História Destino - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Amor, Hinata, Naruhina, Naruto, Passado, Romance, Sasusaku, Vida Adulta
Visualizações 88
Palavras 1.459
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Hentai, Josei, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 27 - Eu, Hinata Hyuuga


Fanfic / Fanfiction Destino - Capítulo 27 - Eu, Hinata Hyuuga

O dia havia sido surpreendentemente produtivo para Naruto. Após sua conversa com Sakura, ele foi a uma loja comprar um ar-condicionado e conseguiu com que instalassem no mesmo dia (nada como ser o herói da vila e conseguir regalias). Ao chegar em casa, guardou no quarto vago algumas caixas da mudança que ainda estavam fechadas. Botou a roupa para lavar e organizou o quarto que, por enquanto, só continha um colchão e um grande armário de carvalho que pertencera a seus pais.

Obrigado, pessoal! Ja ne!” Naruto se despediu dos eletricistas.

Ja ne, Naruto-sama! Obrigada o senhor! Meu filho não vai acreditar quando eu entregar a ele sua foto autografada!” Um deles agradeceu energicamente enquanto acenava de volta para o loiro.

Aaaah que delícia!” Naruto suspirou ao entrar em seu quarto maravilhosamente refrigerado pelo ar-condicionado novo. Ao se jogar na cama, sentiu algo duro em seu bolso – seu celular. Havia dois dias que não recebia nem mesmo uma mensagem de Hinata. Resolveu ligar.

Através da janela do seu quarto, Hinata observava os vagalumes dançando no jardim do hotel enquanto se arrumava para jantar. Era uma linda noite de verão, com céu estrelado e uma bela lua cheia no céu. A contemplação da Hyuuga foi interrompida com o toque do celular.

Naruto-kun?” Atendeu confusa.

O-Oi, Hinata. Tudo bem? T-To atrapalhando?” Naruto respondeu sem jeito.

Não, não! É que estava desligada...Estou me arrumando para um jantar.”

Hum, jantar? Com quem?” O jinchuuriki perguntou tentando não transparecer ciúmes.

Com outros educadores que vieram ao simpósio. Amanhã será a última reunião e então voltaremos para casa.”

AI GRAÇAS A DEUS!” Naruto respondeu entusiasmado. Hinata riu do outro lado da linha.

E você, como está?” Perguntou a garota.

Bem...eu acho...”

Aconteceu alguma coisa?” Hinata preocupou-se.

Ah...aquilo que te falei...das memórias e visões. Por causa disso não tenho conseguido meditar e minha ansiedade tá nas alturas.” Disse desanimado.

O que exatamente você acessa nas suas meditações?”

Eu não sei explicar direito...Mas são visões muito ruins q-que envolvem guerra e...e-eu p-perco v-você...” A voz de Naruto falhou ao telefone.

Calma, meu amor.” Hinata disse amavelmente. “Eu fiquei pensando desde que você me contou isso e, bem, essa casa ainda carrega a energia dos seus pais e de todas as pessoas que a frequentaram. Energias boas mas ruins também, já que era uma época de guerra. E, coincidentemente, esse seu desconforto e acesso a memórias ruins apareceram quando você se mudou, não foi?”

Sim...” O jinchuuriki respondeu com a voz rouca.

Bom, então pode ser que essas visões sejam apenas as energias do local influenciando sua mente. A casa não está limpa e o seu corpo sutil deve estar vulnerável, captando essas energias. Acho que se aplicarmos reiki com meditação, isso pode resolver.” Sugeriu a Hyuuga.

Naruto estava encantado com a dedução da namorada. Hinata era uma excelente sensitiva, tanto que costumava ensinar técnicas de meditação e de proteção energética.

Você é fantástica, sabia? Sei nem o que tá fazendo com um cara burrão como eu...”

Para, Naruto-kun! Você não é burro! E se fosse, não teria jeito, porque eu amo você.” Respondeu a Hyuuga.

Eu também te amo. E to com saudades, volta logo.” Naruto respondeu carinhosamente.

Eu também estou. Já já estarei de volta. Bom, eu vou lá, meu amor. Não quero me atrasar. Beijos!”

-------------------------x---------------------------x-----------------------------x-------------------------

S-Sasuke? Sasuke-kun? T-Tá tudo b-bem? V-Você ainda está a-aí?” A voz trêmula de Sakura ecoava no silêncio do telefone.

Já havia se passado quase um minuto inteiro de silêncio ensurdecedor ao telefone após a jovem médica ter revelado ao Uchiha que ele seria pai.

Quantos meses?” A voz seca de Sasuke finalmente falou.

U-Ué, 3 m-meses, né? Quando voc-”

Então nascerá em meados de Março, correto?” Sasuke interrompeu-a.

Erm, t-talvez? Não fiz as c-contas ainda.” Sakura respondeu.

Uhum.”

Outro silêncio ensurdecedor tomou conta do telefone. Sakura estava tão nervosa que achava que iria desmaiar. Será que ele odiou tanto assim a notícia?

Você já sabe o...erm...sexo?” O Uchiha voltara a falar.

N-Não, só dá pra saber entre o 4º e 5º mês.” Respondeu a jovem.

Entendo.”

O-Olha, S-Sasuke-kun, por favor, n-não quero t-te atrapalhar. Eu também fiquei s-surpresa com isso. Não imaginei que engravidaria tão...rápido.” Sakura se justificou.

