História Destinos Entrelaçados - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Mel, Tragedia, Yoongi
Exibições 38
Palavras 1.547
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência, Visual Novel
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um, galerinhaaaaa!
Aproveitem <3

Capítulo 30 - Como animar uma garotinha de nove anos


Fanfic / Fanfiction Destinos Entrelaçados - Capítulo 30 - Como animar uma garotinha de nove anos



      - Me acalmar? - Disse ele, e depois começou a berrar - HOSOEK, AQUELA PUTA QUE ELA CHAMOU DE PROFESSORA, TRANCOU ELA EM UMA SALA E A OBRIGOU À VER UM FILME PORNÔ! UM PORNÔ!
O rapaz gritava, e não estava nem aí para o que os vizinhos iriam achar. Só não conseguia se aguentar. Sua fúria era enorme. 
     - Olha, eu ouvi também, tá? - Disse Hosoek, com calma - Sei que isso é péssimo...
     - Péssimo? - Disse Yoongi, transtornado - Isso é uma das coisas mais repugnantes e nojentas que alguém pode ter feito... Meu Deus, pensar que ela só tinha seis anos e viu... viu... AH! EU QUERO ACABAR COM A RAÇA DAQUELA VAGABUNDA!
      - Hyung, acha que eu não te entendo? - Disse Hosoek - Acha que eu não sei como você tá se sentindo? Acredite, eu tô com vontade de fazer o mesmo que você. Mas eu sei que isso não vai mudar nada! Não é assim que se resolve as coisas.
Um breve silêncio...
       - Escuta. O melhor que podemos fazer agora... é ficar do lado da Mel. Apoia-la do melhor jeito que a gente puder - Ele pegou nos ombros do mais velho o fazendo olhar em seus olhos - Ela ficou muita assustada com o jeito que você reagiu. Depois que você saiu da sala, ela foi correndo pro quarto... chorando!
"Eu fiz ela chorar?", pensou o jovem de cabelos cinzas, se sentindo extremamente arrependido. Foi quando, viu que suas lágrimas estavam escapando de seus olhos. Não estava chorando apenas de raiva. Chorava de tristeza. Por ela. 
      - P-por que com ela, Hosoek? - Disse ele, tremendo com um tom de voz quase inaudível - Ela é uma menina tão boa, tão gentil... Por que fazem isso com ela? - Hosoek foi o abraçando, tentando consola-lo - Por que o meu Anjinho não pode ser feliz?
Hosoek batia nas costas de Yoongi sem fazer força, e assim, tornou a olha-lo.
     - Ela pode ser feliz, Hyung. Se você estiver perto dela - Disse ele, tentando animar seu amigo - Ela tá muito mal... ela precisa de você. Agora, mais do que nunca!
O rapaz começou a organizar melhor seus pensamentos. Secou seu rosto com as mangas de sua camisa. 
     - Obrigado, Hosoek - Disse ele, sincero. 
     - Ah, para com isso! Sou seu amigo. E é isso que amigos fazem - Disse ele dando aquele sorriso que fazia o dia de muita gente melhor. 
Os dois subiram de volta. Abriram a porta do apartamento e a primeira coisa que notaram de estranho, foi o silêncio. Andaram pelo corredor e ouviram com mais atenção... sussurros e uma voz chorosa. Hosoek deixou que Yoongi fosse sozinho até a porta entreaberta, onde sentados na cama, estava Namjoon abraçado de lado com Mel com os olhos vermelhos. 
      - Não fica assim, pequena - Falava o líder, tentando acalma-la - Ele não ficou bravo você!
      - Mas ficou bravo com o que eu disse - Disse ela, se tremendo... de medo - Eu nunca devia ter contado nada - E continuou soluçando. 
      - Não, Mel! Não fala assim - Foi falando Namjoon, apertando um pouco mais o abraço - Foi bom você ter nos contado. Assim, é um peso à menos nas suas costas! Você não se sente mais leve por ter nos contado? - Ela acenou um sim com a cabeça - Então foi melhor!
Namjoon olhou a porta e viu um Yoongi olhando aquela cena cheio de tristeza, como se seu coração tivesse sido quebrado em mil pedaços. 
     - Vou deixar vocês conversarem, agora.
A menina só entendeu o que ele quis dizer quando ela olhou a porta, e viu seu Oppa parado ali. Quando Namjoon saiu, Yoongi entrou. Não sabia o que fazer no momento. Primeiro, tentou se aproximar dela. Mas quando ele deu um passo em direção à menina, a mesma se afastou. Seus olhos, além de lágrimas traziam uma mensagem que ele nunca imaginou que veria: "Não me machuque". 
      Ela estava com medo dele, e isso o deixou perplexo. Quando Hosoek tinha dito que ela estava assustada, não achou que fosse tão sério. Nunca na sua vida, Yoongi havia se sentido tão culpado e sujo quanto naquele momento. 
Mel não queria sentir medo dele. Mas a sua vida inteira, sempre que alguém estava com raiva perto dela, ela era agredida de alguma forma. Não sentiu medo porque quis... foi inevitável. 
     - Me desculpa - Disse Yoongi com a voz falha. Estava começando a chorar outra vez - Eu não queria assustar você, eu juro!
