História Deus Solitário - Capítulo 4


Escrita por: ~

Visualizações 8
Palavras 714
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Shounen, Survival, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Quarto capítulo de Deus Solitário.

Teremos uma reviravolta na história, e uma nova aliada para Yukio muito poderosa.

Capítulo 4 - Traidores


     ''O que você quer?''

     Eu estava em uma sala.

     Uma grande mesa circular estava no centro da sala, mas, havia apenas dois homens sentados, uma grande parede de vidro transparente ficava logo atrás, um dos homens era o Rei, mas o outro eu não conhecia.

     Mas, havia algo nos olhos daquele homem. Algo que me dizia que eu não deveria confiar nele.

     O Rei então olhou para mim e disse.

     ''Você já deve saber o assunto da conversa.''

     ''Sim.''

     ''A resposta é não.''

     ''Era o que eu esperava. Mas, eu já estou cansado de brincar de matar demônios em grupo.''

     O homem ao lado do Rei pareceu se sentir incomodado com a resposta e disse.

     ''Tenho uma proposta a você.''

     ''Qual?''

     ''Você irá continuar com os Dez Cavaleiros Sagrados, caso contrário, eu com minhas próprias mãos, irei matar a sua querida Asuka.''

     ''Pode matá-la.''

     Eu virei as costas e saí da sala.

     Mas, antes de sair dei um último aviso.

     ''Mas, caso isso aconteça, irei mostrar o quanto vocês são inferiores a mim.''

     Assim que eu saí do palácio, fui me encontrar com Asuka que, estava me esperando.

     ''Como foi?''

     ''Tenho um último serviço para fazer, depois disso poderemos sair.''

     ''Serviço? O que você vai fazer?''

     ''Matar alguns lixos.''

     ''Como assim? Você sozinho?''

     ''Não se preocupe.''

     Meu único pensamento naquele momento era o que o Rei estava tramando.

     E com isso em mente decidi me encontrar com Katsuo.

     Enquanto eu estava indo encontrar Katsuo em um bar, ouvi gritos saindo de um beco, então decidi ir ver.

     Ao chegar no local vi três homens lutando com uma garota.

     E... os homens estavam tomando uma surra.

     Após deixar os três homens inconscientes, ela virou olhando para mim.

     Quando de repente, ela estava na minha frente, com uma espada de gelo apontada para mim.

     ''O que você quer?''

     ''Nada. Só estou de passagem.''

     ''Hmm... Quem é você?''

     ''Ninguém importante, mas, se não quiser se machucar melhor baixar essa espada.''

     Ela continuou me olhando enquanto sua espada ficava sobre meu pescoço.

     Em um movimento rapido eu retirei a espada das minhas costas  e corri para trás dela.

     Mas, antes de eu atacar, ela já havia me atacado.

     ''Você é muito lento.''

     Muito lento? Minha velocidade era fora do comum até mesmo para os deuses.

     Eu saltei do chão indo em direção a ela, mas quando percebi eu já estava no chão, novamente.

     ''Como?''

     Eu, o deus mais poderoso estava sendo humilhado.

     Eu me levantei e partir novamente para cima dela.

     E eu vi meu corpo ser cortado ao meio por sua espada de gelo, mas, para minha sorte aquele corpo não passava de uma ilusão, então cheguei por trás dela e coloquei minha espada sobre seu pescoço.

     ''C-Como?''

     ''Você tem seus truques e eu os meus.''

     ''Hmpf...''

     ''Você se teletransportar?''

     ''Não.''

     ''Então como você conseguiu prever meus movimentos?''

     ''Congelando o tempo.''

     Congelar o tempo... já ouvi isso em algum lugar. Murmurei mentalmente.

     ''Posso saber o que um demônio está fazendo aqui?''

     ''Como você sabe que sou um demônio?''

     ''Eu já disse... tenho meus truques.''

     ''Estou aqui para parar o meu pai.''

     ''O seu pai? Quem é o seu pai?''

     ''O Rei Demônio.''

     ''Por que você iria querer parar ele?''

     ''Não concordo com o que ele quer fazer.''

     ''E o que ele vai fazer?''

     ''Você faz muitas perguntas e será que pode sair de trás de mim, seu pervertido.''

     Eu me afastei rapidamente.

     ''P-P-Pervertido?''

     ''Hmpf... Enfim, tudo que eu sei é que ele se aliou com o Rei dos Deuses.''

     Eu não pretendia deixar nenhum demônio que eu encontrasse vivo, mas ela aparentava ser diferente, então acabei por optar em confiar nela.

     ''O Rei dos Deuses? Hmm... isso é ruim.''

     ''Eu posso te ajudar!''

     ''Vou aceitar a sua ajuda. Aliás, como você se chama?''

     ''Liz. E você é?''

     ''Yukio.''

     Então nós dois acabamos indo nos encontrar com Katsuo.

     Eu e o Katsuo estavamos bebendo.

     ''Aliás, Yukio, quem é ela?''

     ''Me chamo Liz, P-Prazer!''

     ''Hmm... Liz? Belo nome. Eu me chamo Katsuo. Então do que você precisa, Yukio?''

     ''Da sua ajuda.''

     ''Com?''

     ''O Rei Demônio se aliou com o nosso Rei, preciso que você descubra o que eles querem fazer.''

     ''O Rei dos Deuses com o Rei Demônio... Até que fim um serviço com mais emoção. Pode contar comigo!'' 


Notas Finais


O que vocês acham que o Rei Demônio e o Rei dos Deuses está tramando? E será que a Liz é realmente confiável?

Caso estejam gostando da história, favoritem para serem notificados do lançamento de próximos capítulos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...