História Destino ou Acaso? - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Drama, Originais, Relações, Romance, Romance Lésbico, Viagens
Exibições 99
Palavras 3.656
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Boa noite chuchus <3 Que saudade! Bom, eu demorei alguns dias para escrever esse capítulo, eu quando o li já pronto julguei-o o melhor que eu já escrevi. Eu realmente gostei muito dele - apesar de ter chorado na hora de ter escrito algumas partes - e espero que vocês gostem também. Está bem cumprido e tem um motivo para isso...

Boa Leitura! <3

Capítulo 34 - All of Me


Fanfic / Fanfiction Destino ou Acaso? - Capítulo 34 - All of Me

Chloe Suzie's Point Of View

Dias Depois

Havia acabado as provas, era o último dia de aula, todos do colégio, sem exceção estavam espalhados pelo corredor principal, todos de frente para o enorme relógio que havia ali, faltava exatamente um minuto para acabar. Passou rápido, muito rápido, mas valeu a pena. Faltando dez segundos todos começamos a contagem regressiva, cada vez que um número diminuía o coração batia mais forte. Pode parecer louco, mas vai fazer falta. O colégio é uma das melhores épocas, é um lugar onde podemos errar, vai ter quem nos ajude a concertar, no mundo lá fora não é assim. A vida é dura e agora é hora de encarar ela.

O sinal tocou, todos gritaram, estávamos todos satisfeitos e formados. Eu estava com todos os meus amigos, todos nos abraçamos. Foi com eles que tive os melhores momentos no colégio, estudo com eles desde que comecei a vida escolar, quero levar eles para minha vida inteira, a vida que só está começando...

-Onde vamos nos encontrar para ir ao baile? - Amanda perguntou enquanto saímos do colégio

-Na casa da Victória dessa vez - Luana falou

-A casa dela é a mais longe, Lua - Falei pensativa

-Vamos para tua casa então - Victória disse animada

-Tá bom. Vocês vão? - Perguntei olhando para Pedro e Miguel

-Encontramos vocês lá - Os dois disseram em uníssono

-Cadê Annabella? - Perguntei olhando ao redor

-Ali - Yasmin apontou

Olhei para onde minha amiga indicara e a cena que eu vi eu preferia apagar da minha mente. Annabella estava mesmo no maior abraçado com a Laura? Só pode ser ilusão de ótica, pensei comigo. Me despedi de meus amigos e fui até onde Bella estava, quando me aproximei as duas estavam apenas conversando, não sei porque, nem qual a necessidade delas conversarem.

-Oi amor - Agarrei a cintura de Bella

-Oi bebê - A mesma me deu um selinho

-Vamos? - Perguntei sem nem mesmo olhar a cara de Laura

-Vamos - Bella sorriu nervosa - Tchau Laura - A mesma disse rápido e saímos juntas

Bella percebeu que eu estava com ciúmes, ela sabe o quanto detesto a Laura, desde quando ela resolveu aparecer no colégio e fazer amizade com a Bella. Quando soube que elas estavam namorando meu mundo desabou, mas tentei me fazer de indiferente, o que não saiu do jeito que devia. Não falei nada até chegarmos no carro, assim que entramos eu respirei fundo, Bella já olhava para mim com certo medo. Eu não iria machuca-lá, eu só estava zangada.

-O que estava falando com ela, Annabella? - Perguntei seca

-Ela só veio se despedir, não irá para a formatura - Bella disse calma

Eu nada falei, apenas respirei fundo e dei partida no carro. Bella colocou sua mão sobre minha coxa na tentativa de me acalmar, o que foi em vão.

