História Detenha-me - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias X-Men
Tags Ação, Romance, Xmen
Exibições 12
Palavras 783
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Super Power
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


O que aconteceu com Alexia e Alex na noite anterior?

Capítulo 13 - Ressaca moral


O sol bate no meu rosto e me cubro com o lençol.Viro para o lado e sinto a macies do travesseiro,me agarro a ele e ele se move.Abro os olhos e quase caio da cama ao ver Alex ao meu lado.
-Ah meu Deus
Acho que estou no quarto dele,é lindo e escuro,com uma janela enorme que trás a visão de Nova York.Estou de calsinha e sutiã,olho para ele e tenho medo de levantar o lençol mas tomo coragem e engulo a vergonha.Levanto as cobertas e para meu alívio,ou não,ele está de cueca.
-Seu filho de uma puta.
O sacudo até que ele acorda e olha para mim.
-O que eu estou fazendo aqui?-bufo de raiva
-Me acordando-grune
-Levanta dessa cama-puxo as cobertas e ele se senta.
-O que foi?
-Eu é que pergunto.O que aconteceu?
-Você não sabe?-ele abre um sorriso maliciosa que me faz querer gritar de raiva
-O que você fez comigo?-grito
-O que você queria.
-Seu escroto do caralho!
-Calma não rolou nada.
-O quê?
-Nao rolou nada.Que especie de homem você acha que eu sou?-pergunta ofendido
-A do gênero masculino.
-Eu nunca faria nada que você não quisesse
Ele parece estar falando a verdade.
-Quem nos trouxe para cá?
-Um amigo meu.
-Cadê o Hank?
-Não faço ideia.
-Ai.Que dor de cabeça-reclamo
Vamos tomar um banho
O fito perplexa e ele levanta as mãos se desculpando
-Eu quis dizer que você vai tomar um banho e eu vou fazer um café.
Jogo um travesseiro nele que ri.
Levanto enrolada no lençol e ele me segue com o olhar.Vou até o banheiro e me olho no espelho
-Que horror
Me sinto um lixo inorganico.
-Banheiro bonito
Há duas pias,um espelho retangular,uma banheira enorme e um chveiro.Ele é quase tão grande quanto o quarto de Alex.Entro no box e ligo o choveiro.Espero que a água quente lave minha vergonha.
Me enrolo na toalha e procuro uma escova de dente extra.Só. há uma escova,a dele.
-Alex!
Ele abre a porta e me fita.
-Você tem outra escova por aqui?
-Não.Nunca trago visita aqui.Mas pode usar a minha
-Acho que não-detesto escova usada
-Está com nojo?
-Sim.
-Sua sinceridade me assusta.E me enlouquece
-Tudo bem.Você tem bala de hortelã?
-Tenho uma que cura até ressaca.
-É sério?
-Sério
Ele pega sua escova e escova os dentes lindamente,depois a coloca de volta no porta-escova de dente e me puxa pela cintura.Ele me beija e posso sentir o gosto de hortelã em sua boca.Não tento me afastar e nem resistir.Acendo em seus braços e cansei de fingir que não o quero se é só nisso que eu penso.
-Seu gosto é tão bom-ele diz com os lábios colados nos meus
Ouço algo quebrar e me afasto.
-O que foi isso?
-Deve ser o Hank.Vou ver o que ele está fazendo.Use e abuse das minhas coisas.Meu banheiro é todo seu.
Me obrigo a usar sua escova e sinto o gosto da sua boca nela.Volto para o quarto e procuro alguma roupa que me sirva no guarda-roupa dele.Visto uma de suas cuecas e meu vestido azul.
Chego na cozinha e encontro Hank e a garota da boate sentados no sofá trocando caricias.
-Bom dia
-Bom dia-respondem juntos e começam a rir
Meu estômago se embrulha e passo direto por eles e vou até Alex que poe uma caneca de café sobre o balcão para mim.
-Ela dormiu aqui?-digo pegando a caneca
-É o que parece
-Que horas são?
-10:20
-Droga.O professor vai me matar.
-Acho que ao Hank também.
Tomo o café e pego minha bolsa que está sobre a bancada.
-Precisamos ir-digo a Hank
-Ainda é cedo-ele nem olha para mim ao falar
-Já são 10:40
Ele pula do sofá e me olha desisperado
-10:40?-Repete
-Exato
Hank corre para o corredor e sua amiguinha vai junto.
-Pela última vez eu te pergunto.Aconteceu alguma coisa com a gente ontem?
-Já disse que não-resppnde irritado-Vai ver sua irmã?
-É.Pretendo contar a ela sobre meus poderes.
-Boa sorte.
-Obrigado.Vou precisar
-Eu...queria saber se...voce...
-Euuu o quê?
-Que tal um jantar?Hoje?
-Acho que não.
Sua expressão muda de nervoso para decepcionado.Tento reverter essa situação
-Hoje eu preciso visitar alguém,mas quem sabe amanhã.
-Isso é um sim?
-Isso é um certamente.
Alex sorri,sinto que cumpri minha missão.
Hank abre a porta e me chama
-Já estou indo.
Ele sai e me viro para Alex
-Pego você ás 8:00?
-Nem um segundo a mais.
O beijo de surpresa e ele nem hesita.
Entro no elevador e me sinto em um filme pornográfico com Hank e a loura se agarrando ao meu lado.
Os portas se abrem e eu respiro aliviadaHank se despede da moça e pegamos um táxi rumo á clínica


Notas Finais


Como será que Denise vai reagir ao saber dos poderes da irmã e do interesse mútuo dela e Alex?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...