História Destinos Cruzados - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin Vhope Yoonmin
Exibições 33
Palavras 1.362
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Muito nervosa em estar postando esta fic. 🤗
Espero muito, muito mesmo, que quem ler, goste. Divirtam-se ^-^

Capítulo 1 - Um Passado Jamais Esquecido


Fanfic / Fanfiction Destinos Cruzados - Capítulo 1 - Um Passado Jamais Esquecido

6 anos atrás...

Hanah corria pelos corredores da escola, um garoto de cabelos negros a perseguia segurando duas bolas de tinta, pronto para acertá-la.
         -Jungkook, se você me acertar eu te mato! -disse a garota rindo, o que tirava a seriedade de suas palavras.
         Era intervalo no colégio Seika, e no último dia de aula todos os alunos estavam pregando peças uns nos outros desde que o dia começara.    Jungkook e Hannah tinham apenas 14 anos e eram melhores amigos desde que se entendiam por gente, eram vizinhos em um bairro de classe média em Busan.
         O garoto ergueu um dos braços e acertou a garota nas costas, a blusa do uniforme branco dela se tingiu de vermelho quase instantaneamente, ela parou de correr e olhou furiosa para Jungkook que quase caia no chão às gargalhadas.
         -Kookie, eu ainda tenho duas aulas! – exclamou a garota frustrada.
         -Se... se joga no quadro e pinta ele. -respondeu o garoto tentando recuperar o fôlego. – Certeza que vai ficar parada aí? Ainda tenho mais uma munição.
         Jungkook mostrou-a a bexiga que segurava em mãos, em resposta a garota abriu os braços e fechou os olhos a espera da próxima bola que a acertaria.
         -Pode jogar e acabamos logo com isso.
         -Ah, assim não tem graça!
         Ela começou a rir e foi até o garoto, agarrou-lhe a gravata e o arrastou pelo corredor.
         -Hey! Me solta! Aonde vamos? – perguntou Jungkook.
         -Ao “achados e perdidos”, você vai me ajudar a encontrar outra blusa.
        -E o que eu ganho com isso?
        -Acho que o prazer da minha companhia é o suficiente. – respondeu a garota piscando para ele. Era algo que sempre faziam como um tipo de fechamento de acordo.
        -Hm... Aceito o prêmio, mas quando estivermos voltando para casa, você vai comigo em um lugar. Combinado?
        -Claro!
        Ao chegarem no departamento de “Achados e Perdidos” fizeram uma busca por outra camisa que pudesse substituir a manchada de Hannah, no entanto a única coisa que acharam que poderia servir foi um moletom perdido por Kookie no ano anterior.
         -Nossa, sempre me perguntei onde isso poderia estar. – disse o garoto quando encontrou a vestimenta em meio a tralhas quebradas.
         -Por que nunca veio procurar aqui?
         -Sei lá. Esse lugar me assusta. – respondeu o rapaz, jogando para a garota o velho moletom. – Usa isso aí.
        -Bobo! -respondeu a garota agarrando a peça antes que esta acertasse sua cara.
        Eles voltaram para o corredor da escola seguindo para a sala de aula, Jungkook observava as árvores pela janela, parecia perdido em pensamentos, ao seu lado Hannah enrolava as mangas do moletom que ficou gigante em seu corpo pequeno, a garota estava tão distraída que tropeçou nos próprios pés quase caindo e trombando no braço de Jungkook tirando-o do próprio transe, quando a observou vestida em seu moletom surrado ele só conseguiu pensar no quanto ela estava perfeita, apesar do cabelo levemente bagunçado e do rosto com respingos de tinta, pela milésima vez naquele dia, ele sabia que sentiria falta dela quando a deixasse, o garoto abriu um sorriso enquanto a observava, o que ela interpretou de modo errado.
         -Hey! Sabia que o certo é ajudar as pessoas que se machucaram!? E não rir delas!
         -Ah Hanah, você apenas tropeçou. -respondeu ele segurando na mão da garota e a conduzindo pelo corredor, Kookie adorava aquele contato, para Hanah talvez fosse apenas um gesto de amizade, mas para ele, entrelaçar os dedos nos dela, era simplesmente a melhor sensação do mundo.
         -Kookie... acabei de lembrar que ontem você queria me contar algo. O que era? -perguntou a garota parando no meio do corredor a poucos passos da sala de aula.
         -Hoje na volta para casa eu te conto.
