História Destino...!? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Irineu
Visualizações 8
Palavras 925
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom o cap ficou muito longo então resolvi separar em duas partes, daqui a pouco posto o outro cap com a continuação

Enfim apreciem o começo de tudo ^^
BOA LEITURA

Capítulo 2 - Escola (Part.1)


>> POV GIOVANNA <<

 Estava eu sonhando feito um anjo quando a merda do despertador resolve berrar no meu ouvido, como eu odeio ser acordada e não acordar por não estar com mais sono, como eu odeio estudar de manhã, como eu odeio esse despertador. Me levantei e toquei a merda do despertador no chão fazendo com que ele quebrasse em pedaços no chão. Fui para o banheiro tirei minha roupa e enfiei de baixo do chuveiro, assim relaxando um pouco, e despertando aos poucos. Depois de me enrolar na toalha fui para meu closet, olhei aquilo e tava uma bagunça, nada surpreendente vindo de mim, mas se eu não quiser me perder um dia naquela zona seria melhor arrumar, mas foda-se outra hora penso nisso. Fiquei olhando aos redores e só encontrava roupas coladas no corpo que minha tia Cecília me da todo natal. Enfim acabei colocando uma calça jeans preta um pouco larga, um coturno marrom escuro, uma blusa cinza larga escrita "Fuck", que ERA do meu irmão até ele me emprestar e desci para tomar meu café.

 (Pai) -Bom dia filha -Diz ele lendo o jornal e tomando o café me chamando com a mão

 (Eu) -Bom dia pai -Disse me aproximando dele, permitindo ele dar um beijo em minha testa. Peguei uma torrada e um copo de leite e comi, logo em seguida subi escovei meus dentes, arrumei minha cabeleira e peguei minha mochila, desci para ir embora antes de sair ouço meu pai gritar

 (Pai) -TCHAU FILHA, BOA AULA!!!

 (Eu) -TCHAU!!

Sai de casa coloquei meu capacete, montei na minha preciosa (Sim chamo minha moto de preciosa e foda-se) e fui para a escola 


 >> POV BRUNA <<

 Acordei um pouco antes do despertador despertar, e então levantei indo para o banheiro, tomei um banho rápido e peguei o primeiro vestido que vi no meu armário. Quando cheguei na cozinha minha mãe estava a ferver o leite no fogão e a passar manteiga nas bolachas de água e sal para mim, sentei em meu lugar e ela veio em minha direção com meu café da manhã, como sempre com um sorriso radiante que ela sempre teve

 (Mãe) -Bom dia florzinha -Ela me diz dando um beijo em minha bochecha

 (Eu) -Bom dia mamãe, onde está o papai?

 (Mãe) -Já foi trabalhar querida, mas desejou boa sorte a você para o seu primeiro dia de aula

 (Eu) -A sim...

 Tomei meu café, fui para o meu quarto escovei os dentes, morrei meu cabelo, peguei minha mochila e fui a para o ponto de ônibus para pegar o busão e ir para a escola.


 >> POV NATÁLIA <<

 Acordei com minha mãe me puxando da cama, por mais que ela tentasse me tirar de lá não conseguia, pois segurei na quina da mesma, fazendo com que minha mãe tivesse dificuldade da me retirar de lá

 (Mãe) -ACORDAA!! EU DISSE PRA VOCÊ NÃO FICAR ATÉ TARDE COM AQUELE GAROTO NÃO DISSE, AGORA TÁ AÍ FAZENDO BIRRA POR QUE NÃO ME ESCUTOU. LEVANTE LOGO ANTES QUE EU TENHA QUE PEGAR O BALDE D'ÁGUA. -No mesmo instante acordei e saltei da cama lembrando que semana passada eu fiz a mesma coisa e minha mãe voltou com um balde de água e tacou em mim, fiquei alguns dias dormindo no sofá porque meu colchão se encontrará encharcado, nunca mais quero passar por isso de novo, ter que acordar de manhã com a luz do sol na tua cara, e ainda por cima com as costas fudida de dor. 

 (Eu) -CALMA QUERIDA, quanto estresse nesse coraçãozinho. 

 (Mãe) -Acordou é? Pois trate de se arrumar logo, não acordou mais cedo então vai ter pouco tempo pra se arrumar

 (Eu) -Se feder

 (Mãe) -É o que menina? Fala de novo se quiser conhecer Deus logo cedo

 (Eu) -Nada não mãezinha te amo

 (Mãe) -Te oriente menina, pra eu quebrar tua cara é dois P viu? (autora: não sei pq "dois P" mas minha mãe usa isso toda vez pra me ameaçar). Enfim minha mãe pode as vezes parecer ruim, só que ela é bem diferente do que parece ser, ela é muito legal, extrovertida e é minha melhor amiga ouvinte, porque toda vez que eu termino com um cara ela quem me consola e me faz caminhar pra frente sem olhar pra trás. 

 Bom, acabei tomando um banho rápido, fui para o meu closet e peguei uma saia vermelha, uma camisa azul, uma jaqueta de couro verde, um all star branco e vou para a cozinha como uma fruta e subo, mas antes de entrar no quarto ouço minha mãe me gritar

 (Mãe) -O MENINA NÃO VAI COMER MAIS NADA NÃO? SE QUISER FAÇO UM MISTO QUENTE PRA TU

 (Eu) -NÃO MÃE OBRIGADA

(Mãe) -SE FUDER ENTÃO, SE DEPOIS LIGAREM AQUI EM CASA ME LIGANDO FALANDO QUE TU DESMAIOU NO MEIO DA AULA POR FALTA DE CARBOIDRATO, EU NÃO ME RESPONSABILIZO OUVIU? 

 (Eu) -TÁ MÃE TÁ!! -Disse entrando no meu quarto, escovei os dentes e peguei minha mochila, quando eu fui saindo para ir pra escola, sinto uma mão pegar meu pulso

 (Mãe) -Toma esse dinheiro vê se come alguma coisa lá, porque se você morrer por desnutrição eu me fodo, porque até pra morrer tá caro hoje em dia. -Sei que ela fala da boca pra fora, sei que ela tá preocupada comigo, porque ultimamente não ando me alimentando bem.

 (Eu) -Também te amo mãe obrigada Tchau -Disse dando um beijo na sua testa

 (Mãe) -Tchau filha, vai com deus, ANDA PELA CALÇADA.

 E lá vou eu, volta às aulas...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...