História Destinos Traçados - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Anko Mitarashi, Asuma Sarutobi, Chiyo, Chouji Akimichi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hashirama Senju, Hinata Hyuuga, Hiruzen Sarutobi, Hizashi Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ibiki Morino, Ino Yamanaka, Inochi Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Jiraiya, Juugo, Kabuto, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Kisame Hoshigaki, Kizashi Haruno, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Maito Gai, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Personagens Originais, Rin Nohara, Rock Lee, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shizune, Temari, TenTen Mitsashi, Tobirama Senju, Tsunade Senju
Tags Colegial, Naruhina, Naruto, Sasusaku
Visualizações 49
Palavras 4.176
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ooooooi !! Olha só quem apareceu sem aviso prévio??
Estou surpresa comigo mesma.. Só peguei o capitulo e terminei rapidinho kkk'
hoje tô meio lerda pq to morta de cansada, então um beijo enorme pra quem tem acompanhando a fic e um beijo mais enorme aida pra quem deu favorito do último capitulo !! Amo vcs :*

Boa leitura amorequinhas(os)


P.s.: A imagem presente no capítulo não me pertence. Retirada do Google. Total créditos ao criador(ora)

Capítulo 12 - Laços (PARTE 2)


Fanfic / Fanfiction Destinos Traçados - Capítulo 12 - Laços (PARTE 2)

 

Acordei sentindo os raios de sol esquentando minha face. Rolei pela cama me deitando de lado vendo Hinata pentear seus longos cabelos negros em frente ao espelho. 

- Ohayou, Sakura-chan. – desejou com sua voz angelical acompanhado de um sorriso meigo em seu rosto.

- Bom dia Hina. – falei espreguiçando-me – Que horas são?

- Acho que não passa das dez Saky... – falou prendendo seu cabelo em um coque alto deixando alguns fios soltos na nuca e sua franja bem alinhada sobre a testa.

- Então não dormimos por muito tempo... – falei sentando-me na cama.

- Sua tia passou por aqui e disse que iria à UFK organizar a bagunça que ficou na sala dela ontem. – Hina falou enquanto selecionava um vestido em meio as suas roupas.

- Entendo... Os meninos já acordaram? – perguntei levantando-me indo em direção ao banheiro.

- Escutei algumas vozes... Parecem que eles levantaram um pouco mais cedo, eu acho que a mãe do Sasuke ligou e ele foi para casa. – ela falou um pouco corada vestindo seu vestido. Acho que foi porque trocou em minha frente.

- Hina, como ontem você já havia dormido, acabei não falando sobre Sasuke querer nos levar em um lugar hoje. – falei prendendo meus cabelos em um coque frouxo – Ele pediu para que usássemos um biquíni.

- M-mas eu não trouxe Saky... – falou enquanto corava violentamente, desviando seu olhar do meu.

- Passamos em sua casa para pegar. – falei escolhendo um vestido soltinho no guarda roupa.

Tomei um banho rápido e fiz minha higiene matinal. Quando saí, Hina me esperava sentada na cama falando algo sobre minha tia e os garotos já terem voltado. Penteei meus cabelos prendendo-os em um rabo de cavalo alto deixando minha franja acomodada na lateral da minha testa. Assim que terminei de me arrumar e arrumar algumas coisas em uma bolsa para levarmos, eu e Hina descemos para os cômodos escutando um bate papo com vozes animadas. A voz de Naruto era a que mais se sobressaltava, ecoando por toda a casa.

- Ohayou Gozaimasu! – Hina e eu falamos em uníssono vendo um Naruto eufórico vir em nossa direção distribuindo abraços calorosos de bom dia.

- Ohayou meninas. – tio Jiraiya veio até nós e depositou um beijo casto na testa de cada uma.

Era estranho ver o carinho que meus tios tinham pelos meus amigos. Era estranho e bom ao mesmo tempo. Em uma mínima distância de tempo nos conhecemos e ficamos tão próximos. Era surreal, era como se algum laço já tivesse sido criado há décadas atrás.

