História Destino colorido - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Nalu, Romance
Exibições 547
Palavras 3.701
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Ecchi, Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Minha terceira fanfaic, diferente das outras essa é uma one-short. Se mais delongas aproveitem a dua leitura..

~e desculpe -me por nao ter publicado novos capítulo das outras fanfaic.

Capítulo 1 - Revelação desejos



Autora: tinha acontecido várias coisas entre o natsu juntamente com a lucy, eles se gostavam mais não se assumiam, mais apartir de um ato, simplesmente mudou tudo....

>>>>>>> 2 anos atrás <<<<<< no parque -de baixo de uma Sakura... 

Lucy:-Natsu eu te amo fica comigo? 
-Eu também te amo lucy.... Mais não posso ficar.... Eu vou ter que treinar com o happy, por 1 ano longe daqui...
-Eu te espero.. Eu prometo que te espero.. Falei quase chorando. 
-Serio?!(beija) Eu nunca vou te esquecer lucy,  até a minha volta me espere... Falou ele indo com o happy. 
-Sim. Falei dando um sorriso, e vendo eles partirem.

Assim foi o início desse ano. O natsu e o happy tinha ido viajar a treino, me deixando "sozinha" em magnolia novamente . 
Em um dia ensolarado fui para a guilda tentar me acalmar um pouco.
-Lu-chan cadê o natsu ele ainda não voltou ? Perguntou a levy.
-ainda nao. Falei dando um sorriso falso e tristonho. 
-esta tudo bem, com você?
- C-claro por que eu estaria? 
-Por nada.
-Eu acho que vou voltar para casa, fala com o pessoal que já fui.
-Okay se cuida. 
-Bye.
Voltei para casa, e me joguei na cama, e comecei a pensar naquele ser... Seu sorriso, sua voz,  seu cabelo,  seu cheiro. O barulho dos dois no apartamento...Meses se passaram e eu decidir enfrentar a realidade,  eu não era de ficar deprimida,  aquilo me cansava.
-Chega! Isso já está ficando insuportável,  eu tenho que mudar essa situação. Lucy heartfilia,  voce nao é assim... Nem se o motivo é o natsu. 
-Lucy é a Erza. Falou a mesma batendo na porta 
-Oi Erza. Falei abrindo a porta.
-Esta tudo bem? 
-Esta tudo ótimo, eu estava muito deprimida,  mais percebi que um ano passa rápido, e que eu não vou perder o meu tempo assim. 
-É assim que se fala lucy,  eu estava pensando em você sair um pouco de fiore, vamos fazer uma missão juntas?
-Hoje,  agora? 
-Sim,  por que não já é 15 horas da tarde. 
-Espera  que eu vou arrumar minhas coisas.
-Esta bem, te espero na guilda.
Arrumei minhas coisas e fui para a guilda, chegando lá falei com todos, depois sair com a Erza para fazer a missão. Que era em uma cidade vizinha, não demorou muito para encerrarmos, já que era com a Erza, que estávamos falando,  a scarllet sempre fria e cautelosa, as vezes dava medo, mais é assim mesmo.
 Proximo do anoitecer decidimos dormi em uma pousada naquela cidade. 
-Vamos ter que dividir um quarto lucy. Falou a ruiva 
-Por mim não tem problema. Falei. 
-É o quarto 207. Falou a dona da pousada. 
-Certo, obrigado senhorita. Falei educadamente. 
-Disponha jovem.
-Vamos lucy, rápido.
-Já estou indo Erza espera. 
-Pronto enfim podemos descansar. Falou a ruiva mandona. 
-Erza tem uma banheira enorme vamos tomar banho juntas? Perguntei olhando o banheiro. 
-Serio? Deixa eu vê. Disse ela vindo para o banheiro também. -É verdade lucy, vamos é claro. 
Após ligar a banheira e ela já cheia, começamos a nós dispir, e logo depois entramos Nela.
-Lucy eu tenho umas perguntas. 
-fale Erza.
-O que você realmente sente em relação ao natsu? 
-Eu...o a a-mo.
-Ele já sabe disso?
-Sim.
-Você se declarou?!! 
-Sim Erza,  ele também respondeu.
-Ele falou o que?
-UE,  ele falou que me amava também. Falei Naturalmente. -Que fofo.
-Eu daria tudo para eu vê ele...