Ver seu melhor amigo chorando, para Mel, era a mesma coisa que ver todo seu mundo se desmoronar.
     - Eu não queria ter dito e feito aquelas coisas na sua frente - Disse ele, começando a soluçar. As lágrimas não paravam de cair de jeito nenhum - Mas é que... quando você começou a falar... a dizer as coisas que já te fizeram, eu...
Subitamente, o rapaz foi interrompido por uma garotinha chorando e abraçando sua cintura. Ela não aguentava vê-lo triste sem ficar triste também. Yoongi a levantou, segurando ela, a abraçando, deixando que a cabeça dela ficasse em seus ombros que não paravam de se sacudir com seus soluços violentos. Mas a situação de Mel não era diferente. Ela deixava suas lágrimas caírem no ombro de Yoongi, enquanto o segurava com força. 
      - Ah, meu Anjinho... e-eu te amo tanto - Disse ele apertando seu abraço - Não sinta medo de mim, por favor! Eu juro que não tava bravo com você... Perdoa o Oppa? Perdoa?
Ela murmurou um sim, pois estava chorando muito também. Com a menina ainda em seu colo, Yoongi foi até cama e se deitou com ela. A deixou em cima de seu peito que subia e descia com sua respiração descompassada. Ele apenas a abraçava e dava vários beijos em seu rosto, dizendo que nunca faria nada de mau à ela. Dizia que a amava e nada iria separá-los nunca mais.  
       Finalmente, pararam de chorar, mas ainda estavam abraçados. A menina continuava em cima de seu peito e ele continuava a fazer seu cafuné e, de vez em quando, beijava o topo de sua cabeça. Mel sentia o quão caloroso e quente era estar com ele. 
        - Oppa, eu tô ouvindo o seu coração. 
        - É? - Riu ele - E como ele é?
        - Forte... quentinho... e bom - Disse ela, ficando vermelha, mas disse - Você é muito bom pra mim, Yoongi Oppa.
Colocou a menina para olhar em seus olhos.
        - Não faz ideia de como é bom ouvir isso de você, Anjinho - Disse o jovem rapper, sorrindo feito um bobo.
Mas ele via que ela ainda estava um pouco chateada. Já que ela sempre animava à todos, por que não fazer o mesmo por ela? Pensou em o que a deixaria feliz... e se lembrou que um dos seus companheiros faria um Vlog em alguns instantes. Sorriu de lado ao ter uma ideia.
       - Mel - Chamou ele - Me responde uma coisa?
       - O que é?
       - Por acaso você gosta de Star Wars?
Namjoon ligou a câmera à uns cinco minutos. Começou a falar sobre muitas coisas. Preferiu não comentar sobre o bullying com as fans, pois não estava querendo acabar com o dia das pessoas. 
       - Bem, nos ainda estamos planejando escrever muitas outras músicas diferentes, que eu acho que vocês vão gostar - Ia se lembrando - E nem adianta me perguntarem sobre o lance das teorias de MV's, galera. Nem eu sei o que tá...
       - Bam, Bam, Bam, Bababam, Bababam... - Yoongi entrava no dormitório com um violão e cantando a música do Star Wars. 
(N/A: Acho que todos nós sabemos o que irá acontecer agora. Se não entender, por favor, após o capítulo, veja isso: https://www.youtube.com/watch?v=HPz1Nf0ClCk )
Namjoon não esperava, mas fingiu não se importar, assim como também fingiu não ter visto Mel com uma máscara do Darth Vader, fazendo a respiração bizarra do personagem. 
        - Sabe, pessoal... a vida é cheia de altos e baixos....
        - Bam, Bam, Bam, Bababam, Bababam - Yoongi e Mel foram cantando ao mesmo tempo que ele tocava o violão... do jeito dele.
        - E sempre temos que ser positivos... - Foi dizendo Rap Monster, tentando segurar o riso.
        - Bam, Bam,Bam, Bam, Badabadatatam - Naquela hora, Mel não era mais a única criança entre eles. 
        - E é sempre bom você ter amigos com quem contar - Disse ele quando eles tinham terminado. Mas assim que Yoongi largou o violão...
        - Bam, Bam, Bam, Bababam, Bababam - Começaram de novo. 
        - Como esses dois loucos atrás de mim - Disse Namjoon, sorrindo.
        - Olá - Disseram Yoongi e Mel.
        - Já acabaram?
        - Quase - Respondeu a menina tirando a máscara preta - Antes... Yoongi Oppa, você precisa saber a verdade...
        - O que é? - Fingiu desespero - Me diga!
A menina colocou a máscara de Darth Vader de novo, e fez uma voz engraçada.
        - EU NÃO SOU SEU PAI!
        - NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOO - Gritou Suga, se deitando no chão.
Namjoon olhou aquilo e...
       - É... por hoje é só... vejo vocês no próximo vlog, e... lamento que tenham visto isso. 
E assim, ele desligou sua câmera.  
 


Notas Finais


HEHE! Por hoje é só!
Até o próximo capítulo, e continuem acompanhando <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...