Sasuke estava absorto a tudo ao seu redor e sua habitual cara amarrada não estava presente. Ele estava lindo como sempre, seus cabelos estavam bagunçados como sempre e um pouco úmidos, sua face apresentava tranquilidade e seu pequeno sorriso no canto dos lábios mostrava o quão leve ele estava. Passamos por onde ele estava sentado para irmos até a parte da cozinha onde tia Tsunade preparava algo.

- Ohayou Sasuke. – falei passando a mão levemente sobre o seu ombro lançando-lhe uma piscada involuntária.

- Ohayou. – respondeu aumentando ainda mais seu sorriso de canto.

- Por que está tão corada querida? Ohayou! – tia Tsunade veio até mim e deixou um leve beijo em minha bochecha corada e outro na de Hina.

- E-e-eu? N-Não tia! E - estou normal... – falei tentando conter meu nervosismo.

- Sei... – falou soltando uma risada gostosa – Vocês irão sair hoje?

- Hai. Sasuke irá nos levar para aquele lugar que me levou a última vez.

- Saky?! O-o Sasuke levou você para sair? – Hinata perguntava com a voz mais alta que o normal e os olhos levemente arregalados.

- O QUE?! Como assim, dattebayo? – agora era Naruto quem perguntava como seu habitual exagero.

- Tsc! Fala baixo, dobe! – Sasuke falou se juntando a nós na cozinha assim como tio Jiraiya que ria da cena – Algum problema?

- É que... Ah, esquece! – Naruto falava confuso coçando a cabeça enquanto tirava algumas risadas dos meus tios.

- Vamos? – Sasuke perguntou colocando suas mãos nos bolsos da bermuda.

- Mas já? Não vão almoçar? As meninas nem comeram nada... – tio Jiraiya falava se colocando ao lado de tia Tsunade.

- Vamos passar o dia no monte. Eu e Naruto compramos algumas coisas, podem ficar tranquilos, elas não vão ficar sem comer. – falou com os meus tios que assentiram em concordância.

Depois de eu e Hina pegarmos as coisas que arrumamos e eu explicar o que aconteceu no domingo passado nós descemos as escadas rapidamente, nos despedindo de tia Tsunade e tio Jiraiya. Sasuke e Naruto já estavam nos esperando no carro e parecia que Naruto estava tentando arrancar alguma informação de Sasuke. Só que eu não sabia dizer se era sobre o domingo que ele levou-me para o passeio ou sobre para qual lugar íamos. O caminho foi tranquilo, Naruto dormiu no colo de Hinata durante todo o trajeto. Vez ou outra Hina fazia um cafuné na cabeça de Naruto entremeando seus dedos nos cabelos sedosos do amado sorrindo involuntariamente enquanto o observava. Silêncio. Era o que havia dentro do carro. Eu e Sasuke trocávamos olhares de vez em quando e hora ou outra, eu podia desfrutar de um sorriso lindo que se formava em seu rosto.

Quando chegamos, Naruto e Hinata ficaram encantados coma beleza do lugar. Eu estava esperando uma reação eufórica de Naruto, mas não foi isso que aconteceu. Ele permaneceu calmo, caminhou até a ponta do precipício com as mãos nos bolsos de sua bermuda e inspirou forte sentindo toda a pureza daquele lugar.

O sol estava bem quente. Depois de muita insistência Hinata entrou no lago juntamente com Naruto e aos poucos sua vergonha e timidez foram sumindo. Sentei-me na borda do lago deixando somente meus pés sentirem a temperatura agradável da água. Sasuke por sua vez foi até a pequena queda d’água e sentou-se em uma das pedras, deixando a água cair sobre o seu corpo. E que corpo!

Levantei-me indo em direção ao local onde eu e Hina havíamos arrumado para ficarmos acomodados. Estendemos uma toalha grande no chão ao pé de uma árvore gigante que fazia uma sombra gostosa. Sasuke e Naruto haviam feito uma enorme cesta cheia de alimentos e guloseimas. Sentei-me encostando minha costa no tronco da árvore enquanto abraçava meus joelhos, próximo ao meu peito. Encostei minha cabeça nos mesmos sentindo o vento bater em meu rosto fazendo meus cabelos – agora soltos – balançarem livremente.

