História Destinos - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lucy Heartfilia, Mavis Vermilion, Natsu Dragneel, Zeref
Visualizações 32
Palavras 1.470
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Capítulo 8: Planos (Editado)


Fanfic / Fanfiction Destinos - Capítulo 8 - Capítulo 8: Planos

(Editado)

Capítulo 8: Planos


---- Lucy On ----

~~Dia seguinte:



Eu e Mavis passamos a manhã toda planejando um ótimo plano reserva caso alguém me seguisse.


Para que eu pudesse ir para o encontro Mavis ficou no palácio encobrindo o meu rastro. E para ninguém me reconhecer eu vesti um vestido branco solto na altura do joelho, com uma sapatilha branca, fiz uma trança nos meus cabelos e pus um chapéu de praia.


Fechei a porta do quarto com a chave e saí pelo galho da árvore que ficava ao lado da varanda e saí andando olhando tudo ao meu redor.


Contudo, um curioso me seguia cautelosamente, mas eu percebi antes de chegar ao local do encontro. Continuei andando, fingindo que não sabia de nada até chegar ao local combinado.


Rapidamente eu atravessei a pequena nascente e quando Natsu me viu me abraçou forte. 



- Natsu o persevejo me seguiu. - Eu falei baixo e ele não disse nada, apenas me segurou na minha cintura, me levantou e me colocou nos ombros igual a um saco de farinha de trigo.

- Agora você vem comigo, princesa! - Natsu fala igual a um sequestrador.

- Me larga, me põe no chão! - Eu falo gritando de susto. "E foi mesmo."

- Solte-a! - Loki saí atrás de uma árvore.

- É melhor você não se aproximar. Se não a pequena princesa é quem vai sofrer as consequências. - Natsu fala em tom de ameaça. - Não tente nos seguir e eu não preciso explicar o porque, né? Logo eu mandarei minhas reivindicações ao palácio.



Natsu subiu na moto me soltou na garupa e acelerou para longe dali. Em poucos minutos já estávamos no reino dele que era bem diferente do meu, ele me mostrou uma parte do reino e fomos ao cinema.




------- Autora On -------




Loki voltou correndo mais que desesperado para o palácio e entrou, ou melhor, arrombou a porta da sala do trono deixando o rei furioso.



- Que audácia é essa de aparecer na minha presença sem ser anunciado? - Jude fala com desprezo, pois ele odiava quem entrava na sala real sem ter sido anunciado.

- Minhas sinceras desculpas, Vossa Majestade! - Loki falou ainda ofegante. - A princesa foi sequestrada!

- Sequestrada!? - Falou um pouco surpreso. - Guardas chamem imediatamente a princesa e a filha dos embaixadores.

- Hai! - Dois guardas saíram da sala e foram chamar as garotas.



*Minutos depois: 


Apenas Mavis apareceu acompanhando dos guardas.



- Vossa alteza mando me chamar? - Fala Mavis entrando na sala do trono.

- Mavis aonde estar a minha filha? - Jude fala um pouco preocupado.

- Vossa filha está dormindo se... - Mavis tenta falar.

- Mentira! - Loki interrompe Mavis. - Ela deve estar ajudando o sequestrador.

- Sequestrador? - Mavis rir. - Que piada de mau gosto é essa? A Lucy amanheceu doente e ela não quis incomodar vocês e pediu para que eu pagasse um remédio com o médico e ele disse que o remédio tinha um efeito muito forte.

- Então? - Fala o rei.

- A Lucy o tomou. E o médico disse que o efeito provocando pelo remédio a faria dormir o resto do dia. - Mavis explica o resto.

- Mas nós a vimos no almoço e ela parecia bem. - Loki rebateu o meu argumento.

- Vossa majestade deve saber muito bem como Lucy é. Uma pessoa cabeça dura e não quer que ninguém se preocupe com ela. - Mavis rebateu o argumento de Loki.

- Verdade e o que ela tinha? - Loki pergunta rondando Mavis.

- Febre alta, dor de cabeça forte, um desmaio, enjoo, vômito.

- Loki seu bastardo o que você fez com a minha filha? - O rei falou espumando de raiva.

- Eu... - Loki ficou sem reação nenhuma.

- Calma alteza, não é nada disso. O médico disse que isso não passava de uma virose boba e que depois que ela tomasse o remédio amanhã já se sentiria melhor. - Mavis tenta aliviar a situação.

- Tudo bem, Mavis você pode se retirar. - Judy.

- Com a vossa licença. - Mavis saí da sala.

- Como você ousa mentir para mim? - Judy fala furioso.

- Eu não menti! - Loki tenta se defender. - Eu vi isso com os meus próprios olhos.

- Hipócrita! Saía já daqui! - Judy ordena.



Loki saiu da sala e dirigiu-se para o seu quarto morrendo de ódio ao se passar por mentiroso. Ele começou a pensar em como ele iria provar a sua inocência quando o seu celular começa a tocar.



__Ligação On__


Loki: Alô?