-nesse momento você só pode espera-lo.
- Eu sei disso. 
Depois da nossa "conversa feminina " fomos dormir,  e sim, dormimos na mesma cama.
Já no outro dia de manhã,  cedo deixamos o lugar e voltamos para fiore. Fui direto para o meu apartamento, onde me detei na cama e adormeci novamente. 
~~~~~(sonho)on ~~~~~
-Lucy... acorda...amor....
-Natsu?é você? Falei sonolenta 
-É claro que sou eu.. Vamos levanta, vem falar comigo direito. 
(beijo)
-estava com saudades Natsu. 
-Eu também lucy, eu estava com muitas saudades . Falou ele me abraçando.
-Cadê o happy?  Eu quero ve-lo.
-Ele foi para a guilda. 
-Estranho, ele não fica longe de você assim do nada..
-Eu falei com ele para ir.
-Atha,  isso explica. Mas fala,  e esse seus cabelos. 
-Cresceu muito não foi. Disse ele me dando um sorriso. 
-Tá maior do que o meu se duvidar. Falei me levantando da cama.
-Ei! 
-O que foi? Perguntei. 
-Onde acha que a senhorita está indo? 
-No banheiro,  eu vou tomar banho. 
-Atha,mais antes venha aqui.
-O que é? Disse eu após ir em sua direção. Quando de repente ele me puxa.
-Deixa eu senti seu cheiro. 
-N-natsu! Falei corando bruscamente com tais palavras. 
-Nao se finja de santa lucy, por que de Santa você não tem nada.
-Você está insinuando alguma coisa?
-Nao te disse nada.
-Você pode deixar eu sair?
-Se eu dizer não,  acontece o que?
-Isso. Disse eu ficando em cima dele e logo o beijando.
-Lucy você está brincando com fogo. Falou ele após eu beijá-lo e levantar-me.
-Queria mais foi dragneel? Disse eu dando um sorriso vitorioso 
-Volte aqui. Falou ele se pondo de pé....
~~~~(sonho)of~~~~
(vibração -celular) 
-A-alo?
-Lucy finalmente, desde mais cedo que eu estava to ligando aconteceu algo? Disse a levy 
-Eu só estava dormindo levy.
 -Hum... Sei.
-Era só isso? Amanhã eu apareço na guilda, já que anoiteceu. Disse eu olhando para a janela. 
-Esta bem... Juízo...
-"juízo" não entendi? (desliga)
-O que ela quis dizer com isso?! 
Aí!
-Quem está aí? Perguntei após ouvir um barulho.. 
-Nao me diga que não me conhece?
-Natsu? 
-É claro que sou eu. Venha aqui.
-esta escuro sabia? 
-Eu sei, não sou tão tonto assim. 
-Eu vou te ensinar você para me achar. 
-Então me ensine... 
-Okay luce. 
-É lucy
-Primeiro eu vou te mostrar como eu faço, está pronta? 
-Sim.
-Primeiro eu cheiro para saber as sua localização. Ouso ele respirar e inspirar.
-Segundo...Tento ver onde vc está e os móveis na região.... E pronto. Achei você. Falou ele agarrando minha cintura.
-Você fez isso de propósito não foi?
-Nao sei...
-Seu engraçadinho.. Liga a luz. 
-okay.
-Deixa eu te fazer uma pergunta. 
-Pode mandar.
-Você se importa de ser minha hoje? Falou ele meio rouco no meu ouvido.. 
-O que?!! Falei corada. 
-Nao seja assim lucy. Você disse que ia ficar comigo não foi?
-Sim mas...
-Então está bem.. Se você não quer nada... Eu vou ir para casa.
-Natsu espera.... Não vá... Não de novo... Falei chorando. 
-Luce... Disse ele me abraçando. 
Você confia  em mim? 
-É claro que eu confio natsu. 
-Então deixa.... Por.favor... Disse a última parte sussurrando. 
-Nao faz assim.... Falei olhando para ele 
-Por que? Não me diga que você se excita? Falou o mesmo, me olhando. 
-.... 
-Vou aceitar o seu silêncio com um sim.
-Seu chato.. 
-Deixa vai... Disse ele chegando para perto de  mim.
-N-nao. 
-Lucy vem, senta aqui na cama, quero conversar com você. 
-Esta bem. Disse eu indo. 