- Então quer dizer que fica escondendo as coisas de suas amigas? – Sasuke chegou próximo de mim falando em um tom zombeteiro enquanto secava seus cabelos.

- Huh?! Você me assustou! – falei desfazendo a posição em que eu estava – B-bem... E-eu não escondi nada de ninguém... Ou talvez tenha... – falei um pouco mais baixo – Eu não tive oportunidade e bem... Talvez você também não quisesse que ninguém ficasse sabendo... – falei acanhada recebendo seu olhar reprovador.

- Tsc! Por qual motivo eu esconderia algo de alguém?

- Você é reservado, não parece gostar de se expor... – falei encolhendo-me.

- Você tem pensamentos precipitados. Isso é irritante. – encerrou sentando-se mais afastado de mim.

E todo aquele clima gostoso que havia se formado se dissipou com suas palavras. Então eu era irritante aos olhos dele? Legal... Voltei a minha posição inicial e fiquei absorvendo suas palavras enquanto observava Naruto e Hinata brincando no lago como se fossem duas crianças de oito anos. A comunhão dos dois é muito bonita.

- Fico feliz por ele... – Sasuke falava em um tom brando chegando mais perto enquanto permaneci calada – Tudo bem?- perguntou e eu apenas assenti coma cabeça – Saky, eu... – “’Saky” – Tsc! Não quis te chamar de irritante. Não entenda errado. Só... Não tire conclusões precipitadas. - suspirei e assenti – Sakura...

- Ta tudo bem Sasuke... – falei esticando minhas pernas.

Depois de desfazer minha posição, Sasuke tomou liberdade e deitou sobre minhas coxas. Sua face estava rubra e seus lábios estavam levemente curvados para cima. Fechou os olhos e descansou suas mãos sobre seu peito desnudo. Hesitante, levei uma de minhas mãos até seus cabelos e acariciei levemente sentindo o quão macio eles eram.

Depois de um tempo o observando, desviei meus olhos até onde Naruto e Hinata estavam. Arregalei meus olhos enquanto um arrepio tomava meu corpo por inteiro e meu peito se aquecia. Finalmente eles haviam selado o sentimento mútuo que havia entre os dois. Automaticamente sorri com a cena e sem querer parei com o cafuné que eu fazia em Sasuke, fazendo-o soltar um muxoxo de insatisfação.

- Sakura... O que foi? – perguntou olhando-me fixamente enquanto levantava.

- Veja com seus próprios olhos... – indiquei com a cabeça para onde ele devia olhar.

- Finalmente... – deu um sorriso de lado e voltou a se deitar.

- Huh?! Sasuke!

- O quê?

- Deixa de ser preguiçoso! – gargalhei quando ele se acomodou mais sobre o meu colo e soltou seu costumeiro resmungo.

 

(...)

 

 

Hina e eu estávamos sentadas sob a enorme árvore conversando enquanto Naruto e Sasuke se deliciavam sob a queda d’água. Já havíamos nos alimentado e estávamos aproveitando a brisa leve que havia no lugar. Sem perceber, entramos no assunto da social que Gaara havia dado na casa dele. Hina disse que soube por Naruto, que Gaara havia preparado uma surpresa para pedir Ino em namoro. Shika e Tema brigaram – como sempre – e Neji e Tenten ficaram.

- Então você e o Naruto?... – perguntei receosa enquanto fazia uma trança em seus longos cabelos.

- Ainda não estamos oficializados... – falou corando bonitinha olhando em direção onde Naruto estava – Ele que conversar com meu pai.

- Ei... O que foi Hina? Não está feliz com isso? – perguntei preocupada com sua expressão triste assim que ela se virou pra mim.

- Não é isso Saky, eu estou feliz. Muito. – corou – O problema é que... Digamos que meu pai não é muito receptivo às coisas relacionadas a mim. – falou com uma expressão cansada – Às vezes até parece que Neji é o filho e eu a sobrinha.

