História Destino Marcado - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Marco Reus, Robert Lewandowski
Personagens Marco Reus, Robert Lewandowski
Tags Dortmund, Futebol!
Visualizações 133
Palavras 1.530
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E eles vão crescendo e se descobrindo...

Capítulo 2 - E tudo fica mais sério


Fanfic / Fanfiction Destino Marcado - Capítulo 2 - E tudo fica mais sério

A família Heidel nunca soube do namoro de Samantha com Marco, não porque eles escondessem, mas porque nunca se interessaram pela vida amorosa da filha, para o casal, ela ainda era uma menininha.

Marco e Sam formavam um casal apaixonado, eles estavam sempre juntos: na escola, nos jogos, na casa dos amigos de Marco (como Marcel, Robin, Armin), etc. Não conseguiam ficar muito tempo separados e os momentos difíceis eram as férias, onde Samantha viajava pelo mundo com a família e Marco ficava em Dortmund aproveitando com os amigos. Sarah sempre tentava usar de fofoca para separar o casal, mas nunca teve sucesso, a amizade deles era mais forte que tudo e eles eram muito unidos.

Com o tempo, o desejo começou a fazer parte do relacionamento deles, em uma época da adolescência parecia que ambos estavam com o corpo em ebulição e saber que Chiara e Armin tinham dado o passo seguinte na relação deles e tinham transado, tinha despertado uma nova perspectiva em Marco e Samantha. Eles tinham conversado a respeito e Marco tinha deixado claro que queria a primeira experiência dele com ela:

- Sam, eu quero que nós tenhamos nossa primeira experiência juntos, quando você estiver preparada. Quero descobrir essas novas sensações junto com você.

Samantha dava selinhos em Marco:

- Eu também quero que seja com você, mas às vezes tenho medo. E se a gente não souber como fazer?

- A gente pode conversar com o Armin e a Chiara e tirar as dúvidas. Eu quero que você saiba que eu sou louco por você e quero fazer amor com você, mas quando você estiver preparada, sem pressão.

Samantha passou os braços ao redor do pescoço de Marco:

- Eu te amo Marcinho. Vou falar com a Chiara. Eu também quero dar esse próximo passo.

Marco a segurou pela cintura e a trouxe para mais perto num beijo apaixonado.

Alguns dias depois, no intervalo da escola, as duas melhores amigas conversavam:

- Como foi sua primeira vez com o Armin?

Chiara olhou surpresa para a amiga de infância e respondeu com outra pergunta:

- Quando você vai transar com o Marcinho, Sam?

- Nossa Chi, não é assim tão fácil. A gente se ama e está a fim, mas tem tantas variáveis...

- As variáveis estão na sua cabeça. É óbvio o quanto o Marcinho é louco por você. Com o tempo vocês vão casar e ter um montão de filhos loiros como vocês dois. Ele vai se tornar um administrador de empresa que provavelmente vai trabalhar com seu pai e jogar futebol com o Armin e os meninos de final de semana e você vai ser advogada, afinal adora defender os outros e vão ser felizes para sempre. Claro que eu e o Armin vamos ser padrinhos dos seus filhos.

As duas deram uma gargalhada e a professora olhou feio para elas que disfarçaram. Mas Chiara continuou no tema:

- Mas para tudo isso acontecer, vocês dois precisam começar a ter mais intimidade, me entende?

- Então me conta como é...

- Amanhã eu vou no ginecologista, e você vai comigo. No caminho te conto tudo que você quiser saber.

No dia seguinte, as amigas passaram a tarde juntas e Chiara foi bem sincera com Samantha, contou como eles deviam se precaver, como era a primeira vez, o que doía, o que ela deveria fazer...

A oportunidade do casal veio quando eles menos esperavam, no feriado seguinte, a mãe de Chiara (ela não tinha pai e o relacionamento com a mãe era bastante aberto) foi viajar com umas amigas e Chiara convidou Samantha para ficar com ela em casa e os pais de Samantha concordaram, já que ela teria prova logo após o feriado e eles iriam com Sarah para esquiar nas montanhas da Áustria.

Chiara chamou também o namorado e Marco para ficarem com elas. Durante o dia eles foram ao cinema e ficaram passeando no shopping de Dortmund, comeram um lanche e voltaram para a casa de Chiara. Ela disse que dormiria com Armin no quarto da mãe dela e que Sam e Marco poderiam ficar com o quarto dela. Eles se despediram e deixaram o casal sozinho. Marco e Sam se olharam e sorriram.

- Eu vou pegar dois copos de água para a gente.

- Ok, eu vou tomando banho enquanto isso, Sam.

