História Destino - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Norminah, Romance
Exibições 28
Palavras 1.669
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Orange, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Filho?


A festa ainda estava lotada quando Lauren percebeu Dinah se aproximando. Notou que a amiga parecia aflita.

- O que houve, Dj?  - Perguntou.

- Lauren, você está de carro, né?  - Perguntou e viu a morena confirmando. – A chancho vai me matar por isso, mas, você poderia levá-la até em casa? O Shawn saiu mais cedo e levou o carro. O dela está no conserto faz um tempo.

- Claro que posso leva-la, Dj.  – Lauren falou simpática tentando esconder sua apreensão. Não sabia se estava pronta para ficar sozinha com Camila.

- Olha, eu não ia te pedir isso, mas é que a pequena Luna está doente e estamos todos muito preocupados. Você foi a única fora Camila que não bebeu.  – Falou e Lauren percebeu sua preocupação.

 - Quem é Luna, Dinah? - Perguntou sem entender mas sem querer sem invasiva. 

- Ah! Bom, Luna é a filha da Camila.

 - O quê? – Lauren exclamou. Ela não sabia exatamente o que estava sentindo no momento. Estava surpresa com o que tinha acabado de ouvir. O amor da sua vida tinha uma filha. Uma espécie de tristeza se apoderou do seu corpo e ela entendeu um dos medos que fazia com que ela não tivesse voltado para Miami antes. Camila tinha uma vida da qual ela não fazia parte.

- É, Lauren. Ela tem uma filha. Mas é uma longa história. Vamos logo ou ela vai pegar um táxi e essa hora é muito perigoso.  – Dinah falou enquanto arrastava Lauren por meio das pessoas.

A morena de olhos claros queria pedir que a outra parasse. Queria dizer que só queria voltar para o frio da Alemanha e dos alemães e beber até morrer, se possível. Mas relutantemente seguiu Dinah.

- Mila! – Dinah falou quando entraram no quarto que Lauren julgou ser o de Dinah e Mani. Pôde perceber que a cara de Camila não era das melhores. Parecia estar prestes a ter uma crise de choro. - A palmita vai te levar até em casa. Camila ficou surpresa. 

- Não precisa, Laur, obrigada.  – Falou calmamente disfarçando quão preocupada estava com sua filha. - Eu irei chamar um táxi. A china é preocupada demais

- Camz, eu faço questão de te levar. Já estou cansada, estava indo embora. Não vai me custar nada. – Lauren falou com o argumento mais convincente que achou.

- Eu posso sentir você tentando argumentar comigo, Jauregui. – Camila falou e sorriu. – Mas eu estou preocupada com minha pequena. Vamos logo então.

 

Se despediram das meninas e partiram. Fizeram o caminho até o carro de Lauren em silêncio. A morena abriu a porta do carro para Camila. A latina estava imersa em seus pensamentos que no momento se dividiam entre sua filha doente e o cheiro inebriante de Lauren que ficou dentro do carro. Já a morena só pensava em como poderia resistir a Camila Cabello novamente em sua vida.

Flash Back ON

Lauren e Camila estavam no carro do senhor Cabello a caminho da casa de Lauren até que ouviram um forte barulho. Droga! Ouviram Alejandro berrar do lado de fora. Caia uma chuva fina e as meninas estavam preocupadas até o homem olhar pela janela e falar: o pneu furou e não tenho um reserva. Vamos ter que esperar um pouco até que alguém me traga outro.

Lauren logo ficou preocupada. Não queria dar trabalho a família de Camila. A latina percebeu e pegou na mão da morena. "Tudo vai ficar bem, Lolo. Assim ao menos poderemos ficar mais tempo juntas." Camila falou e elas entrelaçaram as mãos como se fosse a coisa mais preciosa do mundo. 

Flash Back OF  

 - Você poderia digitar seu endereço no GPS, por favor? – Lauren falou enquanto se concentrava no trânsito.

- Ainda é o mesmo. Você se lembra?  - Camila perguntou olhando intensamente para Lauren.  

- Nunca seria capaz de esquecer, Camila. – Lauren respondeu séria.

O telefone de Camila tocou e ela ficou ainda mais aflita. Ao desligar, Lauren pode ouvi-la falando baixinho: Vai logo, Lo. Minha filha precisa de mim.

 

Chegaram na casa dos Cabello e Lauren viu Camila quase pular do carro. Parecia que a filha dela estava realmente mal. Demorou somente alguns segundos para que Lauren decidisse ir atrás dela. A porta havia ficado aberta e Lauren pode ver Sofia e Camila com uma pequena menina nos braços.

- Camila, ela precisa ir até o hospital?  - Lauren falou entrando sem ser convidada. Por algum motivo, estava preocupada com a filha de Camila e não ia deixar a cordialidade atrapalhar nesse momento.

- Lauren? – Sofia perguntou abismada. – Meu Deus, quanto tempo, Lo. – A Cabello mais nova abraçou Lauren rapidamente.

- Camila? – Lauren reforçou a pergunta. Camila olhou para ela e ela pôde ver uma lágrima escorrer. Se aproximou da latina e pôs a mão na testa da pequena garotinha que estava nos braços dela. Sentiu que a pequena queimava de febre. Olhou para Sofia.

- O que aconteceu?