-Você não vai querer mesmo? -Nao sei... Me desculpe.. Eu não sei se tou Preparada. 
-Você não vai precisar fazer nada...Deixa eu te beijar..
-Sim.
Ele põe sua mão esquerda na minha nuca,e a outra no meu rosto, nos beijamos, #tão bom, tão excitante # ficamos assim um bom tempo até que ele começa a beijar da clavicula ao meu pescoço..
-Natsu nao, para... Falei tremendo (de excitação) 
-O que?
-Você está apertando a minha bunda...
-O que é que tem? 
-É vergonhoso... 
-Esta bem lucy desisto. Você ganhou não irei fazer sexo com voce até você se sentir pronta, Ok?
-serio?  Obrigado natsu. Falei dando um beijo nele.
Ele ficou decepcionado comigo...Natsu vamos corta esse cabelo?
-Sim,por favor 
-Okay vou falar com o Scorpion.
-Certo,  pode cortar.
-Pronto enfim terminado. Falou o Scorpion 
-passa aí o espelho. Falou o natsu 
-Toma. Disse eu, Bye Scorpion. 
-Tchau lucy. Falou ele indo embora. 
-Tem o que para comer aqui luce.
-peraii que eu viu esquentar para você. Disse eu indo para a cozinha. 
E vá tomar banho, voce tá cheio de cabelo.
-Esta bem,  mais tem alguma roupa minha?
-Eu acho que sim,  você deve ter deixado alguma muda de roupa. 
-Então está bem.
 Após o término do banho,  ele passa pela cozinha, sò de toalha, meu Deus, na verdade eu já estava acustumada 
-Vai se vestir natsu,  já está pronto o seu prato. 
-Okay... 
Jantamos, sim ele vai dormir aqui em casa, fomos dormir, não na mesma cama, não iria da certo logicamente,  por isso eu durmo no quarto e ele na sala, mão hoje foi diferente de antes. 
Depois dele estar na cozinha, decidir tomar outro banho, sabe tava tenso...
Natsu: vou para a cozinha beber água, e percebo que a lucy foi ao banheiro, provavelmente foi tomar outro banho. Voltei para a cama, que estava na sala e tentei dormir, mais é claro que eu não consegui... Fiquei imaginando de todas as maneiras "eróticas", da lucy na banheira. 
-Que merda. Falei mais alto que pensei. 
-O que foi natsu? Perguntou ela saindo do banheiro com uma blusa... às vezes eu acho que é provocação  às vezes acho que é provocação.. Parecia ser um vestido, aonde ela estava só de calcinha. 
-Ei. Volte aqui. Disse eu a impedindo (com a minhas palavras)dela entrar no quarto.
-O que foi?  Perguntou ela na maior naturalidade. 
-Essa blusa, estou reconhecendo... É minha. 
-Hum.. Sério? Eu pensei que era minha.
-Você fez isso de propósito não foi?
-É claro que não. Como eu te disse pensei que era minha. 
-.... Sei... Se fosse de propósito eu iria te fazer tirar.. Falei no ouvido me levantando indo falar no ouvido dela.
-Nao foi nada disso.Falou agora ela me empurrando e indo para o quarto. 
Boa noite. Disse ela voltando me dando um selinho.
-Luce, luce. Falei eu deitando na cama, tocando no meus lábios. 
Boa noite... 
Luce: Já no outro dia ele acordou cedo, mais do que o normal 
-Bom dia lucy!!
-Bom dia natsu. Tá animado mais do que o normal, vai acontecer algo hoje?
-Pode se dizer que sim.
-Que legal. Falei me sentando no sofa, com ele ao meu lado. 
-Nao vai querer saber o que é nao?
-Tanto faz.
-Ei! Nao fale isso luce.
-Também fale o que é. Falei me virando olhando para a sua frente. 
-Okay,  mais antes de tudo vou te falar 5 coisas.
1-você está mais linda e gostosa do que antes;2- Eu te amo;3- Você é a dona da minha vida e corpo;4-Eu vou te dar um beijo que você nunca vai esquecer,ainda hoje e por última; 5-ainda vamos fazer amor.
-tchau natsu vou tomar banho. Disse ela mudando de assunto.

-lucy você quer se tornar minha namorada e talvez ?
Lucy: -N-natsu eu não sei o que te responder... 
-Simples é sò aceitar. Fala ele na maior naturalidade. 