Marco tomou um banho rápido e ficou arrumando o cabelo no espelho até Sam voltar. Ele estava somente de bermuda, já que com a calefação da casa, o ambiente estava quente. Samantha deixou os copos na escrivaninha e pegou as coisas dela e foi tomar banho. Marco estava ansioso, andava de um lado para outro no quarto, abriu a mochila e pegou umas camisinhas e deixou do lado da cama. Tanto ele quanto Sam sabiam bem que seria aquela a primeira noite deles, e isso o deixava bastante inquieto.

Samantha tomou um banho mais demorado, passou hidratante, penteou o cabelo,  se olhou no espelho e finalmente sorriu, ela estava pronta, iria se entregar para o amor da vida dela. Quando Marco ouviu que ela estava vindo, entrou na cama embaixo das cobertas. Samantha entrou no quarto tranquila, vestia uma blusinha regata e um short. Ela apagou a luz de cima, deixando somente uma luz lateral e fraca acessa e veio até a cama e se deitou ao lado de Marco.

Ele se aproximou dela e deu um selinho, depois passou o nariz pelo pescoço dela:

- Você é tão cheirosa Sam...

Samantha passava o dedo delicadamente pelo braço de Marco e aquilo o estava fazendo arrepiar, ele então depositou beijinhos delicados no ombro e no pescoço dela e voltou para beijar a boca dela, vindo com o corpo dele por cima do dela. O beijo foi se aprofundando e o clima entre eles esquentando. Marco colocou a mão por dentro da blusa de Sam e começou a acariciar a barriga dela. Sam estava começando a ficar com calor.

Marco pegou a beirada da blusinha de Sam e puxou, ela se levantou um pouco para ajuda-lo e ele tirou a blusa dela. Sam voltou a deitar e Marco ficou parado, olhando para os seios dela sem reação. Samantha pegou a mão dele e colocou para tocar no seio dela. Marco parecia uma criança, que estava tocando um brinquedo desejado por muito tempo. Já Sam, ao sentir a mão dele fechou os olhos e sentiu um arrepio pelo corpo todo.

- Seu corpo é tão macio.

Marco acariciava o seio de Samantha com cuidado, carinho... Ela sorriu e abriu os olhos e encontrou com os olhos de Marco a encarando.

- Eu te amo Sam, tem certeza que quer ir em frente?

Samantha fez que sim com a cabeça e ele voltou a beijá-la enquanto fazia carinhos nos dois seios da namorada e ela passava o dedo delicadamente pela barriga de Marco. Naquela época, Marco era um adolescente magrelo, com um cabelo estranho, mas incrivelmente doce ao tratar Sam, que para ele era uma princesa: loirinha, de olhos verdes bem claros, e pintinhas no nariz.

Com o tempo, as mãos de ambos foram descendo e se livrando da roupa até que ambos ficaram nus, por incrível que possa parecer, nenhum dos dois ficou com vergonha, sabiam que queriam se amar e ser um do outro para sempre e eles estavam com seus corpos prontos para isso. Marco pegou a camisinha, colocou sob o olhar atento de Samantha e finalmente se deitou em cima dela e a foram se encaixando aos poucos, se descobrindo e se conectando. Para uma primeira vez, foram muito bem e depois de atingirem o ápice, se abraçaram se recuperando:

- Sam, eu acho que estou sonhando...foi a melhor sensação que já tive na vida...

Samantha olhou para ele e sorriu:

- Eu também nunca tinha sentido isso antes e...

- E? – Marco estava preocupado

Samantha sorriu para ele:

- E foi muito bom.

Marco sorriu de lado com covinhas:

- Sam, eu quero você para sempre. Quero ficar velho com você assim, comigo, abraçada comigo.

Samantha se apoiou em Marco e em pouco tempo estavam dormindo abraçados. No dia seguinte, sofreram um bombardeio de perguntas do casal de amigos e depois de passarem bastante vergonha, eles comentaram somente que estavam felizes.

Os demais dias foram similares, as meninas tiveram que estudar e os dois foram jogar bola com os amigos, mas as noites foram cheias de amor. Numa das noites, teve tempestade a noite toda e Samantha pela primeira vez não teve medo, estava nos braços quentes de Marco.

Depois daquele feriado, os dois casais estavam mais unidos do que nunca, o amor era quase palpável e isso não passou despercebido por Sarah, que sabia que algo tinha acontecido e começou a seguir a prima.

Na escola, algumas meninas davam em cima de Marco por ele ser o astro do time de futebol, apesar de na aparência Marco ser de um garoto com potencial, mas ainda em desenvolvimento. Samantha também tinha seus fãs, afinal ela e Chiara, eram as garotas mais bonitas da escola, mas nem ela, nem Marco sentiam ciúmes, sabiam que tinham um ao outro e ninguém nunca iria mudar essa situação.


Notas Finais


O que acharam da primeira vez do casal?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...