História Destinos Cruzados - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, Vmin, Yoonseok
Visualizações 152
Palavras 2.218
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Leiam as notas finais!!!! ლ(ಠ益ಠლ)
Divirtam-se!!!

Capítulo 5 - Um Encontro a Quatro


Fanfic / Fanfiction Destinos Cruzados - Capítulo 5 - Um Encontro a Quatro

 

Kook decidiu aderir a ideia de Namjoon, “declaração anônima”, porém sempre que escrevia uma mensagem, tinha medo de se entregar de alguma forma e ela descobrir que era ele. Contudo, agora, ele tinha problemas maiores, em duas semanas começaria a viajar, passaria cerca de um mês longe de Seul por causa da Wings Tour, o rapaz pensava em uma forma de dizer adeus, não queria deixá-la de novo, porém dessa vez iria voltar em pouco tempo, mas queria fazer algo especial antes de partir.

Havia um parque no centro da cidade, próximo a um lago, era um local calmo, geralmente vazio e arborizado, Kookie decidiu convidar Hanah para um piquenique neste local que era quase um paraíso, ele já tinha tudo organizado em sua mente, agora só faltava chamar a garota; ligou para ela:

 -Hanah?

-Alô? Kookie?

-É... sou eu... pera, quê? É, Oi! – disse o rapaz nervoso, a voz dela parecia sonolenta. – Te acordei?

-Não. Eu tinha acabado de acordar a uns minutos. Então... aconteceu algo?

-Vai fazer algo nesta tarde?

-Não. Felizmente neste sábado estou completamente livre! – disse a garota, transparecendo toda a alegria que sentia em sua voz.

-Agora não está mais. Esta tarde, você está presa a mim. E fecha essa boca, que eu sei que você já iria contra argumentar.

-Eu não ia!

-Ia sim! Continuando... Aproveite o resto da manhã e às 14 horas irei te buscar. Esteja pronta, porque vou te levar de qualquer jeito.

-Kookie...

O garoto desligou antes que ela começasse a criar diversas desculpas para não sair, Hanah se transformou em uma garota antissocial incorrigível. Primeiro passo: “convidar a garota”, completo com sucesso. Para o segundo passo, seria necessário a ajuda dos garotos.

-Tae! Jiminnie! Preciso de vocês. – disse o maknae deitando-se entre os garotos na cama em que estes conversavam.

-Nem vem! Já passamos por isso e você ignorou nossos esforços. – disse V.

-E eu peço desculpas por isso, eram grandes ideias, mas não combinavam comigo. Porém, agora eu preciso que vocês façam algo bem simples. Eu imploro.

Tae bufou e olhou para Jimin, que acenou em confirmação com a cabeça.

-Tá. O que você quer?

-Um piquenique! Vocês vão ao parque no centro da cidade e organizam tudo a beira do lago, enquanto busco Hanah. Depois, vocês somem de lá. Okay?

-Okay. – respondeu Jimin bagunçando o cabelo do mais jovem.

-Levem coisas que vocês acham que eu e ela poderíamos gostar em um piquenique. Muito obrigado.

Kookie foi se preparar para o encontro naquela tarde, tão ansioso quanto ficava antes de cada show. Quando saiu de casa, V e Jimin já haviam ido embora a algum tempo, Kookie tinha completa confiança neles, e foi ao encontro de Hanah. Havia pegado emprestado a moto de Suga, e ao chegar no prédio em que a garota morava, está já o esperava na portaria; ela usava um short jeans e uma camiseta de mangas longas um pouco folgada, o que a dava um estilo descontraído, o longo cabelo solto caia em ondas na cintura.

Hanah ficou surpresa com o convite de Kookie para sair, desde que haviam voltado a se falar, eles tinham pouco contato físico, quase sempre suas conversas eram via Skype ou outras redes sociais. Ela estava muito animada, passou a manhã escolhendo o que vestir, nem sabia o porquê de estar nervosa, porém tudo passou quando o viu chegar em seu prédio, o garoto usava uma calça jeans com rasgos no joelho e coxas e uma camisa vermelha por baixo de uma jaqueta de couro. A garota teve que prender um suspiro ao ver ele tirando o capacete e passar a mão nos cabelos bagunçados para ajeitar, sua boca entreaberta formou um sorriso ao observar a garota, e ela só conseguia notar os lábios rosados dele.

-Vamos? – disse ele deixando a cabeça cair de lado de maneira incrivelmente fofa e oferecendo-lhe um capacete.

-Eu deveria ter medo de confiar em você dirigindo? – perguntou a garota pegando o objeto das mãos do garoto e pondo na cabeça enquanto subia na moto.

-Hanah, eu já tenho 19 anos.

-Mas, pra mim sempre será o mesmo garoto sem noção de sempre.  – disse ela entrelaçando os braços em volta do garoto, enquanto este dava partida.

Hanah não podia ver, mas Kookie abriu um grande sorriso com as palavras dela.

 

●●●

 

-Essa é a última. – disse Jimin com uma grande caixa de papelão em mãos.