-E-eu aceito.. Seu pedido de namoro.. Falei toda vermelha. -Que bom lucy. Disse ele me abraçando. 
Agora como prometido eu vou vou te beijar de um jeito.. 
-Natsu perai...
-Vem cá minha lucy. Falou ele me puxando para si, dando um beijo preciso, quente , e de língua. 
Confesso estava bom,  era vicioso, não queríamos parar. Mas se não quiséssemos morrer, era obrigado.
-Lucy eu te amo. Falou o natsu me olhando com aqueles olhos. 
-Eu também te amo natsu. Falei dando um sorriso. 
-Nao faça isso comigo lucy. 
-Hã? Mais eu não falei nada, melhor não fiz nada...
-Deixa isso para lá, eu vou ter que ir para a guilda agora. 
-O que? Não....
-Lucy??? Está bem com você? -Esta tudo ótimo. Falei indo para acima dele o beijando. 
-Como você disse antes sua vida e principalmente seu corpo é meu. Não decida as coisas antes de mim.
-Há há há lucy não mexe com  fogo ou vai acabar se queimando..
Agora é a minha vez. Disse ele após me vira, ficando ele em cima de mim. Me dando vários beijos e chupoes. Logo após falei arfando :
-Natsu.. Não...chupao.. Não..
-Ok, então a língua? 
-Nat... Falei depois de senti a sua língua no meu pescoço, indo até a minha orelha. 
-Você é doce luce. Falou ele cheirando o meu pescoço.
 Natsu: tão doce,  tão irresistível #### " sua vida e principalmente seu corpo é meu"#####, assim eu não consigo me controlar. Eu verdadeiramente te amo, como eu te amo, se eu pudesse nos se tornariamos um agora....
Mas por hora vamos dar tempo ao tempo.
Lucy: Eu não sei aonde isso vai dar, porque eu fui falar aquilo? Só Deus sabe, por que... Eu não sei o que fazer. 
-Lucy... Fica comigo por favor. Falou ele com sua respiração perto do meu ouvido. 
-T-ta... Eu vou fazer tudo o que você disser hoje a noite, por isso vá rapidamente para a guilda, enquanto eu  fico aqui me preparando até a sua chegada.. 
-Promete?
-Sim, prometo. 
-Por isso agora eu vou ligar para a levy avisando que eu não vou hoje, está bem? 
-okay. Falou ele indo para o banho.
Enquanto isso eu ligo para a levy:
-Esta bem lucy-san eu vou falar com o pessoal e se  cuida.
-Tchau até amanhã. 
-Tchau até.
-Pronto. Falou ele saindo do banho só de toalha. 
-Por que voce gosta de fica semi-nu, na minha frente? Perguntei na maior sinceridade, tentando não reparar naquele corpo.  
-Olha lugie, só te digo uma coisa, o que é bonito é para se mostrar.
-Seu convencido. 
-Sua gostosa. 
-Para com isso. Falei corada.
-Por acaso tô mentindo? 
-Nao sei, nunca tive atração pelo meu corpo. Falei normalmente. 
-Serio? Disse ele me olhando do seu jeito pervertido de ser.
-Nao me olhe assim, até parece que sou um pedaço de carne.
-Desculpe mais você não é um "pedaço " e sim uma fábrica de carne. Disse ele olhando para os meus seios, já que eu nao tinha abotoado todos os botões da camiseta,  que eu tinha colocado após tomar banho. 
-Ei
-O que foi? 
- Para de ficar me desejando e vá para a guilda.
-Okay sua loira chata gostosa. 
-Vai logo. Disse eu empurrando para a porta. 
-Esperai, o meu beijo. Falou agora ele impedindo a saída . 
-Esta bem, vem cá. Falei o puxando.... Pronto agora vá. 
-Até a noite. 

Natsu :- HAPPY... CADE O HAPPY?. Fale gritando, dentro da guilda.
-bom dia natsu-san, caiu da cama foi?Falou a mirajane. 
-Olá, bom dia. Mira.. Cadê o happy? 
-Ele foi com a Wendy, com a cheila e com a erza fazer uma missão,  só deve chegar amanhã de manhã. 
-O que?..o happy foi sequestrado?? 
- .... Não é nada disso natsu-san.. Enfim o mestre está a sua espera. 