Doeu ouvir Hina falando aquelas palavras. Se não ter um pai é dolorido, imagina só ter um, saber que tem um e o mesmo não ser presente e ainda não dá assistência. Nunca ouvi Hinata mencionar algo sobre uma mãe ou algum irmão. Sabia que ela tinha uma consideração enorme pelo o primo e ele era uma espécie de espelho pra ela.

- Ei! Não quero ver você com essa carinha! Me dá um sorriso vai! – falei enchendo-a de cócegas antes mesmo de ela ter uma reação – Espera... – falei escutando meu celular tocar. Levantei juntamente com Hinata para procurá-lo dentro da minha bolsa que estava do outro lado da árvore. – É a Ino...

 

 

**LIGAÇÃO ON**


Saky: Oi Ino!
Ino: Sua testuda! Onde você ta?
Saky: To bem Ino e você? – ironizei.
Ino: Haha! – riu com sarcasmo – Por que não foi na social?
Saky: Não se faça de tonta Ino! Liguei ontem avisando. Ou tava bêbada por algum acaso e não se lembra de nada?
Ino: Enfim... Fui até a sua casa, seus tios e nem você estavam lá. Os tios eu sei que estão com meu pai, mas e você?
Saky: Então... É que...
Ino: Fala logo, testuda!
Saky: Eu... To com o Sasuke... Hinata e Naruto também estão comigo...
Ino: O QUE?? COMO ASSIM??
Saky: Amanhã explicamos... Se quiser, podemos nos encontrar amanhã à tarde em minha casa... Faremos uma tarde das garotas...
Ino: Tudo bem... Só não irei pedir uma explicação agora por que estou na casa do Gaara. Mas amanhã vocês duas não me escapam.
Saky: Tudo bem porquinha. Até amanhã.
Ino: Ei!

 

 

**LIGAÇÃO OFF**

 

 

- Amanhã teremos uma entrevista Hina... – falei olhando para a tela do meu celular enquanto Hina gargalhava.

- Já vou ir preparada então.

- Sabe Sakura... – Sasuke chegou sorrateiro ao lado de Naruto com um sorriso malicioso no rosto – Naruto e eu estávamos conversando e percebemos que você ainda não entrou no lago...

Hina e eu trocamos olhares cúmplices e corremos cada uma para um lado diferente. Escutei um grito estridente de Hinata que me assustou um pouco, então parei para procurá-la e escutei somente o barulho de alguém caindo na água.

- Peguei! – Sasuke agarrou-me pela cintura me fazendo soltar um gritinho eufórico e dar gargalhadas altas – Espero que tenha trazido mais roupas – arregalei os olhos assim que o ouvi dizer aquilo.

Sasuke pegou-me no colo e pulou comigo dentro do lago. Eu estava arrepiada, mas não era por causa do contato com a água fria e sim por causa do contato que tive com Sasuke. Assim que voltei à superfície dei de cara com ele, senti suas mãos me agarrarem com possessividade fazendo eu me arrepiar novamente.

- Não se preocupe. Não vou te agarrar a força. – falou dando um sorriso sapeca fazendo-me corar violentamente – Se eu te soltar, você afoga. – assim que ele falou isso deixei minha vergonha de lado e segure-me nele com mais força.

Ficamos os quatro pelo o resto da tarde daquele jeito. Sasuke não me soltava e nem Naruto soltava Hinata. Rimos, brincamos e ficamos conversando. Aquele sim parecia ser a amizade que sempre desejei.

Quando o sol estava quase se pondo, saímos do lago para podermos apreciá-lo. Naruto e Hinata estavam num clima romântico, parecia até que os dois estavam juntos por muito mais tempo. Depois de secos e com roupas trocadas, sentamos sobre a grama baixa e ficamos apreciando o pôr do sol. E como era lindo.

- Aqui seria um bom lugar para acampar... – pensei alto chamando a atenção dos três.

- Até que não é má ideia, Sakura-chan. – Naruto falou sereno encaixando seu rosto na curvatura do pescoço de Hinata que estava sentada entre as pernas dele. Trocamos sorrisos cúmplices e continuamos observando os últimos raios de sol sumirem.

