História Destiny - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Shawn Mendes
Visualizações 1
Palavras 846
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Mais uma fic para vocês. Eu espero que vocês entendam a história do primeiro capítulo, ao descorrer desse capítulo as coisas vão acontecer. Vou tentar explicar a história da vida da personagem ao longo da fic.

Espero que gostem da fanfic e boa leitura♡

Capítulo 1 - ~Primeiro capítulo~


-Cala a boca - falei num tom alto deixando minha raiva se expandisse por todo o local - eu vou fazer o que eu queiser, a vida é minha.

-Não levante o tom dessa forma pra mim, eu sou seu pai e mereço ser respeitado - seu jeito autoritário como sempre surge com mais firmeza nesses momentos.

-Então me deixe ser feliz, eu só quero isso - supliquei pela milésima vez.

-E eu só quero seu bem, entenda meu ponto de vista - meu pai se aproximou de mim pegando em minha mão, mas retirei como se estivesse levado um choque.

-E eu só quero ser feliz - respirei fundo controlando as lágrimas pesadas que estavam prestes a sair dos meus olhos - Eu só quero realizar meu sonho, eu quero ser modelo, só isso.

-Mas ser modelo não enche barriga de ninguém - falou se levantando novamente e indo até a porta do seu escritório.

-Você vai querer controlar a minha vida até quando? - revirei os meus olhos e levantei batendo a minha mão na mesa.

-Até você aprender que na vida não se brinca, você não pode errar, esses erros são anos a menos na sua vida e no que você poderia estar fazendo para render grana - bateu na mesa tentando me intimidar. Já tive essa conversa tantas vezes que nem meu pai nao consegue mais me intimidar e me deprimir.

-Eu não estou brincando de viver pai, eu sempre sonhei com isso, em cantar, poder atuar e modelar, mas você é mente fechada e nao acredita que eu seja boa nisso - fui em direção a porta abrindo a mesma - eu só quero ser feliz - falei calma, respirando fundo varias vezes e fechei a porta atrás de mim sem me importar com que meu pai falaria depois disso.

....

Cheguei em casa chorando, o que eu sempre fazia quando brigava com meu pai e encontrei meu irmão jogado no sofá assistindo futebol americano ainda com sua roupa de trabalho. Subi as escadas praticamente correndo esbarrando com minha mãe mexendo no seu escritório compartilhado com meu pai. Olhei pra ela e sorri meio de canto tentando esconder que meu rosto estava vermelho e inchado, virei meu rosto indo para o meu quarto entrando no banheiro do mesmo. Ouso a porta do meu quarto sendo aberta já sabendo que era minha mãe saber o que tinha acontecido. Fechei a porta do banheiro e abri a torneira da pia deixando a água escorrer. Passei a água no meu rosto tirando o resto de maquiagem borrado dos meus olhos. Sai do banheiro dando de cara com minha mãe plantada ali na frente.

-O que aconteceu agora?- pergunto levantando um lado da sobrancelha. Tipo dela.

-O mesmo de sempre, o papai não entende que eu só quero ser feliz - passei o dorso da minha mão sobre meus olhos tentando secalos. 

-Filha seu pai só quer o seu bem- falou tentando com que eu entendesse tudo.

-Mas ele não entende que isso vai me fazer bem - falei e olhei para minha mãe que se encontrava com os braços abertos e estendidos a minha direção.

-Eu sei minha pequena - falou agora acariciando minha cabeça com sua mão - você ainda tem vontade de viajar pro Canadá? Acho que faria bem pra você se tranquilizar um pouco e pensar no que você realmente quer -falou ainda acariciando meu cabelo.

-Acho que sim - respirei fundo me afastando de minha mãe e a observando - Eu só quero saber qual vai ser a proposta do papai, ele não vai querer me deixar ir sem nem mais nem menos.

-Ele já fez a proposta para você é só ver se aceita. Você embarca amanhã- falou indo se sentar em minha cama, cruzando as pernas em seguida. Da minha parte saiu um "hum?" tentando insetivar ela a continuar- Você vai pra Pickering, Ontário no Canadá, desde que você faça a faculdadede advocacia-ela me encarou com duvida assenti mandando ela continuar - ele até já conseguiu um estágio na empresa de um amigo dele de Portugal.

- Tá, eu vou ir sozinha? - me sentei na cadeira da minha penteadeira que estava do lado da minha cama.

- Não sei.  Eu estava pensando em seu pai comprar uma casa lá e você levar a Luiza junto - falou se levantando indo para a porta e abrindo a mesma - Você vai ter total liberdade lá, não vamos te impedir de fazer nada que você queria desde que continue com o estágio na empresa do amigo de seu pai e com a faculdade.

- Acho que pra mim tá ok -falei

-Arrume suas coisas, você embarca amanhã as 10 horas da manhã- falou saindo do meu quarto. Um silêncio tomou aquele local, eu estava completamente contente para essa viajem. Poderia fazer um curso de cinema e modelar para alguns trabalhos e alem de tudo teria a companhia da Luiza, minha melhor amiga. Isso tudo nao poderia ser melhor. Acho que precisava de umas ferias disso tudo, mesmo indo fazer uma coisa contra minha vontade.

Eu já tenho 18 anos e mereço me ver livre dos meus pais por um tempo. 






Notas Finais


Eu não vou fazer uma regra de postagem dos capítulos, porque eu quero fazer algo bem feito sem me preocupar com data, oque pra falar a verdade nunca respeito kk.

Não se preocupem. Ao longo da história vou explicar certinho o nome dela, e tudo mais...

-A♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...