-Não fica assim, amor. Por favor - Bella pediu com carinho

-Você sabe que não gosto de ver vocês juntas, porra - Falei fria

-Amor, por favor! - Bella estava chorando

-Desculpe - Respirei fundo - Eu te amo Bella

-Eu também te amo! - Bella beijou minha bochecha

Não falamos nada durante o resto do caminho. Quando chegamos em minha casa, minha mãe e minha suposta sogra estavam almoçando. Bella e eu nos juntamos à elas, conversamos e rimos como achei que jamais faríamos. Hoje é um dia que todos estão de bom humor, só vale chorar de alegria e emoção, desde que as mesmas sejam boas. Depois de comer a sobremesa, subir para o quarto com Bella nas costas, será que ela sabe que já não é mais criança para andar no cavalinho?

-Vou tomar banho e dormir - Falei para Bella enquanto me livrava das roupas

-Vai me deixar sozinha? - Bella fez bico

-Vem dormir comigo até a hora da gente se arrumar - Fui para o banheiro

-Tá bom. Deixa um espacinho para mim, vou tomar banho contigo - Bella gritou do quarto

Bella entrou correndo e segurando os seios no box, me fazendo rir e ganhar um tapa no braço por isso. Beijei seus lábios carinhosamente e logo a puxei para mim, deixando assim a água molhar suas madeiras e seu corpo. Ficamos ali abraçadinhas, lavei os cabelos da dengosa da Bella, nos lavamos e saímos. Coloquei minha camiseta do Harry Potter e Bella minha camiseta preferida, a qual já considero dela.

(...)

Annabella Lombardi's Point Of View

-Não vou passar prancha no teu cabelo - Falei zangada

-Por favor amor - Chloe pediu manhosa

-Porra, teu cabelo tá lindo, Chloe! - Dei-lhe um tapa no braço

-É só hoje amor - Chloe fez cara de dor - E para de me bater

-Deixa ele assim - Fiz bico

-Quanto mais demorar para começar, mais tarde vai terminar - Chloe forçou um sorriso

-Te odeio! - Coloquei a prancha para esquentar e comecei a repartir o cabelo de Chloe

Demorei quase uma hora para deixar aqueles cachos lindos totalmente lisos, a contra gosto claro! Pensei que Chloe deixaria ele livre e solto como sempre, mas não dessa vez. Seu cabelo ficou um tom de ruivo mais claro, ou foi impressão minha, ruivo lhe cai muito bem. Assim que terminei de fazer o cabelo de Chloe, nós duas trocamos de lugar, Chloe agora faria uma tiara de trança no meu cabelo, o que não demorou muito. Assim que meu cabelo estava pronto fui colocar meu vestido e Chloe que cismou que eu não iria ver a roupa dela até hoje, também foi se vestir.

A principio eu não iria usar vestido, mas Camila me mandou um de presente que eu fiquei simplesmente apaixonada e é perfeito para a ocasião. Ele é todo trabalhado em detalhes dourados na parte de cima e com a saia branca, um pouco rodada. Um mimo e a cara de Camila. Coloquei um salto claro para não fugir da cor do vestido e uma pulseira de brilhante que papai me deu no último natal. Eu estava me sentindo uma mulher madura naquele traje, me senti bonita, poderosa, como uma mulher deve se sentir sempre!

Sai de dentro do closet e não vi Chloe, fui até o banheiro ver se ela estava lá, mas ela não estava. Peguei meu iPhone e desci, já estava maquiada e tudo mesmo. Desci as escadas devagar por conta do salto, toda minha família estava lá, Kiara quando me viu pulou em meu colo, abracei ela e lhe dei um beijo na testa. Hoje ela está realmente uma princesa!

-Vocês viram a Chloe? - Perguntei no meio da sala chamando atenção de todos

-Ela está te esperando na limousine lá fora com seus amigos - Mamãe respondeu

-Obrigada mãe - Sorri e acenei como despedida

Me encaminhei em passos calmos até o lado de fora da casa, quando sai realmente vi uma limousine preta a minha espera, só não esperava ver Chloe me esperando do lado de fora, de roupa social, com um buquê de flores na mão. Eu poderia ter tido uma taquicardia se meu coração não fosse tão forte. No momento que a vi um sorriso se abriu em meus lábios, assim deixando meus olhos um pouco fechados - e cheio d'água claro -.

