História Detenha-me - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias X-Men
Tags Ação, Romance, Xmen
Exibições 8
Palavras 1.112
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Super Power
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais uma barreira para ser quebrada.Será que o amor é maior do que o ciúme?

Capítulo 34 - Foi só um beijo


Fazer amor,transar e foder são como irmãos gêmeos.Parecem iguais,mas nem se comparam.Fazer amor com quem se ama é melhor do que se pode descrever.
Alex finalmente cedeu.
¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤
Acordo com um sobressalto e olho para o lado.Alex ainda está aqui e meus pesadelos são meus e ele não merece ouvi-los.Ele se mexe e abre os olhos.O relógio apita e mostra que são 07:30.Alex vira e desliga o rádio relógio.
-Você não vai trabalhar?-pergunto
-Hoje eu sou todo seu.Faça o que quiser comigo que eu deixo.
Ri mais do seu sorriso malicioso do que de seu comentário.Ele me puxa para seu peito e inalo seu cheiro de loção pós barba e suor.
-Então você é meu hoje?É decepcionante
Ele se mexe e me faz olhar para ele.
-Decepcionante?-ergue uma sobrancelha
-É.Achei que você fosse meu sempre.
Alex se inclina e me beija.O beijo se aprofunda e nem percebo quando ele está em cima de mim.Seus lábios escorregam pela minha orelha que é puxada com os dentes.Gemo e encaixo meus dedos em seus cabelos.Sua língua me devora e briga com a minha em nossas bocas.Abro as pernas a fim de me sentir com o mínimo de controle.Sua ereção toca as minhas coxas e suspiro louca pela antecipação.Assumo o controle e subo sobre ele.Deixo um trilha de beijos por sua mandibola e desço até a fina pele de seu pescoço.Mordo alí e ele geme e rola por cima de mim.Seu toque é fogo e queima meus mamilos rígidos.Logo seus lábios frios cobrem com carinho um deles enquanto o outro é imprensado por seus dedos.Meu mamilo é sugado com tanta força que um grito sai da minha garganta sem que possa evitar.Seus dedos descem até minha entrada e dois deles são mergulhados em mim.Me agarro em seus ombros me delicio com seu toque que entra e sai de mim com uma delicadeza desesperadora.
-Você está pronta para mim?-sussurra
Gemo como resposta.Meu corpo implora pelo seu e arqueio fazendo seus dedos me invadirem com eficiência.De repente ele os tira de dentro de mim e separa meus lábios enquanto me preenche com calma.Arqueio novamente e ele me segura pela cintura e me fode tão devagar que grito abafado de raiva e prazer.
-Ah,Alex.Depressa-nem reconheço minha voz.
-Me sinta primeiro,amor-sussurra em meu ouvido
Mordo os lábios tentando segurar os gritos que exigem sair da minha boca.Arqueio e me mexo contra ele.Abro as pernas mais ainda e pressiono os calcanhares cotra seu traseiro musculoso e finalmente o ritmo acelera...
¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤
Chegarmos no instituto pelas três e enquanto Alex falava com Denise por telefone eu brincava com o Replica.O garoto pode fazer várias cópias de si mesmo.Jogavamos futebol com Jean,Hank e Scott.Logo Alex se junta a nós e Xavier nos observa de longe.
O jogo mal terminou e já estava exausta.Deixei eles continuarem e me sentei na grama,bem afastada para a bola não chegar até mim.Hank se senta ao meu lado ofegando e observamos os outros.
-Como você está?-pergunta ele
-Ótima
-As coisas se resolveram com a sua irmã?
-Vão se resolver.
-E como vai com o Alex?
Onde ele quer chegar?
-Vão indo bem.
-De verdade?
Bufo e sei que ele quer me dizer alguma coisa.
