História Destinos Cruzados - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jogos Vorazes (The Hunger Games)
Personagens Annie Cresta, Finnick Odair, Gale Hawthorne, Johanna Mason, Katniss Everdeen, Peeta Mellark
Tags Everllark, Hentai, Jogos Vorazes, Katniss Everdeen, Peeta Mellark, Peetniss, Romance
Visualizações 129
Palavras 4.773
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


minhas amoras quis apenas adiantar o cp de segundo pois acho que terei compromisso e nao vou conseguir postar a tempo,
vou postar um cp por semana então aproveitem
Fantasminhas aapareceram
xero

Capítulo 2 - O Reino de Audora


Fanfic / Fanfiction Destinos Cruzados - Capítulo 2 - O Reino de Audora

                           Capitulo 2

                   O reino de Audora

A visita do Rei Roberth aos reinos aliados estava chegando ao fim, mas restava apenas um , aquele que ele estava mais ansioso para ir , o Reino de Audora , onde morava seu velho amigo e companheiro de batalha o rei Haymitch, Roberth não o via à anos e decidiu que já era hora de uma cortesia , a cavalaria real se aproxima dos portões do castelo, acompanhado do conselheiro real , Gran-chefe da guarda e pai de Finnick e mais 15 cavaleiros na escolta, de longe já se via a grande flâmula com o símbolo real do reino de Craston,  o leão dourado com uma espada , ao chegar na porta dos castelo ele é recebido pessoalmente por Haymitch.

- Olha só o que o vento do Leste trouxe, Roberth  meu amigo , juro que quando vi sua flâmula no horizonte achei que era uma miragem , uma ilusão. – Haymitch recebe o amigo com um abraço caloroso.

- Acho que o conhaque da sua terra deve ser rejuvenescedor , os anos parecem não passar para você .

- Olha quem fala, está ainda mais jovem que eu.

- Eu sou mais jovem que você,então aceite. – Logo eles caem na gargalhada.

Haymitch conduz o amigo pelo magnifico castelo, Roberth fica encantado com os grandes jardins e como aquele parece ser um reino cheio de vida, eles segue até uma área onde a rainha já havia organizado uma grande mesa de guloseimas.  Ele percebe a linda mulher de cabelos loiros com roupas exageradas.

- Rei Roberth é um prazer recebê-lo aqui novamente.

- Alteza , vejo que a juventude e beleza é algo comum em seu reino.

- Sempre muito galanteador meu amigo.

- Rainha Effie , quem sou eu para me comparar com a beleza de vosso amado marido. – Ele diz

- Vejo que ainda tens um senso de humor aguçado Roberth. – eles se sentam à mesa e começam uma grande conversa animada, colocando o papo em dia como nos velhos tempos.   

 - Então Roberth o que devo o prazer de sua companhia, já que faz mais de 10 anos que você não vem nos visitar.

- Bom,  estou em visita oficial, em comemoração aos 19 anos da Batalha contra Snow estou visitando os reinos aliados e convidando todos para o Baile de máscaras que faremos para comemorar os 18 anos do meu filho Peeta.

- Nossa, ele já vai fazer 18 anos, parece que foi ontem que vi aquele garoto correndo por aí com uma espada de madeira brincando pelo seu reino.

- Isso mesmo, ele é dois anos mais velho do que eu quando assumi o trono, Peeta é um bom garoto, mas como qualquer jovem da sua idade gosta de se divertir, estou tentando prepara-lo para o futuro, acredite não está sendo fácil.

- Acredite meu amigo, padecemos do mesmo infortúnio .

- Ah sim, agora que reparei , onde estão sua filhas ?

- Prim está na aula de costura, e Katniss deve está no quarto , ela adora ler. – Diz a rainha com certa incerteza, sabia que a filha dificilmente estaria trancada no quarto.

- Com quantos anos elas estão mesmo?

