História Destiny - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Girls' Generation
Tags Snsd, Taeny, Yoonhyun, Yuri
Exibições 248
Palavras 4.038
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Orange, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


( ͡° ͜ʖ ͡°)

Capítulo 14 - Capítulo 14


A iluminação do ambiente parecia feito especialmente para aquele momento, a luz estava em um meio termo, como se Tiffany houvesse preparado antes mesmo de sair para o encontro, o suave sopro de vento atravessava as cortinas da janela e beijava carinhosamente a pele das garotas levando consigo o suave perfume de Tiffany até os sentidos de Taeyeon. Se perguntassem para qualquer uma das duas naquele momento onde elas estavam, não seriam capazes de responder, pareciam ter entrado em um universo paralelo onde existiam apenas elas duas e nada mais, sem ninguém, sem nada, e ambas estariam satisfeita com isso. Aquele momento de silêncio e inércia das duas durou apenas alguns segundos, mas para elas pareciam durar uma vida, estavam tão perdidas nos olhos uma da outra que esqueceram qual deveria ser o próximo passo. Os redemoinhos de sensações corriam por ambos os corpos, a ansiedade, o desejo, a luxúria, o carinho, a ternura, o medo...

— Taeyeon... — chamou Tiffany conseguindo sair do universo paralelo no qual havia entrado

Tiffany não precisou chamar duas vezes. Taeyeon deu um passo para frente e colocou sua mão nos cabelos da morena, seus dedos se ataram nos cabelos da outra e com esse ato trouxe os lábios de Tiffany para si, onde eles deveriam sempre estar. No primeiro momento houve uma hesitação, seus lábios estavam pressionados, mas Taeyeon não fazia nenhum outro movimento, parecia esperar por uma aprovação, Taeyeon queria aquilo, porém mais do que isso ela queria ter a afirmação de que Tiffany também queria tanto quanto ela, foi quando Tiffany levou suas mãos até a cintura da garota e a apertou, então a loira afastou seus lábios apenas para logo voltar a beijar a garota, dessa vez dando o beijo que Tiffany realmente esperava.

 Houve uma batalha de línguas, cada mulher lutando pelo domínio sobre a outra. Taeyeon puxou o lábio inferior de Tiffany entre os dentes e o mordeu, logo voltando a invadir a boca da outra com sua língua quente, atitude que fez a umidade entre as pernas de Tiffany aumentar e suas pupilas  escurecerem como um céu à noite. Taeyeon desceu suas mãos para a coxa da garota e Tiffany subiu as suas ao redor do pescoço de Taeyeon, a atriz apertou as coxas da estudante mandando um recado para Tiffany que prendeu suas pernas em volta da cintura de Taeyeon, fazendo a atriz segurar firme a garota presa a ela. Taeyeon quebrou o beijo e levou seus lábios ao lado do pescoço da morena deixando um rastro de beijos em Tiffany que em resposta jogou sua cabeça para trás com a sensação que aquela atitude estava lhe causando, parecia que seu corpo iria entrar em chamas.

Taeyeon parou seus beijos e voltou a olhar para a morena, as respirações ofegantes, pupilas dilatadas, a maneira como Taeyeon olhava para a garota com uma expressão de carinho e ao mesmo tempo de desejo fez Tiffany puxar o ar que lhe faltava, aqueles olhos fizeram o coração de Tiffany acelerar ainda mais, era perceptível o desejo e luxúria nos olhos e expressão corporal das duas. Tiffany desceu da cintura de Taeyeon e a atriz estranhou o ato, as mãos de Tiffany deslizaram sob a jaqueta da garota e a tirou, assim como fez com a blusa da mesma, as pontas dos dedos roçaram levemente contra a pele extremamente branca. As mãos de Taeyeon trabalharam habilmente nos botões da camisa de Tiffany, ela empurrou a camisa de algodão e jogou há distâncias expondo a pele da garota, o sutiã em um tom de vermelho sangue contrastava perfeitamente com a pele da mesma da mesma, Tiffany sorriu satisfeita ao ver a boca semiaberta da garota a sua frente, Taeyeon passou sua mão em volta das costas da morena, a trouxe para mais perto e levou sua boca à lateral do rosto de Tiffany.

