História Destino ou Acaso? - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Tags Amor, Decepção
Visualizações 13
Palavras 1.146
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello galero!!!
Não contavam com astucia e que eu voltaria tão cedo hein? Mas eu estava muito ansiosa pra postar esse capítulo, que pelo nome dele já devem ter deduzido do que se trata né?
Os comentários serão respondidos logo em seguida, sabem como é né? Um monte de coisa pra fazer e ainda era a semana do meu aniversario ou seja uma bagunça mas eu amo assim mesmo.
Gostaria de agradecer a todos que favoritaram, comentaram e tudo mais. Esse projeto é muito especial para mim, é uma visão minha desse mundo que amo tanto.
Quero agradecer minha beta fofinha que me atura nas minhas loucuras, Luisa valeu miga!
Fantasminhas não tenham vergonha podem falar comigo, eu não moido(que horror isso kkkkkkkkkkkkkk)
Fiquem com esse capítulo que eu fiquei tão animada pra fazer,
Beijos de luz!

Capítulo 8 - Do Outro Lado da Moeda


Uma garotinha de sete anos corria em disparada pela enorme mansão que era sua casa. Os cabelos arroxeados balançavam enquanto ela corria com seu cachorro no jardim, na janela os pais observavam a linda menina correr rindo. Deixando ela aos cuidados da baba, saíram de casa. A menina chegou em uma parte afastada do jardim onde seus pais sempre a instruíram de não chegar perto, e começou a andar em direção a pequena casinha como se algo ou alguém a atraísse para lá.

QUEBRA DE TEMPO

Passado alguns meses o som de um choro ecoou pela casa, seu irmão mais novo acabara de nascer. Em seguida tudo que tinha de vida no imenso castelo morria, ali tinha nascido Hades, o deus do submundo, e lá estava precisando de seu corpo mortal. Mas o garoto predestinado era um predestinado.

QUEBRA DE TEMPO

Alguns anos se passaram e a jovem Pandora andava pelos cômodos de seu castelo atrás de seus senhores. No momento a jovem tinha seus 15 anos e seus senhores eram crianças bem levadas até. Ela andando viu o loiro Hypnos caído ensanguentado, algo ou alguém tinha atacado ele, mais na frente encontrou Tanatos na mesma situação do loiro. Seu coração palpitou no peito e começou a correr atrás de seu pequeno senhor Hades, ele era só uma criança, de repente o instinto fraternal aflorou e a garota se pôs a gritar pelo pequeno irmão. Quando o encontrou seu coração quase parou, seu pequeno irmão estava envolto em uma massa escura e que exalava uma energia ruim, no momento que “aquela coisa” como denominou Pandora, se deu conta de sua presença sumiu do nada, simplesmente sumiu deixando seu irmão ensanguentado como Tanatos e o gêmeo dele Hypnos. Em um ato de puro desespero gritou por socorro, mas não tinha uma alma viva no castelo somente ela.

Ao se lembrar que as crianças precisavam de si, levantou – se para ajudar – lhes, levou o pequeno Hades nos braços e buscou os dois gêmeos para dentro do castelo onde tratou do sangramento dos três que aos poucos começavam a acordar.

- Ai, minha cabeça dói Pandy   - reclamou o pequeno Hades

- Já vai passar meu lindinho  - deu um beijo na testa do irmão e o colocou no quarto para dormir junto com os pequenos deuses gêmeos e saiu do quarto em prantos, não sabia o que era aquilo que tinha atacado as crianças e estava com medo. Sim, era medo. Era uma jovem que foi escolhida por deuses para tomar conta de Hades e dos deuses gêmeos em todas as gerações em que reencarnassem, mas não estava nem perto do solstício onde iria para reunião representando eles e os deixaria em segurança, o que fazer?

Até que se lembrou de seu colar, poderia leva – lós para ficar nos Elíseos enquanto tudo se tranquilizava, só precisava falar com o Senhor dos Deuses, e no momento em que ia alerta – ló algo a atingiu pelas costas.