- Prim está com 15 , e Katniss , bem, Katniss tem 17 anos.- Disse a rainha meio sem jeito , já que com essa idade as jovens já estão casadas ou com pretendentes, e digamos que a princesa Katniss esteja um pouco fora dos padrões.

- 17? Vejo que teremos um casamento à vista. – Roberth diz sem imaginar que a jovem princesa, já se desfez de mais de 11 pretendentes, logo a princesa Prim se junta à eles.

- Roberth , você não deve ser lembrar , mas essa é minha caçula Primrose. –diz Haymitch apresentando a jovem que o cumprimenta com uma reverência

- É um prazer alteza. –diz Prim

- O prazer é todo meu princesa, vejo que herdou toda graciosidade e beleza de vossa mãe.

- É muito gentil de vossa parte. – a garota agradece gentilmente, Prim era loira de cabelos com lindas cascatas douradas, quase a visão de um anjo.

- Vejo que cairão pretendes para essa bela jovem .- Roberth diz , mas não percebe que a princesa enrijeceu ao seu lado, com a tradição do reino , a Princesa Prim só poderia ter pretendentes depois que sua irmã mais velha casar, e no caso de Katniss, isso seria uma tarefa quase impossível .

- Perdoe-me, mas lembrei que preciso ir para a aula de dança, alteza novamente foi um prazer revê-lo. –ela se despede e sai da mesma

- O prazer foi todo meu princesa, então quando poderei conhecer a princesa Katniss?

-  Um minutinho amigo . –Haymitch  apenas olha para a esposa , que de imediato sai da mesa, Effie sai a procura de Annie que além de dama de companhia da princesa é a melhor amiga da garota , ela vai até a cozinha do palácio onde encontra a jovem ajudando por lá

- Annie querida ,onde está Katniss?  - de imediato o sangue foge da face da garota , que tenta disfarçar seu constrangimento

- Ela está em seus aposentos alteza .

- Então diga para que ela nos encontre no jardim lateral , quero que ela conheça uma pessoa.

- Como quiser senhora. – Annie sai em direção ao quarto da amiga e como ela já esperava , Katniss não estava lá , as janelas estavam abertas o que indicavam que ela tinha saído pela janela e escalado pelo jardim suspenso para sair sem ser notada.

- Eu estou ferrada. – Pensou a garota

ENQUANTO ISSO NA FLORESTA

Katniss estava floresta , livre como os pássaros na natureza , era isso que ela amava , pegou seu arco e aljava que estavam escondidos num tronco oco, um arco feito por seu amigo Gale, que era filho do ferreiro da vila e assim como Annie entendia a liberdade que tanto encantava a jovem.

- Então princesinha , você vem ou não, eu não tenho o dia todo esperando você subir nesse cavalo. – disse o amigo provocando a garota , que detestava o titulo de donzela

- Estas vestes estão atrapalhando . – Ela diz referindo-se ao vestido rodado e cheio de babado que a mãe a obrigou a usar. Sem pensar duas vezes a garota tira as varias saias que ficavam na parte de baixo de seu vestido deixando ainda mais fluído , porém ainda a impedia de montar no cavalo da maneira como ela queria , então ela pega a pequena adaga que sempre guardava em sua bota e faz um grande rasgo no vestido , permitindo que ela possa abrir toda perna e finalmente montar .

- Vossa mãe vai te matar. – o amigo ria da situação

- Ela nem vai notar, tenho tantos vestidos desses que vai ser impossível ela se notar que esse sumiu.

- Se você diz , uma revoada de patos selvagens costumam passar por esse horário lá perto do rio, se nos apressarmos podemos até acertar alguns se a princesa não tiver mais nenhum problema com o vestido, ou uma unha quebrada. – ele diz irritando a amiga

- Muito engraçado Gallahard, deve ser difícil pra você admitir que sua aprendiz ficou melhor que você com o arco e flecha. – ela o provoca , e sabe que isso o chateia,

- É Gale , apenas minha mãe me chama de Gallahard, e você não é melhor que eu.