- Podemos marcar pro fim de semana que vem. – Sasuke falou surpreendendo a nós três.

- Pode ser... – falei olhando para ele que não desviava o olhar do horizonte.

- Vamos embora? 

 

 

(...)

 

 

Já estávamos no meio do caminho, Naruto não parava de reclamar que estava com fome fazendo Sasuke ficar irritado. Assim que chegamos ao centro de Konoha, Sasuke levou-nos em um fast food para comermos. Entramos e fizemos nossos pedidos, sentamos em uma mesa qualquer e ficamos escutando as leseiras de Naruto que não parava de falar. O local estava cheio de adolescentes agitados, o que era normal pra um sábado à noite.

- Hina, bem que você podia passar mais uma noite em minha casa... – falei apoiando minha cabeça em minha mão enquanto mexia o meu milkshake com o canudinho.

- N-Não S-Saky! Nã-não quero incomodar... – falou balançando as mãos abertas em frente ao corpo em sinal de negação – E também acho que meu pai estará em casa.

- Primeiro, você não é um incomodo – suspirei – se te chamei, é porque gosto da sua presença e da sua companhia. – falei corando um pouco – Segundo, você não tem nem certeza se o seu pai estará lá e eu posso muito bem passar lá e pedir a permissão dele. – falei sentindo a aproximação de Sasuke ao meu lado.

- Tudo bem Saky... – falou recebendo de Naruto um beijo na bochecha.

Depois de comermos fomos até a casa de Hina e como esperado, o pai dela não estava lá. Vi Hina ligar várias e várias vezes e a ligação cair na caixa postal. A expressão da minha amiga passou a ser uma expressão triste, abracei-a sentindo suas lágrimas molhar meu ombro, fazendo uma onda de tristeza dominar meu interior.

- Por que ele me isola tanto Saky? 

- Ei Hina... Shh, não chore, por favor... – falei afagando sua costa – Arrume suas coisas, você fica lá em casa amanhã e segunda vamos juntas para a faculdade sim? – ela meneou com a cabeça positivamente.

Ajudei-a com algumas roupas e saímos da casa dela trancando tudo. Ver Hinata daquele jeito me cortava o coração. Uma menina tão doce ser tratada desse modo pelo o próprio pai. Era ridículo. Sasuke e Naruto estavam nos esperando do lado de fora do carro com a expressão cansada. Ofereci a Sasuke levar o carro alegando que por mais que nossas casas fossem perto era melhor não arriscar. O curto trajeto foi tenso, ninguém ousava dizer uma palavra, nem mesmo Naruto. Sasuke vez ou outra me olhava de soslaio como se quisesse descobrir alguma coisa, enquanto eu olhava Hina pelo o retrovisor procurando alguma mudança de humor.

Chegando a frente da minha casa, nós quatro descemos. Naruto estava super diferente, não falava alto e nem fazia as suas gracinhas. Ele estava preocupado com a Hina e estava procurando algum modo – do jeito dele – de fazê-la dar um mínimo sorriso que seja.

- Sasuke, você está cansado. Vá com cuidado sim?

- Hm... Sakura... – fiquei olhando-o incentivando que ele continuasse – Tudo bem?

- T-Tá sim... – respondi gaguejando ficando surpresa com sua preocupação – Vai ficar...

- Tudo bem. Vou indo então. – falou chamando Naruto que se despediu de Hinata relutante.

Entramos em casa em meio a um clima desconfortável. Hinata não mudara seu humor nem por um instante, seu corpo estava ali e sua mente vagava por ai. Tentei conversar com ela um pouco e até consegui tirar um risada gostosa dela, mas ainda assim não era a Hinata que eu costumava ver. Assistimos uma comédia romântica e ficamos conversando durante um longo tempo após o filme. Vi Hina bocejar e sugeri ir para cama já que o relógio marcava onze da noite. Ela pegou no sono rapidamente enquanto eu revirava na cama. A situação que Hinata se encontrava era realmente incômoda, nada em minha cabeça me fazia concordar com isso, nenhum motivo seria forte o suficiente pra um pai ignorar uma filha desse jeito.

