História Destiny - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Yoongi
Exibições 103
Palavras 644
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura! ❤

Capítulo 3 - History of my life - My sad story to Happiness



Abandonada em uma lata de lixo recém nascida, encontrada pela dona do orfanato onde vivi até meus 3anos, fui adotada por um casal que foi gentil apenas por um ano... após um ano eu não aguentava aquela casa, eles me batiam muito, viviam bêbados...faziam sexo em qualquer lugar da casa, na minha frente... quando completei 5 anos eles me jogaram na rua e eu passei fome por quase um ano,vivi por meio de migalhas, restos e poucas esmolas que ganhava...com 6 anos encontrei um outro orfanato que me acolheu porém esse não era igual ao primeiro...eu era humilhada e punida todo dia tendo que me ajoelhar no milho, todas as noites chorava e pensava o porque de meus pais me odiarem sem me conhecer, me jogaram literalmente no lixo, sem dó nem pena...sem ligar se eu teria uma chance para viver ou não...aos 7 adotada novamente...e aos 8 o mesmo tentou abusar de mim, ele só não conseguiu pois o próprio irmão dele lhe deu um tiro em sua cabeça na Minha frente - porém o lado dele eu entendo, ele tentou me proteger,ele me adorava, era meu tio de verdade, e por fazer algo por mim... foi preso- mas antes eu ouvi o primeiro Eu te amo na Minha vida, ele chorava e lamentava Por eu ter visto ele matar o irmão... porém disse que não se arrependeu, me abraçou apertado me colocou na porta de uma casa humilde com minha mochila quase vazia e com um bilhete que o mesmo escreveu...antes de ir me disse - essa pessoa é de confiança, sei que ela vai te acolher e te amar do jeito certo, vai ser mais que uma mãe- e assim aconteceu, na mesma rua um tanto longe daquela casa eu vi MEU TIO, O PRIMEIRO A DIZER EU TE AMO PRA MIM ser enfiado no carro da polícia e levado para longe...chorava alto e ouvi a porta se abrir, me viro e vejo uma mulher sorridente e um Homem com um olhar gentil, ela sem pensar me puxa pra dentro,me deu o que comer e por fim quando leu o bilhete que tinha em mãos o casal começa a chorar e vem me abraçar...eles sempre me trataram bem,Omma sempre me falou que eu nasci com 8 anos, e fui uma bença de Deus, já que ela e o Appa eram estéreos...Isso foi oque me mudou totalmente.

Não demorou muito

'_____ seu Appa Faleceu'

Era meu aniversário, ele iria me levar ao parque onde era nosso cantinho especial...após a notícia corri desesperada até o parque e quando cheguei no meu local especial pretendendo chorar acho uma caixa com meu nome escrito...

Bilhete On°°

-Querida ____*( *seu apelido)

Mais um ano de vida minha bebê, Appa te Ama, sei que vai falar que sabe disso pois eu falo todos os dias...mais é porque te Amo de verdade, você me salvou da depressão, você me permitiu dar uma vida normal a uma vida selvagem e sofrida... Appa não pôde dar mais que isso, espero que goste... é de coração...

Parabéns meu Amor eterno ❤

Bilhete Off••

Isso me enfraqueceu, ele ia fazer uma surpresa para mim!

Era um correntinha de ouro com um anjo da guarda como pingente, e um ursinho kumamon... eu os tenho até hoje, eu durmo com o Kumamon e a corrente não a tiro para nada.

Não gosto de falar do meu passado deprimente, para não me deprimir... mas não aguento mais não desabafar com alguém.

Porém a dor diminuiu com o tempo e eu sempre penso que ele é meu anjo da guarda e que ele me observa e me reje lá no céu...com 14 comecei a trabalhar, aos 15 conheci Yugy que é como meu amigo, irmão e agora namorado, aos 16 comecei a trabalhar para o pai de Yugy na cafeteria... digamos que minha vida tinha começado a melhorar até minha mãe ser alertada com uma doença Desconhecida.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...