-Okay... Disse indo para a sala do mestre 
(abre a porta ) 
-Mestre queria falar comigo? Perguntei 
-Senta aí natsu. 
-Nao obrigado tô de boa. 
-Eu queria pedi para você fazer uma missão especial com o gray e o gajeel. 
-Como assim"especial"?
-Digamos que vocês teram que persegui um cara. 
-Então tá de boa.
-A última vez que ele foi visto, foi em buate, próxima daqui, eu quero que vocês o capturem e o teletransporte para mim . 
-Okay cade o metaleiro e o smorf?
-Natsu ainda é cedo você caiu da cama foi? Perguntou o mesmo dando risadas.
~Com a lucy :
Meu deus, por que eu tive que aceita aquilo, sò o natsu mesmo. Estava pensando em pesquisar sobre o assunto na Internet,  já que eu nao vou ter coragem de perguntar as meninas mesmo .
Fui num saite de reprodução humanas, e vi coisas bastante interessante,  que nostalgia... Escola, amigos...
-Primeiro eu vou deixar isso um pouco de lado,  e vê o clima, vou prepar um jantar.... ~Com natsu: os dois priguiçosos acordaram e finalmente de tarde, fomos para a cidade, ficamos em uma pousada até o anoitecer. Já a noite fomos para essa boate. 
-Oi rapazes estão sozinhos? Perguntou uma mulher de cabelo azul com uma minisaia e uma blusa mostrando a barriga. 
-Só sei que eu não estou mais, linda. Disse o gray a puxando. 
-Esse cara....se a juvia souber disso ele tá morto, melhor ela está morta. Falou o gajeel dando risadas.
-pois é, mais é uma missão podemos fazer o que? 
-É... Tanto faz. Agora ameba você vai pro lado esquerdo e eu pro direito,  para procurar o tal cara.
-Nao me dê ordens. Falei indo para o lado direito. 
-Esse imbecil. 
Vamos lá natsu, se acharmos logo o cara podemos ir mais cedo para casa, encontrar sua loirinha...Falei comigo mesmo. 
-Ola senhor, tem algo que possa te ajudar? Falou uma loira falsificada sentando ao meu lado. 
-Sim você pode me dizer o seu nome? Disse eu perto do seu ouvido. 
-Me chamo liza.
-Nome lindo liza.
-O que o senhor deseja?
- voce pode fazer um favor a mim?
-faço tudo e algo mais.
-Hó,  se não temos uma pervertida aqui. Falei fingindo. 
Por acaso você conhece esse homem ou ele está aqui hoje? Perguntei mostrando a foto.
-Deixa eu ve, conheço ...não é aquele cara que está saindo não?  Falou ela apontando para o cara que estava na saída. 
-Obrigada. Falei me levantando. 
-Gray chega aqui. Falei o puxando da compahia da garota de mais cedo. 
-Obrigado por me tirar de perto dessa vadia. Falou ele na raiva.
-Deixa isso para lá, o cara acabou de sair. 
-Vamos.
-Certo 
Saímos de lá e vimos ele parado conversando com uma garota. 
-Com licensa. Falei antes de dar um murro na cara do miserável, que acabou desmaiando.
-Pronto natsu, vou ativa o portal que vai leva-lo para o mestre. 
 -Certo, e eu vou chamar o metaleiro para voltarmos a magnolia. Disse eu ao smarf, antes de voltar para a buate.
-Gajeel vamos. Falei ao metaleiro.
-Finalmente,  não vejo a hora de sair daqui. Falou ele comum olhar de nojo. 
-O que foi tá com saudade da intelectual é?
-é claro, a minha baixinha nem se compara a essas oferecidas...
E você quer chegar logo a magnólia por causa de uma certa loirinha. Falou ele me dando um tapa no ombro 
-É claro ela é minha namorada. 
-O que?!! Vocês tão namorando? 
-Sim, a partir de hoje, mais deixando isso de lado vamos logo sair daqui. 
-Acabou gray. Perguntou o metal pesado. 
-Já. Vamos aproveitar e ir logo daqui, ainda é 19 horas
-Você acha "ainda"? Falei. Estou super atrasado.  fomos para onde estávamos hospedado, e logo apos voltamos para magnolia. Chegando lá já era 21 horas, cada um seguiu o seu caminho, e eu fui para casa da minha namorada, que nesta hora estaria dormindo. 