-Você está linda, amor - Chloe disse quando me aproximei

-Você está linda! - Falei baixinho

-São para você, escolhi especialmente para essa noite - Chloe deu um beijo em minha testa e me entregou o buquê

-São lindas amor, obrigada - Lhe dei um selinho

-Vamos? - Chloe abriu a porta da limousine para mim, eu apenas assenti

Entrei no carro e vi todos os meus amigos com expressões de quem já sabia de tudo. Quis bater neles, mas antes que eu começasse Lua veio com aquele discurso fajuto de que era tudo para ser lindo. Todos estavam impecáveis, parecia que iríamos para alguma premiação muito importante, mas na verdade era só o baile de formatura e a cerimônia de entrega dos diplomas. Meus amigos estavam animados, ainda resolveram beber tequila que tinha na limousine, isso resultou em todos nós cantando alto e em bom som "Hey Mama - David Guetta". Não demoramos muito para chegar no local onde seria o evento, o qual estava bem movimentado e cheio de luzes. Por um momento me senti chegando no Oscar, tinha até tapete vermelho.

Meus amigos foram na frente com seus respectivos pares, Chloe pediu para que eu esperasse um pouco. Fiquei confusa, mas esperei até meus amigos entrarem. Logo a gente entrou, de mãos dadas, paramos na entrada para a foto e depois da mesma ser tirada, o fotografo entregou um envelope dourado para mim e sorriu, Chloe sorriu para ele e entramos. Cumprimentamos nossos outros amigos do colégio, nossos professores, diretores e etc. Não demorou muito para sermos intimados a ir até a parte de baixo do salão para colocarmos as becas - essa parte eu acho desnecessária -.

Pedi a Chloe que me esperasse lá em baixo e fui ler o envelope que eu havia recebido.

"Annabella, ás vezes me enrolo com as palavras e você sabe disso, por isso, vou tentar transmitir o que eu sinto atráves de letras de músicas.

Pegue a caneta, coloque-a no papel

Escreva em minha pele, traga-me à vida

Você não pode começar de novo, não tem borracha

Todas as minhas falhas, você as entende muito bem

Tudo está vazio até que você me desenhe

Tocando em meu corpo como se me conhecesse

Escreva em mim

Colora fora das linhas

Adoro a forma como você me marca por completo

Amor, leve o tempo que precisar"

Ao ler aquilo meu coração se encheu de amor e de paz. Eu me senti tão feliz e alegre que não consegui conter um sorriso seguido de lágrimas nos olhos. Respirei fundo para não me emocionar mais do que podia. Desci para o vestiário e encontrei Chloe linda na beca preta com detalhes azuis. No momento que a mesma me viu, abriu um sorriso de orelha a orelha, corri em sua direção e Chloe me pegou no colo me abraçando, só disse " eu te amo" em seu ouvido baixinho, ela respondeu com um beijo de tirar o folego, todos ali aplaudiram e só quando ouvi o som das palmas que eu me liguei que até o diretor do colégio estava ali. Chloe e eu coramos no mesmo momento.

-Felicidades para vocês! - O diretor disse alto. Alguém cava um buraco e me joga dentro dele? Please!

-Obrigada - Chloe sorriu para o homem - Amor, vai se vestir, temos que subir em cinco minutos. E não pense que acabou - Chloe sussurrou em meu ouvido

Dei-lhe um selinho e fui colocar a beca, tive que pedir ajuda para Chloe pois não estava sabendo vesti-la, o que foi extremamente hilário e rendeu boas risadas minha e dos meus amigos. Assim que estávamos todos prontos, tiramos uma selfie, tirei foto dando selinho na Chloe e depois subimos, da mesma forma que entramos no salão.

