História Destiny - imagine J-Hope - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga, V
Tags Bts, J-hope, Taehyung, Você
Visualizações 66
Palavras 1.479
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Fluffy, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIÊ TEM NADA PRA FAZER ENTÃO PRA QUE NÃO ESCREVER ALGO COM ÁLCOOL SOBRE O MEU AMOR?

KKKKKKKK BEIJO

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Destiny - imagine J-Hope - Capítulo 1 - Capítulo Único

29 de Março de 2016

Estava eu andando cabisbaixa pela rua, não, não aconteceu nada, era só uma simples mania minha, nunca se sabe o que posso encontrar no chão. Talvez um dinheiro, ou um celular mesmo, ou minha dignidade.

Taehyung meu melhor amigo, mandou eu vim na academia de dança, eu gosto de dançar, deve ser por isso que ele me enviou para esse lugar. Mas como estamos falando de Kim Taehyung, e tudo dele não vem de graça, ele disse que nós iríamos sair com os amigos deles, pois todos queriam me conhecer. 

Ele usou meu sonho, para mim conhecer os amigos dele! 

Só o Tae mesmo.

Depois de várias lojas passadas cheguei ao meu destino, parei e olhei academia de dança e percebi, ela é realmente linda, sem contar que pelo que eu vi, os professores são os melhores daqui de Seul. Nem percebi mas, estava perto da porta, bem perto que alguém acabou me batendo com a porta ao abri-la. Acabei caindo.

- Moça foi mal mesmo... Deixa eu te ajudar - me estendeu a mão e peguei agradecida

- Está tudo bem... - sorri, o olhei

- Mesmo? Qualquer coisa tem enfermagem aqui... - disse apontando para dentro da academia

- Não! Está mesmo - sorri e adentrei o lugar

Me encantei de primeira com o lugar, era tudo realmente lindo. Fui em direção a secretária do lugar.

- Com licença moça - disse sorrindo para a mulher a minha frente

- Sim, pois não? - me devolveu o sorriso

- Meu amigo Kim Taehyung, disse que eu teria vaga aqui, é... - disse envergonhada

- Assim, ___ certo? - assenti - Okay, ele me disse que você irá ficar junto com o, Hoseok - disse foleando os papéis a frente

- Ho-Hoseok...? - perguntei, não sabia que era esse rapaz

- Sim, o que saiu agora pouco - disse apontando para a porta

- Ata... - disse com um sorriso amarelo

- Sim, você começará amanhã, tudo bem? - concordei com a cabeça - Amanhã você só irá ver como eles estão se saindo na dança, para não ficar perdida - sorriu

- Entendi, obrigada... Que horas eu venho? - quase me esqueci do horário

- Ó... Me desculpe, você vira as 09:00 AM e acaba às 11:00 AM.

- Tudo bem - sorri

Sai do lugar feliz, esse seria um passo a mais de meu sonho, não é bem um sonho mas vamos relevar. Fui para casa do Taehyung agradecer e dizer que consegui, ele ficará muito feliz por mim, como eu fico por ele.

- Tae! - chamei-o batendo na porta de sua casa 

- Já vai, guria! - ele é seus apelidos fofos, ouvi pés vindo em direção a porta que logo foi aberta.

- Oi TaeTae, tenho que te falar - disse o abraçando

- Eu também... - diz se desfazendo do abraço 

- Tá eu falo depois você - concordou - Eu fiz minha enscrição na academia - sorri e dei um mini ataque

- Eu falei que você ia, eu sou um gênio... Tá! Nós iremos sair hoje, com o J-Hope e o Suga. - o olhei

- Sim - disse devagar - Tudo bem, então eu vou ir me trocar, tchau - disse já me levantando para ir embora

- Tchau, daqui a pouco passo na sua casa, vaca - disse gritando, ri

.

Eu não sabia o que vestir, estava indecisa, a primeira impressão era a que fica né? Ah foda-se não me importo, peguei um short jeans preto, moletom cinza e por fim meu all star cano médio também preto.

Ouvi pessoas batendo em minha porta e gritando para mim ir logo, caminhei em direção a porta e abri avisando duas pessoas fazendo careta em frente a porta.