- Veremos. –logo eles partem em direção ao rio , quando chegam no ponto mais baixo se colocam em posição armada , esperando a grande revoada passar, Katniss temendo que Gale a vença desce do cavalo e vai mais próximo do rio fazendo que a barra do seu vestido passasse de um lindo bordado inglês azul para uma mistura estranha de barro molhado e folhas, Gale só conseguia rir da forma sem jeito da amiga em não ligar para coisas triviais como roupas e jóias, na verdade esse era a coisa que mais ele gostava nela, gostava até demais , ele sempre fora apaixonado pela garota até já tinha tentado se aproximar mais dela que logo tratou de deixar claro que não estava aberta a namoros, então os momentos de caças dos dois eram sempre especiais para ele que ainda tinha esperanças de conquistar o coração da jovem, já que eles compartilham tantas coisas em comum, a revoada dos patos selvagens se aproximavam e já davam para serem ouvidos , Katniss mira sua flecha e conta a respiração compassada esperando o momento certo de atira o primeiro bando passa e Gale acerta um , e comemora , ela no entanto ainda esperava o momento certo

- Eu consegui, eu disse que era melhor que você. – ela permaneceu em silencio até que delicadamente ela vai soltando sua flecha entre os dedos, e ela vai seguindo com o olhar a dobradura da flecha até que ela acerta dois patos com uma única flecha, ela não consegue acreditar , os bichos caem na beira do rio onde a água bate até seu joelhos e vai pegá-los

- Ha Ha Ha , quem é a melhor arqueira aqui hein?

- Cala a boca.

- Não se preocupe Gale, não conto pra ninguém que venci você. – Ela diz exibindo seu prêmio , ela volta para a margem do rio , tropeça algumas vezes devido ao peso do vestido molhado , mas ela estava mais do que satisfeita , Gale retira a flecha dos bichos e dá uma olhada , fica ainda mas chateado em ver que além de ter acertado dois patos, cada um deles era maior que o que ele havia acertado

- Foi sorte de principiante.

- Pare de reclamar, parece uma donzela chorosa. –Katniss tira uma tira do seu vestido para amarrar as patas dos bichos e atrelar a sua cela, logo eles estão à caminho do palácio novamente , Katniss se vangloriava do feito, eles se despedem antes de entrar na área externa do palácio .  Ela decide ir para cozinha pois sabe que é um lugar onde raramente a mãe ia, ela vai pelo lado de fora pois não queria ser vista, e dá de cara com a amiga

- Oh céus Annie , quase me causou um ataque do coração

- Onde você estava sua maluca ,eu estou a sua procura a quase uma hora, e que estado é esse?

- Você não vai acreditar eu acertei dois patos com uma única flecha, o Gale quase corta os pulsos de tanta raiva foi hilário.

- Katniss escuta...

- Foi demais , dá pra acreditar nisso, dois patos com apenas uma flecha.

- Katniss sua mãe está te procurando.

- Vou deixar isso na cozinha e já subo e me troco antes dela me ver

- Presta atenção . – a amiga tentava alertar Katniss que estava tão feliz com seu feito nem estava ouvindo os lamentos de Annie, se tivesse escutado uma única palavra da amiga não tinha dado de cara com os pais e o convidado no jardim, Effie vendo os estado da filha até se engasgou com o chá que tomava, Katniss não tinha para onde correr foi pega no ato, o jeito foi agir naturalmente e rezar para que a bronca que levaria não fosse perpetua .

- Minha Nossa Senhora do bom gosto. – Diz Effie chocada, Katniss tentando amenizar seu estado passava a mão no rosto e no vestido tentando alinhar ele , seus cabelos estava cheios de pequenos galhos secos devido ao cabelo solto enquanto cavalgava, o vestido molhado , rasgado e sujo , assim como seu rosto devido a mistura de barro e vento .