- Humana inútil  - disse uma voz que misturava uma infantil e uma milenar que ela bem conhecia

- H – Hades...   – sussurrou antes de desmaiar 

- Mortais insignificantes   - disse o deus arrogante

QUEBRA DE TEMPO

Pandora acordou com uma baita dor de cabeça, chegava a latejar. Logo se levantou ouvindo vozes masculinas, reconhecia aquelas vozes, eram seus superiores. “Eles planejam uma guerra santa contra Atena? Não é possível!”, pensava a jovem. Mas como não se lembrava de nada o que tinha acontecido antes ela nem imaginava que estava sendo usada junto com seus senhores e o seu precioso exercito.

X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X

No ponto mais alto do santuário de Atena, uma massa escura deu uma risada maquiavélica “Vai ficar sem eles Atena, sem todos eles! Ai então quando estiver sozinha, será o momento em que vou elimina – lá e ninguém poderá me impedir, nem mesmo seu pai...”. Atena em seu quarto dormia tranquilamente quando sentiu um frio na espinha, alguém sabia que os sete já haviam encontrado o caminho de volta, e que os predestinados tinham renascido depois de 243 anos. Ela sentou na cama e fechou os olhos elevando seu poderoso e divino cosmo tentando detectar alguma energia estranha, e tudo que sentiu foi uma imensa calmaria, só que na hora de ir embora, “aquilo” deixou escapar sua presença e isso fez um medo subir na deusa da Guerra.

- Passaremos por tempos difíceis...   – disse ela voltando a deitar, mas não conseguia mas dormir preocupada com tudo que aconteceria.

Ao conseguir dormir, Atena teve sonhos diferentes do normal. Eram lembranças agradáveis de quando ainda vivia no Olimpo e conheceu um dos predestinados, talvez o mais belo. Ganimedes, um homem alto, ruivo e bonachão. Sua personalidade alegre e séria ao mesmo tempo atraia pessoas para próximo dele, seu jeito extrovertido atraiu ate mesmo seu pai, Zeus.

“Atena andava calmamente pelos jardins próximo ao salão principal, onde seu pai estava reunido com alguns mortais. Ela admirava o gesto de Zeus, como deusa da sabedoria achava até curioso como alguns mortais se relacionavam. Até que ouviu seu pai chama – lá para entrar, parece que ele tinha algo a lhe falar.

- Filha, quero que conheças Ganimedes, ele é um príncipe de Troia, um guerreiro nato e que vai ser treinado por meus guerreiros mais poderosos.  – apontou para um homem de longos cabelos vermelhos como sangue, mas de olhos estranhamente vermelhos mas com um brilho esverdeado  - Ele e esses jovens são sobreviventes do derramamento de sangue que Ares fez  - Zeus torceu o nariz lembrando do que o mais novo fez – Depois explico tudo querida  - deu um delicado beijo em sua bochecha

- É um prazer senhor Ganimedes  - se curvou em sinal de respeito, afinal ele ainda era um príncipe

- O prazer é meu jovem deusa  - o ruivo depositou um beijo em sua mão direita também em sinal de respeito

- Agora irei me retirar, acho que ainda tem muito o que falar  - disse ela se retirando da saleta de reuniões do pai e indo até seu jardim nos fundos do seu quarto e deitando na grama. Se perguntava o que seu pai tanto queria lhe dizer.....”

Acordou lentamente, estava meio atordoada com a lembrança, sabia muito bem o que aconteceu depois de tudo aquilo e não foram coisas muito boas. Depois que ela assumiu a terra algo muito maligno estava motivando seus parentes divinos a lutarem contra si para tomar o poder da terra. E ela não queria ferir quem amava. Doía em seu coração ter que feri – lós. Por dentro chorava lágrimas de sangue. Por fora dura e impiedosa.

A jovem Atena se levantou e foi até a janela, lá fora corria uma brisa agradável e ao se recostar na mesma o vento acariciou seu rosto fazendo – a abrir um leve sorriso e fechar os olhos. O que se seguiria com a presença daqueles jovens ainda machucaria muita gente...


Notas Finais


E foi isso, eu sei que está vago, mas a intenção é essa. Quando vier o próximo dos vilões já vai estar mais adiantado na história ou seja vai estar mais claro. Espero as teorias de vocês...
Beijos de luz!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...