- Ela tá doentinha há um tempo já.  – Sofia respondeu dirigindo um olhar preocupado para Luna – Aí hoje depois que a Camila saiu ela vomitou um pouco e a febre piorou. Eu só liguei para a Mila agora porque fiquei realmente preocupada.

- Entendo. – Lauren respondeu e olhou para Camila.  – Me dá ela aqui, Camz. Vai buscar as coisas dela e seus documentos. Vamos leva-la ao médico.

- Lauren, eu vou de táxi. Não precisa se preocupar. Você já fez muito. – Camila falou e Lauren negou com a cabeça.

- Vai logo, Camila. – Camila suspirou e entregou Luna aos braços de Lauren. A pequena garotinha se aconchegou aos braços da morena e ela pode perceber que a menina era uma cópia de Camila. Só pôde sorrir.

 

Flash Back ON

 

Camila estava sentado na beirada do lago olhando o seu reflexo. “Você me acha bonita, Lauren? ” fez a pergunta com o olhar um pouco triste “Claro que sim. Você é linda, Camz.” Lauren respondeu sorrindo e passando a mão carinhosamente sobre o rosto de Camila. A verdade é que para Lauren, Camila era a garota mais bonita de todo o mundo. Seus olhos castanhos fariam qualquer pessoa se apaixonar pela latina, seu lindo sorriso, sua bondade com os outros, suas belas curvas. Desde o dia em que Lauren colocou os olhos em Camila Cabello ela teve certeza que ela era a pessoa mais linda que existia na face da terra. Lembrou-se que os garotos sempre babavam por sua latina. Sim, mesmo que Camila não soubesse de sua paixão, Lauren a considerava sua. Toda sua. Então voltou a olhar para a latina e Camila sorria para ela.  

 

Flash Back OFF

 

- Vamos, Laur. – Camila falou voltando. – Sofia, você tem faculdade amanhã. Então é melhor ficar aqui e tentar dormir. Já está muito tarde. Não se preocupe, eu vou com a Lo.

- Tudo bem, Mila. – Sofia falou – Qualquer coisa me liga, por favor. – Falou e a latina mais velha assentiu enquanto deixava um beijo na cabeça da irmã. – Até logo, Laur.

Lauren e Camila se despediram e seguiram em direção ao carro. Lauren colocou a pequena Luna no banco de trás enquanto Camila se colocava ao lado dela. Logo partiram em direção ao principal hospital de Miami.

- Lo, para onde você tá indo? – Camila perguntou sem entender o caminho.

– Para o hospital. Não é esse o caminho? – Foi a resposta de Lauren.

- Lauren, o hospital principal de Miami é muito caro. Não tenho como pagar.

- Camz, não se preocupa com dinheiro agora. – Lauren falou percebendo o desconforto de Camila. – Esse é o hospital mais próximo. A Luna tá muito quente. Precisa de um médico logo. Me deixa ajudar – ela implorou ao perceber o olhar de Camila. – Por favor.

A latina assentiu e logo chegaram ao hospital. Lauren entrou com Luna nos braços desesperada. A pequenina já estava ficando inconsciente. Duas enfermeiras vieram a levaram a menina enquanto Camila chorava.

- Calma, Camz. – Lauren falou abraçando a amiga. – Ela vai ficar bem agora.

 

Camila se permitiu chorar verdadeiramente em anos. Sua filha era tudo o que importava para ela e Lauren, depois de tantos anos, estava mais uma vez secando suas lágrimas. Ela se sentia bem ao lado da morena. Bem como não se sentia com mais ninguém. Não soube precisar quanto tempo elas ficaram abraçadas no meio do corredor até que ouviu uma mulher chamar seu nome.

 

- Você é a responsável por Luna Cabello? – A jovem médica perguntou.

- Sim, sou eu. – Camila perguntou afobada.  – Como ela está? O que ela tem?

Está tudo bem sim – A médica falou sorrindo. – Me acompanha até minha sala? Você pode vir também... – Falou olhando fixamente para Lauren e esperando que ela dissesse seu nome. Ela percebeu um leve tom de flerte em sua voz.

- Lauren Jauregui.  – Falou com sua voz rouca.  – Prazer.

As mulheres acompanharam a médica até seu consultório. Lauren reparou que ela era jovem e bonita. Tinha olhos claros, cabelos curtos e um belo corpo. Mas não estava com cabeça para mulheres nesse momento. Sentaram-se nas cadeiras e esperaram a mulher falar.

- Bom, a Luna teve uma pequena infecção na garganta que acabou se tornando algo mais grave. Mas nada muito sério – A mulher disse vendo o semblante de Camila mudar. – Ela já foi medicada e vai precisar passar o resto da noite aqui, é melhor assim. Vou te passar uma lista de remédios para que ela possa tomar. E Camila, nada de doces, sovertes ou brincadeiras. Ela precisa ficar de repouso por pelo menos quinze dias, entendido? – Camila fez um sinal positivo com a cabeça. – Bom, vocês podem ficar no quarto dela. É o 28. Ela ainda vai estar dormindo até amanhã por causa dos remédios. Quando ela acordar, eu irei vê-la para que ela possa ser liberada. Alguma pergunta?

Camila negou com a cabeça e agradeceu a médica de maneira aliviada. Lauren ficou calada o tempo inteiro e elas foram para o quarto em que Luna estava. Após um tempo apenas observando a garotinha, Lauren disse baixinho: Ela é linda, Camila.

  

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...