História Detenha-me - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias X-Men
Tags Ação, Romance, Xmen
Exibições 10
Palavras 1.159
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Super Power
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Volteeeeeeeeei!Eu disse que não tinha terminado<3Vou terminar essa fanfic,custe o que custar ou não me chamo Alana787(o que na verdade não é meu nome)!

Capítulo 22 - Daqui você não sai


Fanfic / Fanfiction Detenha-me - Capítulo 22 - Daqui você não sai

Abro os olhos devagar e sinto uma enorme vontade de respirar mas não consigo porque Alex está me apertando pela cintura como se eu fosse fugir.Tiro seu braço de cima de mim e ele se mexe.Tento sentar mas ao fazer isso percebo o quanto estou dolorida e volto a me deitar.Olho para Alex que está sorrindo enquanto dorme.Como uma pessoa pode ser tão linda dormindo e com o cabelo bagunçado.Observo o quarto e me deparo com minha calcinha sobre uma poltrona,meu vestido no chão e meu sutiã sobre seus sapatos no chão.
Como é possível os detalhes da noite passada estarem tão frescos na minha memória e no meu corpo que está todo dolorido.Não consigo mexer as pernas por causa da dor.Meus seios,braços,virilha,enfim,tudo está enchado e dolorido.Viro com dificuldade e olho para Alex que começa a acordar.Ele abre um lindo sorriso que retribuo.
-Você parece mais bonita do que ontem-diz tirando uma mecha de cabelo do meu rosto
Não sei o porquê mas me sinto tão envergonhada por estar dolorida.
-Acho que a culpa é sua-falo e ele abre mais um sorriso que faz meu corpo tremer
-Você acreditaria se eu dissesse que ontem foi a melhor noite da minha vida?-pergunta virando de lado e se apoiando no braço
-Provavelmente não-respondo calmamente
-Achei que diria isso.
-Sou tão previsível assim?-pareço ofendida
-Previsível?Você se controlou para não bater na Leona,ganhou a aposta e ainda realizou todos os meus desejos.Acho que não posso te chamar de previsível.
-Previsível não mas louca sim
-Acho que o louco sou eu.Louco por você
Ele se aproxima e me beija.Seu beijo é cheio de segundas intenções.Ele puxa meus lábios como os dentes e meu corpo acende.Alex deita sobre mim e abro as pernas para que ele se encaixe melhor.
Suas maos descem até meus seios que enrrigessem ao seu toque.
-Alex eu...
Ele não me deixa falar
-Alex eu...
Ele morde meu pescoço e esqueço de tudo.Sua língua desliza até meus seios que são acolhidos por sua boca.Meu corpo pede por mais apesar de dolorosamente enchado.Seus olhos me fitam enquanto ele desce até meu umbigo e o preenche com a língua.Suas mãos apertam minhas coxas e uma delas acaricia minha entrada.Me mexo na cama sem saber o que fazer com tanto tesão.De repente seu dedo entra em mim.Sinto uma pontada de dor que logo desaparece em meio a suas investidas.Ele entra e sai com lentidão me deixando louca.Gemo alto e ele beija meu clitóres.Seguro os lençóis com força ao sentir espasmos me envolverem.Seu dedo sai e sua língua entra.Oh meu Deus.Como ele é bom.Arqueio e ele me chupa com força.Grito baixinho e sinto meu orgasmo explodir.Me rendo e tento recuperar o fôlego.Ele sobe em mim mas sem tocar seu corpo no meu,abre a gaveta do criado-mudo e tira a "moedinha"de lá.Abre o envelope com a boca e me entrega.
-Põe para mim-ordena
Não faço ideia de como colocar esse troço mas tento lembrar do que aprendi nas aulas de educação sexual.Depois que o visto,ele abre minhas pernas o acompanho enquanto ele enterra a glande em mim.Mal me recuperei do orgarmo que acabo de ter e meu corpo implora por outro.
Alex encaixa seu corpo no meu e me penetra com força.Gritamos juntos e ele para e me olha com seus olhos transbordando desejo.
-Adoro você ser tão apertada-sussurra