O palco do salão já estava todo arrumado, todos os diplomas estavam organizados e os convidados estavam todos sentados esperando nós entrarmos.  O corredor com o tapete vermelho já estava com as luzes acesas, as luzes ao redor do salão se abaixaram e a música começou a tocar. Entramos individualmente e nos posicionamos em nossos respectivos lugares no centro do palco. O diretor começou a dar seu discurso, após o final do mesmo, nossos nomes começaram a ser chamados, fui a primeira a ser chamada, quando levantei todos aplaudiram. Assim foi com meus amigos e com Chloe.

-Para terminar, quero anunciar os melhores alunos de nosso colégio: Annabella Lombardi, Chloe Suzie e Luana Maggiore - O diretor nos aplaudiu. Nos levantamos e fizemos uma pequena reverencia - Os alunos já podem retirar as becas e aproveitar o baile - Foram suas últimas palavras.

Antes que eu descesse as escadas do palco, o diretor me chamou e me entregou outro envelope dourado. Respirei fundo só de imaginar o que me esperava. Desci para retirar a beca e subi para o salão, cumprimentei minha família e sentei para ler o segundo envelope.

"Você tomou conta das batidas do meu corpo

Você simplesmente não desiste, não desiste

Você tomou conta das batidas do meu corpo

Mas você me põe pra cima, me põe pra cima

Se você pudesse sentir meu pulso agora

Ele estaria batendo como uma marreta

A verdade foi exposta

Não vou parar agora

Estou chegando perto

Já tive o suficiente

Desmascarei meu amor

Estou chegando"

Meu coração veio na boca mais uma vez. Mamãe sorriu para mim como se soubesse o que estava acontecendo, pediu para ler o que estava escrito no envelope, eu deixei, ela sorriu para mim, apenas isso. Coloquei o envelope na bolsa de mão que eu estava carregando, deixei a mesma com a minha mãe e fui até meus amigos até o buffet, não posso negar que eu estou faminta. Me servi de algumas massas que havia ali e me sentei em uma mesa junto com meus amigos, estranhei que Chloe não estava junto a nós, mas Luana me assegurou de que ela estava se trocando ainda. Comemos em meio a risadas, mas não enrolamos muitos, logo fomos para a pista de dança aproveitar, afinal, é nosso dia de aproveitar.

-Oi princesa - Ouvi uma voz familiar atrás de mim e logo dois braços branquinhos rodearem a minha cintura. Virei meu rosto para trás, o suficiente para poder enxergar Chloe, sorri quando vi a mesma e lhe dei um selinho desengonçado devido nossa posição

-Dança comigo - Pedi manhosa, Chloe apenas assentiu

Nossos corpos foram se sincronizando aos poucos, nossos movimentos se ligando um ao outro, os olhares estava em chamas e os lábios em sorrisos abertos, deixando a mostra nosso sentimento. Curti aquele momento com ela, a música agitada fez com que suássemos um pouco, mas nada demais.

Chloe Suzie's Point Of View

Eu já tinha em mente aquela noite à meses, mas decidi deixar tudo guardado apenas para mim. Nessa semana, pedi ajuda para pessoas próximas a Annabella e eu para poder fazer o que planejei. Estou com medo, mas ao mesmo tempo me sinto invencível! Só espero que corra tudo bem essa noite, e que na hora H eu não trave e mesmo se eu travar acho que não vou sentir tanta vergonha, afinal, vai ser um momento só meu e dela.

Fazia mais de uma hora que estávamos dançando, Bella já tinha decido do salto, já estava bem agitadinha de tanto beber - sim, batizamos as bebidas, mas ninguém precisa saber disso -. Antes da música lenta começar, Luana entregou mais um envelope para Bella, eu fiquei apenas observando a reação da mesma.

"Então você tem coragem?