— Eu já vi você nua Tiffany, o que está esperando para tirar o resto? — sussurrou Taeyeon próximo a orelha  de  Tiffany,  fazendo  a  pele  da  morena  ouriçar  instantaneamente.  A  voz  de  Taeyeon  saiu levemente rouca, Tiffany sentiu a mão da atriz tocar sua barriga e subir até seu seio protegido pelo o sutiã. Taeyeon deu um longo suspiro, o que fez Taeyeon sorrir — O que foi Tiffany? Você parece tensa… — voltou a sussurrar para logo depois formar uma trilha de beijos molhados no pescoço da garota descendo até o ombro, enquanto brincava com o material do sutiã.

Taeyeon foi andando para frente, consequentemente fazendo sua garota dar passos para trás  até as costas dos joelhos tocarem à cama, Tiffany com o impacto acabou se sentando no local, Taeyeon sentou sobre as pernas de Tiffany, suas mãos descansando sobre os ombros da morena. A estudante estava ficando frustrada por não ser capaz de sentir a pele macia de Taeyeon  sob suas mãos, Tiffany passou suas mãos nas costas de Taeyeon e a beijou, a morena cravou suas unhas na pele de Taeyeon que aprofundou o beijo a cada incentivo da garota, Tiffany havia experimentado diversas situações como aquela, mas com Taeyeon era tudo mais intenso, Tiffany apertou tanto as costas da garota que Taeyeon arqueou um pouco quebrando o beijo.

A atriz saiu de cima da garota e Tiffany subiu ainda mais na cama, deitando no centro, Taeyeon subiu no local e tirou à calça de Tiffany agradecendo por sair facilmente, a futura médica estava apenas de lingerie e mesmo assim não era suficiente para a atriz. Taeyeon passou suas pernas entre a cintura de Tiffany e abaixou-­se, a morena se inclinou para frente, deixando seus cotovelos lhe apoiarem na cama e Taeyeon levou suas mãos para trás da estudante e removeu o sutiã da garota de uma só vez, Taeyeon mordeu o lábio inferior com a cena que seus olhos lhe mostravam, ela havia visto Tiffany nua antes, mas dessa vez era diferente, dessa vez ela estava certa de seus sentimentos, dessa vez Tiffany aprovava que ela lhe observasse, que lhe tocasse. Suas mãos encontraram o caminho de volta para os quadris de Tiffany, os dedos engancharam­-se ao lado do material fino da calcinha da morena e Taeyeon tomou seu tempo, sorriu maliciosamente e pressionou seu joelho contra o centro de Tiffany excitando ainda mais a garota que suspirou e fechou os olhos por alguns segundos.

— TAEYEON! Se não fizer algo logo eu faço sozinha! — disse frustrada com a falta de contato maior

Taeyeon sorriu e levantou para tirar seu próprio jeans. Tiffany guardava a cena de Taeyeon se despindo, não podia aguentar mais, precisava sentir o corpo nu de Taeyeon contra o seu. A loira ansiosamente puxou o jeans até os tornozelos e os tirou, Tiffany chutou a peça de roupa  rapidamente para fora da cama, Taeyeon voltou a ficar sobre Tiffany e naquele momento elas compartilharam um sorriso, não malicioso, um sorriso de cumplicidade. Taeyeon beijou o nariz de Tiffany, beijou o canto da boca da garota e sussurrou sobre os lábios da morena.

— Agora eu vou mostrar para você que não sou como os outros, Tiffany — exclamou com uma voz rouca, desceu sua mão para tocar na umidade de Tiffany ainda protegida pelo o material.

Tiffany gemeu com aquele pequeno ato, implorando para a mulher sobre ela  parar com a provocação. Taeyeon sorriu maliciosamente enquanto gentilmente deslizou sua mão para dentro da calcinha da garota, seu polegar tocando o clitóris de Tiffany.

— Taeyeon! — sua voz saiu em uma mistura de prazer e fúria, Taeyeon percebeu a agonia na voz de Tiffany causada por sua provocação. Os suspiros da morena a fez fechar os olhos e apertar as pernas da atriz que estava sobre seu corpo

— Parece que alguém está pronta — disse em um tom prepotente. Taeyeon tirou seus dedos de dentro da calcinha e Tiffany imediatamente abriu os olhos, a atriz levou os dedos à boca saboreando o gosto da garota. Tiffany mordeu o lábio inferior com aquela cena eroticamente sedutora, a morena passou suas mãos sobre a coxa de Taeyeon e a apertou fazendo a garota sorrir e imediatamente descer seus lábios para os de Tiffany, quando a morena sentiu seu gosto na boca de Taeyeon deu um longo suspiro e levou suas mãos ao rosto da atriz aprofundando o beijo.