- Boa tarde a todos . – ela diz indo em direção a mesa , Effie parecia ter um ataque cardíaco , Haymitch nem se chocava mais, e rei Roberth parecia se divertir

- Katniss esse é Rei Roberth de Craston, Roberth essa é minha filha mais velha Katniss. – Haymitch diz , e Effie permanecia estática no lugar segurando a xícara de chá como se estivesse petrificada.  Katniss reverencia o convidado que lhe estende a mão para cumprimenta-la.  Ela num reflexo estende a mão que segurava os dois patos mortos .

- Mil perdões pelo meu estado alteza. – Ela diz e troca os bichos de mão, limpa a mão vestido e aperta a mão do rei visitante.

- Sem problemas, de onde vieram os patos?

-  Eu mesmo os cacei.

- Sério, vejo que és uma garota de muito talento.

- Obrigada alteza. –Katniss agradece , para ela era bom alguém a elogiando mesmo que por cortesia, ela sabia que seu pai não ligava para seu jeito, na verdade reconhecia muito de si na filha.

- Annie minha querida, você poderia ajudar a princesa a se recompor , para que eu possa ver se a rainha ainda respira, pois começo a ver um leve tom arroxeado em sua pele , e duvido que seja a maquiagem.  - Ela sem pensar duas vezes arrasta a amiga para dentro do castelo recolhendo as folhas e galhos que saiam de seu vestido enquanto ela caminhava.

Katniss estava alheia a tudo aquilo ainda estava contemplando seu feito, também ela nunca havia conseguido fazer uma coisa assim , e ainda por cima por ter visto o ego de Gale abalado , isso sim já valia à pena a discussão que ela sabia que teria com a mãe sobre seus modos nada convencionais para uma princesa.

Nos aposentos da princesa Annie lhe ajudava com a limpeza , enquanto ela penteava seus, cabelos Katniss esfregava a grossa esponja em seus pés.

- Sabes que vossa mãe deve está a dar chiliques nesse momento, deves está preparada para a fúria dela a qualquer momento.

- Achas que já não sei o eu ela vai dizer, “ Katniss onde estão seus modos?”, “ Katniss és uma princesa deves dar o exemplo “, “ Katniss se continuar a se comportar assim jamais arranjará um marido”, “ Katniss princesas não faz isso “ , Katniss princesas não fazem aquilo” , ela é como uma velha cantiga roda , está sempre a se reclamar de algo , mais uma ou menos uma não farão diferença.

- Mas vistes a cara que ela ficou , ela parecia que arrancaria seu pescoço mesmo da presença do rei de Craston ou sufocaste com a peruca dela .

- Falando nisso, o que ele veio fazer aqui?

- Pelo que pude ouvir na cozinha é uma visita oficial , o rei visitante está aqui para celebrar com vosso pai as bodas da Grande Batalha.

- Então tem menos chances de minha mãe vir aqui tão cedo, ela deve está perturbando a todos com um banquete e isso me dá um pouco mais de tempo .

- Estou impressionada com sua calma , geralmente terias ficado aflita apenas com a possibilidade de uma morte eminente.

- Como disse , ela sempre diz a mesma coisa e com certeza ela não vai mais me ameaçar arranjando-me um pretendente e se o fizer farei o que sempre faço, darei um jeito de afugenta-lo como fiz com todos os outros.

 - Você realmente não toma jeito, acho melhor você se comportar , pelo menos até o visitante ir embora . – Annie diz ajudando a amiga a se vestir , Katniss sabia que a amiga tinha razão , ela tentaria pegar leve não queria viver em pé de guerra com a mãe menos ainda envergonha-la na frente de amigos.  Ela resolveu se resguardar em seus aposentos apenas na companhia de bons livros .

