamos em uma mesa, e começamos a conversar, eu esqueci totalmente de tudo, eu me concentrei em fazê-la sorrir, porque seu sorriso era o mais lindo do mundo, até que:

__ JUSTIN DREW BIEBER, ONDE VOCÊ ESTAVA ONTEM A NOITE?! - Gritou Demi, parecia muito brava.

__ Ah... Eu... Eu... Eu estava... É...

__ Ele estava comigo Demi... - Disse Selena.

__ COMO ASSIM COM VOCÊ?

__ Demi se acalme, eu não quero que fique brava, mas é meio óbvio o que está acontecendo aqui não é? - Selena tomou frente e eu fiquei encantado com aquela atitude, maravilhado.

__ PENSEI QUE VOCÊ FOSSE MINHA AMIGA! - Demi estava descontrolada.

__ E eu sou, o Justin é um cara solteiro, e eu também, vocês nunca namoraram, você mesma disse que iria transar e cair fora... Eu não quero apenas sexo com ele, você o traiu Demi, fez o garoto de trouxa, e agora vem querer reivindicar? Quer ficar sem falar comigo beleza, mas eu não vou aceitar que pressione o Jus dessa maneira. - Selena falava, Demi e Marjore que também estava atrás só olhava, então eu tomei frente.

__ Posso conversar com você depois Demi? - Perguntei.

__ PRA MIM VOCÊ TAMBÉM DEVE EXPLICAÇÕES! - Gritou Marjore.

__ Eu não te devo nada Marjore.. Já conversamos sobre isso! - Demi assentiu com a cabeça, concordando em ter um diálogo comigo, e Marjore continuou:

__ Você transa comigo, me ilude, trepa no banheiro comigo duas vezes, e agora quer sair andando?

__ Eu já te disse que foi só sexo Marjore, eu nunca disse que namoraria ou casaria com você garota.

__ Você não perde por esperar! - Ela saiu batendo os pés.

__ Transou com a Marjore também? - Perguntou Selena um pouco decepcionada. 

__ Princesa, eu juro te contar tudo, mas agora você precisa confiar em mim, depois desse diálogo com a Demi, eu vou te contar tudo, eu fiz coisas horríveis Selena, mas em um final de  semana você mudou a minha vida, não posso dizer umas palavras mais sérias, porque não te conheço, mas quero que saiba que no momento, você é a mulher que eu quero pra vida inteira. - A beijei, e todos ainda observavam, peguei Demi pela mão e a levei para um lugar vazio, eu estava disposto a confessar, estava disposto a dizer tudo para Demi e a hora chegou:

__ Começa a falar! - Disse ela bem brava, olhei em seus olhos e comecei.

__ Demi Lovato, eu não sou o tipo de cara que assume um relacionamento, eu não sou o tipo de cara que gosta de dormir de conchinha, ou pelo menos não era, Selena mudou a minha vida em um final de semana, coisa que milhares de meninas que transei tentaram fazer mas não conseguiram, você foi uma delas, e tem algo que precisa saber... Você não me traiu Demi, eu paguei para um cara te drogar na festa, e quando você ficou bem louca, eu te levei pra um motel, você nem sabia seu próprio nome, quando por fim desmaiou... Eu... Eu... Eu transei com você, num nível hardcore, eu machuquei você, eu estuprei você, eu sou o  cara que te estuprou, e logo no dia seguinte que você não apareceu na escola, eu estava tão exitado, eu sou muito doente, eu me drogo muito, eu transo muito, é um vício profundo, que vem a todo instante, eu peguei a Marjore, transei com ela, e me deu prazer em te atender bem na hora, eu queria que você me ouvisse transando, aquilo me deixou louco, e eu sei que é doença, eu sei que você vai me denunciar, eu sei que você tem todo o direito de me querer morto, mas também sei que me ama, e quem ama não prende, quem ama deseja a felicidade do amado, eu vou contar tudo pra Selena, e posso estragar tudo, mas eu estou louco por aquela garota, e não vou suportar mentir pra ela, eu te peço perdão, pode ir a polícia, eu quero pagar pelos meus atos. - Disse isso com lágrimas nos olhos, eu nunca chorei desde que minha mãe morreu, e isso faz uns 10 anos, Demi estava chocada, demorou uns minutos para processar a informação, e chorando compulsivamente ela  disse:

__ Não vou te denunciar...

__ O quê? Mas Demi eu...

__ Eu queria que mudasse, na verdade eu queria ter ajudado você, queria ter te apresentado o amor, mas você é fechado, não me deixou entrar, - Ela chorava compulsivamente __ então já que a Selena conseguiu e ela é minha melhor amiga, eu jamais estragaria nada, e te peço que não conte para ela, ela não suportaria, você a perderia, ela jamais te perdoaria como eu estou fazendo, quero que saiba que está doendo Jus, e que vou te amar até os últimos dias da minha vida, e odiar ao mesmo tempo.

