História Destinos Cruzados (Imagine Min Yoongi) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hentai, Imagine Bts, Imagine Min Yoongi, Imagine Suga, Imagine Yoongi, Min Yoongi, Suga, Suga (yoongi), Suga Hentai, Yoongi, Yoongi Hentai
Visualizações 127
Palavras 398
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Famí­lia, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cap especial, (S/n) narrando.

Capítulo 15 - 14


Estou quase tendo uma overdose... Não, não posso morrer assim, e sei que não vou. Puta merda, eu não estou bem, sinto minha cabeça latejar, meus olhos perderem o foco, estou tonta.

"Ohhh demônios
São tantos que nem posso contar
Lhes dou permissão para fazer de mim o que quiserem
Ocupem o espaço que falta na minha alma
Ohhh demônios
Não me deixem só
Pois foi para vocês
Que eu nasci"

Me jogo de joelhos no chão, com o punhal em minhas mãos. No chão de madeira, está escrito com tinta branca, a frase que tanto me ajudou.

"Façam de mim seu lar."

Abro meus braços esperando que algo me seja dado.

Estou tão fraca, estou tão cansada. Estou tento uma overdose.

Foram muitos remédios. A sensação era ótima, mas agora, estou acabada.

- EU PRECISO DE VOCÊS.- grito e corto a palma de minha mão esquerda, derramado duas gotas na brasa quente, que estava em uma prato de metal em minha frente.

-AAAAAAAHHHHHHH- grito ao sentir meus ouvidos zunirem.

Vozes por todos os lados. Gritos e mais gritos, meus olhos se fecham e vejo as almas que gritam e sussuram palavras de maldição.   Correntes de ar que passam por todos os lados e a porta do quarto se fecha com um estrondo.

Eles entraram.

Minha visão vai e volta. Sinto que vou desmoronar no chão a qualquer momento.

- O que queres oh Dama da Morte?- ouço Hidek perguntar, com sua voz incrivelmente fraca e rouca.

-Quero um renovo.- digo olhando para o chão, ainda de joelhos e braços abertos.

- Você sabe o preço.- responde Xama com sua voz de sussurro.

Não sei em que parte do quarto estão, mas ouço suas vozes como se estivessem falando ao pé do meu ouvido.

- A senhora da casa 348, deu a luz à uma menina, faz quase um mês, seu sangue ainda é puro, não terá problemas para atravessar a ponte, lhes dou permissão para levar sua alma ainda hoje.

-Que assim seja.

As vozes se tornam mais altas e os gritos mais agudos. Sinto o foco de meus olhos voltarem, minha tortura passa e sinto minhas forças voltarem, posso ficar em pé novamente.

- Grande sejas, oh Dama da Morte.- disseram antes de suas vozes sumirem, junto com uma forte rajada de vento.

Tantas almas levadas, tanto sangue inocente derramado em meu nome, não consigo evitar.


Notas Finais


† Sempre me deixaram sozinha, sempre me isolavam, mas agora sei... Meus amigos não estão mundo dos vivos † 


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...