-Acho que o suficiente para um piquenique romântico.

-Jungkook vai adorar. – disse Jiminnie abrindo um eye-smile.

Os garotos observaram seu trabalho sentindo-se satisfeitos com o resultado. Com certeza Jeon ficaria surpreso com tudo o que eles conseguiram preparar.

-Vamos embora. – disse Jimin já dando as costas ao cenário.

-Não podemos.

-Mas, foi o que Kook nos pediu pra fazer.

-Só que ele é um sem noção sem o menor jeito com as garotas. Precisamos ajudá-lo caso tudo saia dos trilhos. Então nos escondemos e observamos de longe.

-Isso não parece ser uma boa ideia.

-É porque é uma ótima ideia.

 

●●●

 

Kookie conduziu Hanah até o local, porém quando chegaram lá se surpreenderam com o que encontraram. Havia uma colcha rosa forrada no chão, que Jungkook reconheceu como sendo a colcha da Bela Adormecida do Jin, com certeza Tae achou que Hanah adoraria aquilo; em volta do pano havia velas acesas na grama cobertas por jarros de vidro para não apagar com o vento, porém era desnecessário naquele sol forte da tarde. Em cima da colcha havia pétalas de rosas espalhadas, uma grande cesta, uma caixa térmica e fruteira, assim como duas pistolas de água e ursos de pelúcia segurando corações com a frase “Eu te amo!”.

Naquele momento Jeon só queria retirar Hanah dali e apagar a memória dela. A garota começou a rir e perguntou:

-Você que preparou isso?

-Tecnicamente sim...

-Parabéns pela criatividade! – disse a garota ainda rindo.

O maknae foi até a colcha e pegou de lá uma das pistolas, o objeto estava “carregado”, ele apontou para Hanah e atirou.

-Você não deveria rir de surpresas. Que tal um: “Adorei Jeon, você é meu herói!” – disse o garoto com um sorriso irônico nos lábios e erguendo uma sobrancelha.

A garota parou de rir e olhou sua blusa levemente molhada.

-Pensa rápido! – disse Jungkook jogando para ela a outra pistola.

Deram início a uma guerra de água, eram quase crianças novamente, soltando altas gargalhadas e fugindo um do outro, aquilo lembrou a Kookie do último dia de aula a 6 anos. Quando a pistola dela secou, Hanah começou a correr do garoto que a perseguia ainda atirando, estava vermelha e ofegante, mas com um grande sorriso, porém logo a "munição" de Kookie acabou; ele jogou o objeto de lado e continuou atrás da garota. Agarrou-a pelo pulso puxando-a para si, passou o braço em torno da cintura dela e pararam em um meio abraço, estavam ofegantes e gargalhava alto.

Hanah observava encantada o sorriso do garoto a sua frente, as bochechas dele estavam coradas, e sua boca rosa era incrivelmente atraente. Hanah tocou-lhe o rosto acariciando de leve a bochecha, Kookie parou de rir e apenas a fitou, ele ergueu a mão e retirou alguns fios de cabelo molhados grudados ao rosto da garota, descendo com delicadeza os dedos pelo pescoço dela, sentindo-a se arrepiar com seu toque.

Os rostos dos dois estavam bem próximos, suas respirações se misturavam, Hanah sentia o hálito de Kook em sua face, mas apenas conseguia fitar aquela boca que a deixava extremamente curiosa para sentir o sabor. Kookie inclinou a cabeça de lado, sentiu seus lábios roçaram suavemente nos dela, porém ao olhar para as árvores atrás da garota viu V e Jimin os olhando com grandes sorrisos no rosto fazendo sinal de positivo com as mãos.  Kookie arregalou os olhos e afastou-se da garota deixando-a confusa.

-Tô com sede. Tá com sede?  - perguntou para disfarçar, porém sua postura denunciava completo nervosismo.

-Kookie, você está bem?

-Claro. Só sede mesmo.

O garoto foi em direção a colcha e abriu a caixa térmica, porém lá dentro só havia gelo e uma dezena de caixas de Toddynho. Kookie fechou os olhos e tentou se acalmar.

-Taehyung, eu mato você. – sussurrou o garoto.

-Kookie, eu preciso ir ao banheiro. – disse Hanah se aproximando dele.

-Ah. Há alguns banheiros públicos perto da entrada do parque. Quer que eu te acompanhe?

-Não.  Volto já. – disse a garota, abrindo um pequeno sorriso e saindo dali.

Assim que ela se afastou o suficiente, Jeon foi até as árvores, onde encontrou Tae e Jimin atrás de uma moita deitados um ao lado do outro e conversando em voz baixa animadamente.

-O que vocês ainda estão fazendo aqui!?

-Ah cara! Como você perdeu aquela chance!? Ela já estava completamente na sua! – disse V, sentando-se.

-Porque eu vi vocês! Mas, o que merda vocês estão fazendo aqui!?

-Queríamos te ajudar caso você tivesse algum problema. É seu primeiro encontro. – disse Jimin com uma completa cara de inocente.