Tiffany elevava seus quadris à procura de alguma fricção maior, Taeyeon parou os quadris de Tiffany e o segurou impedindo que se elevasse, a estudante gemeu contra os lábios da garota. Taeueon finalmente quebrou o beijo e tirou o material que protegia o centro de Tiffany, a morena respirou aliviada por finalmente a peça ter ido embora.  Taeyeon sem nenhum aviso prévio deslizou com facilidade dois dedos em Tiffany, aproveitando seu polegar  para  fazer  círculos  lentos  e  deliberados  em  torno  do  clitóris  da  garota. 

Tiffany murmurou algo ininteligível e se inclinou um pouco para frente pressionando sua testa no ombro de Taeyeon, enquanto a loira deixava marcas no pescoço da morena, sugando seu ponto de pulso e dando leves mordidas no local sensível,  a mão livre de Taeyeon  acariciava um dos seios de Tiffany com movimentos suaves, Taeyeon sentia a rigidez do mamilo da garota  enquanto fazia sua provocação, a atriz diminuiu a velocidade de seus dedos e Tiffany voltou a elevar seus quadris em busca de mais contato, suas mãos agora estavam agarradas ao lençol da cama, Taeyeon puxou seus dedos  para fora e olhou para a morena, embora os olhos estivessem meio fechados Taeyeon sabia que Tiffany estava implorando silenciosamente, então voltou a empurrar dois dedos de volta e sorriu satisfeita quando Tiffany deixou escapar um gemido aliviado. A cada impulso de seus dedos, o calcanhar de sua mão colidia com o clitóris inchado de Tiffany, ela pôde sentir o gotejamento da umidade em baixo dos dedos e na palma da mão.

— Taeyeon! Mais! — a voz de Tiffany era autoritária e saiu mais rouca do que o normal. De repente não era mais suficiente para Tiffany, ela  precisava da sensação de estar cheia, então implorou por mais. Taeyeon cumpriu a ordem, bombeando três dedos e saindo com um ritmo constante. A morena correspondeu ao ritmo, seus quadris tentavam achar uma sincronia em seus movimentos, mas Tiffany já estava fora de si para pensar em movimentos sincronizados, então Taeyeon alternou seus movimentos em rápidos e depois voltava a ficar mais lentos, causando quase que um grito desesperado  em  Tiffany,  a  atriz  estava  alcançando  lugares  dentro  da  estudante que Tiffany nunca havia chegado antes, parecia que Taeyeon sabia exatamente do que e como Tiffany precisava ser tocada.

Tiffany mantinham-­se sussurrando "sim" com sua cabeça jogada para trás, expondo seu pescoço aos lábios ávidos de Taeyeon. A mulher de cabelos claros beliscou a pele da estudante e sugou novamente o ponto de pulso de Tiffany. Taeyeon sabia que haveria marcas na pele da garota no dia seguinte.

Tiffany apertava ainda mais suas mãos sobre o lençol quando Taeyeon enrolou seus dedos dentro da estudante. Taeyeon sorriu quando sentiu seus dedos sendo apertados, informando que em questão de segundos Tiffany chegaria ao orgasmo. Em um ultimo movimento combinado de seus dedos dentro da garota e o polegar fazendo movimentos erráticos no clitóris da garota, Tiffany levou suas mãos para a cintura de Taeyeon e a apertou como se sua vida dependesse disso, Tiffany elevou uma ultima vez seus quadris e deixou o nome de Taeyeon sair de sua boca como se fosse um clamor, mostrando que havia chegado ao orgasmo.

 Taeyeon continuou seus movimentos de entra e sai apenas para acalmar a garota, Taeyeon desceu sua boca e beijou a barriga de Tiffany, subindo seus beijos para os seios da garota e parando em sua boca, onde depositou outro beijo intenso, porém gentil, a língua de Tiffany escapou para o queixo de Taeyeon e depois encontrou seu caminho novamente para a boca da outra, Taeyeon sentiu o corpo de Tiffany ainda vibrar sob o seu, sorriu entre o beijo satisfeita com seu feito e tirou seus dedos dentro da garota e quebrou o beijo.