Abri a porta lentamente,  e entro devagarinho, surpreendentemente me deparo com a cena mais linda,  a lucy estava dormindo sobre a mesa, aonde estava com comidas que eu gosto, não, amo. 
-Cheguei Lucy. Cochichei em seu ouvido 
-Na....tsu. Falou ela dormindo.
-Vem cá. Disse eu a pegando no colo, indo em direção ao quarto. A coloquei na cama e a cobri..peguei uma toalha limpa e fui ao banheiro. Apos o terminio do banho, so com uma cueca( boxe ), fui dormir junto a minha amada.
No outro dia de manha, já acordado fui preparar o café da manhã. 
-Bom dia lucy. Falei a beijando.
-Bom dia meu amor. Falou ela sonolenta. 
-Quer cafe?
-Sim. 
-Aqui. Falei mostrando a bandeija de coisas Light, já que nos nao era muito de comer comidas gordurosas,  por isso estávamos acustumados com suco de manhã e pão intregal. 
-Você chegou que horas ontem? Falou ela me olhando.
-Cheguei ia da 21:30,voce já estava dormindo 
-Eu passei a tarde e a noite toda te esperando. Falou ela com um bico mais fofo do mundo. 
-Sua safada,  tava me esperando foi?
-S-sim, agente tinha prometido se lemba?que agente  ia " ficar "juntos ontem. 
-Me desculpe lucy, a missão demorou mais do que o esperado. 
-Sei..
-hum...Nao seja por isso, vamos fazer amor agora, já que hoje é sábado. Falei indo em cima dela
-Nao sei. Disse a mesma virando o rosto.
-Olhe para mim lugie. 
-É lucy. Falou ela antes de eu a ter beijado. 
Começei beijando o pescoço depois fui descendo:
-Posso continuar? 
-S-sim. Falou ela toda vermelha. 
Parei na sua blusa:
-Isso tá me incomodando. Falei fazendo ela se sentar na cama e tirar a blusa.
-você é magnífica.Falei olhando para o seu seios.
Aonde logo, logo estava chupando -o, ouvi ela gemendo e tapando sua boca com a mão 
-Lucy eu te amo. Disse a abraçando..
-Eu também te amo natsu. Falou retribuindo o abraço. Continuei a chupa-los e levemente morde-los.
-Na.. tsu...Ma..is.
-É, pra já.
Desci meus dedos no seu short, até a sua ìntimidade que estava molhada. 
-A...há.. Natsu.... Eu... Vou... Disse ela tremendo, antes de ter gozado nos meu dedos.
-Isso lucy goze para mim, mais e mais... Falei labendo os dedos 
- Nao vale... Seu injusto.. 
-Hã??o que? 
-Por que só eu que estou ficando excita aqui?
-Vem aqui então... Me deixe excitado. Disse eu invertando os lados.
-Okay então...
Ela me beijou, pos a língua,  e se próprio tirou a minha blusa,  e me lambeu. 
-Você tem gosto de... Caramelo...doce.. 
-Serio? 
-Sim.
Ela continuou me lambendo até que... Ela para e leva sua mão para meu short, e o desabotoa, e logo depois o tirando.
 Ela tirou minha cueca e pegou no meu intimo e começou a chupa-lo com a sua boca e de vez enquanto o lambia. Eu por ser quem sou colocei minha mão na sua cabeça, a inscetivando a continuar.
-Lucy... Se prepara que... DisLucy... Se prepara que... Disse eu tremendo.
 Despojei no canto da sua boca, onde a mesma, limpou com a sua língua, digerindo para si. 
-Pronto. Falou ela sastifeita. 
-Agora vem a minha vez . Falei indo para cima dela.
Tirei o resto da sua roupa,  e ela a minha. A beijei e muito, e logo apos me levantei,  para pegar a camisinha na bancada e rapidamente coloquei-a, e após isso a penetrei,  no início  devagar, mas depois fui dando estocadas fortes. 
-Lucy.... 
-Nat...su.. Falou ela após perder o 1 orgasmo. 
Me retirei dentro dela e detei descansando em cima da mesma.
-Eu te amo lucy. 
-Eu também te amo natsu... 
Autora :dias, meses, ano depois lucy e natsu se casaram e depois tiveram sua filha, a malu. E viveram juntos até o fim das suas vidas. 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, se tiver algum erro de escrita, pode falar, e se não entendeu algo é sò perguntar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...