História Despercebidos - Temporada 2 - Capítulo 1


Escrita por: ~

Visualizações 1
Palavras 3.599
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Legendas:
{em itálico} - flashback
(em negrito) - tempo da cena

Boa temporada!

SINOPSE:
Os habitantes de Aqualumin tentam conter as migrações dos kulatrianos para o novo universo, enquanto a o passado de Dona Ninguém é desenterrado pela familia real.

Capítulo 1 - A Contradição da Pop-Art


ESTORPH, 1967...

Em uma premiação nacional transmitida ao vivo na televisão, um artista plástico renomado chamado Teo Kaplan recebe seu 4º prêmio consecutivo na categoria Pop-Art Kulatriana pela sua nova obra chamada "Aucaminosa Virginia". Ele é chamado ao palco e o homem que lhe entrega o troféu lhe pergunta o que todos querem saber no momento, que é se a mulher que ele sempre ilustra em suas obras, chamada Virginia, é real ou não. Ele diz que a arte está em uma fase em que tudo é questionável e seus conceitos estão bem flexíveis, e por isso a Pop Arte pode ilustrar também artistas não reconhecidos, supondo assim que Virginia não existe. Ao final de seu discurso, o auditório permanece em silêncio por alguns segundos, o deixando constrangido, mas eles logo reconhecem que sua fala foi espetacular e o aplaudem esporadicamente.

Algum tempo depois, ele desce de uma escadaria a um porão, encontrando uma madame sentada num sofá longo e luxuoso, a cena é parecida com o que é ilustrado em sua obra. Ela dá um leve sorriso com sua chegada e vai o seduzindo e beijando seu corpo, e logo em seguida começa a dizer para ele continuar fazendo seu trabalho perfeitamente como está para não desequilibrar as coisas. Ele garante que continuará sigiloso dizendo para todos que ela não existe e é apenas fruto de seu desejo e de sua mente, e continuará carregando o nome de líder nimacuano quando na verdade ela é a dona de tudo. (3min)

 

Imagens do que acontece ultimamente em aqualumin acompanhada pela seguinte narração de Tomas:

"Nos últimos dezesseis dias, eu e centenas de pessoas como eu descobriram a existência de um mundo que chamamos de universo paralelo, que no mundo que vivíamos não acreditávamos em nada disso, e hoje vivemos em um. Tudo é muito bizarro, por sentirmos que aqui é como a vida após a a morte, mas acho que já acostumamos com a vida nesse lugar. Nem todos acreditam que aqui é um outro universo, e acham que é uma espécie de céu onde eles morreram em Kulatra, por todos chegarem aqui de modos mais inexplicáveis possíveis. O que importa é que já estamos aqui e temos que se adaptar, e eu acho que estou me dando muito bem". Ao pôr do sol, Tomas entra suando de calor em seu casebre pequeno na floresta logo atrás do bordel, e toma um longo gole de água de uma garrafa de barro. Após se recompor, ele entra no outro cômodo do casebre e dá um longo beijo em Flavie, que está descascando batatas. (1min)

----toca a vinheta----

 

Atualmente...

Na sala principal da ala real do castelo de aqualumin, Katlen diz para Pietro que precisam mais do que nunca se aproximarem e conquistarem a confiança de Isolda e Tomas, que foram trazidos ao acaso para o universo paralelo junto com eles, mas ele diz que tudo tem que ser feito com muita calma e cautela, e ela coloca as mãos na cabeça dizendo que tudo precisa dar certo novamente, saindo em seguida, dizendo que precisa resolver outro assunto também muito importante para eles. Ele questiona o que ela vai fazer e ela diz que vai reconquistar uma velha amiga.

Katlen desce de uma carruagem elegante de frente à casa de Joas e Christine, encontrando o casal cuidando do jardim, ele plantando batatas em um grande canteiro e ela regando as plantas.

