História Destiny? or nah - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Jack & Jack, Magcon, Mahogany LOX, Nash Grier
Tags Amor, Magcon, Mudança
Exibições 28
Palavras 2.662
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OOOOOOOOOOOOOOOOi amoraaaas!
tudo bem? que bom né? Então, to tentando postar esse capítulo a um fucking tempo (Desde ontem a tarde) mais sempre que finalizo, a net cai. vamos ver se agora vai né?
B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 4 - Gabi


Fanfic / Fanfiction Destiny? or nah - Capítulo 4 - Gabi

 

P.O.V Gabi

– A boa – eu e as meninas dizemos em unissom.

 

 – Ok, a gente viaja amanhã – ela diz alegre e eu arregalo os olhos levantando por impulso.

 

 – Como assim amanhã? – pergunta Belinda em pé também – É impossível isso Mel – diz a mesma andando de um lado a outro – Não da tempo de arrumar malas, resolver com a produção daqui da Inglaterra NADA – diz a garota surtando

 

– Calma Belinda – diz nossa querida empresária – Vocês só precisam arrumar as malas, o resto eu já resolvi tudo – diz ela e a garota senta novamente – A gente vai viajar amanhã durante a manhã – ela sorri - Agora vão arrumar suas coisas. Lá faz muito calor. Quero que vocês estejam prontas pro clima de lá e sempre bem vestidas – ela diz se levantando.

 

– Mel, não é bem assim. Eu tenho uma vida aqui. tenho um namorado esqueceu? Como vou falar pra ele que vou me mudar para outro continente amanhã? – digo olhando pra ela que sorri fraco

 

– Minha querida, você não precisa ficar presa lá. Podes vir aqui sempre que quiser. já providenciei um jatinho para vocês virem aqui sempre que sentirem saudades – ela diz vindo em nossa direção – Calma minhas meninas. vai dar tudo certo  – ela diz calma tentando confortar-nos.

 Por mais que eu não esteja nem um pouco afim de ir pra esse lugar, sei que a Melissa jamais meteria a gente em roubada. tudo que ela faz é muito bem planejado e sempre da tudo certo.

 

As meninas se levantam e começam a andar em direção da porta, quando eu me lembro que ela ainda tinha uma outra notícia

 

 – Pera, você ainda tinha outra coisa pra falar a gente não? – digo me sentando novamente

 

 – Tinha? Esqueci – ela diz e bebe um pouco do whisky que estava no seu copo. Dou de ombros e levanto indo atrás da meninas sendo seguida por Melissa. Descemos as escadas fazendo bagunça e Mel vem atrás de nós rindo do que falávamos. Cada uma se despede da Mulher loira e eu sou por último.

 

– está pronta para a Califórnia querida? –  ela pergunta e eu sorrio assentindo. dou um beijo na sua bochecha e vou até a porta

 

– Tchau Mommy – digo e saio de casa vendo as meninas a falar com Fredy – Oi Fredy. Meninas, vamos no shopping? Precisamos comprar algumas roupas para o verão de lá – digo entrando no carro.

 

– Shopping? Jura? – pergunta Lox se encostando no volante.

 

  – Ah Gabi, eu to cansada – reclama Belinda e eu reviro os olhos

 

– Ah gente vamos – diz Lou tentando mudar a idéia das nossas amigas – Eu nem sei mais se meus biquínis ainda dão em mim. O clima aqui é quase sempre frio e eu mal os uso. Além de precisarmos de roupas mais frescas –  completa ela prendendo o cabelo num coque.

 

  – verdade – diz Lox e eu e Louise fazemos um hi-5

 

– Então vamos pro shopping?

 

– Siiim  – eu e Lou gritamos logo rindo em seguida

(...)

