História Destinos Cruzados - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Gaston, Luna Valente, Matteo, Nina, Personagens Originais, Simón
Tags Abuso, Âmbar, Ambar Smith Benson, Amon, Destinos, Gastina, Gastón Perida, Luna Valente, Lutteo, Matteo Balsano, Mistério, Nina Simonetti, Passados, Romance, Simbar, Simón Álvarez
Exibições 289
Palavras 987
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi.
Perdão pela demora.
Boa Leitura!

Capítulo 3 - Two - 02



Quatro meses depois...


Tem certeza ? — Simón me perguntava


Claro, meu amor. Eu já estou melhor, preciso ir nessa entrevista afinal a recepcionista já adiou muito com o Senhor Balsano, quem sabe trabalhar me distrai um pouco - Luna Valente


Cuidado com esse rapaz, não quero te perder novamente - Simón Alvarez


Você nunca vai me perder, Simón! Eu sou sua, apenas sua. - Luna Valente


E então nos beijamos, já estava um pouco recuperada do... nem quero mencionar. Eu e Simón namoravamos faz algumas semanas, eu decidi aceitar, rejeitava pois não me achava digna o suficiente do amor dele, depois de muita tentativa decidi não rejeitar o amor que eu sinto dentro do meu coração. Hoje vou para a entrevista de emprego no Balsano Advocacies. Sinto um pressentimento, não sei se é bom ou ruim, sempre tento ignora-lo mas ele sempre volta á tona. Espero que não seja um mal pressentimento.


Sai de lá, dei um beijo em minha mãe e peguei meu rumo. Fui no ônibus e cheguei na Balsano Advocacies. Era uma empresa enorme e badalada, com muitos homens em vestes de ternos e poucas mulheres com vestidos comportados ou looks super elegantes. Tudo aquilo era muito grande e... muito lindo. Fui até a recepcionista e procurei pelo Matteo Balsano


Oi, posso ajudar ? - Recepcionista


Oi, pode sim. Me chamo Luna Valente, e gostaria de saber aonde fica o escritório do Senhor Matteo Balsano. Marquei uma entrevista de emprego pra ser sua secretária. - Luna Valente


Ah, sim. A senhora é a moça que só adiava, espero que se sinta melhor - Recepcionista


Sim, a vida não pode parar. Qual é a sala ? - Luna Valente


Escritório 50 - Recepcionista


Obrigada! - Luna Valente


Denada! - Recepcionista


Fui até o tal escritório 50, ficava no fim do segundo piso, e era grande, com um tamanho tão absurdo que quase ocupava o piso inteiro, era o ultimo dos ultimos. Quando fui ler a placa estava escrito ''Matteo Balsano. Sala 50. Diretoria''


DIRETORIA ? COMO ASSIM DIRETORIA ?


Eu mal havia chegado na Balsano´s e já iria trabalhar para o diretor da Balsano ? QUE HONRA ! Bati na porta cuidadosamente e ele falou ''Entre''


Entrei devagar e vi um homem, moço e jovem virado de costas para a janela admirando a paisagem, me aproximei e começei.


ram..ram..ram... Senhor Matteo Balsano, o senhor é o diretor da Balsano´s Advocacie ? - Luna Valente


Sim - Ele virou-se - Sou eu. Na verdade sou o dono.


Quando vi Matteo algo passou pela minha garganta e um pensamento sobre minha mente, fora que senti um aperto em meu coração. Ele era o homem mais perfeito que eu ja havia visto em toda a minha vida. Meu pensamento dizia ''SE AFASTE'' me afastei no mesmo momento e deixei cair todo o meu documento, como sou destrambelhada.


Desculpa, senhor Balsano. M-me perdoe - Luna Valente


Não tem problema - Ele me ajudou a pegar os documentos - Eu te ajudo!


Então nossas mãos ficaram muito próximas e aproximamos nossas bocas, eu já estava fechado os olhos e ele também, coloquei minha mão sobre seu ombro e a mão dele estava pressionando a minha cintura, ele acariciou minha bochecha quando eu me afastei. Estava bom aquele momento, mas não poderia beija-lo. Primeiramente, eu tenho namorado. Segundamente, ele é meu chefe, jamais ficaria com alguém como eu, uma garota jovem e desonrada.


É... obrigada! - Luna Valente


Peguei meus documentos e sentei no sofá, o clima voltou ao normal.


Quem é você - Matteo Balsano


Me chamo Luna Valente, vim fazer entrevista para ser sua assistente ou secretária, algo do tipo. Tenho 17 anos, sou argentina mas minha família inteira é mexicana. Aqui estão minhas recomendações - Luna Valente


Hum... Deixe-me ver. - Matteo Balsano


Ele analisou meus documentos e as duas cartas de recomendação que eu tinha.


Muito bem! Olhe, meu pai morreu e eu sou o herdeiro dele. O Senhor Louis Balsano nunca gostou dessas modernidades e essas coisas de secretárias, eu sou diferente. Está contratada. - Matteo Balsano


Mas já ? Uau! Obrigada, sério obrigada. O senhor não sabe a ajuda que está me oferecendo - Luna Valente


Dá pra ver que você é uma garota corajosa, merece esse emprego. Quando pode começar ? - Matteo Balsano


Amanhã mesmo. - Luna Valente


Então está bem, amanhã em ponto ás 08:00. Seja pontual! - Matteo Balsano


Claro, senhor Balsano - Luna Valente


Me chame de Matteo - Matteo Balsano


Sim, Senhor Balsano! - Luna Valente


Ei... - Matteo Balsano


Quer dizer... Sim, Matteo. - Luna Valente


Talvez seja coisa da minha cabeça ou algo da minha imaginação, mas jurei que ficamos nos olhando por alguns minutos e miramos nossas bocas. O que esta acontecendo comigo ? Esse cara tá me deixando completamente maluca!


Er... Então, tchau Luna - Matteo Balsano


Tchau, Matteo. - Luna Valente


Nos olhamos por maiss alguns instantes e então eu fui embora. Meu corpo estava totalmente paralisado, ao mesmo tempo que eu andava nas nuvens sentia meu corpo todo estremecer. Eu não posso ficar assim apenas por um cara, tá legal, ele não é só um cara. Ele é o cara mais gato de todos os meus sonhos, ele era até mais lindo que o Simon. Seus cabelos castanhos e sedosos, sua pele lisa e macia, seu perfume unico e inesquecível, sua boca... ai aquela boca que eu adoraria te-la sobre a minha, te-la sobre o meu corpo, e seu corpo com certeza foi esculpido nos mais mínimos e deliciosos detalhes, como gostaria de te-lo dentro de mim, e de eu ser sua, apenas e completamente sua. Não, eu tenho que negar esses pensamentos! Ele é meu chefe, e eu namoro o Simon, ele é mais velho e eu amo meu namorado... é, acho que sim. Espero que esse meu patrão não me enlouqueça, se bem que por ele eu viro louca de hospício...




Notas Finais


Luna conheceu Matteo... Own, sentimentos confusos.
E Matteo, como reagirá a tudo isso ?
Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...