         Ele soltou a mão dela e antes que a garota respondesse, o rapaz puxou-lhe beijando-lhe a testa e indo embora a deixando só no corredor, infelizmente não estudavam juntos.
         As duas últimas aulas passaram lentamente, o tempo simplesmente parecia ter parado, mas assim que o relógio bateu 17hras, Jungkook correu para os portões da escola a espera de Hanah, esta vinha acompanhada de um grupo de amigas que sempre soltavam risadas irritantes quando os viam juntos, e foi exatamente o que fizeram quando Hanah se despediu e foi em direção a Kookie.
         Eles não se cumprimentaram nem nada, apenas começaram a caminhar indo para casa. Hanah estava louca para perguntar ao garoto o que ele tinha para dizer, mas sabia que não adiantaria de nada, no mundo de Jeon Jungkook tudo tinha que seguir o tempo dele. Quando estavam prestes a chegar no bairro em que moravam, o garoto tocou-a no braço e a conduziu por uma rua estreita, a lua já estava presente no céu e a noite começou a esfriar, chegaram em um parquinho com poucos brinquedos, Jungkook a conduziu para o par de balanços onde se sentaram, a garota começou a se balançar devagar, porém parou ao observar seu amigo cabisbaixo, era raro ver Kookie triste, aquilo realmente a surpreendeu, já ia perguntar-lhe o que aconteceu quando ele quebrou o silêncio:
        -Foi aqui que nos conhecemos, lembra?
        -Claro... eu enfiei sua cara na areia.
        -Isso foi péssimo. -respondeu ele abrindo um sorriso triste.
        -Mas, a culpa foi sua. Você não deveria ter me tirado do escorregador.
Porém ele não riu com essa lembrança, o garoto jogou a cabeça para trás olhando o céu.
         -Hannah... você sabe qual o meu sonho desde sempre, não é?
         -Sim. Ser um idol adolescente. Mas, o que isso tem haver Kookie?
         -Amanhã irei partir, vou embora de Busan, primeiro irei para Seul, e ganhei uma bolsa numa escola de dança em Los Angeles.
           A garota arregalou os olhos surpresa, abriu a boca como se fosse dizer algo, repetiu esse processo de abrir e fechar mais algumas vezes, até que conseguiu pronunciar uma palavra:
         -Partir?
         Jungkook apenas acenou com a cabeça, e quando o peso das palavras caíram sobre ela, Hanah sentiu seu mundo desmoronar, sentiu lágrimas inundar seus olhos e a garganta fechar, porém segurou as lágrimas e se esforçou para dizer:
          -Pa... Parabéns! Isso é... ótimo. Você vai conseguir alcançar seus objetivos. Te... tenho cer... teza. – mal as palavras terminaram de sair ela desmoronou.
          Jongkook levantou de seu balanço e foi até a garota, a abraçou e sentiu as lágrimas dela molharem sua camisa quando ela apoiou a cabeça em seu peito.
          -Hey... não chora, eu vou voltar um dia, e não vou te esquecer. Jamais.
Ela não respondeu, apenas segurou-lhe a camisa e soltou mais soluços, depois de um tempo ele a afastou de seu corpo, olhou para o rosto vermelho de Hanah e passou o dedão por seu rosto enxugando-lhe as lágrimas.
          -Tenho um presente para você. -disse o rapaz tirando algo do bolso do jeans. -Fecha os olhos!
          A garota obedeceu. Ele passou uma corrente simples em volta do pescoço dela, enquanto prendia o fecho a ouviu dizer com a voz rouca:
          -Presente de verdade seria se isso fosse um pesadelo.
          O garoto riu com o comentário dela e a mandou abrir os olhos, quando ela observou o colar em seu pescoço viu que este tinha como pingente uma bolinha de prata como se houvessem juntado as pontas de uma mesma fita deixando as extremidades soltas; Jungkook puxou algo em seu pescoço, era a mesma corrente que Hanah usava, ele uniu os colares e estes formaram o símbolo do infinito.
          -Representa nossa amizade. -disse Kookie olhando nos fundos dos olhos da garota.
          -Levanta a mão. -disse ela levantando a própria mão e erguendo o mindinho, Kookie fez o mesmo.
Os jovens entrelaçaram o mindinho e Hanah falou:
          -Prometo que nunca vou te esquecer.
          -Prometo que nunca vou te esquecer. -repetiu Kookie a puxando novamente para um abraço.
          E em meio a um parquinho estavam dois jovens que faziam uma promessa que os uniriam por toda a vida.


Notas Finais


E então!? O que acharam? Desculpa qualquer erro ^-^ próximo cap em breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...