Estava quase na hora do jantar e uma das empregadas veio lhe avisar , ela sabia que não tinha mais como fugir , teria que encarar a fúria de sua mãe , ela deu uma ultima olhada no espelho mesmo não gostando de ficar tão produzida ou de ter seus cabelos presos , gostava das ondas que eles formavam quando estavam ao natural , mas dessa vez ela resolveu seguir o conselho da amiga, ela sabia se produzir apenas não gostava, ela seguiu para o enorme salão onde ficava a mesa de jantar , viu que todos os lugares estavam arrumados sinal de que seria uma noite longa e tediosa com todas as pessoas importantes do reino .

A rainha transitava de um lado a outro deixando as coisas o mais perfeitas possíveis , então ela vistoriava tudo pessoalmente , ao bater os olhos na filha ela não pode conter o sorriso de satisfação, mas desfaçou pois sabia que a filha era como um beija-flor  e se assustava fácil decidiu apenas não dizer nada , pelo menos não naquele momento . Todos são informados que o jantar será servido , como sempre o Rei Haymitch ocupa a ponta da mesa acompanhado da esposa e filhas logos depois todos os convidados estavam devidamente  acomodados deram início ao jantar , Katniss estava visivelmente entediada de todo aquele papo sobre guerras e batalhas , homens velhos vangloriando-se de um passado bem longínquo , mas ao ver seus patos assados ela mal conseguiu conter seu sorriso. Assim como o ilustre convidado .

- Devo dizer princesa, seus patos estavam deliciosos, como foi mesmo que os caçou? – Perguntou rei Roberth

- Com um arco e flecha alteza. – ela diz orgulhosa

- Impressionante. – Ele diz

- Uma princesa caçando? – questionou um dos velhos

- Algum problema com isso? –Katniss logo se pôs na defensiva, detestava esse discurso sobre mulher não pode fazer isso ou aquilo

- Katniss por favor. –pediu a rainha baixinho , sabia como a paciência da filha era pouca quando se tratava das coisas das quais ela gostava

- Então senhor , algum problema?

- Não imagino uma princesa por aí com um arco na mão caçando, principalmente quando ela tem quem faça isso , convenhamos  é algo meu lúdico de se imaginar , uma mulher por aí com armas na mão, a menos que seja um talher de prata. – Diz o velho levando a mesa aos risos  

- Pois saiba senhor eu sou uma exímia arqueira , e ser mulher não é dificuldade alguma para empunhar uma arma , seja ela uma espada ou um talher de prata como o senhor mesmo dizes. – Ela pegou a faca de carne que estava em seu prato e arremessou no porco assado que estava no meio da mesa , provavelmente a uns 3 ou 4 metros de distancia de si, acertando-lhe bem entre os olhos, todos estavam estupefatos com o que acaba de acontecer .

- Minha avó governou por 30 anos este reino depois da morte de meu avó , ela não precisou de um homem para lhe dar ordens e ainda criou muito bem meu pai e seu rei , este reino nada tem a dizer sobre como uma mulher deve se comportar, pois se continuam ricos é devido a belo trabalho dela em reconstruir o parlamento do qual vocês fazem parte, então senhor eu moderaria suas palavras sobre o que uma mulher deve ou não fazer. –Ela disparou sobre o velho , as mulheres que ali estavam alegraram-se com suas palavras mas nada disseram ,

- Katniss pare agora mesmo com isso. –a rainha ordenava com a voz moderada

- Peço sua permissão meu pai para deixar a mesa. – Ela diz ao pai, pois sabia que se ficasse ali diria poucas e boas para os velhos machistas que estavam encarando-a , agora não tinha mais jeito , uma terrível guerra entre ela e sua mãe estava por vir . Ela seguiu para seus aposentos e logo depois Annie aparece para dar algum conforto a amiga .

Katniss não entendia o porque de todos estarem sempre a lhe dizer o que fazer, o que vestir , como se comportar , ela amava seu povo , faria de tudo para deixar seu reino ainda melhor quando fosse sua vez de reinar, provavelmente gostaria um dia de se casar , mas não por causa de um contrato ou por alguém que fosse escolhido para ela como se ela estivesse a venda em alguma barraca de feira, ela queria tomar suas próprias decisões , sabia que as regras e tradições de se nascer uma monarca tinham seu preço , mas que culpa ela tinha de nascer uma princesa? Annie entra trazendo uma bandeja com bolo e suco para amiga.

