História Destinos Cruzados - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Gaston, Luna Valente, Matteo, Nina, Personagens Originais, Simón
Tags Abuso, Âmbar, Ambar Smith Benson, Amon, Destinos, Gastina, Gastón Perida, Luna Valente, Lutteo, Matteo Balsano, Mistério, Nina Simonetti, Passados, Romance, Simbar, Simón Álvarez
Exibições 244
Palavras 1.022
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiiii
Boa Leitura, Galera!

Capítulo 17 - Xavi ?


Fanfic / Fanfiction Destinos Cruzados - Capítulo 17 - Xavi ?

Tá tudo tão confuso

Na minha cabeça

Nem sei o que pensar

Nem sei como agir

Meu coração bate forte

Mas eu não sei por quem ?

Por você, ou por ele ?

Ou é por ninguém ?

[ Autora ]

 


Deitei na minha cama e fiquei pensando sobre tanta coisa, tanta coisa precisava ser resolvida...


[...]


Já faz um dia que minha mãe se foi, não fui trabalhar. Estou apenas deitada e cansada, hoje é o velório e mais tarde o enterro. Não posso acreditar ainda que ela se foi. E que colocou tantas minhocas na minha cabeça sobre a tal ''Sol''.


Matteo - Tudo bem.


Foi o que Matteo me enviou como resposta por mensagem após eu falar tudo o que havia acontecido e que precisaria faltar uns três dias. Ainda estava meio brava com ele, mas eu o amava. E eu também meio que compactuei para transar com ele, então...Não vou terminar.


Fui até o enterro e o velório, foram péssimos. Fui com Matteo, Nina, Gastón e Simón. Matteo e Simón trocaram algumas farpas, mas se conteram devido ao meu estado. Chorei muito, e todos os amigos que minha mãe aparentava ter. Sumiram, desapareceram. Não tinham ido ao velório nem muito menos ao enterro.


Cheguei em casa chocada e e pedi para ficar sozinha, Matteo e Gastón foi embora, Nina e Simon sairam da minha casa. Então cheguei, deitei na cama e fiquei pensando em tudo o que ela dizia, até que me lembrei para o envelope encima da mesa. Eu iria abrir aquele envelope, eu precisava ver o que tinha dentro daquilo.


Fui abrindo o envelope amarelo grande até que a primeira coisa que achei foi uma medalhinha, era uma Lua, e junto a essa medalhinha tinha o desenho da mesma medalhinha porém completada com um sol. Eu tinha a parte da Lua, porque eu era Luna. E tinha a parte do Sol que eu ainda não tinha conhecido, então existia alguem chamada Sol que tinha haver comigo. Sol, Lua... Sol era o nome da minha irmã. Sol, Sol, Sol!!!
Eu não acredito, eu descobri o nome dela, e era Sol! Agora seria bem mais fácil procurar a minha irmã, Sol Valente. Esse era o nome dela, Sol Valente.


Resolvi dormir um pouco, minha investigação amanhã mesmo comecaria.


[ Nina Simonetti ]


Matteo - Gaston, eu vou embora no meu carro ok ?


Gastón - Tudo bem, amigão.


Simón - Tchau, já foi tarde, playba.


Matteo - Cala a boca, chifrudo


Simón - Matteo, não provoca


Matteo - Tchau guitarrista recalcado


Simón - Seu idiota, seu, seu metido


Matteo - Tchau, seu rídiculo, seu cabelo tem ponta dupla.


Matteo foi embora, Simón foi embora para sua casa e eu fiquei na rua ''sozinha'' com Gastón, a presença dele ainda me incomodava.


Gastón - Quer que eu te leve para casa ?


Nina - Hãaa? N-não precisa, Ga-Ga-Ga...


Gastón - Gastón - Ele disse sorrindo, com aquele sorriso que eu amava toda e me derretia como manteiga - É meu nome.


Nina - Oi ?


Gastón - Gaston.


Nina - A-ah é mesmo. Gastón, e-eu acho que a sua namorada n-não iria gostar nada disso


Gastón - Minha namorada não precisa saber de nada.


Nina - Gastón...


Gastón - Vai Nina, vamos sair como amigos. Que tal se formos assistir um filme no cinema lá do centro


Nina - Não, Gastón. Obrigada, mas eu não posso ir.


Gastón - Nina - Gastón me puxou e ficamos tão próximas que senti o meu ar faltar e o meu coração disparar - Você tá fugindo de mim  ?
Me perdi em seus lindos olhos castanhos escuros e não pude responder, seu olhar era tão penetrante. Ai, merda. O que estava acontecendo comigo ?


Gastón - Nina ?


Nina - Oi, não claro que não. Eu só acho que isso não é o certo a se fazer.


Gastón - Posso te dar pelo menos um abraço de despedida ?


Nina - Claro que... Xaviii ?


Gastón - Xavi ?


Não acredito que Xavi estava lá, meu amigo mais intimo de todos, o Xavi, tinha viajado para o Brasil, sua terra natal, e agora havia voltado para Buenos Aires. Que saudade eu estava dele, tanta saudade que deixei Gastón de lado e pulei nos braços de Xavi, ele me rodava no ar. Nossa amizade sempre foi muito linda e pura, tão intensa e verdadeira e nunca jamais teve segunda intenções. Quer dizer, eu sempre gostei dele secretamente, por isso que não quero gostar do Gastón, pois meu coração já pertence ao Xavi.


Xavi - Nina, nem acredito que eu estou de volta!


Nina - Ai, Xavi. Quantas saudades.


Gastón estava indo embora discretamente mas eu não deixaria ele passar despercebido, apresentaria os dois aos dois.


Nina - Ei, Gastón! Vem cá. Vou te apresentar o Xavi, ele é brasileiro de... da onde mesmo ?


Xavi - São Paulo, São Bernardo.


Gastón - Hum... Nunca ouvi falar nesse lugar, será que existe, hein ? - Ele falou com um certo tom de ironia.


Nina - Bom... E esse é o Gastón, melhor amigo da Luna atualmente.


Xavi - Hum, não acredito que a Luna trocou o Simón de melhor amigo por esse aí.


Nina - Então, bom. O Xavi é meu melhor amigo, Gastón. Queria que vocês também fossem amigos


Gaston - Claro


Xavi - Claro, Nina.


Xavi e Nina trocaram alguns olhares indiscretos de raiva e discórdia, por um momento pensei que era por mim, af até parece! Não sei, mas acho que eles não se deram nada bem.


Gastón - Bom, Nina. Eu já vou, tchau.


Nina - Tchau


Xavi - Parece que seu amigo ficou meio magooado, hein ? Será que ele gosta de você ?


Nina - O-o G-gastón ? G-gostar de m-mim ? C-claro que não


Xavi - Mas você gosta dele ?


Nina - Xavi, podemos mudar de assunto, por favor ?


Xavi - Mas me fala então, amiga. De quem você gosta ? Eu só quero seu bem e não quero que nenhum babaca te magooe. Então me fala, de quem você tá a fim ?


...
 


Notas Finais


Xiii... Oq será que vai acontecer ?
Até a prox...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...