Peguei meu cobertor e meu celular e dirigi-me até a sacada do meu quarto, apreciaria o céu para tentar esquecer tal atitude, pelo ou menos por um momento. Sentei-me em uma das cadeiras em posição de “índio” e fiquei ali admirando a lua cheia que iluminava tudo abaixo de si. Senti meu celular vibrar entre minhas pernas acusando uma mensagem que eu acabara de receber.

 

Naruto <3


Sakura-chan... 23:40
Está ai? 23:40

Sim Naruto :) 23:40


O q aconteceu com a Hina-chan? 23:41
Ela não parecia estar bem... 23:41
Fiquei preocupado :( 23:41

 

Era lindo ver o modo com que Naruto se preocupava com Hinata. Não só com ela, mas com todos ao seu redor. Ele queria proteger todos com unhas e dentes, custando o que custasse. Por um momento pensei se falar sobre aquele assunto sem o parecer de Hinata seria apropriado, então decidi deixar para que ela lhe esclarecesse as coisas.


Sakura? 23:50

Desculpa Naruto 23:50
Me distraí... 23:50


Então... 23:50


Olha Naruto-kun... 23:51
O assunto é um pouco delicado... 23:51
Então é melhor q vcs dois conversem 23:51


:( 23:53
Oish! 23:53
Será q fiz burrada, dattebayo? 23:53

 

Não Naruto 23:54
KKK 23:54
Relaxe sim? 23:54
Está tudo bem... 23:54


Hm... 23:56
Okay... 23:56
Vou dormir Sakura-chan 23:56
Sasuke não para de encher o saco ¬¬’ 23:56
Boa noite ;* 23:57

 

O relógio já marcava quatro da manhã e eu permanecia do mesmo modo que me encontrava antes. Sentia a brisa leve em meu rosto e ouvia os grilos cantando em algum lugar. Hina dormia tranquilamente e até teve uma hora que pude escutar ela chamar pelo o nome de Naruto. Por um momento parei pra pensar em como eu havia saído da solidão e ido para a agitação. Eu criei oito laços e reforcei um em uma semana. Era reconfortante estar ao lado deles. Senti meu celular vibrar novamente e pensei ser alguma mensagem da operadora, mas meus olhos arregalaram assim que olhei para a tela.

 

Sasuke’


Ta ai? 04:15

Sim... 04:15
Aconteceu algo? 04:15


Pesadelos... 04:15
Melhor? 04:15

Sim 04:16
E com vc? 04:16


Vai ficar... 04:17

Quer conversar? 04:17


Outra hora... 04:17
Quando estiver pronto 04:17

Tudo bem... 04:17


O q faz acordada há essa hora? 04:19


Ñ consigo dormir... 04:19


Quer conversar? 04:20

Outra hora... 04:20
Quando estiver pronta... 04:20
:) :P 04:20


Hm... 04:20
Irritante 04:21
:D 04:21
Sakura... Obrigado por hoje 04:21

Ei! 04:23
Quem deve agradecer sou eu... 04:23


Amanhã nos vemos 04:25
Bom resto de noite 04:25

 

Fiquei sorrindo para a tela do celular como uma menina boba apaixonada que acabara de encontrar seu príncipe encantado.

A manhã chegava enquanto eu permanecia na mesma posição. Eu já estava acostumada a passar noites em claro. Sempre que eu me preocupava com algo, era isso.

O domingo passou rápido. As meninas foram para a minha casa assim como combinamos. Ino estava alegre com tudo que havia acontecido entre ela e Gaara e eu não podia estar mais feliz por minha amiga. Ela havia deixado claro o quanto gostava dele e ver aqueles dois juntos era como se fosse um prêmio para mim. Pela primeira vez vi Tenten corada. Toda vez que alguém perguntava como havia sido com Neji ela ficava igual a um tomate e não conseguia olhar diretamente para nós, principalmente para Hinata. Temari por sua vez não podia nem escutar o nome de Shikamaru que já bufava como uma louca. Acho que talvez sua irritação fosse por não ter acontecido nada entre os dois. O Shika era bem esperto pra várias coisas e lerdo para outras, ou só se fazia de bobo mesmo. Hinata foi esmagada pelas meninas quando falou que Naruto e ela estavam juntos. Hinata ama Naruto desde que se conhece por gente e ser reconhecida por ele era um sonho antigo para ela. Eu não tinha muita coisa para falar. Eu e Sasuke havíamos criado uma amizade boa e estava muito cedo para dizer algo. Talvez – só talvez – eu gostasse dele e ele também gostasse de mim, mas não do mesmo modo que eu.

