História Destinos Cruzados (Imagine Min Yoongi) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hentai, Imagine Bts, Imagine Min Yoongi, Imagine Suga, Imagine Yoongi, Min Yoongi, Suga, Suga (yoongi), Suga Hentai, Yoongi, Yoongi Hentai
Visualizações 144
Palavras 212
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Famí­lia, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


† A partir de hoje vou começar a deixar despedidas carinhosas para vocês nas notas finais, claro que do meu jeito, espero que gostem e não se assustem † 

Capítulo 12 - 12


O som dos mecanismos e engrenagens se movendo quando virei a chave se fez presente.

Estendi minha mão, e ao tocar na porta de madeira crua, senti uma corrente de eletricidade percorrer meu corpo, e vozes de todos os lugares do corredor começaram a sussurrar.

Ouço um falfalhar no chão de madeira, um falfalhar de vestido.

Olho para trás, mas não há nada. O barulho continua, e de repente, uma corrente de vento passa por mim e um grito estridente ecoa pelo corredor, um grito agudo.

Sinto minha alma sair, e meu corpo cair, de joelhos, e logo em segui, minha alma retorna.

Ouço uma voz doce e suave cantar em um sussurro.

" A criança chora por ti,
  a adaga derrama sangue em teu nome,
  por favor,
  não tenha medo de mim,
  por quê sentes medo de mim, ó satan?
  quero cuidar de ti,
  chegue perto minha criança.
   qual demônio tu és?
   quando o corvo chorar,
   do cálice escorrer sangue,
   a criança gritar,
   tu voltaras,
   uma lágrima de sangue,
   é só o que preciso"

Me levantou do chão e entro pela porta, observando o breu.

Uma vela vermelha acende revelando (S/n) sentada em uma cama.

- Você demorou...


Notas Finais


Durante a noite, desejo-lhes que venham a dormir bem, frase que aqui quer dizer "que os demônios que me atormentam não venham a descobrir sua existência "

† Espero que até o crepúsculo estejam vivos † 


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...