 

 Depois de vinte minutos gritando e cantando no carro, chegamos no estacionamento do shopping. Saímos do carro e vamos em direção de uma loja de roupas de praia quando meu telefone toca e eu atendo sem olhar quem era

~Ligação on~

Alô ~digo a outra pessoa da linha~

Oi princesa ~diz a pessoa e que eu logo reconheço a voz do meu namorado~

 Oi amor ~digo e as meninas me olham revirando os olhos~

Vai fazer o que hoje? ~ diz ele que se não o conheço bem, está se deitando pelo seu tom preguiçoso~

Eh... Lou, eu preciso conversar contigo sobre uma coisa meio séria ~digo me referindo da viagem~

Rum... Preciso ter medo? ~ele pergunta e eu rio fraco~

Não bobo ~digo e vejo um biquíni muito lindo pegando-o e vou andando até o provador~

Amor, estou fazendo compras com as meninas. Quando sair daqui falo contigo ok? ~digo entrando no provador e fecho a porta~

 Tudo bem. Te amo Gabi ~ele diz e eu sorrio~

Também te amo Lou. Beijo ~digo ao finalizar a chamada~

~Ligação off~

 Coloco o celular na bolsa novamente e visto o biquíni delicadamente amarrado e me olho no espelho. Sorrio e saio do provador indo no do lado onde estava Bel.

– Amiga, ta bom? – pergunto abrindo a cortina e ela me olha.

  – Ta maravilhosa  – diz ela e eu sorrio.

(...)

 Depois de horas dentro daquele shopping, chegamos em casa cheias de sacolas e com roupas. Entro em casa e paro em frente a escada.

– Ok meninas, vamos arrumar nossas malas. Lembrem-se de pegar tudo. Quem não tiver mala, no armário da área de serviços tem mais várias –  digo e elas me olham rindo.

– Ok Mommy  –  diz Louise rindo e passa por mim.

– Quando eu acabar, vou sair com o Louis. Então não estarei no jantar  – digo subindo a escadas logo entrando no meu quarto.

(...)

 Quando termino de arrumar minhas coisas, ando até o banheiro devagar e começo a me despir. Entro no Box e ligo o chuveiro deixando a água relaxar o meu corpo. Como que eu vou falar ao meu namorado que vou ir morar em outro país? Espero que dê tudo certo. Termino de me banhar rapidamente, e ando em direção do closet onde deixei algumas roupas. O fim da tarde já estava próximo e aparentava que a noite não seria lá das mais calorentas. pego uma calça preta, uma blusa de suéter meio rosinha, uma touca cinza para por na cabeça e uma meia pata preta para calçar. pego minha carteira e mais algumas coisas que Eu sempre levo na bolsa jogando dentro de uma bolas quase da cor do suéter [1]. Visto tudo rapidamente e vou pro banheiro arrumar o cabelo. Solto ele deixando-o ao natural e passo um pouco de rímel e um batom nude. Saio do meu quarto guardando meu celular e logo vejo Louise.

 Uau. Que gata diz a morena e eu rio Se não gostasse de homem te dava uns pega

ela brinca e eu passo por ela rindo.

 Besta digo e desço as escadas Vou sair com o Lou. Mais tarde chego digo já na porta

Divirta- se  escuto ela gritar e ando até a casa do meu namorado que é no mesmo condomínio em que eu e as meninas morarmos. Chego em frente a casa dele e respiro fundo antes de tocar a campainha. Toco-a e escuto passos em direção da porta e logo um belíssimo par de olhos azuis me fita e eu sorrio causando um sorriso nele também que se estica e me puxa pela cintura me dando um beijo calmo e apaixonado. Separo o beijo com selinhos e ele me puxa pra entrar nos guiando até o sofá.

 Ooi ele diz e eu rio

  Oi amor  digo e ele sorri me dando um beijo na ponta do nariz.

  Quer ir onde hoje? ele pergunta e eu nego

  Escolhe você digo e beijo a bochecha dele.

Shopping? ele pergunta e eu assinto sorrindo. Saio do colo dele e ele levanta indo para o quarto se trocar. Fico sentada no sofá esperando ele descer quando escuto o celular dele tocar. Pego e vejo que não tem nome. Dou de ombros e como de costume, eu atendo.

 ~Ligação on~

 Alô ~digo baixo~

 Loou meu amor! Acabei de pousar em Londres ~ela diz com uma voz animada e eu arqueio a sobrancelha~

 Hm... Não é ele mais quem é que ta falando? ~pergunto apoiando o braço no sofá~ Eu liguei errado? Ah, me desculpe ~ela diz e eu me apresso~

Esse é o número dele sim. Mais quem é? Preciso que se identifique. ~digo calma~

 Meu nome é Penélope ~ela diz firme e eu reviro os olhos~

Penélope, ele esta no banho agora. Quer deixar algum recado? ~digo pegando o meu celular e olho normal~

Desd quando as empregadas dele podem atender o celular? ~ela pergunta e eu rio fraco~