Kookie bufou, não podia fazer nada em relação a isso, ele iria mandar os dois para casa e continuaria seu encontro normalmente. Porém, ali viu a chance de por o plano de Namjoon em prática, poderia usar os hyung para mandar mensagens anonimamente para Hanah e ela nunca descobriria que era ele, pois ele estaria ali com ela.

-Escutem aqui! – disse Kook se agachado em frente aos amigos. – Vocês já estragaram algo hoje, então para me recompensar enviarão mensagens para Hanah.

-O quê? – perguntou Tae confuso.

-Toma meu celular, enviem mensagens românticas para ela. E por favor, façam direito.

-Por quê? – perguntou Jimin.

-Não importa, só façam, quando ela voltar, vocês esperam um pouco e começam.

O garoto deu as costas aos amigos e voltou para a colcha rosa. Hanah voltou alguns minutos depois, tinha ido ao banheiro tentar organizar os pensamentos depois daquele quase beijo, a garota se perguntava o que havia feito de errado, se havia agido rápido demais em relação a ele. Ela sentou-se ao lado dele, Kook observava a superfície do lago que brilhava como pequenos diamantes, o garoto fechou os olhos e inspirou profundamente, Hanah apenas o observava, então entrelaçou seus dedos na mão que ele apoiava no chão. Jeon abriu os olhos e a fitou, ela encarava suas mãos unidas e disse:

-Senti falta desse toque.

Kookie ia responder, porém foi interrompido por um som de celular. Era o de Hanah que tocava, a garota pegou, leu algo e começou a prender o riso.

-O que foi? – perguntou Kook curioso.

-Acho que recebi uma mensagem errada.

A garota virou a tela do celular para ele, onde havia escrito a seguinte mensagem:

“Gata, eu não sou nem de exatas, nem humanas. Eu sou todo seu!”

Kookie arregalou os olhos, não acreditava no que estava lendo, amaldiçoava a hora em que havia confiado em Taehyung e Jimin. Porém o celular da garota começou a tocar e vibrar loucamente, chegava uma mensagem atrás da outra, cada uma pior que a anterior. Hanah morria de rir e Kook desejava a morte.

 “Não sou cachoeira, mas tenho uma queda por você.”

“Me chama de bombeiro e deixa eu apagar seu fogo.”

“Queria ser de gelo, mas de gelo não posso ser, porque gelo derrete em temperatura ambiente e eu só me derreto por você.”

“Você é padeiro? Porque seu pai é um sonho.”

“Não! Pera!”

“Ignora a última mensagem!”

“Me empresta um beijo? Juro que devolvo.”

“Eu, você, dois controles e um jogo. Cê topa?”

As mensagens não paravam de chegar, Hanah deitou no chão de tanto rir deixando o celular de lado, Kookie pegou o aparelho e desligou. Aquilo foi o suficiente para um dia. Jeon observou as árvores, viu os dois amigos saírem rindo com seu celular em mãos, com certeza os mataria quando chegasse em casa. O garoto ficou mais um tempo com Hanah no local, porém quando a noite começou a cair, ele juntou as coisas com a ajuda dela, chamou um táxi e pediu que este deixasse os pertences em sua casa, levou Hanah até a dela.

-Hanah, em duas semanas estarei viajando. – disse o maknae quando estacionaram em frente ao prédio dela. Hanah olhou para o chão.
-Eu sei... um mês em viagem. -  a garota ergueu a cabeça, abrindo um sorriso. – Não decepcione suas fãs. Trabalhe duro!

- Sempre! – respondeu o garoto sorrindo também. – Vou sentir sua falta.

-Para com isso! Sem despedidas! É só um mês, vai passar rápido.

Ele tocou o rosto dela, Hanah apoiou a cabeça na mão dele, envolvendo-a com a sua, era ótimo sentir aquele calor, ficaram assim por um tempo, sem falar nada, apenas sentindo um ao outro.

-Adeus. – disse ele.

-Até mais. – corrigiu ela.

No caminho de volta à propriedade que servia como dormitório da banda, o garoto preparava todo um sermão para dar em Jimin e Tae. Porém ao abrir a porta da frente, percebeu que a casa encontrava-se na mais completa escuridão, achou estranho não haver ninguém em casa, àquela hora Tae e Jimin já deveriam ter chegado. O garoto deu de ombros e foi a cozinha, quando abriu a porta desta seu queixo caiu.

Jin estava sentado no balcão com as pernas entrelaçadas na cintura de Namjoon, o último tinha os braços em torno de Jin, os dois beijavam-se sem notar a presença de Kook, até que este se pronunciou:

-Jin?


Notas Finais


Amorinhas, queria saber o que vocês acham sobre adicionar yaoi na fic, vocês curtiriam ou não? (° ͡ ͜ ͡ʖ ͡ °)
Também queria saber se vocês gostariam que eu focasse na história de outros casais, fazendo alguns capítulos que não sejam relacionados ao Kookie. (ಠ⌣ಠ)
Então comentem o que vocês acham, e me digam quais os shipps que gostariam que aparecesse nessa história.
Agradeço muito (~˘▾˘)~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...