- Oi bebê - disse Taehyung me abraçando

- Você! - dissemos eu e o Hoseok em uníssono, apontando um para o outro

- Vocês se conhecem? - perguntou Taehyung nos olhando

- Sim, eu esbarrei sem querer nela - rimos

- E esse aqui, é um amor de pessoa - disse apontando para um garoto de cabelos esverdeado

- Oi - disse seco

- Nossa - disse que se fosse um "uau" mas seco, revirei os olhos

- Percebemos aqui que teremos várias brigas, hum gostei - disse Taehyung me olhando e depois o garoto de cabelos esverdeado

- Por quê? Você acha que irei perder meu tempo brigando com garota mimada? - revirou os olhos e suspirou

- Tsc, o da grama no cabelo, eu não trabalho por mais de dez horas por dia, pra um desconhecido desprovido de moda vim falar que sou mimada - levantei meu tom de voz

- Grama no cabelo - disse Taehyung rindo junto com o Hoseok

- Garota, o meu nome é Min Yoongi, mas para você... - o bloquiei - Para mim nada, não quero saber, pessoa que não faz diferença alguma na minha vida, eu esqueço rápido o nome - pisquei e sorri de lado

- Tá, vamos antes que a ambulância aparece aqui - disse Hoseok nos empurrando para o carro, Yoongi estava me olhando com raiva, para provocar dei uma piscada para o mesmo que bufou. Eu não tenho mas idade para brigas de colegiais, mas não quer dizer que eu não vou bater boca com alguém.

Chegamos no estabelecimento, era um restaurante bem bonito, sentamos eu, Hoseok do meu lado, Yoongi na minha frente e Taehyung do lado de Yoongi.

- Sinto cheiro de fome - disse fingindo que estava cheirando algo, Tae e Hoseok riram

- É claro gorda sente cheiro de longe - sorriu sapeca

- Gorda.. tsc tua mãe não me disse isso ontem - o olhei ficar nervoso - O que foi dinheirinho - fiz bico

- ___, você deveria ganhar prêmio por inventar apelidos ridículos - disse Taehyung rindo.

13 de agosto de 2016

Se passou alguns meses depois de nosso encontro, eu e Hoseok viramos melhores amigos, Taehyung ficou nervoso mas demos um sorvete pra ele é tudo melhorou. Eu Suga estamos de bem, de vez enquanto nos damos umas brigadas, mas isso é normal.

Estou indo passar na casa de Hoseok para ver o que ele quer tanto falar de importante para mim, talvez seja que ele irá viajar, talvez? Não sei, mas ele poderia me pedir em namoro antes, não que eu esteja gostando dele a pouco tempo, mas não custa tentar, né?

- Hoseok sou a ____ - gritei batendo em sua porta

- Estou indo - ouvi sua risada, era maravilhosa de se ouvir, ri

Abriu a porta nos abraçamos e comprimentos 

- Me diz o que você tem a dizer, não me diz que você vai viajar? Olha, por que. como eu irei viver sem você? Olha não faz isso não - sorri

- Não, não - riu - Mas eu gostei de saber que você não consegue viver sem mim - disse me olhando

- Ha- há é... Tsc é - olhei para o chão destacando mechendo meu pé

- ___ olha para mim - o olhei, sorriu e me beijou. Levei um pouco de susto mas acabei cedindo, a sua língua brigava com a minha por espaço, algumas vezes ele chupava minha língua e subia um leve arrepio. Acabamos o beijo com ele mordendo e puxando meu lábio inferior.

Sorri - Hobi, faz uma favor para mim? - disse mechendo em sua blusa

- Todos - sorriu o olhei - Tranca a sua porta e me leva pro quarto - sorrimos, ele fez o que pedi tranco a porta e fomos ao seu quarto aos beijos.

Ele me colocou na cama ficando por cima de mim, me olhou, aquele olhar!

- Será que podemos? - perguntou 

- Hobi, por isso eu pedi para trancar a porta, e se for por sermos amigos... - disse olhando a sua boca 

- Era disso que ia falar, mas... - me beijou de novo, apertando minha coxa. Passei minhas mãos em sua cintura e parei em sua calça. Cessamos o beijo, ele comecou a beijar minha bochecha, desceu os beijos para meu pescoço dando clalgumas chupadas, mordi o lábio.

Retirou minha blusa e meu sutiã, abocanhou uns de meu seio o lambendo e chupando, com uma das mãos vazia massageou o meu outro seio. Gemi!

Se liberou de meu seio e aproveitei para trocar de posição, fiquei por cima. Sentei em seu colo rebolando, ouvi seus gemidos fracos, tirei sua calça com um pouco de dificuldade por ele estar sentado e eu encima. Retirei minha saia também, nos ficamos só de box e calcinha, eu no caso. Dei algumas reboladas encima de seu membro. Gememos!

- Não aguento - disse que saiu mas em um gemido

- Eu sei - disse trocando de lado de novo, estava por baixo agora. Fomos simples e rápidos ficamos praticamente meia hora a mais e depois deitamos e trocamos carícias. 

Alguém bateu na porta.

- Ainda bem que mandei você trancar - rimos e fomos colocar nossas roupas para ver quem era batendo na porta.

Foi assim que minha vida mudou, aprendi duas coisas: o amor e a arte de dançar, ambas com uma só pessoa que me faz feliz até onde dar...





Notas Finais


Kkkkkkkkkoragem

Zafadas trollei vocês, vocês pensaram que iria ter uma transa, eu tenho vergonha eu sou inocente, oshi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...