Ele da a liberdade total para elas atenderem o celular quando ele estiver ocupado ~minto e ela fica quieta~

Então você é uma empregada que a atendendo o celular do meu homem? ~ela pergunta e eu arregalo os olhos ~

 Não não! Sou Gabriela, a namorada dele. Ele está ocupado agora. Você quer deixar algum recado? ~pergunto já cheia de tentar saber quem é a tal da Penélope~

Ah namorada? Pode avisar a ele que a Penny já está em Londres. ~ela diz e suspiro desligando a ligação~

 ~Ligação off~

Desligo a ligação e fico olhando pra tela do celular desligada. Quem será essa garota? O jeito em que falou comigo parecia ter mais intimidade com ele do que eu. Vou ir falar com ele. Levanto do sofá e subo as escadas correndo em direção ao quarto do meu namorado.

 –Lou -digo ao entrar e vejo ele só de calça olhando pro espelho e logo ele se vira para mim dando o seu melhor sorriso –Uma garota ligou falando que já tinha pousado em Londres – digo e ele parece não identificar quem seja.

 – Não era errado? –ele pergunta vindo ate mim e abraça minha cintura.

 –Não, ela disse que o nome dela era Penélope e mandou te avisar que já tinha chegado –digo e vejo ele engolir em seco ao eu falar o nome da garota.

– A Penélope? – ele pergunta e eu assinto.

 – Sim. Quem é? – pergunto e ele me olha passando os polegares nas minhas maçãs.

 – Ela é só minha amiga amor – ele diz sorrindo tentando me confortar.

 – Jura? –  pergunto e ele assente me selando.

 – Juro–  ele diz me dando outro selinho– Eu te amo, nunca duvide disso ok? – ele diz e eu assinto sorrindo boba.

 – Eu também te amo Tommo. Muito– digo sorrindo e ele me beija me tirando do chão.

 – Vamos? – ele pergunta me colocando no chão

– Vamos – digo ele vai pegar a sua blusa que estava sobre a cama logo vestindo-a. Pego a chave do carro dele na cômoda e jogo pra ele que pega no ar e comemora.

 (...)

Já estávamos andando no shopping a mais de meia hora e eu ainda não tinha dito nada sobre a minha mudança. Eu preciso falar logo. Suspiro e me olho no espelho do provador. Saio de lá com as peças de roupa na mão e ando ate o Louis que estava ao celular perto da loja em que eu estava.

 – Não me ligue mais – ele diz desligando a ligação e passando a mão no cabelo logo se virando pra mim sorrindo meio forçado.

– Quem era? –  pergunto abraçando o pescoço dele.

 – Ninguém importante–  ele diz me puxando pelo shopping – Vamos ir comer? – ele pergunta e eu assinto ainda agarrada ao seu pescoço. É agora.  Sento em frente a ele que me olha sorrindo.

– Lou, preciso te contar uma coisa– digo e ele faz sinal para que eu continue– Eu vou me mudar – digo baixo

– Você o que? – perguntou ele e eu levanto a cabeça olhando-o

–eu vou me mudar para Califórnia – digo e ele me olha surpreso

– Califórnia? Na América do norte? –  ele pergunta e eu assinto.

Ele fica calado por um tempo com os ombros apoiados na mesa e a cabeça caída sobre as mãos o que me deixa ainda mais agoniada.

– Mas por que? – ele pergunta depois de um tempo me olhando com os olhos marejados.

 – Porque eu e as meninas vamos ter que passar uns meses trabalhando lá –digo e vejo uma lágrima cair dos seus olhos fazendo meu coração diminuir.

 – Mas, e nós? – ele pergunta com os olhos vermelhos.

 – Ei – levanto e ando até ele me sentando no seu colo– nós vamos estar mais forte do que nunca– sorrio tentando confortar ele – Vamos ficar sempre nos vendo. Ou eu venho pra cá. Ou você vai pra lá. Você adora praia amor! – eu digo e ele abraça a minha cintura colocando sua cabeça no meu pescoço

– Mas e se não der certo?? –ele pergunta e eu levanto sua cabeça fazendo ele me olhar .

– Vamos fazer que dê certo – eu digo e te selo sorrindo.

 – Promete Que nunca, acima de qualquer circunstância vai me deixar? – ele pergunta e eu rio fraco.