Fico pensando se seu coração ainda está aberto

E se estiver, quero saber que horas ele fecha

Se acalme e prepare seus lábios

Sinto muito interromper, é que apenas estou constantemente à beira

De tentar te beijar

Mas não sei se você sente o mesmo que eu sinto

Mas poderíamos ficar juntos se você quisesse"

Bella sorriu, olhou no fundo dos meus olhos e por alguns segundos pude ver a alma dela. Ela exala paz, amor, paciência, calma, bondade, doçura, alegria... Ela brilha como as estrelas no verão. E mais lindo que o brilho que a alma dela carrega, é o brilho de seus olhos. Os olhos que me despertam os melhores sentimentos eu poderia sentir, os olhos que me fazem amar cada dia mais essa menina-mulher.

Me aproximei de Bella e selei nossos lábios, um beijo calmo começou ali, demonstrando tudo o que estávamos sentindo. Agarrei seus cabelos com cuidado para não bagunça-los, Bella passou seus braços delicados por minha cintura, onde pousou suas mãos e apertou de leve. Fiquei no comando do beijo, Bella suspirava em meio ao mesmo, seus lábios macios em atrito com os meus, nossas línguas em completa sincronia. É tão bom que chega a parecer sonho. Finalizei o beijo com um selinho, Bella sorriu e juntou nossas testas. Ficamos olhando fixamente uma para os olhos da outra, estávamos na nossa bolha, não existia nada nem ninguém que pudesse nos atrapalhar, que pudesse nos machucar, nos separar... Ali a gente é da gente, ninguém pode mexer.

-Me concede essa dança? - Perguntei em seu ouvido

-Claro! - Bella disse corada

Coloquei suas mãos delicadamente envolta de meu pescoço e minhas mãos em sua cintura. Comecei com um balançar calmo e ritmado, Bella me acompanhou. Não aceleramos, não diminuímos, mantemos o ritmo e principalmente o olhar. Foram três músicas assim, nos sentindo, nos olhando... Quando as músicas lentas acabaram, todos aplaudiram e foi só naquele momento que eu percebi que todos a nossa volta tinham feito um círculo envolta de nós. Eu corei violentamente no mesmo momento, Bella apenas sorriu e acenou para seus pais que estavam emocionados com a cena.

Nos sentamos para descansar um pouco, tiramos algumas fotos com nossos amigos, só nossa e do salão para lembrar da bagunça boa que estava ali.

-Bella, você está linda - Ana disse se aproximando de nós - Você também viu maninha! - Ana sorriu, Bella agradeceu - Isto é para ti - Ana deu uma piscadela para Bella e lhe entregou mais um de meus envelopes dourados

-Você caprichou está noite - Bella disse olhando o envelope ainda fechado

-Nada demais meu amor - Lhe dei um selinho e observei-a abrir o envelope

 

"Então, quando você estiver perdida e estiver cansada

Quando você estiver partida em dois

Deixe meu amor te levar mais alto.

Estou pensando em como

As pessoas se apaixonam de maneiras misteriosas

Talvez apenas o toque de uma mão

Eu, me apaixono por você a cada dia

Eu só quero te dizer que eu estou apaixonado"

Vi uma lágrima sair dos olhos castanhos de Bella, sequei sua bochecha com meu dedo indicador e no mesmo momento ela colocou sua mão sobre a minha e sorriu contra a mesma.

-Você me deixa sem palavras assim - Bella disse baixinho

-Não precisa dizer nada - Falei baixinho

Chamei Bella para ir para o jardim, era o momento... Eu podia sentir meu corpo tremer por completo, respirei fundo e segurei sua mão. Por incrível que possa parecer, o jardim do salão é muito parecido com o do salão onde minha irmã se casou, onde eu beijei Bella mesmo sendo uma criança. Nos sentamos em baixo de uma enorme árvore que havia ali, toda ilumina com luzes de árvore de natal e o último envelope dourado.

