História Destino Nova York - Capítulo 17


Escrita por: ~ e ~Jami_Colifer

Postado
Categorias Originais
Tags Festa, Gravidez, Intercâmbio, Londres, Nova York, Times Square
Exibições 19
Palavras 1.096
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 17 - 18


Seria uma loucura dizer que eu tinha aceitado a proposta de Jason de conhecer a sua casa?

Loucura é com certeza a palavra certa.

Mas quem liga? Eu sou jovem e tenho um futuro pela frente, eu preciso cometer loucuras. Definitivamente o motivo de eu estar em Nova York não era estudar. Eu estava ali para criar memórias de momentos maravilhosos, porque só se é jovem uma vez na vida.

Então sair com Jason na noite em que nós nos acertamos não era um erro. Eu achava.

A casa de Jason era em um condomínio em uma parte meio afastada da cidade. Sua casa era branca e simples por fora, mas por dentro era quase um palácio. Cheia de objetos de decoração que eu considerava caríssimos e um quintal com uma piscina enorme.

A casa era somente de um andar e continha o seu quarto e um de hóspedes. Quando chegamos ele estacionou a sua Ferrari e me levou para um tour pela casa.

- É sério que você precisa dessa Ferrari? - eu pergunto. Quando eu andei com ele na Ferrari me senti uma riquinha.

- Sim, como é que você não gosta de andar em uma Ferrari? As outras que eu trouxe aqui adoravam andar nela... - ele para de falar quando vê a minha cara.

- Essa é a nossa primeira noite e você já está estragando ela. -eu digo. 

Ele pede desculpas e continua me mostrando a casa. Quando o tour acaba ele me manda ficar sentada em uma mesa no quintal enquanto ele faz o jantar, que iria ser a luz de velas. 

- Aonde você se meteu? Está perdendo toda a festa! - Lily grita do outro lado do telefone.

Só quando eu estou esperando Jason fazer jantar é que me lembro de Lily. Ela estava claramente irritada por eu não ter ficado para a comemoração.

- Ah desculpe Lily. É que aconteceu umas coisas e eu tive que sair. 

- O que aconteceu? Algo muito sério? - e o lado amiga preucupada entra em ação.

- Não, nada demais. Mas me diz, como está aí? 

- Esta muito bom. Mamãe e papai já foram, Charles e eu vamos ficar até mais tarde.

- Hum...

- Amiga, amanhã nós nos falamos. - ela grita e desliga rápido. 

Pelo visto a festa estava ótima.

De repente mãos tampam meus olhos .

- Fique de olhos fechados. - Jason manda.

- Nossa, você é bem rápido na cozinha. 

Quando suas mãos me deixam enchergar eu fico de boca aberta. A piscina estava cheia de flores, e havia veas aromáticas iluminando o ambiente. Em cima da mesa havia duas taças cheias de vinho e pratos com alguma comida que eu não conheço.

Resumindo, estava tudo romântico.

- Eu não sabia que você fazia esse tipo de coisa. - eu falo. 

- Só para você. - ele diz enquanto se senta na minha frente.

Ele aperta um controle e uma música lenta começa a tocar baixinho.

- Então eu sou especial? - pergunto sorrindo.

Ele toma um gole do vinho antes de responder.

- Você é.

Eu sorrio ainda mais e provo a comida. Ele fica me olhando esperando um elogio ou algo do tipo, eu faço cara de suspense.

- Nota... 10. - eu finalmente digo o fazendo rir.

- Eu não sabia que você era juíza.

- E eu não sabia que você cozinhava tão bem! Aonde aprendeu?

- Ah sozinho, sabe? Meu sonho sempre foi ser cozinheiro.

- Sério? E por que você não está estudando gastronomia? - eu fico surpresa. Jason não tem cara de cozinheiro. 

- Meu pai disse que não aceitaria um filho cozinheiro.

- Ah... - eu abaixo a cabeça.

A família dele era complicada, até parecia que estávamos no século passado.

- E você? Sempre sonhou em ser administradora? - ele pergunta.

- Na verdade, não. - eu tomo um gole de vinho.

- Então o que você queria ser?

- Eu nunca pensei nisso. 

- Como assim? Todo mundo tem o sonho de ser alguém quando crescer.

- Mas eu não.

Nós comemos calados por um tempo. 

- Na verdade, eu sempre quis fazer um intercâmbio. E aqui estou eu.

- Aqui está você.

Ele me encara e eu não consigo decifrar o que está pensando. Seus movimentos de repente se toram mais sensuais.

- Você tem irmãos?

- Não, sou filha única. 

- Eu também, mas entroca eu já tive um monte de animais de estimação.

Eu me inclino na mesa ficando mais perto dele.

- Eu também amo animais de estimação. Qual você prefere? Gatos, cachorros...

- Cobras. 
- O que? - eu olho incrédula para ele que sorri se divertindo. 

- Eu já tive uma cobra, ela se chamava Ambry. 

- Meu Deus. Mas por que uma cobra?

Ele levanta e dá a volta na mesa chegando perto de mim.

- Eu acho cobras animais eróticos.

Então ele volta para a cozinha me deixando curiosa e um pouco exitada. Quando ele volta da cozinha trás consigo morangos e chocolate derretido. Ele se senta, dessa vez ao meu lado, e me dá um morango lambuzado de chocolate na boca.

- Nunca achei que morangos poderiam ser tão sexy, Clark. - ele se aproxima mais e coloca a suas mão na minha cintura.

- Quer dançar?

- Não acho que seja a melhor ideia. 

- Por que?

- Eu não sei dançar muito bem.

- Não era o que parecia na balada quando você estava se esfregando naquele cara. - ele diz.

Eu coro me lembrando do dia em que sai com Paula e ele também estava na balada que nós fomos. 

- Ok Ok. Você venceu.

- Eu sempre venço.

Ele me segura delicado na cintura e eu abraço suas costas. Nós balançam os devagar ao ritmo da música.

- Você fica linda com esse vestido. - ele diz.

O vestido que eu vestia era um vermelho vintage que comprei só para a formatura de Lily. Eu nunca poderia imaginar que minha noite acabaria aqui.

- Mas sabe como você ficaria melhor?

- Hum?

- Sem ele.

Eu me arrepio ao ouvir isso. 

- Você quer tirá-lo? - eu me arrisco a dizer.

Ele me vira e põe as mãos na minha barriga.

- Pode apostar que sim, Clark. - ele diz rouco ao pé do meu ouvido.

Então ele me vira de novo e eu pulo em seu colo. Ele sobe meu vestido e aperta minhas coxas nuas. Nós subimos apressados para o seu quarto. E lá o meu quarto erro acontece.


Notas Finais


Não se esqueçam de votar, comentar e compartilhar a história 😊
Iniciando a parte final de DNY!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...