-Seja direto,Hank.O que quer?
-Saber se tenho alguma chance.
Levei tempo para assimilar o que acabei de ouvir.Achei que havia ficado claro quando Alex voltou que era ele que eu queria,mas acho que não é bem assim.
-Hank eu não entendo o que quer dizer.Você sabe que eu namoro o Alex e...
-Que eu sou um idiota que você beijou quando estava triste...
-Espera aí-me ajoelho e não escondo o quanto estou brava-1:Nós nunca saímos juntos,2:Você sabe que eu amo o Alex,3:Ele é seu amigo e achei que eu também era,4:Foi você que me beijou
-O quê?
Estremeço e viro.Alex está atrás de mim e me fuzila com os olhos.Hank se levanta e os dois se encaram com fúria.Levanto rapidamente e me ponho entre eles.
-Alex...não é do jeito que está pensando...
-É de que jeito?Me diz que vocês estavam falando de outras pessoas e que minha namorada e meu melhor amigo não se beijaram-ele praticamente grita.
O que posso dizer?Não tem solução.A menos que eu possa voltar no tempo e colar a boca de Hank.
-Alex...-não sei o que falar
-Não precisa me dizer nada.Já entendi tudo.
-Não entendeu não.Me deixa explicar...
-Explicar o quê?-grita e meu estômago queima de raiva
-Não grita com ela-ordena Hank
-Ou o quê?Vai virar o pé grande e me encarar?
Oh,porra!Porquê os homens tem que ser tão...homens?
Hank fica tão irritado que uma veia salta de seu pescoço.A noite chega e os alunos nos observam.Alex me puxa pelo pulso e sinto a sua raiva pela dor em meu braço.
-Ai,Alex.Você está me machucando-reclamo e ele me ignora
-Solta ela-Hank me segura e Alex vira para ele com o corpo começando a ficar vermelho
-Não toca na MINHA mulher!
-Por favor,parem-imploro
-O que você quer?Quer brigar,pé grande?-provoca
-Você deveria ter medo de mim.
-Parem com essa idiotice-digo antes que Alex abra a boca
-Você tem razão.Vamos acabar com essa história da melhor forma possível.Escolha-exige Hank
-O quê?-é só o que sai de mim.
-Você está certo.Escolha-é a vez de Alex-Escolha com qual de nós você quer ficar.
Eu não acredito que eles estão fazendo isso!Olho para Hank que continua encarando Alex com os olhos cheios de fúria.Fico em silêncio esperando que se esqueçam que estou aqui
-Você não vai responder?-pergunta,Alex,com um tom ameaçador.
Hank olha para mim e quero quebrar a cara dele por esperar que eu faça uma escolha sem sentido.
-Vamos embora-puxo Alex pelo braço e ele me segue com relutância.
Viro e Hank ainda está me encarando com os olhos cheios de tristeza.Entro no carro com Alex que nos leva para casa sem dizer nem uma palavra.
-Eu não acredito que você fez isso-diz ao entrar no apartamento
-Não é como você pensa.Não precisava ter armado aquele show.
-Ah,não?Queria que eu aplaudisse?
-Foi só uma vez.E você não tem o direito de ficcar desse jeito.Você terminou comigo e foi viajar com a Leona.
-Era uma viajem de negócios...
-Você beijou ela!Eu vi na revista!
-Foi um selinho sem importância.
-Comigo foi a mesma coisa...
-Não foi não.Vocês se beijaram e...
-Ele me beijou!Eu estava triste e deprimida e...
-Ele se aproveitou de você!Eu juro que eu vou matar o Hank!Não quero cruzar o seu caminho e nem que você o veja nunca mais
-Eu moro naquele lugar.Não posso simplesmente deixar de vê-lo...
-Não me interessa!Eu não quero acabar matando ele e é o que vai acabar acontecendo.
Não quero discutir.Não quero que ele perca a cabeça.É melhor deixa-lo se acalmar e falar com ele amanhã.


Notas Finais


Isso ainda vai render muito


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...