Christine não disfarça a irritação ao ver Katlen e parando o que está fazendo, pergunta o que ela tem interesse. Ela responde que elas duas poderão reconquistar o reino se ficarem juntas e unidas, pois conseguiu confiança com a família real, a que Pietro realmente é um familiar e foi abrigado por eles. A recém-jardineira diz que não cairá novamente em suas armações e está vivendo muito bem sua nova vida ao lado de Joas, o que contraria Katlen que diz que ela está horrível e descuidada como seu amante. Christine pergunta novamente por que ela tem interesse nela e tem como resposta de Katlen a melhora da qualidade de vida e a riqueza que ela pode ter se aceitar se unir com ela, mas mesmo assim ela diz que não aceita e propõe que as duas façam as pazes e esqueçam o passado para manter a paz. Katlen fica calada por uns segundos fazendo suspense e diz que aceita a proposta, mas diz que o reino e a família real está de portas abertas para ela no castelo e ela pode aparecer por lá a qualquer momento, e pede um abraço. Christine olha sério para ela por alguns segundos e finalmente dá um abraço, e Katlen volta para a carruagem pedindo que o cavaleiro a leve de volta ao castelo. (3min)

 

Isolda e outros três médicos naturais de Aqualumin conversam numa cabine pequena sobre eles não estarem conseguindo conter os pacientes no hospital por ultimamente terem chegado centenas de pessoas nesse outro universo nas últimas duas semanas, enquanto fazem um pequeno orçamento de equipamentos e instrumentos que eles precisam a mais com urgência. Um deles diz que observou que pode estar havendo alguma epidemia de leishamaniose devido a que nesse universo há uma população muito grande do mosquito-palha e outros do gênero que ajudam a espalhar a doença. Em seguida Izzy vai cuidar de uma criança que reclama de dor de cabeça e dores abdominais. (1min)

 

Em Estorph, 1967...

Numa sala luxuosa, Teo Kaplan e Mateus Moder ouvem Virginia, a figura do quadro famoso da Pop Art estampado em uma parede, dizendo que eles estão indo muito bem como seus representantes, reclamando que infelizmente o mundo é ainda muito machista e não a suportaria como dona e representante de uma companhia tecnológica, e diz que agora ela vai apresentar seu novo projeto para Nimacua, que já está todo montado e pronto dentro da caixa que está acima da mesa. Quando ela vai abrir a caixa, Teo interrompe e diz que eles ainda precisam falar sobre o último projeto, que tem sido denunciado por apresentar algumas falhas e eles precisam resolver tudo isso. Virginia diz que tem uma ótima ideia para resolver esses problemas, e é irônica dizendo que eles têm um exército de confiança além dos funcionários da grande e nova empresa. Mateus se anima e diz que apoia totalmente a ideia e eles precisam começar a armar planos para terem um exército pronto e eficiente. Teo diz que isso pode ser bom, mas mesmo assim eles têm problemas de urgência para resolver ainda nessa semana, e depois eles pensam nisso. (2min)

 

Em aqualumin atualmente...

No quartel, Colton diz para todos os soldados, que estão parados enfileirados de frente á ele, que na última semana observou o desempenho do exército e hoje irá começar a organizar os soldados no quartel de acordo com o talento observado, se começa a separá-los por porte fisico e racional. Ao concluir a organização, ele dispensa os soldados e vai até uma insula que fica logo atrás do quartel, subindo até o seu quarto. Sentado em sua cama, de frente á janela do quarto, ele diz para si mesmo que espera que tenha aprendido tudo que seu capitão ensinou enquanto servia para repassar ao seu próprio exército. {Ele aparece junto com um grande exército marchando e seguindo as ordens de um capitão que está acompanhado com outros três generais atrás, e o maior deles segurando a bandeira do exército libanês. Colton segue todas as ordens e o capitão diz que em breve eles irão partir para a guerra que estava prestes a começar contra Israel. Já na guerra, ele segue todas as regras que aprendeu enquanto corre pela floresta pronto para atirar nos inimigos e consegue matar alguns soldados do lado oposto, e acaba sendo perseguido por um que sobrevive por um longo caminho. Ele corre até não aguentar mais e quando cai no chão, é achado pelo soldado que o perseguia e acaba sendo baleado na perna. De longe, um soldado do mesmo exército que Colt atira no soldado que atirou nele e o socorre, que não consegue andar}. Colton diz que nasceu para liderar e sai rápido do quarto até o quartel chamando de volta todos os soldados e anunciando as tarefas do dia. (3min)

 