Xxx: Há quanto tempo bastardo. - Fala uma voz feminina.

Loki: O que você quer Coral? - Fala com desprezo.

Coral: Saber como o plano da nossa família, ou melhor da sua família estar indo.

Loki: Ainda lento, pois aquela ingrata ainda insiste em me rejeitar.

Coral: Oh que peninha! - Fala em falso tom de pena. - Pelo menos essa garota tem bom senso. - Começou a rir.

Loki: Maldita fala isso porque você não está em meu lugar. - Fala irado. - Acho que vamos ter alguns problemas.

Coral: Uma maldita que você ama brincar com ela. - A garota sorrir maliciosa. - Inteligência  se livra deles no incêndio.

Loki: Quando é que isso vai acontecer mesmo?

Coral: No final deste mês, no dia do aniversário dela para ser mais exata!

Loki: Eu tou tão carente aqui! - fala manhoso.

Coral: Mas você sabe muito bem onde me procurar.

Loki: Não me diga que você está aqui na cidade?

Coral: Claro. - Ela rir safada. - Eu estarei esperando naquele lugar de sempre.


__Ligação Off__


»Passagem de Tempo:



Enquanto Lucy e Natsu se divertiam-se no cinema. As coisas no palácio (na casa de Lucy) as coisas não ia nada bem, já que Loki resolveu apelar para a rainha Layla.


No início Layla não acreditou nele por causa do que Lucy havia dito na noite anterior, mas de tanto ele insistir Layla bateu na porta e ninguém respondeu.


Tentaram abrir a porta, mas ela estava trancada a rainha madou os guardas irem atrás da chave mestra para abrir a porta, mas ninguém a encontrou.




*FlashBack On*


Mavis e Lucy estavam fazendo pela milésima vez a revisão até que Mavis lembrou-se da chave.



- Lucy aonde os seus país escondem a chave mestra. - Mavis pergunta se lembrando desse pequeno detalhe.

- Atrás de um um quadro no quarto deles a combinação é a data do meu aniversário.

- Certo.

- Mais porquê? - Falo sem entender.

- Para o caso que alguém tente entrar no seu quarto enquanto você está fora. - Ela fala como se fosse a coisa mais óbvia do mundo.



Mavis entrou como uma espiã no quarto do rei e da rainha, pegou emprestado a chave e voltou para o quarto de Lucy.



- Como foi? - Lucy pergunta apreensiva.

- Foi um sucesso! - Ela fala mostrando a chave.

- E aonde a guardamos? - Eu encaro Mavis séria.

- Naquela parte da biblioteca que só nós a conhecemos. - Ela sorri para mim.

- Ok. Mas você pode ir? Desta vez eu tenho que manter o disfarce.

- Certo.


*FlashBack Off*



Todos já estavam mais que loucos atrás da princesa Lucy, Mavis apenas entrou na brincadeira, mas no fundo ela estava apreensiva e curiosa para saber o resultado daquilo tudo.


No fim da tarde Natsu levou Lucy de volta para o palácio e deu-lhe um beijo de cinema para se despedir dela.


Lucy subiu pela árvore, tomou um banho quente, escondeu as roupas, vestiu umas roupas de dormir, deitou-se na cama e escutou alguém bater na porta. Ela se levantou fingindo estar sonolenta e abriu a porta.



- Aconteceu alguma coisa mamãe? - Lucy perguntou ainda no teatro ao ver a sua mãe chorando desesperadamente.

- Você está bem? - Layla fala passando a mão na face da filha.

- Só um pouquinho sonolenta por causa do remédio.

- Graças a Deus! - Layla respirou aliviada. - Tudo minha querida descanse. - Layla abraça a filha. - Virgo logo irá trazer o seu jantar.

- Certo, mamãe. - Lucy fala se separando do abraço da mãe. - Mamãe a senhora pode chamar a Mavis por gentileza?

- Claro minha lindinha.



Lucy entrou no quarto e jogou-se na cama e se recordou de todos os momentos que ela teve ao lado de Natsu.


Layla falou com Mavis e se dirigiu direto a sala real contou ao seu marido que Lucy estava bem e o mesmo respirou aliviado. 


Loki recebeu um grande puxão de orelha do rei e da rainha. Enquanto  isso Lucy e Mavis conversavam do dia da Princesa com Natsu.



Quarto de Lucy:



- Então como foi? - Mavis fala animada.

- Maravilhaso. - Lucy sorrir boba.

- Conta logo, não me deixe na curiosidade.

- O reino dele é maior e mais desenvolvido que o nosso. Lá tinha uma biblioteca pública, hospitais mais estruturados, shopping e comércios mais desenvolvidos. O cinema era em 3D, a culinária uma delícia com várias as praças lindas.

- Não me diga que vocês só ficaram batendo papo e fazendo turismo? - Mavis sorrir maliciosa.

- Não tiramos fotos também. - Lucy entrega o celular para Mavis. - E nos beijamos algumas vezes quando estávamos a sós.



Continua....


Notas Finais


Beijinhos Docces!!😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...