História Destinados - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Colegial, Família, Romance
Visualizações 10
Palavras 527
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa noite!!!

Capítulo 3 - Desentendimento


Pov. Arthur Vianna 


Esbarro sem querer com uma morena espetacular, cintura fina, cabelos longos com as pontas chateadas, olhos castanhos de mel e uma boca pequena perfeita. Apesar de linda, a garota é muito petulante e marrenta.


_ Olha a merda que tu vez? Além de me atropelar, quase quebrou o meu celular. _ diz furiosa. 


 _ A culpa não é minha se você é uma desastrada. _ digo sarcástico. 


_ Bem se ver que esse colégio é  mau frequentado. _ ela diz séria. 


_ Ultimamente ele está deixando a desejar só aparece minas loucas e sem educação. _ Rebato irritado. 


_ Muito engraçado! Deveria entrar no circo, garanto que já está reservada a sua vaga de palhaço. _ ela fala furiosa e saí da minha frente. 


_ Patricinha, atrevida. _ resmungo baixinho e vou para o meu dormitório. 


Ao chegar no meu quarto, encontro o Diego jogando vídeo game no seu celular. Ele me fita de relance e diz :


_ Que cara é essa cara? 


_ Acabei de me esbarrar com uma novata no corredor. _ digo furioso. _ Garota mais insuportável, sabe. 


_ Pelo menos ela é feia? _ indaga sem deixar de jogar. 


_ Infelizmente é gostosa. _ digo irritado. _ Tem uma boca que dá vontade de beijar. 


_ Uau! Então, ela faz  o seu tipo e você está frustado porque ela não deu em cima de você. _ Diego gargalha. _ Preciso parabenizar essa garota, por ser imune ao seu charme. 


_ Idiota! _ digo entediado. _ Quem disse que quero ter alguma coisa com aquela patricinha. 


_ Seus olhos. _ fala rindo


_ Não sabia que você tinha virado vidente. _ falo debochado. _ Só espero não cruza com essa garota outra vez. 


_ Sinto muito dizer, mas se ela é novata com certeza você a verá muitas vezes, já que estuda no nosso colégio. _ diz calmo. 


_ Não sendo da minha sala, está perfeito. _ digo sério. 


Meu celular toca freneticamente, atendo no primeiro toque e digo:


    Ligação On


_ Alô! _ digo calmo. 


_ Como você está filho? _ meu pai indaga atencioso. 


_ Estou bem. Fique tranqüilo porque eu não vou expulsou dessa vez. _ gargalho. 


_ Se comporte! Estou cansado de concertar os seus erros. Seja mais responsável,  Arthur. _ fala sério. 


_ Serei! _ digo revirando os olhos. _ Por que senhor estar me ligando? 


_ A filha da minha esposa chegou hoje no Canadá e irá estudar no seu colégio. _ diz sério. _ Cuide bem dela, vocês afora são irmãos. 


_ Ótimo! Serei babá. _ digo debochado. _ Quanto anos ela tem? Doze? 


_ Não tem graça, filho! A garota não conhece ninguém nesse colégio, vai precisar da sua ajuda. _ diz sério. 


_ Ok! Vou ajudá-la. _ minto. _ Bay. 


Ligação off


_ Cara! Tu esqueceu de pergunta o nome da sua irmãzinha. _ Diego rir. 


_ Oh! Merda! Esqueci esse detalhe. _ digo pensativo. _ Mas, quer saber? Eu não vou ser babá de ninguém. 


PS: Com certeza! Essa garota é uma nerd gordinha e desengonçada. Quero distância, imagina queimar a minha imagem de bad boy ao ser flagrado andando ao lado de uma feiosa. 


Notas Finais


Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...