Do outro lado da cidade, Tomas e Flavie começam a construir mais um cômodo ao lado da casa do ex-taxista, descarregando sacas de cimento e pedra para o território onde será construido. Eles comentam que construirão um laboratório de investigação em sigilo das pessoas que passam por ali, e a ideia é que eles tenham o próprio negócio na cidade, para investigar desaparecimentos e aparições estranhas na cidade e ajudar as pessoas com esses problemas. (1min)

 

Na entrada do castelo, dezenas de pessoas recém-chegadas do outro universo são ordenadas por alguns soldados para irem até o grande salão, que lá está sendo distribuído roupas grátis temáticas do local, que é totalmente inspirado na antiguidade clássica. Alguns não entendem o porquê eles são obrigados a fazerem isso, e os soldados justificam serem ordens do rei, que se forem contrariadas haverá pena de prisão, e todos ao chegarem no grande salão entram numa fila que é para entrar numa cabine e trocar suas roupas, em que dentro da cabine há um catálogo de roupas temáticas e um grande balde onde deverá ser jogado a roupa que a pessoa está. Do outro lado há algumas pessoas pedindo informações sobre onde os novos habitantes terão que morar e com o que se sustentarão, e tem como resposta que há pessoas trabalhando nas fábricas de concreto, no exército e na agricultura, e quem produzir o material de construção na fábrica ajudará também na construção de novas casas, e pela cidade há vários guias que podem ajudar eles a circularem pela cidade. (2,5min)

 

Na sala real do castelo, Katlen está descansando numa poltrona de madeira e reclama sozinha que ela é um tanto desconfortável, quando de repente chega a rainha Lucy sorrindo dizendo para ela se acostumar, e que as poltronas do Corácio realmente eram mais confortáveis. Katlen se vira lentamente e comenta que não imaginava que aquelas poltronas eram centenárias, o que provoca a rainha que responde com uma gargalhada dizendo que ela não é tão velha assim, até que as duas descobrem que a rainha é apenas dez anos mais velha que Katlen. A ex-presidenta de Kulatra fica sem graça e elogia que ela até que está conservada, e pergunta sobre o rei e Pietro, tendo como resposta que o rei está descansando no seu quarto e Pietro foi passar um tempo no spa real do castelo com seus parentes recém-descobertos. Katlen reclama que o lugar está abafado e pede que elas duas vão passear em um lugar mais reservado e refrescado, e a rainha chama o seu mordomo, que diz que vai providenciar a carruagem. (1min)

 

Estorph, maio de 1968...

Teo e Virginia se beijam lentamente na cama até que se cansam e param um pouco deitados para respirar, elogiando um ao outro que eles são muito espetaculares nas horas íntimas. Ele diz que isso pode estar indo longe demais pois eles têm uma relação intima secreta, que as pessoas não podem desconfiar que eles estão juntos, mas ela o tranquiliza dizendo que as pessoas quase não a conhecem, e ela é perfeitamente capaz de esconder algo. Ela em seguida pega sua mão e passa em sua barriga, insinuando que ela está grávida, e ele começa a ficar desesperado, dizendo que eles não estão prontos para ser criar uma pessoa em meio a tantas circunstâncias, que é todo o poder da empresa. Ela diz que ela é perfeitamente capaz de ser mãe e vai criar o filho em meio a tudo o que está acontecendo, e ele pula da cama com as mãos na cabeça, dizendo que ela não pode fazer isso com ele e pede que ela saia do quarto na mesma hora. (1,5min)

 

Agora em Aqualumin...

Em um bangalô de madeira cheio de cortinas e almofadas de pena, Katlen e a rainha Lucy sentam nas cadeiras lentamente, e começam a observar a natureza até que Katlen começa a perguntar sobre como eles vieram até esse universo e começaram a construir o local, pois até hoje Pietro nem a realeza contou nada para ela. A rainha desconversa e começa a falar de sua relação amorosa com o rei Teo ainda em Kulatra, quando ele se separou de sua amante Virginia, que ficou grávida e estava incapaz de criar uma criança e ele foi direto para os braços dela onde contou todos os segredos e ela tomou o lugar de Virginia em todos os aspectos. Katlen fica paralisada ao ouvir por alguns instantes, até que diz que ela pode ter desconstruido a vida de alguém e de uma criança, e começa a segurar o choro. Lucy não entende e diz que não quer que ela a culpe pois não conheceu Virginia, até que Katlen se levanta furiosa, dizendo que o que ela irá fazer agora já estava pensando a fazer há algum tempo, mas agora fará com mais motivo, e derruba a rainha idosa no chão com um empurrão. Ela tenta se defender, mas Katlen é ainda mais ágil e pega uma faca escondida atrás de sua roupa, enfiando-a no peito de Lucy, e em seguida saindo com um sorriso maldoso. (2min)