Foi preciso para Tiffany alguns minutos para recuperar a força suficiente para abrir os olhos, e quando o fez, Taeyeon tirou o cabelo úmido longe da testa suada de Tiffany. A morena abriu os olhos e as duas sorriram, seus seios ainda palpitantes, Tiffany estava determinada a devolver o favor, a morena tentou inverter as posições, porém Taeyeon se manteve firme e não deixou. Taeyeon balançou a cabeça antes de colocar um beijo carinhoso no canto da boca de Tiffany.

— Agora não — a atriz respondeu certa de suas palavras. Tiffany bloqueou as pernas ao redor da cintura de Taeyeon e tocou o abdômen da garota, passou suas mãos para as costas da atriz e tirou o sutiã da garota. Taeyeon delicadamente tirou as pernas de Tiffany de sua cintura e as deixou descansado na cama, tirou sua calcinha e jogou para longe, Tiffany sorriu. Seus olhos novamente se encontraram e Taeyeon segurou a mão de Tiffany, entrelaçaram seus dedos e voltaram  a  se  beijar,  seus  corpos  se  movimentavam  lentamente,  como  uma  dança  de apaixonados no fim de uma noite romântica

 

 

Depois de horas explorando seus corpos e sentimentos, Taeyeon havia cansado, já não tinha mais forças para continuar apesar de querer muito.

Tiffany estava extasiada, não tinha ideia de que alguém poderia lhe fazer sentir daquela forma, Taeyeon havia atingido lugares que Tiffany nem ao menos sabia que existia, ela não queria mais soltar Taeyeon, não queria descansar. Parecia viciante o gosto, o corpo, a paixão de Taeyeon. Ela jamais poderia se arrepender daquela noite, estava agradecendo a sua consciência por ter dado um impulso e a feito pedir para Taeyeon ficar em seu quarto.

Há quase duas horas Taeyeon havia adormecido diante da morena, porém Tiffany não conseguia fechar seus olhos, estava ali, ao lado da garota, observando cada movimento inconsciente da mesma. Tiffany passou a ponta de seus dedos delicadamente pelo o braço de Taeyeon, como se estivesse percorrendo um caminho repetitivo, seus dedos chegavam até o ombro da garota e voltavam até a mão da mesma. Tiffany deixou um sorriso tímido aparecer em seu rosto, se perguntou por que a sorte quis sorrir para ela, por que Taeyeon tinha aparecido em sua vida, agradeceu as coincidências daquela vida que a havia colocado no caminho da atriz.

Tiffany se aproximou mais da garota e parou de trilhar seus dedos sobre o braço da garota, Taeyeon  envolveu seus braços em volta da cintura da morena e sorriu ainda de olhos fechados. O relógio na escrivaninha de Tiffany marcava 02h48 da manhã, mas ela não ligava para horas naquele momento.

— Você está me encarando — disse Taeyeon ainda sem abrir os olhos, Tiffany sorriu e Taeyeon trouxe a mesma para ainda mais perto de seu corpo, deixando suas pernas se entrelaçarem. Taeyeon abriu os olhos sabendo que um par de olhos castanhos estaria lhe observando — Você deveria estar descansado —  informou  tirando  um  fio  de  cabelo  preto  da  visão  da  garota  —  No  que  está pensando, Tiffany? — Tiffany aproximou seu rosto de Taeyeon e a beijou enquanto um filme da noite passada passava em sua mente. A morena quebrou o beijo dando um selinho na garota.

 — Taeyeon... — o nome da garota saiu da boca de Tiffany em um tom que significava tanta coisa, os olhos de Tiffany pediam algo que sua boca ainda não era capaz de pronunciar. Taeyeon passou sua mão no rosto da morena e logo depositou um beijo na testa da mesma — Por favor, não me magoe... — saiu como uma súplica, os olhos estavam inundados de lágrimas, porém nenhuma se atrevia a descer. Taeyeon sentiu uma irritante fisgada em seu peito que a deixou calada por um momento.

— Eu jamais poderia fazer isso Tiffany, você é muito importante para mim... Confia em mim — pediu, a conversa das duas eram sussurros e súplicas naquela madrugada fria — Eu... — Taeyeon segurou suas palavras, não queria assustar Tiffany com aquela próxima sentença — Eu jamais lhe faria algum mal, não propositalmente — trocou suas palavras. Tiffany descansou sua cabeça no ombro de Taeyeon enquanto a atriz a abraçava com seu corpo nu, Taeyeon beijou os cabelos pretos e brilhantes da garota enquanto passava sua mão pelas costas da morena em um ato de carinho. Taeyeon sentiu Tiffany suspirar e sair de seu ombro.

