História Detective- Imagine V and Suga. - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Exibições 72
Palavras 543
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Mistério, Policial, Shoujo (Romântico), Survival, Violência
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora. Demorei pra conseguir escrever.

Capítulo 10 - Meu mundo. Part. 1.


Havia sangue manchando minha roupa, eu andava em meio aos corpos que ainda gemiam em agonia, eu olho para os lados e apenas vejo mais desespero. Sorrio sadicamente e penso como eu pude ficar longe de tal prazer.

- Aa, coitada de você...- Levando minha tesoura.- A quanto tempo que eu não a uso.

- A-Ah...- Ouço um barulho de algo caindo no chão.

- Sobrou um?- Olho em direção a uma criança que lá se escondia em meio aos móveis quebrados.

- U-Uh...- A criança se põe a chorar.

- Porquê está chorando?- Me aproximo.- Não vai doer nada.- Sorrio.

- P-Por favor...- A criança pede se encolhendo.

- Shhhh...- Coloco minha tesoura no pescoço da criança.

[TAEHYUNG/ON]

Yoongi dirigia e eu olhava por todos os lados da estrada. Não havia mais nada além de mato a nossa volta, estávamos isolados do mundo.

- Viu alguma coisa?- Pergunta Yoongi.

- Não.- Retruco sem olhar para o mesmo.- Por enquanto nada.

- Taehyung… eu sei que... Se conseguirmos trazê-la de volta para o nosso lado, você… você não irá mais permitir que eu me aproxime dela. Mas... mas não será você que vai me impedir de chegar perto da S/N!- Diz Yoongi apertando o volante.

- Hahaha… se você chegar perto dela.- Olho para ele.- Você morre.

- Hum…- Yoongi parece não ligar para minha ameaça e continua a dirigir normalmente.

[S/N- ON]

- Pai... Mãe...- Ando diante de uma ruína, que um dia eu chamei de "casa".

Ando em meio dos destroços e me sinto insegura, como se alguém estivesse a me seguir. Chego a dois esqueletos, onde estavam conservados dentro de um único cômodo que não foi totalmente destruído, me ajoelho diante aos dois cadáveres e me ponho a chorar.

- Por... Que? Por que? Por que me deixaram?- Choramingo.

- Se eles ao menos gostassem de você.- Ouço uma voz. Me assusto. Olho para todos os lados mas não encontro ninguém.

- Você... Voltou?- Pergunto.

- Se seus pais realmente te amassem... Eles não fariam isso com você.- Diz a voz que parecia me ignorar.

- Para…- Tampo meus ouvidos, sinto uma mão deslizando por minhas costas e um calafrio.

- Pobre S/N... Se seu pai te amasse, ele não se juntaria com aqueles homens... Se sua mãe te amasse, ela te contaria tudo.

- Não! Não! Meu pai só queria uma cura! Ele só queria o meu bem!- Grito.

- E a sua querida mamãe? Ela sempre se fazia de boa. Mas, será que ela realmente era?- Pergunta a voz.

- Minha mãe foi a mulher mais boa do mundo!!!

- Se ela tivesse sido... Ela não teria te internado. Ela não teria medo de você.- Diz a voz.

- Não!!! Chega!- Começo a pegar tudo que vejo pela frente e ataco como se estivesse tentando acertar algo que não estava presente no local.

- Sua mãe realmente te amava? Ela realmente queria seu bem?- Continua a voz.

- Chega!!! Me deixa em paz!!!- Me jogo no chão tampando os ouvidos.

- Pra início de conversa, alguém algum dia quis o seu bem? Alguém já te colocou como prioridade?

- Chega!!!

- S/N!!- Ouço a voz de Taehyung.

- Você gosta dele?- Diz a voz.

- S/N!!!!!- Ouço a de Yoongi.

- Ou dele?-. A voz questiona.

- Onde eles estão?- Pergunto.

- Sua imaginação é muito fértil.- Sussurra a voz em meu ouvido.

- Uh?

Diante de tanto tormento, eu desmaio.

O que a voz queria dizer com aquilo?


Notas Finais


Bye bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...