História Destino - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Gabriel Stokes, Glenn Rhee, Maggie Greene, Michonne, Morgan Jones, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Tara Chambler
Exibições 22
Palavras 1.025
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem pela demora a postar, minhas professoras resolveram virar uma metralhadora de lição😥
Em meio a tantas lições e trabalhos não consegui pensar em nada para escrever, e como não gosto de fazer nada mal feito, só pude vir aqui postar hoje 😊

Então é isso 🌺🍁

Capítulo 2 - Terminus


Fanfic / Fanfiction Destino - Capítulo 2 - Terminus

*~Pov's Melanie Ampisya~*

Já faz um dia que cheguei aqui, as pessoa estão sendo legais comigo... com exceção do Carl, que parece incomodado com a minha presença.

Neste momento posso deduzir que devem ser mais ou menos oito da manhã. Fui para o lado exterior da prisão, sentando na mesa, junto com os outros. Aqui na prisão nós tomamos café da manhã, é algo raro em meio ao apocalypse zumbi.

Quando terminei fui até as cercas. Um pouco mais a longe avistei Carl e Rick conversando. Quando Rick foi se distanciou, caminhei em direção a Carl.

— O que esta fazendo aqui? – me perguntou Carl, com uma expressão "Normal".

Sua expressão normal para mim já nem normal é.

— Nada... – falei, mas na verdade eu precisava dizer algo.

Ficamos uns trinta segundos em silêncio, os trinta segundos mais demorados da minha vida. Finalmente resolvi falar algo.

— Você não gosta mesmo nem um pouco de mim, não é? – disse o encarando.

— Não é isso olha... – respondeu ele parecendo pensar em algo — Nós começamos com o pé esquerdo...

— Isso quer dizer... amigos? – falei sorrindo tímida.

— Talvez! – Carl respondeu com um sorriso de canto.

— ... – o olhei de cara feia, em silêncio, e ele aumentou mais o sorriso.

 — Amigos – disse Carl, por fim.

Eu ia tentar puxar mais assuntou, mas ouvi Beth me chamando. Ela queria que eu ficasse um tempinho cuidando da Judith.

— Me desculpe, eu ia pedir para Carl fazer isso, mas parece que ele ultimamente tem estado meio oculptado... – explicou Beth.

— Sem problemas! Er... o Carl é alguma coisa da Judith? – perguntei.

— Eles são irmãos. – respondeu Beth, andando em minha direção, para me entregar Judith.


– Ah, dessa eu não sabia!

Fiquei cuidando de Judith por um tempo, até que Julie chegou e ficou brincando com a mesma

Barulhos de tiros, não muito longe, começarão a ecoar pelo local. Deixei Judith e Julie sozinhas, enquanto ia olhar oque estava acontecendo. Acabei encontrando Carl nos corredores.

– O que esta acontecendo? – perguntei a ele.

– O grupo de um tal de governador – respondeu ele – Pegue – ele me estendeu uma pistola, que não consegui identificar qual era, pois não conheço muito sobre armas, só sei as usar – Fique lá dentro protegendo Judith.

Não disse nada, apenas acenti e em seguida peguei a arma da sua mão.

Grunhidos começaram a vir do lado de fora, peguei Judith e fui em direção a saída, seguida de Julie.

A prisão estava sendo tomada pelos zumbis. Tive que sair de lá o mais rápido possível. Usei a arma que Carl me deu para matar alguns zumbis que se aproximavam.

Eu me perguntava a onde estão os outros... onde estão Samantha e Ava, se estão bem...


*~2 Dias Depois~*


Fazem exatamente dois dias que estamos acampando na floresta. Há dois dias eu não durmo, pois Judith e Julie estão sob meus cuidados, tenho que ficar as vigiando, a qualquer momento pode aparecer um andante.

Nós ficamos caminhando por algumas horas, até que achamos uma casa, onde supostamente poderíamos passar a noite.

Por sorte, encontrei uma caixa de ferramentas, encontrando junto um martelo e pregos. Em alguns minutos, consegui trancar as portas e as janelas, deixando livre apenas a porta da frente.

No dia seguinte, estávamos perto das cercas, quando grunhidos começaram a se aproximar.

– Pegue Judith e vá para dentro – falei para Julie.

– Mas... são muitos – disse ela olhando para a meia dúzia de zumbis que se aproximavam e depois para mim.

– Vai ficar tudo bem, ok? Entre com Judith! – falei finalmente a convencendo.

Começei a atirar em um por um, até que as balas acabaram.

– Merda! – falei após dois deles se jogarem em cima de mim.

Tentei segura-los, quando um terceiro apareceu, quase me mordendo, mas foi impedido por um tiro, logo os outros dois também foram acertados.

– Carol? Tyreese? –  os olhei surpresa.

– É melhor sairmos daqui, vem vindo mais andantes! – disse Carol.

– Ah, ok. Vou chamar Julie – falei saindo, mas antes de abrir a porta virei para eles  e perguntei : – Er... vocês não viram a Samantha e a Ava? Ou a Lizzy e a Mika?

– ... – Carol pareceu pensar em algo – Não, não vimos... – respondeu ela, poderia reduzir que a mesma estava me escondendo algo.

Não disse mais nada, apenas fui chamar Julie e pegar Judith.


*~3 Horas Depos~*


Ficamos um tempão andando, até que Carol chama Tyreese para conversar a sós. Confesso que fiquei curiosa, mas resolvi não me intrometer.

Um pouco mais tarde achamos outra casa, que por sorte não tinha nenhum andante. 

Sons de tiros começaram a ecoar um pouco de longe, Carol foi conferir o que era, enquanto eu e Tyreese  – que estava ferido – cuidavamos de Judith e vigiavamos um cara que tentou nos atacar.

– Ela esta demorando... é melhor eu ir conferir, ela pode estar precisando de ajuda – falei me levantando do chão, onde estava sentada.

– Você fica, pode ser perigoso! – disse Tyreese.

– Não, eu vou, Tyreese. E se os outros estiverem lá? – falei decidida – Eu vou voltar, não se preocupe!

– Pegue pelo menos esta arma – disse ele me estendendo um revolver.

– Obrigada – falei pegando o revolver e saindo de lá.

Comecei a andar em direção aos tiros, até chegar em um lugar com um placa enorme escrita "Terminus". Tinha zumbis espalhados por todo o lugar, entre algumas pessoas que atiravam nos mesmos. Logo localizei o grupo de Rick, que atirava contra um outro grupo.

Comecei a atirar contra o grupo oposto tmbém, quando senti meu corpo ser empurrado contra o chão, fazendo com que eu acabasse deixando minha arma cair no chão.

– Olha o que temos aqui! O que uma garotinha faz em um lugar desses? – disse um homem de mais ou menos trinta anos, enquanto se aproximava de mim.

Por sorte achei um pedaço de ferro próximo, o golpeando.

– Sua vadia! – disse ele sacando uma arma do bolso e atirando em minha perna esquerda.

Comecei a sentir uma dor enorme vinda da perna, não conseguia pensar em mais nada.

O homem ficou por cima de mim e começou a subir minha blusa, logo depois retirou o cigarro de sua boca e o apagou no meu umbigo. Foi uma dor que passou-se por despercebida, por conta da perna, que estava muito pior.

Um barulho de tiro ecoou pelo lugar. Não consegui distinguir o que estava acontecendo. Apenas senti alguém se aproximar com passos rápidos.

– Carl?




*~Continua-se~*



Notas Finais


Obrigada por ler💛
Obrigada pelos 3 favoritos💜
Sinta-se livre para comentar o que achou do capítulo😉

❤💚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...