 – Prometo – eu digo e ele pega uma batata colocando na minha boca

 – Então vamos aproveitar ainda quando há tempo né?- ele pergunta e eu esqueço de um pequeno detalhe.

– É amor... Eu viajo amanhã – digo e ele morde meu ombro– Aii– rio fraco e ele nega

 – Gabrielle– ele chama meu nome e eu te selo de novo – Então, temos de aproveita o resto da tarde né? – ele diz levantando e me puxa pra sairmos do shopping

 – Ué, não íamos fazer compras– pergunto parando de andar e ele de vira pra mim

– A minha namorada vai se mudar em menos de 20 horas e você acha mesmo que eu vou fazer compras com ela? – ele pergunta e nega voltando a me puxar.

 (...)

Saio do carro com a ajuda de Louis depois de quase meia hora com os olhos vendados dentro do carro indo para um lugar que meu querido namorado não disse onde era.

 – Louis, já posso tirar isso dos meus olhos? – pergunto apoiada no carro sentindo um leve vento colidir contra o meu rosto.

– Calma – ele diz e eu sinto ele segurar a minha mão me puxando pra frente. Ele segura nos meus ombros pra que eu pare de andar e depois vai pra trás de mim. Ele tira a venda que cobria o meu rosto e eu posso ver que estamos no alto da tão iluminada cidade de Londres a noite. Sorrio ao me lembrar do dia em que ele me pediu em namoro aqui mesmo. Ele me abraça dando um beijo no meu pescoço.

 – Não quero que vá– ele diz com a cabeça apoiada no meu ombro.

 – Eu preciso ir amor– digo e sinto meus olhos molharem por te que deixa-lo aqui – Eu preciso

– Eu sei– Ele diz e baixo e beija meu ombro coberto pelo suéter

(...)

Acordo 7:00AM com meu celular a tocar em algum canto do quarto do Louis. Cubro meu corpo nú com o lençol e ando pelo quarto dele em busca da minha bolsa. Acho a mesma e abro pegando o celular vendo o nome da Belinda brilhar na tela.

 ~Ligação on~

Oi amiga ~digo sonolenta~

Gabi, onde cê tá? ~ela pergunta e eu olho o local~

Na casa do Lou ~digo baixo e caço minha roupa pelo local~

vem pra casa, a gente sai daqui a meia ~ela diz e desliga a ligação me fazendo suspirar~

~Ligação off~

 Me visto rapidamente e ando até o Louis dando um beijinho na bochecha dele. Paro na frente da sua cama te olhando mais uma vez e sorrio fraco. Me inclino até seus lábios e te dou um selinho delicado para que não acorde. Saio da casa dele rapidamente e ando até a minha casa olhando minhas redes. Entro em casa e já vejo todas as meninas jogadas no sofá com caras de mortas.

– Por que tão cedo? Parece. Que o sol ainda nem saiu – digo me jogando ao lado da Lox

– Verdade – resmunga ela e se joga encima de mim

– Vamos nos arrumar vai. Quando chegar lá, certeza que vamos poder dormir em paz na nossa casa novinha em frente a praia – diz Belinda levantando e eu vou logo atrás dela.

(...)

 Saio do banheiro com o cabelo preso e uma toalha envolvida no corpo. Pego uma calça jeans, uma regata branca, um Tênis branco e uma jaqueta jeans por causa do frio que amanheceu hoje em Londres [2]. Saio do meu quarto e logo vejo Rique no corredor.

 – Oi rique, será que poderia pegar minhas malas e levar para o carro por favor? É que são muitas e eu não agüento – digo e faço uma careta. Ele apenas assinte e anda ate meu quarto pegando duas malas por vez.

(...)

Entro no avião e me sento ao lado da Belinda que estava na janela. coloco meus fones de ouvidos e deixo meu corpo relaxar sobre a poltrona. apoio minha cabeça no ombro da Belinda e fecho meus olhos me deixando ser dominada pelo sono.


Notas Finais


O NAMORADO DA GABI É O FUCKING TOMLINSON !!!
Esperam que tenham gostado. até logo. TIA ARY AMA DEMAAAAIS SZ.
Melissa Pietersen: http://www.revistaeleseelas.com/wp-content/uploads/2015/09/Cameron-Diaz-6.jpg
[1]: http://www.polyvore.com/gabi/set?id=211886639
[2]: http://www.polyvore.com/gabi/set?id=211962649


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...