 

Horas depois...

Todos os empregados e a família real no castelo ficam sem entender quem poderia ter assassinado a rainha num bangalô, e não acreditam ter que ir até o velório dela daqui a alguns instantes. Os principais suspeitos são dois soldados que trabalhavam numa plantação por ali perto, acusados por Katlen, que apaga suas suspeitas chorando copiosamente ao lado do marido da rainha Teo, o rei.

Durante a cerimônia do velório da rainha, na praça central onde num grande palanque estava o caixão e a família real, a população fica ao redor assistindo e ouvindo as palavras do rei viúvo Teo Kaplan falando sobre a falecida.

Após o discurso, ele diz que vai passar a palavra para seu enteado Pietro Kaplan, que por sorte acabou de chegar a Aqualumin para suceder seu reinado, e ele fica no lugar onde estava o rei para falar com a população. Ele após se apresentar como novo membro da família real diz que a cidade não vai ficar sem uma rainha, e pede para Katlen que está sentada com a cara fechada, ficar de pé. Quando ela fica ao seu lado, ele abre a caixa que segura em suas mãos e tira de dentro uma coroa, e grita "Viva a nova rainha, Katlen Leal!", colocando a coroa na cabeça de Katlen, que dá um sorriso antipático para a população. Tomas está em seu casebre com Flavie e Isolda ajudando as pessoas, e nenhum dos dois vêem a coroação de Katlen (2,5min)

 

Estorph, outubro de 1968...

Teo Kaplan e Mateus Moder dão um abraço numa sala intima de Nimacua e dizem que estão prontos para tomar uma tal decisão, que pode colocar a empresa em risco, mas eles acreditam que podem evoluir mesmo assim e lidar com as consequências. Teo chama Virginia que está em outra sala, para a sala onde está ele e Mateus, e diz que suas coisas já estão prontas em sua nova casa que eles compraram, e que ela viverá pelo resto de sua vida. Ela fica sem entender, mas mesmo assim ele continua dizendo que já que ela está decidida a ter um filho, deve se afastar da comunidade até este for um cidadão. Mateus continua e diz que eles pagarão tudo o que ela tiver direito pelo resto de sua vida se ela sair compreensiva, mas ela não acredita no que eles estão dizendo e diz que não vai deixar a comunidade nem tão cedo por conta de uma criança. Teo fica irritado e diz que o filho ou filha dela correrá risco de vida se ela continuar em Nimacua, e começa a expulsá-la do prédio aos gritos, dizendo que já tem um carro blindado a esperando na entrada, e em seguida ela é retirada a força do prédio de Nimacua e levada de carro até uma casa isolada de Estorph. (2min)

 

Atualmente em Aqualumin...

De madrugada, Dona Ninguém observa que todos ao seu redor no hospital estão dormindo, e decide escapar do repouso, e acaba fugindo do hospital sem ninguém a ver. Ao ela fugir, entra despercebida no castelo que fica bem próximo ao hospital e sobe as escadas que a levam diretamente ao local que mora a família real. Ao ela chegar num nível bem elevado do castelo, acha uma porta luxuosa que pensa que pode dar diretamente ao posto da família real, mas quando ela abre a porta só há um cômodo mofado com duas estantes. Ela se esforça para afastar as estantes da parede e descobre uma abertura atrás de uma das estantes com acesso a mais uma escada, que sobe silenciosamente. Ao ela acabar de subir a escada, encontra-se com a sala de estar principal da realeza e explora o lugar devagar, até chegar numa varanda.