__ Demi, eu quero muito que você seja feliz, o que precisar, me diga, eu tenho uma dívida imensa com você! Desculpe não te amar como você me ama.

__ A sua dívida comigo será paga se você não fizer a minha amiga sofrer, se eu ver ela soltar uma lágrima se quer por você, como eu solto todas as noites, eu te mato sem pensar duas vezes. - Ela se virou e foi embora, e eu fiquei parado no jardim refletindo, será que conto pra Selena?

Selena:

Eu dormi tão bem, nunca havia sentido tanta confiança em uma pessoa só, eu achava singular a forma como ele me observava, o acordei com beijos e então fomos nos ajeitando pra ir pra escola, estávamos atrasados, banho, café, aquelas coisas clichês, mas ele ali não era nada clichê, ele ali era diferente, singular.

Fomos de mãos dadas pra escola, e eu nem tinha vontade de soltar, chegamos praticamente no fim do intervalo, entraríamos no terceiro período, mas eu não ligava, as matérias que perdi eu dominava, e pela primeira vez eu me senti livre, era incrível como eu tive a minha liberdade sexual com Jus, eu fui louca, uma louca que deu certo... Parecia estar tudo bem, até que Demi chegou gritando, eu defendi Jus, assumi um relacionamento com ele, e então a Marjore entrou no meio e por meio dela eu descobri que Jus transou com ela, aquilo me feriu, mas ele era solteiro, eu tinha que entender sua liberdade, mesmo assim pedi explicações e ele me disse coisas lindas, disse que me contaria tudo e eu fiquei um pouco apreensiva pois não sabia exatamente o que ele me contaria, confiei nele e espero não me arrepender.

Demi:

Eu acordei toda dolorida, pois dormi na mesa de jantar que fiz para Justin, estava com a calcinha incomodando justamente pelo fato de vestir algo sexy pra ele para que o tesão ele não perdesse por mim, era minha única chance de conquistá-lo, fui pra escola,e precisava de um ombro amigo, Selena não veio nem no primeiro, nem no segundo período, achei aquilo muito estranho, e o mais esquisito foi a Marjore ter grudado em mim de uma maneira que parecia que tinha ouro na minha bolsa e ela estava com o nome no SERASA, quando chegou o intervalo, eu não acreditei no que vi, Selena e Justin de mãos dadas, não me controlei, fui tirar satisfação e a Marjore foi atrás, comecei a discutir, vi que estavam juntos e que foi o fim de semana inteiro, então ele transou comigo pensando nela, aquilo me subiu o sangue, eu queria matar ele, e então descobri o pior ele transou com a Marjore, aquela VAAAACA, mentiu pra mim, foi com ela que ele tava trepanado quando eu liguei aquele dia, foi com ela que ele me traiu, uma puta vagabunda, mentiu pra mim, transou com o Jus, e depois ficou se fazendo de santa, ele me pegou pela mão e foi até o jardim, fomos sozinhos ele precisava me contar algo, e acho que foi a pior dor que eu poderia sentir, pois eu descobri que ele foi um filho da puta, ele me estuprou aquela noite da festa, ele me drogou, ele abusou de mim, e mesmo sabendo de tudo isso eu ainda o amava, e isso fez com que eu tomasse uma atitude melhor do que qualquer outra, eu deixei ele ser feliz, porque seja como for a vida cobrará dele esse crime hediondo, e o fiz jurar fazer Selena feliz, pois se não eu voltaria e o mataria, e agora o que eu faço com essa dor no meu peito?

Marjore:

Acordei, coloquei a blusa mais decotada que eu poderia colocar, eu sabia que Jus estaria lá, sabia que ele era viciado em sexo e que ele me pegaria sem pesar duas vezes depois de olhar meus peitos, mas não foi o que aconteceu, ele não chegou no primeiro período, já fiquei apreensiva, pois lembrei que ele se atrasa quando está no banho, pensei que talvez ele estivesse tomando um banho e trepando com alguém, mas ele não teria coragem, eu o mataria se trepasse com qualquer outra pessoa que não fosse eu, e já no intervalo ele chega de mãos dadas com Selena, eu fiquei com ódio, passei a manhã inteira grudada na sonsa puta da Demi pra ver se era com ela que ele estava de novo e por isso não me queria mais, mas não, ele estava com a senhora intelectual da escola, Demi começou a discutir e eu por enquanto apenas olhava, porém ele disse que explicaria tudo para Demi, e eu então exigi explicações também e falei pra todo mundo que ele tinha me comido sim, só pra ver o olhar de decepção das duas songas mongas, só pra sentirem o gostinho do poder que tenho, sou mil vezes mais gostosa, sexy, e com certeza trepo muito mais gosto que elas, mas ele me tratou igual lixo e eu jurei a mim mesma que ele se arrependeria daquilo, e adoraria ser uma mosquinha pra escutar tudo que ele e a Demi songa monga conversaram, mas seja lá o que for eu vou descobrir.


Notas Finais


Opinem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...