Volta a se mexer e começa a entrar e sair de mim com força.Grunho e me agarro a ele.Suas estocadas são fundas e me deixa molhada.Seus lábios se prendem aos meus tentando conter os gemidos dos dois.Acho que isso só piora tudo.Ele me preenche com força quase causando meu orgasmo.
-Você é tão gostosa e molhadinha-geme ele
Puxo seus lábios com os dentes e arranho suas costas.Ele grune e acelera o ritmo.Estou tão sensível e lisa.Sinto meu cérebro se render e meu corpo tomar conta de mim.
-Você é minha.Só minha-grune
Suas palavras me excitam.Eu sou dele.Só dele.
-Ah,Alexia.Eu sei o que você quer.Então implore
Ele para e me encara.Quero mata-lo por isso,mas não vou implorar por nada.Ele se mexe novamente e para.E de novo,e de novo
-Por favor-imploro com a voz tremula
Alex me fode sem parar.Com força e rapidez.
-Goze,agora-ordena
Seu desejo é uma ordem e meu segundo orgasmo me detona.
-Oh,Alexia-ele geme e em seguida se esvazia dentro de mim.
Alex desaba sobre mim e apesar de me sentir sufocada,não tenho forças para afasta-lo.Ele sai de dentro de mim e cai para o lado,ofegante e suado.Enquanto descanso ele me olha.Em seguida levanta e entra no banheiro.Volta com uma toalha enrolada na cintura e me beija na testa.
-O quanto você está dolorida?
-Você nem imagina-respondo envergonhada
Ele tira o lençol de cima de mim e me carrega.
-Eu preciso ver a Denise
-Acho que ela aguenta ficar sem você por um dia-diz abrindo a porta do banheiro.
Sou colocada na banheira e quando a água me toca gemo de dor.Ele desliga a torneira e tira a toalha.
-Hoje você não vai sair daqui.
-Mas...
-Sem mas.Hoje você é toda minha.
Alex senta atrás de mim e pega a bucha,enche de sabão e a passa pelo meu corpo.Se sua intenção é cuidar de mim está dando errado pois só faz meu fogo aumentar.A bucha percorre minhas costas,braços e seios que voltam a responder ao seu toque.Gemo ao sentir suas mãos em meu ventre.
-Shhh.Não geme que eu perco a cabeça-murmura
Tranco os dentes enquanto ele acaricia minhas pernas com a bucha.Ele se aproxima da parte de dentro das minhas coxas e sem querer deixo um gemido escapar
-É meu último aviso-alerta e sinto sua ereção em minhas costas
Faço de tudo para não gemer novamente mas ao ser massageada com a ducha não consigo controlar meus gemidos.Alex me vira para ele e me puxa contra si.Nossos órgãos se chocam e extremeço.
-Eu avisei-ele sussurra
Suas mãos me levantam e me ajoelho sobre ele.Meus seios são apertados com força e me seguro em seus ombros.Ele se posiciona e me desce em seu pau duro até que não reste mais espaço dentro de mim.Mordo o lábio e engulo o grito quando ele me beija.Cavalgo sobre seu pau o sentindo de verdade.Ele segura minhas nádegas e controla meus movimentos.Permanecemos assim até nossos orgasmos explodirem juntos.
Viro de costas novamente e ele me deita sobre seu corpo.
-Acho...que...vamos acabar nos matando-Alex fala entre arfadas
Rio e concordo com a cabeça
-O que vamos fazer o dia inteiro além disso?-pergunto
-Então resolveu ficar?
-Talvez.Vai depender de como você vai se comportar pelo resto do dia.Se se comportar mal eu vou embora.
-E se eu me comportar bem?Terei o que quiser?
-O que quiser.
Olho para ele que me beija com carinho.
Se todas as noites que passarmos juntos forem assim,eu não terei paz.Mas quem quer paz com Alex Summers?Eu não.O controle dele sobre mim me assusta,mas gosto quando ele dá ordens.Acho que achei meu porto seguro.Precisava de alguém para me enfraquecer pois estou cansada de ser sempre forte e controladora.


Notas Finais


Que loucura esses dois,não é?Mas será que vão conseguir lidar com seus passados medonhos?Será que Alex vai saber lidar com Alexia?Leia os últimos capítulos que podem ser quatro ou cinco.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...