— Eu quero mostrar algo a você — disse. Taeyeon concordou e observou o corpo nu de Tiffany levantar da cama e ir até o closet. Taeyeon se deixou sorrir não acreditando em tudo que acabara de acontecer. Logo Tiffany voltou vestida com um hobby de seda em um tom de azul fechado e outro hobby preto em sua mão.

—  Gosto mais de você sem nada — Tiffany girou os olhos e entregou o hobby para a garota vestir.

Taeyeon levantou da cama e acompanhou Tiffany que deu sua mão para a garota pegar, esse pequeno ato fez Taeyeon sorrir internamente. As duas andaram até o final do corredor, havia uma porta que sempre parecia estar fechada e proibida para qualquer um. A morena tinha a chave em sua mão  e  a  abriu,  Taeyeon  não  conseguia  enxergar  nada,  estava  tudo  escuro,  nem  ao  menos conseguia ter a ideia do quão grande era. Tiffany acendeu a luz e de imediato Taeyeon fechou os olhos com a claridade exagerada do local, a morena fechou a porta atrás de si enquanto Taeyeon voltava a abrir os olhos só para então ficar maravilhada com o que vira.

— Você me perguntou o que eu realmente gostava de fazer, bom, aqui está sua resposta — comentou Tiffany olhando para seus pés ao invés de apreciar o que tinha ao seu redor.

O lugar era um pouco maior do que o quarto de Tiffany, as paredes extremamente brancas como se a cada manhã fosse repintado, o chão era coberto por uma espécie de plástico para proteção, vários quadros estavam espalhados pelo o lugar, alguns presos a cavaletes, outros na parede, pingos de tintas já secas espalhadas no plástico, mas nunca na parede. Taeyeon não conseguia acreditar na beleza daquelas pinturas, algumas traziam fúria, outras calmaria, alguns rostos desconhecidos, algumas paisagens neutras, outras inexplicáveis. Taeyeon cresceu cercada por arte já que sua mãe possuía uma galeria, mas nunca vira nada igual às pinturas de Tiffany, apenas quem tinha a sensibilidade de entender saberia apreciar aquelas obras.

— Isso... — Taeyeon olhou ao redor, estava apaixonada e hipnotizada por aquelas pinturas — Tiffany, isso é... Isso é magnífico! — disse completamente emocionada. Tiffany deu um sorriso como se não levasse a sério.

— Não é para tanto Taeyeon.

— Eu não estou falando isso porque acabei de dormir com você, estou falando isso porque de arte eu entendo e isso é... Tiffany — Taeyeon estava perdida em suas próprias palavras — Isso deveria ser visto por todos — Taeyeon voltou a olhar ao redor e viu que algumas telas estavam inacabadas e a julgar pelas as paredes em um branco invejável, Tiffany não havia voltado aquele lugar há um tempo — O que aconteceu?

— Eu não entrava aqui desde que meu pai morreu — Tiffany falou enquanto Taeyeon explorava o local, olhando obsessivamente para cada tela — Quando eu pintava ou desenhava era quando eu finalmente conseguia me sentir bem, sabe? Eu passava horas aqui e meu pai sempre entrava, sentava no chão e me observava pintar — Tiffany sorriu com a lembrança e deu um longo suspiro — Ele dizia que mal poderia esperar para ver meus quadros espalhados pelas mais conceituadas galerias do mundo, ele acreditava no meu futuro mais do que eu — Taeyeon parou quando viu um quadro virado, a atriz olhou para Tiffany como se pedisse permissão para virar e a morena se aproximou de Taeyeon, antes que a garota pudesse virar a pintura — Quando ele morreu a minha paixão por arte havia ido embora, eu nem ao menos conseguia pegar em um lápis para desenhar uma simples casa. Parecia que algo me impedia de fazer isso, eu havia perdido toda a minha vontade de continuar, foi então que eu resolvi seguir medicina...

— Tiffany... — Tiffany olhou para Taeyeon como se informasse que ainda iria falar algo mais. As duas tinham as mãos no quadro, mas não viravam para ver o que tinha.

