História Destiny - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~mina_do_hope

Postado
Categorias Jeff The Killer, Slender
Tags Eyeless Jack, Jeff The Killer, Sexual Offenderman
Exibições 44
Palavras 580
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ecchi, Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá o/
Ignorem os erros :3

Capítulo 9 - Chapter IX - Mãe? Pai? Cadê vocês?


Fanfic / Fanfiction Destiny - Capítulo 9 - Chapter IX - Mãe? Pai? Cadê vocês?

#3DiasAntes

#IsabellePinheiro

 

Acabei de sair da escola, eram as notas para ver se tinha passado no bimestre e graças a tudo que é doce eu passei, agora terei que arrumar minhas coisas para ir a casa da minha melhor amiga.

Chego em casa e o silencio predominava no colocou com uma pitada de medo.

– Mãe? Pai? – os chamo –

Ninguém...

Isso esta estranha, pois minha mãe quase não sai de casa.

Fui à cozinha e estava bagunçada, parece que houve uma briga aqui.

Subo as escadas indo para o quarto deles que estava aberta, isso também é estranho pois sempre fica fechada.

Entro e também estava uma bagunça, tinha vários papeis espalhados e roupas rasgadas, algumas ainda estavam com a etiqueta.

Isso esta muito estranho...

#HorasDepois

Depois de um longo tempo arrumo tudo, vai que eles aparecem e dizem que fui eu que fiz isso?

Vou para o meu quarto e vejo um pequeno bilhete.

Isabelle.

Eu e seu pai iremos sair em um jantar com os seus tios paternos.

Ficaremos fora por uns dias.

Pegue o ônibus às onze da manhã, terá um taxi a sua espera meia hora antes.

Esteja pronta.

Com amor, sua mãe e seu pai.

A letra estava um pouco feia, parecia que eles estavam tremendo enquanto escreviam também essa frase, “Com amor” , eles dois nunca escreveriam isso para mim, principalmente minha mãe pois foi ela que escreveu isso já que a letra é dela. A folha também estava um pouco amassada e estranha, parecia que jogaram agua em alguns lugares da folha, provavelmente choro.

Com certeza  aconteceu alguma coisa.

Eu sinto isso.

Olho para o relógio e era nove horas da noite.

– Amanhã eu ligo para os meus tios.

Deito-me e adormeço tempo depois.

#NoDiaSeguinte

Após ter arrumado minhas coisas e comido, peguei o telefone ligando para os meus tios.

– Alô? – disse minha Tia –

– Oi Tia. Sou eu, a Bell...

– Ah...Oi Bell. O que houve?

– Queria saber se meus pais estão ai..

– Eles não estão, por que?

– Aah...Nada. Deixa para lá. Tchau..

– Tchau..

Sabia, a cena estava estranha demais aqui para eles terem saído.

E agora..O que eu vou fazer?

#HorasDepois

Após ter falado com os amigos deles, vizinhos, conhecidos, tudo. Não consegui nada.

Eles simplesmente evaporaram da cidade.

Olho para o céu e vejo que já estava começando a escurecer.

Vou para casa e me jogo na cama exausta, nunca tinha andado tanto na minha vida, acho que andei na cidade inteira.

Fecho os olhos apagando.

#Visão

Estava em um quarto escuro, começo a procurar o interruptor só que na hora que acho minha  mão passa sobre ela.

O que?

Alguém liga a luz, não consigo ver quem era pois tinha uma sombra cobrindo todo o seu corpo.

Ele retira um lençol e estavam... Meus pais?!

E-eles...Foram sequestrados!

–SOLTE-NOS! – dizia minha mãe se debatendo, mas leva uma tapa forte no rosto –

– Cale a boca vadia. – a voz dele era grossa e bem séria nunca tinha ouvido essa voz –

Minha mãe começa a chorar... Eu meio que estava feliz vendo aquilo pois era bom ver ela sofrer como eu.

– Vocês dois irão sofrer tanto na minha mão... – ele pega uma faca e...

#Visão

Acordo ofegante era um sonho... Mas era tão real...

Levanto-me e me arrumo, pois hoje o carro viria me buscar.

Depois de um tempo entrei no ônibus.

Finalmente vou ver minha amiga.

Mas mesmo assim... Sinto algo estranho...

Ainda tenho que saber o que aconteceu com eles...

Eu vou descobrir...

#Continua


Notas Finais


Espero que tenham gostado :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...