História Destiny Child: Sombras do Passado - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Wanted
Tags Destiny, Jay Mcguiness, Max George, Shades, Sombras, The Wanted, Tom Parker
Exibições 1
Palavras 737
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores de my life.
Peço desculpas pela demora nas atualizações da fic.
E agradeço por continuarem lendo.
Desculpem qualquer erro e boa leitura.

Capítulo 6 - Passeando com o Jay.


Pov's Alexia

Jay e eu tínhamos sete anos de idade e nos conhecemos no segundo dia de aula. Estávamos no recreio da escola, ele estava sozinho,sentado em um banco no jardim, jogando em seu vídeo game portátil recém saído da loja.
Aproximei-me dele e perguntei se podia sentar ao seu lado e obtendo um "-sim" como resposta assim o fiz apresentando-me e perguntando o seu nome em seguida.
A partir de então ficamos inseparáveis até o dia em que a família dele mudou de cidade.
É incrível como o mundo é pequeno e o destino surpreendente. Quem diria que um dos melhores amigos do meu irmão seria o que melhor amigo de infância de quinze anos atrás?

Após algum tempo dirigindo Jay parou o carro e abriu a porta pra mim.
Eram quase nove da manhã. Jay e eu havíamos combinado de sair pra colocar o papo em dia.
Como eu tinha o direito de escolher a nossa primeira parada, acabamos indo parar em um zoológico.
-Sabe, é tão maravilhoso te ter perto novamente. Ainda não acredito que você está realmente aqui.-ele disse quando passamos pela primeira jaula, que era dos macacos.
-E eu também ainda acredito que te reencontrei. É tão bom ter um amigo aqui.-fiz uma pausa e suspirei, continuando a falar poucos segundos depois.- depois que você mudou de cidade, eu fiquei sem amigos. Você sabe que nunca fui com a cara das meninas daquela escola.
-é eu sei. A gente as chamava de que mesmo?-ele pensou um pouco e voltou a falar.-ah esqueci mas deixa pra lá.-ele falou e nós rimos.
-No ensino médio eu até que fiz alguns amigos, e esses alguns significam poucos. Mas de todos você sempre será meu único melhor amigo.
-Ei agora você tem novos amigos. A galera lá da mansão te adora.
-Sério? Eu também gostei muito deles. Vocês todos são muito loucos.
-loucura é nosso nome do meio.-Jay falou e me fez rir.-agora falando sério você precisa ir à mansão. As meninas estão loucas pra te conhecer melhor.
-está bem. Vou na mansão de vocês.-falei quando paramos em frente à uma iguana.
-Max te falou que eu tenho uma iguana?
-não. Isso é muito legal. Como se chama?
-chama-se Tia. Acho que ele não disse pra não ter que dizer que ele tem medo dela. As meninas, menos a Kelsey,  têm medo dela também.
-de uma coisa fique sabendo. Eu não tenho medo.-falei.
-então. Quais seus planos? - Jay perguntou.
-Terminar a faculdade claro, e depois eu não sei. É ótimo estar em casa mas ainda sei se irei ficar de vez em Londres. Estou decidindo e vamos ver o que o destino me reserva.
-espero que fique. Não quero te perder de novo. - Jay falou com uma expressão triste.
-Ei. Olha pra mim.-pedi e ele obedeceu.-não fica assim. Eu posso não saber o que vou fazer daqui pra frente mas sei de uma coisa: eu sempre vou voltar. Não importa se eu vá pra longe ou pra perto, eu sempre voltarei.
-acho bom mesmo. Caso contrário terei que ir atrás de você.-ele disse rindo.

Nosso passeio pelo zoo foi ótimo. Depois dali fomos a um parque e em seguida a um starbucks, onde Jay ficou muito feliz ao saber que também sou vegetariana.
-Onde vamos agora? É sua vez de escolher.-perguntei.
-Agora vamos ao cinema.

Pov's Jay
Estava tudo ótimo na companhia de Alexia. Estava me sentido com sete anos de idade novamente mas o que eu não consigo explicar é o porque parte de mim queria que ela não fosse minha melhor amiga e nem irmã do meu melhor amigo. Não sei se era pelo fato de ela estar de volta após tanto tempo longe ou se pelo fato de ela ser a mulher mais linda que conheci desde então.
Estávamos no cinema e tudo que eu queria era beijá-la. Não sei o que era aquilo, mas tudo, cada detalhe nela, era convidativo pra que eu sentisse um enorme desejo de beijá-la crescer dentro de mim.
Porém uma parte sensata que até então eu nem sabia que existia em mim, fez com que eu não fizesse tal coisa.
O melhor era esperar o tempo passa, porque só o tempo poderia dizer o que era aquilo.
O mais importante de tudo era que Alexia a melhor pessoa que eu conhecia estava junto de mim novamente, e eu não poderia deixá-la afastar-se de mim novamente.


Notas Finais


Então gostaram?
Esse capítulo apesar de pequeno, significa muito para o que vai acontecer futuramente. Por isso prestar atenção nos menores detalhes é muito importante para juntar os pontos e desvendar os segredos de Alexia.
Mais uma vez agradeço por estarem lendo e prometo postar assim que puder.
Beijos...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...