Tenten foi a primeira a ir embora alegando que iria para casa arrumar as coisas que levaria pra UFK na segunda-feira. Pouco tempo depois Gaara e Neji chegaram juntos para buscar Ino, Temari e Tenten que já estava muito longe dali e foi ai que entendi que a pressa dela para ir embora não era as coisas e sim o primo da nossa amiga. Neji perguntou por Tenten e até tentou arrastar Hina para a casa dele, mas ela preferiu ficar comigo, fazendo Neji ficar com ciúmes.

 

 

(...)

 

 

Eu e Hina estávamos sentadas na beira da piscina com os pés dentro d’água aproveitando a leve brisa que a noite quente de Konoha proporcionava. Tia Tsunade estava sentada em uma das espreguiçadeiras lendo um livro sobre Pedagogia enquanto tio Jiraiya meditava sobre a grama. O silêncio era agradável e os grilos cantando deixava tudo mais gostoso.

- Acho que agora eu entendo o porquê da Ino falar tanto de você antes... – Hina falou baixinho olhando a água límpida da piscina.

- Eu e Ino criamos laços muito fortes Hina. Assim como tenho criado com vocês.

- Não falo disso... Eu entendo tudo agora. Você é uma pessoa muito especial Saky. E como Naruto falou aquele dia, de algum modo você será uma luz para cada um de nós. – falou corada desviando seus orbes para mim – Ela sempre te considerou como uma irmã. Vivia se perguntando como você estava e como seus tios estavam... E... Ficávamos até nos perguntando se a “Sakura” existia mesmo... Você nunca a procurava e teve até uma época em que ficamos muito bravos com ela porque ela não parava de falar de você.

- Hina... Eu... Desculpe-me... – falei sentindo os meus olhos arderem – Nada foi por minha culpa. Na verdade, não foi culpa de ninguém.

- Não precisa se desculpar Saky. Obrigada por tudo que fez por mim durante esses dias, espero um dia poder recompensar.

- Hinata... – trocamos olhares cúmplices e nos abraçamos – Vem, eu quero te contar algo...

Levei Hina para o meu quarto e decidi contar tudo o que havia acontecido comigo desde os meus sete anos, até o segredo que eu jamais contei pra ninguém, tirando a Ino. Hinata me passou a confiança que eu precisava ter em alguém, a confiança que eu não tive por ninguém durante muito tempo, tirando os meus tios, claro. Hina chorou comigo nos momentos que não aguentei segurar, ela me abraçava tão forte que pude sentir uma segurança que senti poucas vezes.

- Hinata, esse é um segredo que só você e a Ino sabem além dos meus tios. Então...

- Não precisa nem pedir sigilo Saky, eu não vou contar... – falou abraçando-me novamente – Obrigada... Obrigada por confiar em mim.

Ela ainda chorou um pouco abraçada a mim. Falava que agora estava tudo bem e que nem ela e nem nossos amigos iriam deixar algo de ruim acontecer comigo de novo. Eu só consegui me derramar mediante as palavras dela, deixei toda a angústia que me tomou por esse tempo ir embora.

Agora havia uma nova pessoa sabendo do meu passado e ao contrário do que eu imaginava, eu não me senti mal por isso. Talvez pela situação. Talvez pela pessoa que estava sabendo. Talvez agora eu estivesse mais segura do que estava antes, tinham mais pessoas por mim do que contra mim.

“Assim espero...”

 

 

Continua...

                                                                                                                                                                                        


Notas Finais


Kissus meus amores ;*
Mereço comentários?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...