- Eu imaginei que você não tinha provado da sobremesa , então lhe trouxe um pouco .

- Obrigada Annie , como estão as coisas no salão?

- Normais, os velhos encaram as coisas que você disse apenas como um ato de uma mulher cheia de hormônios, provavelmente já esqueceram o que houve .

- Velhos retrógrados machistas , e meus pais?

- Não os vi , alguns dos convidados já foram embora, mas acredito que estejam na sala do trono com o rei Roberth .

- Dessa vez minha mãe me atira num fosso , porque eu simplesmente não posso me controlar Annie?

- Porque se fizesse isso não seria você , eu admiro você por defender aquilo que acredita Katniss, sabes que sempre estarei ao seu lado mas realmente acredito que devas moderar teu gênio pelo menos quando tiver convidados , vossa mãe fica nervosa e sabes disso.

- Eu sei , eu sei, mas acontece que estes argumentos de que por ser mulher deveria apenas ser uma submissa de um homem e uma fabrica de filhos , tende a me tirar toda a paciência , à tanto que quero fazer e a Rainha-Mãe (avó)  provou que nós mulheres somos boas governantes , e odeio me sentir como um objeto a venda quando meus país querem decidir com quem devo ou não me relacionar.

A jovem princesa estava cansada de todo aquele discurso  , já ouvirá tantas vezes de vossa mãe que mais parecia uma musica em seus ouvidos , ela senta-se a beira da janela olhando a enorme lua brilhando , quando as portas de seu quarto se abrem . Ela de imediato sabia quem era , a rainha finalmente apareceu , Annie nem ao menos esperou que pedissem , ela saiu dali deixando mãe e filha em mais um embate real.

- Eu sei o que vais dizer mãe, e desde já lhe peço desculpas .

- Não vou alterar minha voz com você de novo Katniss, estou cansada de ter que sempre lhe repetir as mesmas coisas , já não és uma criança, entende que seus atos afetam a todos , somos piada por toda corte por não conseguimos controlar nem mesmo nossa filha , imagine controlar um reino , não és burra és apenas movida por seus instintos , mas como disse não vou lhe dizer nada , quero que logo que acordar vá se encontrar com vosso pai e a mim na sala do trono .

- Sim mãe. – A rainha deixa o quarto sem mais discussões , Katniss estava finalmente tranquila , afinal não foi tão ruim assim , mas ficava apenas um questionamento o que os pais poderiam querer lhe falar . De qualquer forma ela estava feliz por não ter havido gritos e acusações , nada que viesse depois disso seria assim tão assustador.

Ela foi dormir tranquila imaginando que tudo poderia finalmente ficar bem, que os pais deixariam que ela seguisse seu caminho como ela queria , sem pressão ou sem ter ninguém decidindo tudo por ela. Ao nascer dia ela foi cuidar de sua higiene e seguiu para tomar seu café, estranhou quando viu que a mesa estava vazia , sentou-se e começou seu desjejum Annie aparece e serve a amiga .

- Annie onde estão meus pais?

- Na sala do trono desde cedo.

- E o rei Roberth?

- Partiu antes mesmo dos primeiros raios de sol aparecer, parece que são cinco dias de viagem daqui até o reino dele.

- E meus pais eles parecem zangados? Bravos ou decepcionados? –ela pergunta enquanto come um enorme pedaço de bolo

- Na verdade, eles estavam bem animados , depois que o rei foi embora ouvi eles rindo na sala até estranhei , e logo depois a rainha me pediu para que depois do seu desjejum  você fosse até lá.

Katniss nem mesmo terminou de comer , estava com a certeza de que os pais teriam encontrado uma maneira nova de coloca-la de castigo , então decidiu ir de uma vez , ela contava os passos até lá tentando manter a calma não queria discutir novamente com eles , não importasse o que eles dissessem ela aceitaria . Ela chega ao grande salão e seus pais estão sentados em seus tronos conversando com o conselheiro real que sai assim que a princesa se aproxima .

