História Destiny - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias ASTRO
Personagens Eunwoo, Moonbin, Sanha
Tags Bebe Cute Cute Yeon, Binu, Binwoo, Eunwoo Babá, First Fanfic, Moonbin Papai
Exibições 67
Palavras 1.463
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oinhe~
Demorei muito ne? '3'
Então, alem de preguiçosa, eu sou bem pessimista e penso que tudo que escrevo ta uma boxta.
Demorei certo tempinho pra pegar o note e escrever, medo da minha mãe ler isso, vai que ela me mata e.e
Eu to muito feliz, serio mesmo, eu recebi comentarios e pessoas favoritaram a minha fanficzinha. Eu surtei serio, minha boca doeu de tanto sorrir. Amo vcs gente, não desistam de mim <3
Eu ia postar ontem, tava até satisfeita com ele, mas eu li os coments oque fez eu abrir o world e reescrever certas partes ate ficar melhor, mas ainda sinto que ficou meio lixoso comparado ao primeiro cap
Mas é isso.
Vamo que vamo
Gogo ler que tem gente nova na fic u.u~

Ps: Posso ter deixado erros passar ou coisas meio "??" qualquer coisa, so avisar ><

Capítulo 2 - Capítulo 02


Fanfic / Fanfiction Destiny - Capítulo 2 - Capítulo 02

Estava concentrado lendo alguns contratos importantes para a empresa quando ouviu batidas na porta, pediu para a pessoa –que logo deduziu ser sua secretaria- entrar. A garota pediu licença enquanto ostentava um sorriso feliz.

“Sr. Moon, Cha EunWoo esta aqui. Posso manda-lo entrar? E aqui esta os dados dele” a secretaria perguntou e em seguida colocou alguns papeis em cima da mesa, que logo foram parar nas mãos de Moonbin.

“An... Pode sim” Leu rapidamente o papel que continha os dados do garoto e suspirou. A garota reverenciou o chefe e rapidamente saiu da sala, parecia bem feliz. Cha Eunwoo parecia ser só um universitário que precisava de um emprego para manter a faculdade, e pelo que viu na pequena foto que continha no relatório, ele era bonito e parecia ser uma boa pessoa.

Mas não podia confiar nesse parecer, quantas pessoas bonitas e aparentemente gentis não faziam mal por ai?

 Novamente ouviu batidas na porta, dessa vez a pessoa entrou diretamente. Por um momento sentiu seu mundo parar, entrar em choque. A sua frente estava Cha Eunwoo, visivelmente nervoso, percebeu isso pelo fato dele estar brincando com os dedos e do olhar sempre no chão. Nossa, ele era tão bonito.

Parecia um anjo.

A pele branquinha, os lábios avermelhados, os cabelos negros lisinhos, tudo nele parecia bonito. Voltou à realidade ao perceber que encarava demais o outro, coçou a garganta levemente e pediu para ele sentar.

“Então, seu nome é EunWoo, esta fazendo medicina e pretende se especializar em pediatria, no momento esta precisando de um emprego. Estou certo?” Moonbin falou calmamente, observou o outro morder o lábio inferior enquanto acenava a cabeça afirmando.

“ Eu vou ficar mais tempo na empresa e para isso preciso que alguém cuide da minha filha, eu preciso de alguém que seja honesto... que não seja um pervertido pronto pra atacar meu bebe” Viu EunWoo arregalar os olhos.

“Eu não sou um pervertido! Eu seria incapaz de fazer algo contra uma criança.” E pele primeira vez pode ouvir a voz do Cha, e assim como ele, ela era bonita. Poderia passar o dia todo escutando ela que não se cansaria... E o que ele estava pensando. Balançou a cabeça e tentou dissipar os pensamentos. A beleza de EunWoo estava o deixando desnorteado.

“Eu só não quero que ninguém machuque minha filha.” Moonbin arqueou a sobrancelha direita. EunWoo suspirou alto, entendia posição de Moon, afinal ele era um pai preocupado que só queria o bem da filha.

“Eu entendo que só quer o bem da sua filha, se eu fosse pai também ficaria alerta sobre contratar um estranho para cuidar do meu filho. Mas lhe prometo que não farei mal a sua filha, pode confiar em mim.” E mesmo desconfiado, Moon estaria disposto a dar ao garoto um voto de confiança.

Entre perguntas e resposta a entrevista seguiu bem, ainda com Moonbin um pouco receoso sobre confiar no outro, mas nada que o sorriso de Cha não ajudasse para que esse receio se dissipasse aos poucos. Com um aperto de mãos e reverencia por parte de Eunwoo a entrevista chegou ao fim com o universitário contratado que logo começaria a trabalhar no dia seguinte a partir das três horas da tarde ate às oito da noite

 

●●●.

 

Eunwoo não poderia estar mais feliz, finalmente tinha conseguido um emprego e consequentemente um bom salário. Depois de ter saído da sala com um sorriso grande nos lábios, o alto logo contou a boa noticia para a amiga, que estava olhando alguma coisa no computador. Sejung ficou ainda mais feliz pelo amigo, ela sabia que ele iria conseguir afinal ninguém resiste a Cha Eunwoo e seu sorriso doce.

A garota até mesmo propôs que comemorassem em sua casa depois do expediente dela, o que Eunwoo rapidamente aceitou. Ainda tinha que conversar com SanHa, irmão mais novo de Sejung.

 

●●●

 

“Então hyung, como foi la?” Perguntou SanHa. Ele era um garoto adorável de dezoito anos que estava terminando o ensino médio, assim como Sejung, o mais novo era seu amigo. Alem de adorável, ele era bem teimoso e quando disse que ia morar com a irmã, nem os pais conseguiram tirar essa ideia da cabeça dele, mesmo relutantes, cederam a vontade por que confiavam na filha mais velha que prometerá que iria deixar o mais novo dos Yoon na linha.