-Este também é para mim? - Bella perguntou corada

-Sim amor - Sorri

Bella me deu um selinho e abriu o envelope o qual leu com muita atenção.

"Porque tudo de mim

Ama tudo de você

Ama as suas curvas e seus limites

Todas as suas imperfeições perfeitas

Me dê tudo de você

Eu darei tudo de mim para você

Você é o meu fim e o meu começo

Mesmo quando eu perco estou ganhando

Porque eu te dou tudo de mim

E você me dá tudo de você

Bella, amo você como jamais amei alguém e desde que decidi não me limitar a sentir esse amor, só me senti cada dia mais feliz. Você é a razão do meu sorriso, do meu coração bater mais forte a cada segundo, é você que faz eu me sentir alegre e amada...
Não quero ser só mais uma na sua vida, quero fazer a diferença, quero te fazer feliz, mas para isso preciso saber de você..."

Bella me olhou como se esperasse a continuação da carta, seus olhos estava cheios de lágrimas e eu torci para ser lágrimas de emoção e felicidade. Ficamos longos segundos segurando nossos olhares, mais do que o necessário. Respirei fundo e peguei a mão de Bella, a mesma estava gelada e trêmula, aquilo por um instante me deixou com medo, mas não era hora de voltar atrás e mesmo que fosse eu não faria.

-Me dá a honra de ser tua namorada? - Saiu tão lento que eu achei que nunca acabaria. Não tirei meus olhos dos de Bella, os quais se transformaram em uma cachoeira assim que eu terminei de falar. Eu não sabia o que estava passando na cabeça dela, eu estava com medo e ela também me parecia estar.

Annabella Lombardi's Point Of View

O último envelope... O mais bonito de todos os cinco, estava com o perfume de Chloe, quero dizer o meu perfume favorito dela. A letra estava mais caprichada, parecia que tinha sido feita com aquelas penas antigas que reis e rainhas usavam para assinar documentos importantes. As palavras, a música... Eu não sabia o que falar, eu estava em choque, apaixonada, eu só queria morar em um abraço de Chloe para sempre, desfrutar de seus melhores beijos e carinhos. Morrer de felicidade ao seu lado.

Quando ouvi lentamente o pedido que eu mais almejava e temia sair de seus lábios eu não sabia se chorava de alegria ou tristeza. Um turbilhão de emoções passou por mim naquele momento, de todos eles 99% eram sentimentos bons. Eu queria dizer sim, eu queria Chloe ao meu lado amanhã, mês que vem, daqui vinte anos... Mas algo estava no caminho e agora não tinha mais como fugir, era hora de colocar as cartas na mesa e ver no que daria e juro que por dentro, assim como por fora, tudo tremia, mas meu coração ansiava por noticias boas.

-Amor... Antes de responder sua pergunta eu preciso te dizer uma coisa, é importante, decidirá nosso futuro daqui para frente. Preciso de você agora! - Falei trêmula ainda em meio a lágrimas

-Diga princesa - Chloe disse com um sorriso torto nos lábios

-Eu não vou para Nova Iorque com você, consegui uma bolsa integral na Universidade de Miami e não pude recusar - Falei baixo e de cabeça baixa

Que as peças do quebra cabeça não se desmontem agora...


Notas Finais


...É o último capítulo dessa temporada. Não me matem, ok? Por favor! Se vocês me mataram não irão saber o que vai acontecer com Annaloe! u.u

Eu queria pedir de coração que vocês comentassem o que acharam do capítulo, que estão achando da história, podem me xingar também kk Estou me aprofundando muito nessa fic, contanto que até capítulos grandes vocês podem notar que estão sendo postados; e é de grande ajuda a opinião de vocês, afinal, é vocês que desfrutam desse trabalho feito com tanta dedicação e amor.

Espero que tenham gostado! Prometo tentar não demorar muito para postar o primeiro capítulo da segunda temporada.

Um beijo da Pê <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...