- Bom dia pai , bom dia mãe. – ela diz fazendo uma breve reverencia com a cabeça

-Bom dia filha.

- Que bom que você veio , temos muito o que conversar . – Disse a rainha batendo palminhas , Katniss pensou que Annie tinha dito a verdade, por alguma razão eles estavam animados.

- Então o que era tão urgente ?

- Temos boas noticias , noticias maravilhosas.

- Mas antes de dizermos, quero que saiba que é uma decisão irreversível.

Katniss não sabia o que pensar , mas estava pronta ou pelo menos achava que sim.

- Filha ontem a noite tivemos uma conversa bem séria com o Rei Roberth,  e eles nos convidou para o baile de aniversario do filho e nós vamos.

- Tudo bem. – Katniss ainda não entendia o que isso tinha de tão importante , eles já foram convidados para vários bailes, o que esse tinha de tão especial?

- O que queremos dizer é que , o rei Roberth tem um filho de 17 anos e ele nos propôs unificar nossos reinos com um casamento.

Katniss finalmente entendeu o recado, sentiu um frio descer por sua espinha, ela queria gritar e dizer que não como sempre faz, porém dessa vez ela não conseguiu ter uma reação , então a rainha continuou

- Sendo assim você foi prometida ao Príncipe Peeta de Craston.

- Achei que vocês já tinha desistido de me arranjar um pretendente. – Katniss finalmente conseguiu dizer , sua voz ainda era mais baixa do que gostaria

- Não se preocupe querida , ele não será um pretendente, ele passou a ser seu noivo.  Rei Roberth  e nós já acertamos tudo ontem  e o noivado será oficializado no baile de aniversário do príncipe, então parabéns Katniss , você vai se casar.

- Mas... mas... mas vocês querem que eu me case com um estranho.

- Bom , a história já mostrou que você não é a pessoa mais doce para se cortejar já que todos seus pretendentes desistiram , então por isso decidimos que vocês se encontrarão no baile que servirá para anunciar para todos sobre a união de vocês e depois irão se ver apenas no casamento. – Disse a rainha satisfeita.

- E se ele desistir ? – Katniss contava com isso , ela tinha vários truques na manga que serviram muito bem para afugentar todos os outros.

- Não se preocupe com isso .

- Mas, somos os primeiros na linha sucessória de nossos reinos , não podemos simplesmente  deixar isso de lado.

- Com o casamento você passa a ser a futura rainha de Craston  e sendo assim Primrose entra para sucessão de Audora.

- Querem que eu deixe Audora, querem que eu deixes minha casa?

Katniss já não conseguia mais esconder sua frustação , ela amava seu povo , não queria deixa-los , ela não conseguia imaginar isso.

- Com seu casamento Craston será sua casa, filha entenda você sempre será a princesa de Audora, mas toda esposa deves ficar ao lado do marido, pense em como você será feliz com um reino novo , um marido e futuramente seus filhos .

- Filhos?

- Sim , filhos. – A rainha sabia da aversão da filha sobre casamento e filhos , mas já estava na hora dela criar responsabilidades, o princesa parece que ia desmaiar a qualquer minuto , sentia que seus pais estavam fora de si , eles não podiam obriga-la a casar com ninguém, menos ainda com um estranho.

 Katniss saiu correndo da sala , ela não podia acreditar no que estava acontecendo , ela precisava esfriar a cabeça .

- Eu não vou me casar, eu não vou me casar, EU NÃO VOU ME CASAR.

Ela gritou para os pais, enquanto saía do castelo , ela precisava espairecer então correu como nunca tinha feito antes , ela precisava se sentir livre , então foi para o único lugar onde ela tinha isso . A floresta.

 

 


Notas Finais


Comentários


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...