“Foi normal, o mesmo de sempre, as pessoas ainda desconfiam de um homem sendo babá” Respondeu. Depois de chegar ao prédio onde morava, Eunwoo em vez de ir para o seu apartamento resolveu ir logo para o dos amigos que ficava no andar acima.

“E o chefe da noona? Era bonito? Sexy?” O mais novo deu um sorrisinho malicioso. Poucos sabiam sobre sua sexualidade, apenas tinha contado para seus pais e amigos próximos, afinal não via necessidade de contar uma coisa assim para qualquer pessoa que conhecesse, nem todas eram bem receptivas a esse tipo de informação, ainda mais em um país preconceituoso no qual vivia.

“ Sanha! Ultimamente você anda muito pra frente, cadê aquele menino tímido que eu conheci, an?” Eunwoo corou levemente.

“Aish hyung! Só responde. Pelo jeito que você está, ele deve ser bonito.” - Disse.

“Tá, ele era bem... hum... Bonito, a voz dele era bonitinha sabe, meio rouca. E você precisa ver ele sorrindo. Ah..” suspirou ao lembrar do seu, agora, chefe.

“Cha Eunwoo foca aqui, volta pra terra. Pelo jeito esse homem te fisgou né hyung”  Sanha falou rindo o que fez o mais velho arregalar os olhos.

“Também não é assim. Eu só o achei bonito e ponto. O único tipo de relacionamento que vamos ter é totalmente profissional e, além disso, ele é hétero e deve ser casado, esqueceu que eu vou ser babá da filha dele?” revirou os olhos.

“Bom, se ele fosse casado não precisaria de babá, vai ver a esposa dele morreu, sei la. Mas milagres podem acontecer e ele pode se apaixonar por você, alias, a quanto tempo você não sai com alguém?” o mais novo falou convencido. Fazia um tempo, muito tempo, que seu hyung não saia com alguém para namorar e se divertir um pouco, e se continuasse assim ia virar “Um velhinho solitário cheio de gatos”, era o que sempre dizia a Eunwoo.

“Você só fala besteira Sanha. Isso nunca vai acontecer” Eunwoo deu um leve peteleco na cabeça do outro que resmungou dramático. “Você sabe que eu não tenho tempo pra sair e ter encontros por ai.”

“Pois deveria arranjar tempo para sair, namorar um pouco ou então para beijar chefinhos bonitos” falou travesso.

“Você calado é um poeta Sanha” retrucou Woo.

“Mas eu sinto que pelo menos um beijinho vai rolar, se não rolar minha boca estará aqui prontinha esperando por você” Fez um biquinho insinuando que beijaria o outro, mais antes de chegar a boca do mais velho desviou o caminho para a bochecha, onde deixou um beijinho estalado.

Eunwoo gargalhou e em seguida abraçou o outro.  

“Meu deus Sanha! Onde você aprende essas coisas?” Apertou o mais novo entre os braços. “Irei falar com a noona sobre o quanto você está levado”

“Pode falar, ela nem liga” De maneira infantil, Sanha mostrou a língua.

“Nossa, quanta maturidade. Por falar na Sejung, será que ela demora muito para chegar?” Woo perguntou ao olhar a hora no relógio da sala.

“Provavelmente ela estará em horário de almoço, então sim, ela vai demorar muitoooooooo pra chegar. Enquanto isso, você prepara meu almoço, eu vou tomar banho” O mais novo se soltou dos braços do outro e levantou do sofá onde estavam.

“Mais que folgado, eu sou a visita aqui.” Retrucou desacreditado.

“Mamãe não passou por aqui essa semana porque está viajando com o papai e isso significa que não tem ninguém pra cozinhar pra mim, faça esse favorzinho pra mim hyung~” forçou uma voz fofa, o que fez o outro revirar os olhos.

“ Esta bem, só vá logo tomar banho, da pra sentir o fedor daqui” brincou.

“Isso é uma calunia! eu sou cheirozinho, cheira...” Levantou os braços e foi na direção do mais velho..

“Aish Sanha, para com isso!” EunWoo empurrou o outro levemente.

Depois de ver Sanha seguir para seu quarto, resolveu levantar do sofá e preparar algo rápido para o mais novo. Enquanto cozinhava a comida, seus pensamentos iam longe e chegavam ate Moon Bin. Pensava na voz, no sorriso, em tudo, o que deixava seu coração acelerado.

Não podia estar se apaixonando pelo outro. Não mesmo.

Mal se conheciam, apenas tinham se visto uma vez, Eunwoo não queria ter seu coração balançado por ele. Por que tinha medo de se machucar, tinha medo desse sentimento, sentia que se desse espaço para ele, iria se dar mal.

Mas no coração não se pode mandar.

No destino não se pode mandar. 


Notas Finais


olar de novo~
Luabin nao resistiu ao Eun e contratou ele, ninguém resiste a Cha EunWoo qqq
Então? oque acharam do novo personagem? Eu adoro a relação que o Sanha tem com os membros do Astro, em especial o Eunwoo e o MJ, parece que eles são irmãos, acho fofo.
Nosso Dongminzinho ta se apaixonando.. hehe, surpresos? acho que não q
Bom, eu sinto que o cap ficou mais "pobre" que o outro pq eu ainda to trabalhando na questão conversa dos personagens pq tem que casar com pensamentos&ações.
Nao me matem se eu demorar pra att, eu nao vou desistir dessa fanfic <3
Criticas? Elogios? Sugestões? Pode comentar >.<
Amo voces e até o proximo cap <3

Beijinhos da joyzinha~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...