Quando ela chega até a varanda, observa que lá está Teo fumando sentado na poltrona de madeira com vista para a cidade, e ao reconhecer o imperador, começa a chamar pelo nome dele. Ele se levanta assustado e se assusta mais ainda ao ver a idosa, perguntando se ela é real e o que ela está fazendo ali na frente dele. Ela fica ainda mais assustada e diz que eles estão no céu, pois ultimamente reencontrou várias pessoas de seu passado que hoje ela achava que havia morrido, e ele corre para abraçá-la. Ela não retribui o abraço e diz que não sabe se irá perdoá-lo mesmo no céu depois do que ele fez com sua filha. Teo diz que não se importa com o seu perdão e o que quer mesmo é que ela descanse bem no lugar onde está, e que sente dizer a ela que ela não está no céu, está num universo paralelo. Ela fica parada por alguns instantes e pergunta como ele foi parar lá, e ele estranha dizendo que ela está esquecida. Katlen e Mateus Moder chegam até a sala onde estão os dois e Teo apresenta Virginia para eles, dizendo que ela é da família, e é bem-vinda no local. (4min)

 

Estorph, dezembro de 1968...

Virginia trabalha isolada em um escritório altamente equipado, sentada montando objetos minúsculos com a barriga de oito meses de gestação. Os objetos que ela monta são parecidos com moscas em que ela coloca várias placas de titânio, níquel e ferro, uma câmera quase minúscula e a injeção de um liquido verde que transparece ao objeto quando finalizado. Quando ela acaba cada mosca vai as colocando em potes pequenos e coloca os potes numa geladeira. De repente ela começa a sentir contrações de parto e vai até o banheiro correndo dizendo sozinha que vai nascer seu filho. (1min)

 

Virginia sente cada vez mais dor e começa a gritar por socorro no chão do banheiro, até que não aguenta e começa a parir. Após muitos segundos de dor e força, Virginia consegue ter um parto normal e corta o cordão umbilical com uma tesoura, e ao pegar a criança observa que é uma menina, e a segura chorando no colo ainda toda suja de sangue e liquido umbilical. Depois de um instante chorando, a criança fica quieta e mole, até que Virginia consta que ela está morta e começa a entrar em desespero. Ela segura o choro, pega a criança nos braços e vai até seu escritório de trabalho, colocando o corpo em cima de uma das mesas e em seguida pega um de seus objetos que produzia anteriormente parecidos com uma mosca e coloca em cima da criança. Ela pega um controle remoto que parece ter uma conexão com a mosca e começa a mexer nos botões, e o objeto começa a se mexer até se fincar no corpo e injetar nele o liquido verde. De repente, a criança volta a ficar corada e logo, a se mexer, deixando Virginia explodindo de alegria que sua criação deu certo, e diz que vai chamar a obra de Marcador. (3,5min)

 

Atualmente em Aqualumin..

Tomas e Flavie decidem ir até o bordel fazerem uma visita para caso as cortesãs estejam precisando de ajuda, levando algumas bacias de frutas e carne debaixo do braço, que trabalharam toda a semana para conseguir. Quando chegam lá na maior expectativa, a porta está trancada, então eles tocam o sino de campainha e esperam. A porta se abre e uma cortesã com cara de sono pergunta o que eles estão fazendo lá a essa hora da manhã, porque estão todas dormindo na casa. Tomas e Flavie se olham com uma cara desanimada e dizem que vieram trazer comida para caso elas precisem e a cortesã pede para eles deixarem na despensa, e sobe para o seu quarto pedindo que eles fechem a porta quando forem sair. (2min)

 

Enquanto tomam chá natural na sala de estar real, Pietro conta para Katlen sobre sua infância e seu passado, que foram difíceis mesmo tendo condições de vida impecáveis. Ele pergunta para ela onde ela foi um pouco antes da rainha falecer, e ela diz que foi visitar Christine para fazer as pazes com a rival. Ela diz que é só um plano maquiavélico de se aproveitar dela novamente, e diz que ele devia um favor para ela, e deverá ser pago agora. Ele pergunta o que é que terá que fazer, e ela diz para ele matar Christine. (2min)

----CONGELA EM PIETRO HORRORIZADO COM KATLEN----


Notas Finais


Até o próximo episódio!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...