— Lembra quando eu tirei você do carro naquele acidente quando nos conhecemos? — Taeyeon afirmou com a cabeça — Naquele dia eu voltei para casa, Yoona veio comigo. Naquele dia eu não consegui dormir, toda vez que eu fechava os olhos uma imagem vinha na minha cabeça, como se atormentasse meus pensamentos, foi quando depois de anos eu senti uma vontade avassaladora, eu precisava reproduzir aquilo em um papel, em uma tela. Aquilo me apavorou, porque achei que jamais voltaria a ter aquela vontade depois da morte do meu pai — Taeyeon prestava atenção em todos os movimentos, ainda não estava entendendo onde Tiffany queria chegar, mas seu coração parecia acelerar a cada palavra que saia da boca da morena — Então eu voltei a entrar aqui, e sem nem ao menos me dar conta eu já estava reproduzindo o que minha mente transmitia, não tenho ideia de quanto tempo eu fiquei aqui, parecia que eu estava em piloto automático... — Tiffany virou o quadro e Taeyeon levou uma mão à boca em surpresa, olhou para Tiffany e a garota tinha um sorriso tímido. Era apenas olhos, olhos expressivos e ao mesmo tempo acolhedores, qualquer pessoa saberia de quem pertenciam — Seus olhos...

— Tiffany... Isso... — disse tocando na tela. Era como se tivessem arrancado os olhos de Taeyeon e ampliado naquela tela, passava uma realidade que era assustadora para leigos.

— Você me trouxe a vontade de voltar a fazer o que eu gosto, eu fiquei tão assustada comigo mesma que eu só queria ignorar você — Tiffany tinha mais coisas para falar, mas foi impedida pelos lábios de Taeyeon contra os seus, Tiffany sentiu um gosto salgado em seus lábios e percebeu que eram lágrimas, suas lágrimas.

— Eu não sei se já ficou claro, mas — Taeyeon se afastou de Tiffany e enxugou suas lágrimas, segurou o rosto da garota em suas duas mãos e sorriu ao falar — Eu estou completamente apaixonada por você Tiffany Hwang — disse com um sorriso que ofuscava até mesmo a luz do ambiente. Tiffany gargalhou e a beijou, feliz com a confissão e aliviada por dessa vez não ser a única a sentir algo. Confissões pós­sexo nem sempre era confiáveis, mas Tiffany confiava nas palavras que saíram da boca de Taeyeon, confiava nos olhares que ela lhe dava cheio de ternura e desesperados para transmitir verdades, confiava no sorriso sincero que saia a cada declaração de Taeyeon e principalmente, confiava no sentimento que crescia cada vez que estava na presença da garota.

**

Depois do momento revelação que tiveram no pequeno atelier de Tiffany, as duas haviam voltado para a cama. Tiffany havia adormecido nos braços de Taeyeon, a atriz não conseguia parar de pensar nos acontecimentos das ultimas horas, ela temia que a qualquer momento Kahi aparecesse e então ela descobrisse que tudo havia sido um sonho. Taeyeon olhou para a garota adormecida, Tiffany tinha sua cabeça descansando sobre o peito de Taeyeon e uma mão sobre o abdômen da atriz, Taeyeon poderia perfeitamente se acostumar a dormir daquela maneira.

A atriz voltou a reviver em sua cabeça a confissão de Tiffany e o que ela lhe mostrara, virou sua cabeça para o lado e viu o relógio marcando 03h57, sua mente não iria lhe deixar dormir se não fizesse o que estava pensando. Taeyeon cuidadosamente tirou seu corpo dos braços de Tiffany e deslizou para sair da cama, sem se preocupar em vestir algo, levantou e pegou seu celular que estava ao lado do de Tiffany na escrivaninha e procurou pelo o nome em seus contatos.

Uma mão segurou o celular e a outra passou rapidamente por seus cabelos, a ligação caiu da caixa postal, mas Taeyeon insistiu, voltou a ligar e respirou fundo.

“EU VOU MATAR VOCÊ KIM TAEYEON!” — exclamou a voz furiosa e fina. Certamente Taeyeon havia acordado a fera.

— Você ainda está procurando um artista original e desconhecido para sua exposição? — perguntou Taeyeon ignorando o comentário.

“Vai dormir Taengoo” — pediu achando que era mais alguma das brincadeiras da garota.

— Pegue o primeiro voo para cá, Jessica — pediu Taeyeon olhando para a garota na cama ainda dormindo angelicalmente.

"E por que eu faria isso?" — perguntou dessa vez parecendo curiosa.

— Porque eu acabei de encontrar sua nova artista — disse sem tirar os olhos de Tiffany.


Notas Finais


E então?
Jessica vai conseguir sua artista?
O que a Tiffany vai achar disso?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...