Me atrapalhar?” Pela primeira vez a voz do jounin havia tomado outro tom e parecia mais suave.

É...E-Eu n-não vou exigir que v-você largue tudo por causa da m-minha gravidez.” Sakura tentava não chorar. Era óbvio que ela queria que ele voltasse, mas achava que esse era um pedido egoísta.

Sakura, se você disser que quer que eu volte hoje, eu volto. Eu seria um monstro de não atender ao chamado da minha esposa grávida.”

Sasuke escutou a esposa chorar copiosamente do outro lado da linha.

Você está bem? Me desculpe se fiz você ficar nervosa, não foi minha intenção. E-eu realmente não esperava essa notícia, mas eu prometo que estou feliz. Me diga apenas o que você quer que eu faça.” O Uchiha disse amavelmente.

Levou alguns minutos até que Sakura conseguisse se recuperar para falar novamente. Sasuke esperou pacientemente ao telefone.

N-Nada, meu amor, não precisa f-fazer nada. O seu apoio é suficiente, mesmo que à distância. D-Desculpa ter pensado aquilo...” A jovem médica respondeu chorosa.  

Não precisa se desculpar. Olha, me mantenha informado então. E qualquer coisa, qualquer coisa mesmo, pode me pedir para voltar para casa. E não fique muito sozinha, tente ir de vez em quando para a casa dos seus pais. Fica bem, ok? Te amo.” Disse o Uchiha.

O-Ok, meu amor. Também te amo. Obrigada, obrigada mesmo, por tudo.” Sakura despediu-se aliviada.

-------------------------x---------------------------x-----------------------------x-------------------------

Quando Hinata entrou no restaurante escolhido por Daisuke, notou que ninguém, além do próprio, havia chegado ainda. O ruivo bebia saquê e observava uma moça bonita que tocava piano e cantava soul music.

Boa noite, Daisuke-kun.” Hinata cumprimentou-o com sua doçura costumeira.  

Ah, boa noite, Hinata! Que bom que você chegou, achei que tinha levado bolo de todo mundo!” Respondeu o rapaz.

Mas eles disseram que viriam, não?” Perguntou a Hyuuga.

Sim, talvez cheguem mais tarde. Confesso que após tomar banho o cansaço bateu. Se eu mesmo não tivesse marcado com todos, teria mandando uma mensagem dizendo que não viria!”

Hinata riu do comentário do colega. De certa forma, a espontaneidade de Daisuke lembrava-a de Naruto.

Aliás, você está muito bonita.” Daisuke cumprimentou.

Ah, obrigada.” Hinata respondeu timidamente.

E então, como você está? Mal pudemos conversar esses dias. Não nos vemos há mais de um ano, não?”

Sim, verdade. Eu pedi para sair das missões de implantação de projetos. Estava muito cansativo.” Respondeu a Hyuuga.

Entendo bem. Eu também tenho estado cansado. Passo mais tempo viajando do que em casa. Não dá tempo nem de ter uma vida pessoal decente. E você, ainda está com o herói do mundo ninja?” O rapaz sondou.

Naruto-kun? Sim, estou.” Hinata sorriu.

Legal, você parece feliz. Mas tenho que reconhecer que sinto inveja dele. Pena não ter conquistado seu coração antes.” Daisuke disse casualmente enquanto virava o resto de saquê.

O-Obrigada por abrir seu coração, Daisuke-kun. Mas isso seria impossível. Meu coração nunca esteve livre para ser conquistado. Ele pertence à Naruto-kun desde que éramos crianças.” Hinata respondeu um pouco sem jeito mas com segurança. O ruivo, que ainda segurava o copo no ar, a encarou alguns segundos antes de responder.

Nossa, então esse cara é mais sortudo do que eu imaginava.”

As últimas palavras de Daisuke quase não puderam ser ouvidas devido a uma súbita confusão vinda da entrada do restaurante. Os dois avistaram seus três colegas na recepção. Um deles, um rapaz baixinho de cabelos cacheados, parecia discutir com seus outros dois colegas.

Affe, sério mesmo que vocês estão bêbados?” Daisuke protestou ao vê-los se aproximando da mesa aos tropeços.

Ai Daisuke, para de ser chato! É nossa última noite aqui, vamos curtir!” Respondeu uma jovem corpulenta de longos cabelos loiros.

Bibi, amanhã ainda é dia de trabalho, não se esqueça.” Disse o ruivo.

Mano, cê tem que relaxar mais, na boa. Por isso tá solteiro!” Comentou o baixinho. “Hinatinha, você está aqui!!!”

Olá, Sora-kun!” Hinata cumprimentou-o.

Vamos comeeeeeer!” Comemorou uma segunda mulher, esta quarentona, que também era do grupo.

Apesar da falta de compostura de seus colegas, Hinata estava aliviada com a chegada deles. A revelação de Daisuke não foi uma total surpresa, pois ele já havia demonstrado outras vezes sinais sutis de interesse além da amizade. Mas mesmo diante de uma situação constrangedora, Hinata estava grata por ter conseguido responder com segurança. Para ela, não se perder na timidez e demonstrar firmeza era um exercício constante, pois muitas vezes as pessoas a interpretaram como alguém sem personalidade e sem opiniões por causa de seu jeito tímido. Hoje, ela não só sabia quem era Hinata Hyuuga mas sabia demonstrar isso às pessoas. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...